aki

cadastre-se aqui
aki
Política
10-10-2014, 22h06

Dilma agiu rápido em caso de suspeita de Ebola

8

Postado por: ISABELA HORTA

Foi rápida a ação do governo para tratar o paciente que está com suspeita de Ebola. Assim que soube do caso, a presidente Dilma Rousseff orientou o ministro da Saúde, Arthur Chioro, a ser extremamente rigoroso e rápido.

Além da preocupação com a saúde pública, Dilma quer evitar efeitos políticos e eleitorais do episódio. Já há as acusações de corrupção na Petrobras a desgastar o governo. Tudo o que a presidente não quer é uma crise na saúde no meio da campanha do segundo turno.

Outro tema do “SBT Brasil” foi o empate técnico entre Dilma e Aécio Neves (PSDB) nas pesquisas do Ibope e do Datafolha. Nas duas sondagens, o tucano teria 51% dos votos válidos contra 49% da petista.

A campanha de Dilma esperava um resultado pior. O empate técnico foi um alívio para o PT. O partido avalia que, com as críticas a Aécio na propaganda eleitoral, a presidente poderá voltar a liderar a disputa.

Já a campanha de Aécio diz que as pesquisas confirmam o bom momento do candidato e que sinalizam uma virada duradoura. O tucano está numericamente à frente de Dilma, apesar de empatados tecnicamente. É um desempenho inédito para um candidato tucano em pesquisa de segundo turno.

Confira o comentário:

Comentários
8
  1. dosalencares disse:

    Nos meus 66 anos de conhecimento sobre a nossa política, cheguei a seguinte conclusão: 10 petistas corruptos, são menos danosos ao nosso país do que um tucano honesto.

  2. Patricia Jacques Fernandes disse:

    Essa história de ficar aplaudindo político, que nada mais faz que cumprir a obrigação que o cargo confere, não faz sentido. A dona Dilma não fez mais que a obrigação. Além do mais, ainda são só suspeitas. Tomara que estejam monitorando as pessoas que tiveram contato com o rapaz internado.

  3. Maurício disse:

    crise na saúde por conta de um caso de “suspeita” de ébola? ai já é forçar a barra não acha? Embora, da forma como a mídia tem linchado a Dilma e aliviado Aécio não duvido em culpá-la caso seja confirmado a doença.

  4. SILVIA CAVALCANTI disse:

    Kennedy, gosto demais de seus comentários e sua moderação politica, mas como médica gostaria de esclarecer que não foi a Dilma quem orientou o ministério da saúde a agir e sim os médicos brasileiros no Paraná, que estavam aptos e treinados a atuar desde o primeiro atendimento ao paciente, seguindo todo protocolo sanitário que o ministério da saúde esta totalmente preparado para colocar em pratica. Com certeza a Dilma só foi mera coadjuvante nisso e fez o que qualquer presidente faria, considero inapropriado o titulo de sua publicação. grande abraço!

  5. Pasquale disse:

    Aécio dispara e abre 17 pontos de vantagem sobre Dilma, mostra pesquisa Istoé/Sensus

    Primeiro levantamento após divulgação de áudios da Petrobrás mostra que escândalo atingiu em cheio campanha da petista

    PRA CIMA DELES AÉCIO

  6. douglas disse:

    A midia marrom esta de qualquer maneira tentando eleger de novo o COLLORÉCIO depois vai prá rua querendo derruba-lo, não é mais fácil não elege-lo, voto de protesto?? e o Brasil que se lixe??

  7. Reginaldo Gonçalves disse:

    Isto é simplesmente protocolo internacional a ser seguido para doenças infecciosas. Deixa disto Kenedy…

  8. J K disse:

    Eu to achando isso é mais uma cilada pro pt. Libera o cara e daqui pra 10 dias reaparece no hospital e morre. Vao dizer que a culpa é da . … Adivinhem !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 05:11:21