aki

cadastre-se aqui
aki
Política
31-12-2014, 9h10

Dilma avalia dar mais prestígio ao Itamaraty no 2º mandato

Presidente estuda troca nas Relações Exteriores; Amorim é cotado
6

Kennedy Alencar
Brasília

A presidente Dilma Rousseff estava inclinada a manter nas Relações Exteriores o atual ministro, Luiz Alberto Figueiredo, com quem ela tem relação pessoal melhor do que com o antecessor dele, Antonio Patriota.

No entanto, avalia mexer na pasta por duas razões: insatisfação interna no Itamaraty com Figueiredo e avaliação política do PT de que seria preciso dar mais importância ao ministério. Há diplomatas que se queixam da falta de prestígio do Itamaraty no governo Dilma, tanto em termos de recursos orçamentários como de força política. No governo Lula, o ministério tinha mais poder.

É fato que Dilma não gosta de política externa como Lula. Daí ter havido nos últimos dias pressões por mudança. O ex-ministro Celso Amorim, que vai sair da Defesa, voltou a ser cogitado para o Itamaraty. Amorim foi um ministro forte e ousado, que fez bem à política externa do Brasil no governo Lula. O retorno dele seria um sinal interno e externo de prestígio à pasta.

Mas, no entorno de Dilma, há também quem defenda escalar um diplomata que não tenha sido ministro. Entre os diversos cotados, está o atual embaixador em Washington, Mauro Vieira. Essa decisão deveria ter sido tomada ontem. É provável que aconteça hoje. Mas, como todas as reformas ministeriais de Dilma atrasaram e não se pode descartar surpresa de última hora, convém aguardar a confirmação da equipe que assumirá o segundo mandato com ela amanhã.

*

Dilma escolheu Mauro Vieira para comandar o Itamaraty.

*

Ao indicar Juca Ferreira para o Ministério da Cultura, a presidente Dilma quis contemplar um setor fundamental para a sua reeleição. Durante a campanha, que foi bem dura e na qual artistas se dividiram entre Dilma e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), Juca Ferreira foi um articulador importante de entidades do movimento cultural que têm um perfil mais de esquerda.

Juca é um crítico da Lei Rouanet, mecanismo que beneficiaria mais facilmente os artistas célebres _os nomes consagrados que têm fácil acesso às grandes empresas. Quando ministro, ele descentralizou recursos e deu força a entidades de cultura popular fora do eixo Rio-São Paulo.

Criticada por formar um ministério conservador, com figuras de direita, como a senadora Katia Abreu (PMDB-TO), que vai assumir a Agricultura, a presidente fez um aceno à esquerda.

Juca Ferreira teve ainda o apoio do ex-presidente Lula, que sempre gostou do trabalho dele. As críticas da senadora Marta Suplicy devem ser vistas no contexto de uma visão diferente sobre a gestão do Ministério da Cultura, mas também são reflexo de uma disputa de poder no PT. Na campanha de Dilma, Juca entrou em choque com Marta ao organizar atos de apoio à presidente.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
6
  1. Fernando Augusto disse:

    Seria decente, da parte dela honrar os compromisso urgentes, como saúde. educação e segurança. Essas três palavras soam como palavrões para eles.

  2. Pasquale disse:

    Quem quer saber de desvio de verba?
    Hoje é o final da novela! “Brasileiro idiota”
    Pra que saber o valor da inflação?
    Na geladeira ainda tem cerva. “Brasileiro idiota”
    Patrimônios históricos do país são nossas imensas favelas

  3. Fabio Matarazzo disse:

    Lixo esse ministério.

  4. antonio barbosa disse:

    Agora??? Depois de tantas incursões erradas no campo internacional trocar o ministro não adianta nada, porque a mandante é a mesma. Nos tornamos uma piada internacional, a ponto de Israel nos chamar de nanicos políticos. Caminhamos claramente para o lado dos países totalitários com domínio comunista e anti-americanos. Esperar o quê agora? Vamos mudar o jogo e dizer que era tudo brincadeirinha? Ou o governo vai dizer que foi igual as mentiras de campanha? Todos sabemos que os países europeus e da mesma linha como EUA, CANADA, AUSTRÁLIA não vêem o Brasil com bons olhos. Nós que deveríamos liderar a America Latina, hoje somos um arremedo de país em termos de política externa e tudo por causa da prática criminosa da política estapafúrdia aplicada pelo PT. Dizer que Celso Amorim tem prestígio é brincadeira. O sujeito levou um passa moleque da FFAA e ficou quietinho. Seria melhor o Tiririca.

  5. Delmo Oliveira disse:

    Caro Kennedy;
    O desgoverno II da Rousseff(criatura) não irá muito longe, pois sua estrutura tem como base a manipulação de dados, mentiras em cascatas, um ministério(com raríssimas exceções)medíocre etc. E dependendo do desdobramento da Operação Lava Jato, poderemos ainda em 2015, ter o IMPEACHMENT da mesma. PT NUNCA MAIS!!!

  6. OSMAR MARCONDES disse:

    Dilma tem que formar uma equipe de peso. Se isto não acontece, corremos o risco de vê uma luta de anos ir pelo ralo do planalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 08:32:46