aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Economia
19-01-2016, 21h31

Dilma apresentará ao Conselhão medidas prontas

Governo tentará reaquecer economia rapidamente com aumento do crédito
4

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A presidente Dilma Rousseff pretende apresentar a empresários e sindicalistas algumas medidas já prontas para serem implementadas a fim de tentar reaquecer rapidamente a economia. O palco será a reunião do antigo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, que a presidente pretende reativar na semana que vem.

Nesta terça, Dilma discutiu com a presidente da Caixa, Miriam Belchior, a origem de recursos e os detalhes de medidas para incentivar a construção civil. Novas linhas de crédito para habitação deverão ser fornecidas.

Será ampliada a oferta de crédito para empresas, sobretudo para pequenas e médias, que têm mais dificuldade de obter financiamento. Como possui uma cadeia produtiva que gera muito emprego, a indústria automobilística também deverá ser contemplada.

No entanto, o desafio do governo é conseguir incentivar o consumo, porque os juros estão altos, a inflação também e o desemprego só aumenta. Pode haver pouco ânimo para que as pessoas e as empresas façam dívidas.

Assista ao tema desta terça no “SBT Brasil”:

Comentários
4
  1. walter nobre disse:

    A velha formula do PAC Kennedy…crescimento artificial…os empresários já conhecem este filme, de outros governos e planos; não vão apostar, em mortos vivos…
    A resposta esta nos juros altos; por decreto, ou falsos programas, e sem dinheiro novo, não se aumentam Empregos; estamos mais, para novas demissões…
    A ousadia da presidente, é para se manter, enquanto puder no poder; gastaram dinheiro bom…
    Tudo o que o governo quer de fato, é ressuscitar a CPMF, que não conseguirão…
    O País agoniza, não existem índices animadores em nada…

  2. Bee Lao disse:

    Teorias, teorias, teorias. O PT governa com mentiras, distribui ilusões, todos sabemos disso. Não haverá incentivo à construção civil porque as pessoas temem pelo emprego e o reajuste das parcelas de pagamento do imóvel novo estão insuportáveis, devido às taxas de juros. Tem gente devolvendo imóvel comprado na planta às pencas. Isso vai bombardear os principais produtores de materiais para construção e o emprego dos envolvidos, na produção destes materiais e na construção civil de fato. Não adianta ampliar o crédito onde ninguém tem coragem para bancá-lo. O PT não sabe conduzir a economia e não parece disposto a aprender. Como sempre, tudo não passa de conversa mole. As automobilísticas, em breve, vão começar a deixar o país. Os impostos desta atividade são intoleráveis. Prepare-se para o cáos.

  3. Ruy Teixeira disse:

    Estão loucos, totalmente sem noção, quem é que vai pegar crédito com juros nas alturas e todos endividados. Querem afundar com o país.

  4. Alberto disse:

    Mais do mesmo que colocou a terra brasilis a pique.Haja criatividade!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-26 01:51:05