aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
24-12-2015, 9h11

Dilma deve ter cautela ao emitir sinais econômicos

Presidente comandará reunião da equipe econômica na segunda
17

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A crise do Rio de Janeiro que afetou a rede de saúde pública é um retrato da penúria financeira do Estado brasileiro como um todo. A União, Estados e municípios têm dinheiro insuficiente para honrar os compromissos que assumiram nos últimos anos.

A crise econômica atinge as três esferas de poder, apesar de a situação no Rio de Janeiro ter o agravante da crise da Petrobras e das dificuldades da indústria do petróleo que orbita em torno da estatal. Além da queda do preço do petróleo, a má gestão e a corrupção transformaram a Petrobras numa sombra do que ela já foi. Consequência: houve uma queda significativa de receita do Estado do Rio.

A responsabilidade pelo mau momento é de todas as autoridades públicas envolvidas, mas a política econômica aplicada pela presidente Dilma Rousseff piorou uma situação que já seria difícil num quadro de crescimento econômico. Imagine com recessão, desemprego, inflação alta e juros na Lua.

Na próxima segunda-feira, a presidente Dilma Rousseff pretende fazer uma reunião com a equipe econômica para definir as diretrizes das medidas que vai apresentar ao Congresso e aos agentes econômicos no ano que vem. A presidente fez questão de comandar essa reunião, que deverá ter resultado inconclusivo, porque as medidas precisam ser debatidas com tempo e cautela.

Mas Dilma decidiu capitanear o encontro que poderia ser feito apenas pela equipe econômica a fim de mostrar que está no comando da área. O objetivo é transmitir um sinal para a base social e política que criticava o ex-ministro Joaquim Levy e que deseja mudanças na economia com o novo titular da Fazenda, Nelson Barbosa.

No entanto, a imagem de Dilma no comando da economia pegará mal perante o mercado financeiro e os empresários, porque ela já deu provas de que errou nessa área. O governo precisa tomar cuidado com os sinais econômicos que pretende emitir em relação a 2016.

Se a presidente transmitir os sinais econômicos errados, vai piorar expectativas que já são bastante negativas. Situações com a do Rio de Janeiro poderão ser vistas em outros Estados e municípios. E isso poderá gerar ambiente político contrário ao governo quando a guerra do impeachment voltar a esquentar lá para fevereiro, março.

*

Clima pesado

Ao convidar jornalistas para presenciar um encontro com o presidente da Câmara, o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, deu uma tremenda demonstração de desconfiança em relação a Eduardo Cunha. Havia temor de que a conversa, se fosse reservada, tivesse versões imprecisas.

É incrível que um presidente de poder não confie no outro para uma reunião a portas fechadas. Isso é um mau sinal para Eduardo Cunha. Mostra que o crédito dele perante o Supremo Tribunal Federal é baixo.

Provavelmente, o ministro Teori Zavascki, relator na Lava Jato, deverá levar a exame do plenário depois do Carnaval o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para afastar Eduardo Cunha do cargo de presidente da Câmara e do mandato de deputado federal. Também deverá ser analisada a denúncia contra Cunha apresentada por Janot.

A reunião de ontem com testemunhas  é apenas um aperitivo do clima do Supremo em relação a Eduardo Cunha.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
17
  1. Albérico Lima Barreto disse:

    Quem neste país pode confiar em Eduardo Cunha. Imagina se o Presidente do STF iria cair nessa cilada desse triste ser. Quanto a nossa Presidenta, já está na hora de cometer erros. Deixa quem tem a responsabilidade e o conhecimento discutir os graves problemas e depois conversar com a Senhora. Assim estará dando armas aos golpistas.

  2. O Mosquinha do Planalto disse:

    A presença de Dilma na reunião é indicador de que há algo sendo discutido entre seus auxiliares que ela não quer que aconteça. Presumo que ela não irá para propor medidas, talvez proponha linhas gerais de atuação, mas com certeza, se o assunto proibido surgir, ela vai chinelar na origem. E eu aposto que estamos falando de cortes nos programas sociais, motivo o qual (ninguém me convence do contrário) derrubou Levy. Acontece que o sistema assistencialista do PT só funciona se houver consumo e impostos. Para acelerar o consumo a taxa de juros precisa ser diminuída, e o aumento da alíquota do IOF revertido. A desoneração precisaria ser mantida e haveria necessidade de liberação de créditos do BNDES. Enfim, inverter quase tudo que Levy fez e… continuar pedalando, pelo menos até atingir equilíbrio de caixa pelo giro, não por cortes de gastos e investimentos. Se alguém tiver ideia melhor, que se manifeste. Eu adoraria saber o que é. Ah! Sim, esquecer a CPMF é fator sine qua non.

  3. wilson disse:

    O governo quer simplesmente deixar de pagar suas contas, jogando no lixo a lei de responsabilidade então isso é um sinal parar que o Povo brasileiro também faça a mesma coisa, já que o governo não da o exemplo esperado.

    • walter disse:

      Exatamente Wilson, a dilma e seus aliados, rasgaram a constituição; os governadores irresponsáveis….no caso do Pezão, não aplicou os 12% na Saúde…sem mais nem menos, esta COMETENDO UM CRIME, CONSIDERADO HEDIONDO, não repassando verbas vitais para a Saúde…este “cidadão” deveria ser afastado sumariamente do cargo; se não consegue cumprir o scripit; um cara de pau…esta fazendo o Jogo do planalto, para FORÇAR a CPMF…um bando de oportunistas, agindo a revelia da LEI…deveriam sair…

  4. Péssimo exemplo dessa senhora, enquanto no Rio de Janeiro os hospitais fecham as portas e o povo fica a mingua ela viaja de Brasilia para todo o pais no Jato da presidência, acredito que não deve ser barato, porque não viaja em voos domésticos que é
    muito mais barato para o pais.
    O pior é que ela foi para o Rio fazer exames de rotina, e o povo quando irá ter esse direito ??? já que até o emergencial nós não temos.
    Para mim isso é ditadura deslavada.
    Para eles tudo e para nós que temos direito NADA.

  5. Pelas obras super faturadas das olimpíadas do rio, ano que vem ,só podia dar nisso!

  6. Gustavo disse:

    Caro Kennedy, feliz natal, primeiramente!
    Agradeçamos ao governo ao preterir a bolsa-família e a saúde que espere. Acho que o governo deveria veicular a propaganda nos hospitais públicos do RJ: “LAMENTAMOS A FALTA DE ATENDIMENTO, MAS O BOLSA FAMÍLIA É MAIS IMPORTANTE DO QUE A SAÚDE DE VOCES, POIS NOS TRAZEM VOTOS E PRECISAMOS NOS PERPETUAR NO PODER”. Achei bem legal essa banana que o PT deu para o cidadão. Mas o pior está por vir. É questão de caráter. Pense bem nas consequências disto. Inclusive vc, Kennedy, abertamente a favor do socialismo e a favor de Dilma no poder, agora tens a oportunidade de justificar a tua preferência. Justifique essa petralhada que conseguiram acabar com a economia do país apor causa de roubo e corrupção. Vcs juraram que seria diferente quando o molusco entrou no poder. E agora???? Chega de socialismo! Olha o que aconteceu!!!! Sugira à Dilma que lance uma medida provisória: “A partir de hoje está vetado terminantemente o cidadão ficar doente”.

  7. Pedro Lago disse:

    Caro Kennedy, você ainda tem dúvida do tipo de sinal que será emitido na reunião? A presidente já demonstrou nos últimos 6 anos que é uma tremenda incompetente na gestão da economia. Não vai ser agora que vai mudar. Ela se pauta na teoria do que já foi tentado, sem sucesso, deve ser repetido até que funcione. Mesmo que custe 1,5 milhões de empregos eliminados em apenas 1 ano, inflação nas alturas, déficit público descontrolado, recessão econôica (serão dois anos de queda do PIB) e a maior empresa pública do Brasil quebrada. Como diria o “Barao de Itararé”. De onde menos se espera é que não sai nada mesmo.

  8. Antenor disse:

    Kennedy, o que esperar de uma pessoa que não tem sensibilidade? Essa presidente está mais para elefante numa loja de cristais do que, propriamente, uma mandatária de um país que necessita de muita habilidade e gestão sábia. As suas palavras, no trecho de sua reportagem, qual sejam: “Dilma decidiu capitanear o encontro que poderia ser feito apenas pela equipe econômica a fim de mostrar que esta no comando da área”….indica que teremos agravamento da situação. Nelson Barbosa que se cuide! Não vai ter autonomia e nem apoio do mercado, visto que quem está manipulando a área econômica é quem não sabe nada de economia e muito menos de política e diplomacia. Só para agradar quem menos importa para o País: OS MOVIMETOS SOCIAIS E O PT. Deus nos livre logo dessa encruzilhada nefasta.

  9. Gostaria de saber se essa senhora tem capacidade para chefiar uma equipe econômica.
    Pelo que tem feito na presidência ela não entende nada de nada, pratica barbaridades uma após outra.
    Será que algum guru enfiou na cabeça dela que é o supra sumo em economia e finanças, ou pior se ela é a dono do Brasil, e ninguém bota um freio nessas barbaridades que ela tem aprontado, só mesmo o impeachmente, e que venha logo para alguém conseguir salvar o resto que sobrou..

  10. geninho disse:

    Acho algumas colocações brilhantes e tem aquelas que são sutís.
    De certa forma a Dilma que se cuide, cale-se na conveniência, já pensei e imaginei que ela própria colocou a raposa no galinheiro, e tb haja vista a entrevista do Cunha em mesa redonda e que repercute para cérebros avisados, ou ainda, desprovidos da massa cinzenta…EU NÃO SOU VIDENTE OU FUTURÓLOGO para o Day After!

  11. josé maria de souza disse:

    Kennedy:
    quais foram os jornalistas (e respectivos órgãos de imprensa) presentes na reunião?
    josé maria

  12. Artur Taveira de Oliveira disse:

    Tudo o que foi oferecido com uma mão, está sendo retirado com a outra. Convenhamos que a farra foi boa … gastança com supérfluos … nada de investimentos em educação e saúde … aliás povo feliz não fica doente !!!. Mas valeu o gostinho de um possível primeiro mundo … o sonho acabou e a marolinha do “estadista” transformou – se num tsunami real que vai nos causar grandes estragos e as maiores vítimas serão em primeiro lugar aqueles mesmos que em troca de um pirulito mantiveram os “trabalhadores” no poder nestes últimos anos. Na França do passado o pão e o circo mais os brioches … deram no que deram !

  13. Alberto disse:

    Tudo deve ser as claras.Mas os encontros do ministro do STF com o ministro da Justiça não o são. Não soa bem.Madame decidiu capitanear? Aí é que mora o perigo.

  14. RAPOSA NÃO DEVERIA TOMAR CONTA DE GALINHEIRO! disse:

    O ministro cercou-se de cuidados no encontro com o Cunha, mas por que não convocou a imprensa para assistir seu encontro com o ministro da Justiça, principalmente por tal encontro dar-se no exterior, num momento crítico?
    Essa gente ainda faz essas coisas pela certeza do grande número de idiotas que ainda acreditam em suas mentiras.
    Chutar cachorro morto é fácil… mas só causa efeito positivo nos idiotas!
    O povo está, aos poucos, ficando mais esclarecido e logo os corruptos e mentirosos não terão mais prestígio para continuarem suas canalhices!
    É preciso acabar com esse negócio de presidente da república indicar os membros do STF… é o mesmo que colocar raposa para tomar conta do galinheiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 05:56:50