aki

cadastre-se aqui
aki
Política
07-03-2014, 13h05

Dilma e Alckmin fazem apostas arriscadas

8

O “Recado do Blog” é sobre apostas arriscadas da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), que contam com a sorte para evitar, em ano eleitoral, problemas nos abastecimentos de energia e de água.

Foto: Edson Lopes Jr/ A2 Fotografia

Comentários
8
  1. Pascoal disse:

    Devem estar esperando um dilúvio e construindo a Arca.

  2. Antonio Barbosa disse:

    Kennedy, quando ao racionamento ou economia de luz não vejo nenhuma campanha, mas quanto ao racionamento de água toda hora na Joven Pan se fala disso. Há um campanha massiva para a economia de água, inclusive com prêmio para quem diminuir o consumo em 30% na média anual. De qualquer forma, tanto a presidente Dilma, quando o governador Alkmin tem na manga seus trunfos. A presidente tem as termo-elétricas e o governador o alto Tiete. De qualquer forma não acredito que algum dos partidos queira usar um problema de clima para criticar seus concorrentes. Seria no mínimo falta de bom senso. Uma coisa é certa, podemos viver sem luz, mas sem água, nem pensar. Deus nos ajude.

  3. Verdade disse:

    Dilma, por mais complicado que fique tem dinheiro para subsidiar o consumidor e não perde esse voto. Já Alckim….

    • joão disse:

      Usando o dinheiro suado do contribuinte tudo fica fácil, né?

      • odilon silva disse:

        A verdade eles escondem, esta conta já vinha cara em vários bilhões no ano passado, foi maquiada via traquinagens, mas não tem saída o Tesouro (povo) vai pagar e este ano tem mais alguns bilhões, enquanto isto, os ecoburros via ongs sem sentido nenhum impedem novas hidrelétricas e nós otários aproveitamos menos de 20% do potencial hidrelétrico e para completar a bioenergia da cana não pega nem a pau. De quem será que é o interesse de importar petróleo adoidado para as termos sem falar as outras incompetências. Temos as melhores e mais baratas centrífugas de enriquecimento de urânio para as usinas nucleares, mas por falta de grana para fabrica-las só atendemos angra 1. Importamos todo o urânio para angra 2 e 3. Tivemos a competência dos cientistas e da Marinha de desenvolver o método de ultra centrifugação mais barato do mundo mas incompetência total dos nossos dirigentes para construí-las. Há! Lembrei isto não dá voto.

  4. Caríssimo Kennedy Alencar, parabéns pelo valioso trabalho que desenvolve para todos nós que apreciamos através das mídias do nosso Brasil.

    Você é muito profundo e objetivo, mantendo uma clareza intacta.

    Ouço muito a sua participação na CBN. Com alto apreço.

    Milton Andrade.

  5. Marco Valverde disse:

    Mais uma ironia da vida, a elite de São Paulo vai tomar água de esgoto, pois o seu governador vai puxar água do alto tietê. Eu sei, eu sei, a água é antes tratada, mesmo assim é ruim saber.

  6. Onda Vermelha disse:

    O Alckmin, como sempre, tá mentindo! Sim, é sabido que estamos diante de uma prolongada estiagem que não poderia ser adequadamente prevista pelos institutos meteorológicos, mas já existem elementos concretos que nos permitem concluir que o forte racionamento d’água imposto a algumas regiões paulistas se deve, em grande parte, a incompetência tucana e a falta de planejamento na gestão dos recursos hídricos do estado. A região metropolitana de São Paulo, sob a gestão da Sabesp, a estatal controlada pelo Governo Tucano, vem recebendo mais água que as demais regiões do estado. Quando o correto seria que esse quantitativo já devesse ter sido reduzido anteriormente para poupar esse recurso ainda disponível para todas as regiões e concessionárias, inclusive para que a capital tivesse prolongada a vida útil da água restante nos reservatórios nesse período de escassez. O governo paulista já havia sido alertado pelo Ministério Público ainda no ano passado, mas preferiu ignorar os informes do MP por questões políticas e continuar a manter a “ilusão” da maioria dos cidadãos/contribuintes/eleitores que se localizam na Capital e Região Metropolitana. Pior! Apesar das esperadas chuvas que amenizem as condições críticas, não existem indicações meteorológicas de que a situação irá normalizar os reservatórios, ou de que as precipitações irão recuperar aos níveis mínimos de segurança nos próximos meses do período úmido. Agora, os reservatórios da Cantareira atingiram 16% e se encontram em situação crítica. Mesmo assim, Alckmin se recusa a decretar um racionamento temendo o desgaste político. É por isso que a Rede Globo vem insistentemente mostrando em seus telejornais a situação de calamidade dos reservatórios já tentando criar uma “desculpa esfarrapada” para a monumental falha no gerenciamento dos recursos hídricos do estado. É simplesmente incrível a irresponsabilidade e a incompetência tucana! Mas, finalmente, a “blindagem” da mídia local francamente favorável aos governos do PSDB começa a ser rompida! Veja mais sobre isso no insuspeito de ser “petista” jornal Bom Dia Brasil da Rede Globo de hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 13:21:40