aki

cadastre-se aqui
aki
Política
04-04-2016, 9h16

Dilma e Temer disputam “centrão indeciso”

Lula socorre petista; Temer teria "notáveis" na Fazenda, Saúde e Educação
44

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A presidente Dilma Rousseff e o vice Michel Temer disputam o apoio de um grupo expressivo de deputados que ainda está hesitante entre apoiar ou não o impeachment da petista. Esse segmento é uma espécie de “centrão indeciso devido à conveniência de esperar que benefício obterá de um lado ou de outro”, diz um ministro.

A contabilidade dos favoráveis e contrários ao impeachment na Câmara varia de acordo com o grupo ouvido. Mas, diante do que aconteceu na semana passada, na qual o ex-presidente Lula entrou em campo para valer após o rompimento do PMDB com o governo, a situação é mais ou menos a seguinte: o Palácio do Planalto não teria os votos necessários a fim de impedir a aprovação no plenário da Câmara, mas tampouco a oposição possuiria o apoio necessário para viabilizar o impedimento.

Ainda há um grupo significativo de deputados que poderá decidir o jogo para um lado ou outro.

A situação da presidente, que era muito ruim, está ruim, digamos assim. Lula tem feito a diferença e conseguido estancar a perda de apoio.

As próximas duas semanas serão decisivas para Dilma barrar o impeachment ou para que seja viabilizado um governo Temer.

Nos dois cenários, Dilma e Temer deverão ter preocupação com o que farão no dia seguinte. Um ajuste da economia exigirá sacrifícios em qualquer hipótese. Esconder isso hoje equivale a mentir para a população.

*

Fator Lula

O placar da votação do impedimento no plenário da Câmara será importante para influenciar esse dia seguinte. Se os votos pró-impeachment ficarem acima de 300 deputados, chegando perto dos 342, será uma óbvia sinalização de fragilidade política.

Se o Supremo Tribunal Federal confirmar que Lula poderá assumir a Casa Civil, ele teria de tomar as rédeas do governo começando por colocar na Fazenda alguém capaz de lidar com a decepção do mercado e dos empresários, que estão apostando no impeachment. Por exemplo: indicar o ex-presidente Henrique Meirelles para a Fazenda.

Mas isso se chocará com esse discurso mais à esquerda feito agora e com a barganha para alojar nos ministérios políticos ainda mais fisiológicos do que os atuais.

Os deputados e senadores dizem que a diferença entre Lula e Dilma é que dá para confiar em acordos fechados com ele. Mas, se Dilma ganhar fôlego, voltará a querer dar as cartas como fez tantas vezes cometendo tantos erros? Honrará os acordos de Lula?

É fato que a entrada de Lula em campo melhorou a situação de Dilma, mas há pedras no meio do caminho: os desdobramentos da Lava Jato e o agravamento da crise econômica.

*

Até o fim

No caso de o impeachment ser aprovado na Câmara e o processo ser aberto no Senado, a presidente não pretende renunciar e exigirá ser julgada pelos senadores no prazo de até 180 dias. Essa atitude seria uma forma de gerar instabilidade para um eventual governo Temer, que seria interino até a decisão final do Senado.

O ministério de Temer

No PMDB, o que se fala é que um governo Temer blindaria a área da economia e as pastas da Saúde, da Educação e das Relações Exteriores, por exemplo. Seria o grupo de “notáveis”, como se diz internamente nos bastidores peemedebistas.

Ocorreria uma redução do atual número de ministros, que são 32. Há sugestões para corte mais radical, com cerca de 20 ministros, e outro mais leve, em torno de 25.

Para a Fazenda, os nomes mais cotados são os dos ex-presidentes do Banco Central Armínio Fraga e Henrique Meirelles. O senador José Serra, do PSDB paulista, é lembrado para a Educação ou Saúde. Para a Saúde, também há a ideia de buscar alguém que tenha o perfil dos médicos Drauzio Varella ou David Uip, secretário da área em São Paulo. Para o Itamaraty, certamente um diplomata de carreira.

Os demais ministérios poderiam ser divididos entre os partidos dispostos a apoiar o governo. Seria provável que Temer dissesse publicamente que não buscará a reeleição, a fim de tentar dar mais força a um discurso de união nacional.

Mas haveria complicadores para o dia seguinte: como mostrar capacidade de estabilizar o país e rebater a imagem de chegada ao poder através de um golpe jurídico. Por isso, é importante que a saída da crise nas duas próximas semanas ocorra dentro do que prevê a Constituição.

Nesse sentido, a substância jurídica do parecer do relator da comissão de impeachment será fundamental. Também será importante ver a consistência da defesa que Dilma apresentará hoje à  comissão da Câmara.

E, queira ou não, o Supremo Tribunal Federal será chamado a se manifestar sobre a aprovação de eventual impeachment. Os onze ministros do Supremo terão de dizer que a palavra final é do Senado ou terão de examinar o mérito do crime de responsabilidade apontado para justificar um eventual impeachment. No atual estágio da crise, o Supremo deverá essa resposta ao país.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
44
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Esses deputados e senadores que estão leiloando seus apoios deveriam perder seus mandatos… É compra de votos.
    Essa prática é tão condenável quanto as práticas desse desgoverno sindical pelego.

    • walter disse:

      Justamente cara Maria Aparecida Ramos Tinhorão; nesta hora o supremo, o MP; não assumem, e não dão opinião; este é um País, que esta sempre nas mãos do “corpo de bombeiros”; só correm quando sinistro já esta em andamento; com graves consequências…
      Tinham o plano B que era o Temer desde o inicio; a dilma não tem carisma, e NÃO SABE NEGOCIAR NADA; o lula mostrou com clareza…talvez um ato de vingança; permitindo que a coisa ficasse bem feia, para depois surgir, como o salvador da Pátria; mas demorou muito, passou do ponto; HJ ele precisa de defesa…com isso, “trataram de tratar”; desqualificar mesmo, o Temer…querem provar que o presidente aclamado do PMDB não manda em nada; estão subestimando, “raposas velhas”; podem ter dissidentes, mas não salvarão a dilma; o lula ministro ou não, não fará diferença alguma, nesta altura do campeonato”…

      • Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

        Estimado Walter, obrigado pela inteligente e oportuna intervenção.
        Você pode perceber que, além dessa deterioração a que você se refere, nenhum político aponta solução alguma para a crise, apenas se agarram aos seus interesses… E não ficam nem vermelhos.

        • walter disse:

          Cara Maria aparecida Ramos Tinhorão, fiel Brasileira; nossa república das mananas”, esta muito passada; “vai apodrecer de madura”; o cerne da questão, fica e esta longe; não nos interessa, a politicagem de baixo nível, com fofocas e sem conteúdo prático; QUEREMOS TODOS SABER, PARA ONDE O BRASIL DEVE CAMINHAR, E DISSO, NINGUÉM TRATA; FICAM, PERDENDO TEMPO PRECISO, COM PICUINHAS…
          Caro kennedy e cara amiga; se o lula quer permanecer na história deste País, com lembranças de “estadista”; deve renunciar ao seus planos pessoais, e anunciar uma trégua a favor do País, retirando-se de campo, abraçado com a dilma…

    • nunes disse:

      Muita demagogia criticar a Dilma por tirar os nomeados pela ala PMDB traidor e oferecer a apoiadores. Pergunto se você colocaria alguém indicado pelo seu inimigo pra gerenciar suas empresas e tomar conta de sua casa e suas finanças. Se responder sim procure um médico psiquiatra.

    • José Afonso disse:

      Isso mesmo. Esse jogo de negociação, onde se vendem de forma desavergonhada, merecem receber a retribuição do povo nas urnas.
      Precisamos dar continuidade às manifestações que demonstram nossa insatisfação com todos esses políticos.

    • Joaquim disse:

      Maria, pode ficar tranquila quando for chamado um a um com nome e sobre nome para votar, eles vão ficar do lados dos 90% da população que não quer Dilma e não do lado dos 10% que estão fazendo barulho as custa do nosso dinheiro.
      Como já disse: a política brasileira dá nojo, em 1984, na votação da emenda da diretas já, as galerias da câmara pediram prisão para Paulo Maluf e até hoje ele esta ai e o que é pior aliado de quem? Os iguais sempre se alinham e fazem conchavos.
      VERGONHA, VERGONHA, VERGONHA.

  2. v.silva disse:

    Parece que tudo se encaminha para não ter o impeachment. Até os jornalões abrandaram as críticas ao governo.

  3. Juliano Roberto disse:

    Quero ver quem serão os deputados contra e a favor da Dilma na hora H. Eles serão chamados pelo nome, em frente das cãmeras, e terão de dizer “sim” ou “não”. Se 70% do povo quer o impeachment da presidente, significa que aquele que votar a favor dela terá contra si 70% de seus potenciais eleitores para uma próxima legislatura. Não é uma conta difícil de fazer.

  4. Jota disse:

    Se esse Temer deixou de apoiar o governo retirando os ministros de Estado, porque ele, vice presidente não renuncia ao cargo. É muita cara de pau pro meu gosto. Cambada de fd…

  5. vagner disse:

    Kennedy, apoiar a Dilma hoje é irresponsabilidade, passou a hora de se posicionar contra este governo, imagine se ela continuar, o que será do país !

  6. Aparecido disse:

    Realmente estamos no fim de Feira mesmo,aproveitando até o nome da Operação Lava Jato “Xepa”.O Governos liquidando os cargos que ainda resta,Um grupo de “partidos” nanicos que só servem pra isso mesmo. Conxavos e Trambicagens. Estamos perdidos.Os verdadeiros Estadistas ja não existem ou talvez nunca existiram no Brasil.Nosso povo está nas maões de Bandidos ,travestidos de “Otoridade”. so ver o Lula o que se transformou. Ja vi este senhor falar besteiras ao longo de sua Carreira Politica,tanto no Sindicato qto depois no PT.Mas como o povo se deixa levar por figura tão tacanha.É esperar pra ver o que vai virar este Pais.Tenho pena do povo honesto,trabalhador pagador de Impostos.

    • EXPEDITO JOSÉ MOUÇOCHAVES disse:

      TACANHO? , O LULA. POR SER DE ORIGEM POBRE, NÃO FAZER DA CASTA DOMINANTE DE TODO SEMPRE. ´DE RESTO, A DEFINIÇÃO DA EXPRESSÃO, NÃO SE APLICA, O EX PRESIDENTE. APLICA-SE, CLARAMENTE AOS ENTREGUISTAS, QUE SEGUNDO , ESTA REPORTAGEM, INTEGRARIAM UM ILUSÓRIO GOVERNO TEMER, CITADO, ATÉ AQUI; ARMÍNIO FRAGA,E , JOSÉ SERRA. TACANHO, É ESPERAR, DAÍ, SOLUÇÕES PARA O POVO.

  7. Ruy Teixeira disse:

    Esqueceu de dizer que um eventual governo Temer seria invibializado pela esquerda, que já prometeu tacar fogo no país, caso aconteça o chamado “golpe”.

  8. f disse:

    BOM DIA. SE FOSSE UM CONGRESSO DE PESSOAS HONESTAS E DE CARÁTER NÃO TINHA ISSO DE COMPRAR VOTO. ELES SÃO DESONESTOS MESMO OU NÃO CONHECEM AS LEIS. POIS UM IMPEACHEMENT É UM CASO MUITO SÉRIO. SE A LEI EXISTE É PARA SER CUMPRIDA. É CERTO OU ERRADO. PORQUE TEM QUE COMPRAR SEU VOTO SE A LEI É CLARA ?? ALGUÉM TÁ ERRADO. E O POVO ?? QUEM PODERÁ NOS DEFENDER ? JÁ QUE NÃO TEMOS CONGRESSO QUE PENSA EM NÓS.

  9. GERALDO MENEZES disse:

    Penso, que o país. Personalizado no judiciário, deveria vir, a publico e pedir desculpas ao ex presidente Fernando Collor, afinal estão alterando tudo o que foi feito para a retirada de seu poder.
    Tenho, cada dia mais, certeza que vivemos em uma republica de bananas. Afinal, aqui tudo se pode, claro! depende de quem o faz.É inadmissível, atos e ações, cometidos contra a nação brasileira.
    O povo brasileiro, é e continuará sendo uma grande massa de manobra.A prova disto, foi o discurso de um líder social do governo na ultima sexta, ameaçando a integralidade do país, já afirmou/conclamou a seus asseclas, em um microfone do palácio do planalto a fazer invasões armadas. Pasmem com o presidente da republica na plateia. Não se faz absolutamente nada, isto é crime previsto no código penal brasileiro, salvo melhor juízo.

  10. davi disse:

    Que vergonha!
    Esses aí, não estão,e nunca se preocuparão com a integridade da população e da nação. Querem apenas fazer de tudo para manterem-se no poder e continuar acumulando mandato e dinheiro (desviado de qualquer contrato). PRÓXIMAS ELEIÇÕES, 90 % DA POPULAÇÃO TEM QUE VOTAR NULO, e/OU DEIXAR DE VOTAR!…É A ÚNICA FORMA (DELES) “SE SENTIREM AMEAÇADOS”.(ELES NÃO SE AUTO-ELEGEM)…ELES PRECISAM DO POVO/VOTO PARA “SER REPRESENTANTES DO POVO” (QUE NÃO O SÃO!). PUNIÇÃO E CADEIA AOS CONTRAVENTORES! PENAS EXEMPLARES PARA QUE ESSAS CLASSE “BENDITA” TEMA A JUSTIÇA E O POVO.

  11. luis disse:

    Quem não apoiar o impeachement, na hora da votação vai ter vida politica curta… pois esse desgoverno de qq. jeito não irá longe…
    Será suicidio politico….pois a questão é de credibilidade…

  12. joaquim disse:

    Acho que o processo de impedimento é contra a constituição. Como disse Ciro Gomes, em entrevista a esse blogueiro, governo ruim voce tira no voto e não na marra(no caso com parlamentares). Portanto, se sair a presidente deve sair também o vice. Como o sem caráter do Eduardo Cunha também não pode(apesar da constituição permitir), o melhor é eleição nova para presidente, inclusive no mesmo dia da eleição municipal. Mas será que o PMDB quer isso? O PSDB também não quer, pois sabe que jamais voltaria ao poder neste momento. Até o “rodabolsinhanaro” teria chances, mas os tucanos não! E eles sabem disso!

  13. O pessoal está se esforçando muito para tentar de alguma forma desqualificar o processo de impeachment. Golpe jurídico foi ótimo! Crime de responsabilidade passou a ser golpe jurídico? O nome é bem simpático para os adestrados de plantão. KKKK.
    Se o “golpe jurídico” for barrado por um “golpe de compra de votos”, ainda tem o pedido de abertura de processo feito pela OAB. Lá estão as delações do Senador Delcidio do Amaral, renúncia fiscal em favorecimento à FIFA, atentado contra a lei de responsabilidade, etc… Crimes neste governo não faltam! Podemos escolher com qual a derrubaremos.
    Preferiamos derruba-la com um “golpe de mestre” da República de Curitiba, mas de qualquer jeito que cair, já está bom.
    Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  14. SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO COME: TRISTE SINA SER UM POVO QUE ELEGE BANDIDOS! disse:

    Ficou muito claro o que o ministro do STF, Barroso, disse quanto a não “funalizar” o inferno que viu na manifestação do PMDB, no rompimento com o governo. Não é nada agradável, realmente, ver juntos numa mesma causa um Cunha, Renan (não estava presente mas seu “anjo demoníaco” estava),Sarnei, Romero Jucá, Jader Barbalho, Valdir Raupp, Henrique Eduardo Alves e centenas de “coisas” idênticas…
    Pior: termos que reconhecer que o país tem chances de ficar melhor nas mãos dessas “coisas ruins” do que nas mãos das quadrilhas que, com seus projetos criminosos de poder, quase quebraram o país!

    • Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come: triste sina ser um povo que elege bandidos (2).. disse:

      Correção: leia-se “FULANIZAR” (como disse o ministro Barroso) e não “funalizar”.

  15. João Alberto Afonso disse:

    O fato é um só, o pedido de impedimento da Dilma feito pela OAB tem fundamentos, penso eu, inatacáveis. Agora, senhores deputados que pensam não aparecer no dia da votação, irão provocar a ira de mais de 70% da população e a degola via ser inevitável. Na verdade, o melhor seria qual a nossa alta corte vetasse a chapa Dilma/Temer porque teríamos novas eleições. Como o País não pode ter no Poder, mesmo transitoriamente, o Cunha, necessário que a mesma Alta Corte cassasse o seu mandato.

  16. Alberto disse:

    Luz no fim do túnel ou catástrofe geral depende da guinada ideológica da terra brasilis.O resto é resto e nada mais.O futuro,diz o ditado, a Deus pertence. É bom rezar.

  17. luis rochink disse:

    Nosso povo realmente é massa de manobra, pois nem sequer imagina que com a queda da Dilma, o Temar será Presidente interino, e Eduardo Cunha o vice pense numa arrumação de jegue, no comando deste pais, e enquanto não se consumar o empachement o Temer não pode trocar ministerio pois ele é interino,e o nosso pais estara nas mãos das raposas avidasc por surrupiar o capital alheio, fica aqui uma grande duvida par a lavva jato os Presidentes da PETROBRAS ‘GABRIELE E GRAÇA FORTES NÃO TEM CULPA NPO CARTÓRIO POIS ERAM O EXECUTIVO DA EMPRESA.

  18. Cristina disse:

    Que decepção essa tal de democracia!
    Políticos egoístas eleitos para legislarem em nome dos próprios interesses e não os do povo.
    Povo que reclama mas não gosta de estudar para se inteirar dos assuntos que interferem na sua vida e termina vendido aceitando “pacotes prontos”.
    Lamentável!

  19. marcose disse:

    Quer dizer que o que um muito improvável governo TEMER seria um governo já reprovado TUCANO é isso?

  20. Euclydes disse:

    Pergunta para a qual não acho resposta:
    Se o Temer cair junto com a Dilma, o Renan seria o sucessor, mas o Renan também está sob investigação e por isso não desgruda da Dilma se ela se safar será a tábua de salvação dele, se ela cair ele dança na lava-jato.
    Então teríamos o Cunha, aí f____, esse também já vai cair.
    Quem seria então o nosso presidente interino?

  21. Há muito a oposição tem parado o país com o único intuito de desgastar o governo. Caso o impeachment chegue ao senado, Dilma vai exigir os 180 dias de julgamento, para nesse período criar uma expectativa que, também, vai parar o país, com o mesmo intuito de desestabilizar o adversário. E se depois disso tudo o impeachment não passar? O que vemos hoje vai dar saudade.

    • davi disse:

      Sem dúvida Fernando. O problema não “tá” em partido A, B ou C. O problema está na FALTA DE COMPROMISSO E SERIEDADE de nossos políticos com a bem estar da nação. (Eles só lembram do povo em época de pedir votos). Eleito, eles largam pra traz seus largos sorrisos de campanha e voltam a ser os EGOÍSTAS de sempre, legislando em causa própria e enriquecendo com o dinheiro público. AS REGALIAS DOS BANDIDOS TEM QUE SER CORTADAS.
      PRÓXIMAS ELEIÇÕES, 90 % DA POPULAÇÃO TEM QUE VOTAR NULO, e/OU DEIXAR DE VOTAR!…É A ÚNICA FORMA (DELES) “SE SENTIREM AMEAÇADOS”.(ELES NÃO SE AUTO-ELEGEM)…ELES PRECISAM DO POVO/VOTO PARA “SER REPRESENTANTES DO POVO” (QUE NÃO O SÃO!). PUNIÇÃO E CADEIA AOS CONTRAVENTORES! PENAS EXEMPLARES PARA QUE ESSAS CLASSE “BENDITA” TEMA A JUSTIÇA E O POVO.

  22. Mario Barreto disse:

    Temer vai ter que esperar até 2022 para montar o seu ministério, isto se ganhar a eleição.
    Agora ele não vai conseguir derrubar Dilma, também não pode ser candidato em 2018. Assim, só resta a ele esperar 2022 e disputar com Lula.
    O Impeachment não vai passar! Não vai ter golpe!

    • Francisco Miranda disse:

      MUITO BEM SR MARIO. CHEGAR EM 2022 VAI SER UM DESAFIO DO BRASILEIRO. SE EXISTIRMOS ATÉ LÁ, COM UM POVO SEM EDUCAÇÃO, SEM SEGURANÇA, SEM SAÚDE E PIOR SEM ESPERANÇA. ESTE É UM GOVERNO QUE TEMOS DESDE 2002.

  23. Gilmar disse:

    Comungo da mesma visão do Sr. Excelentíssimo ministro do STF. Não há esperença com as alternativas apresentadas no momento…Entretanto, na minha opinião até o Tirica se fosse eleito presidente da republica, faria um governo melhor do que esse governo decadente do LULA E DILMA respectivamente.
    A minha esperença é que o povo brasileiro deixem de assitir BIG BROTHER e desenvolva uma consciência politica.
    Outra coisa, o povo brasileiro tem que parar de achar que partido politico é time de futebol.
    EXPLICO: Vejo muitas pessoas vestindo bandeira de partido politico como vestisse a camissa do seu time do coração, não importa se o partido é composto por bandidos, canalhas etc…Vamos parar com isso !! Não vamos permitir que ceife o futuro dos nossos filhos e netos…

  24. Ray Magno disse:

    Se os notáveis forem homens técnicos e capacitados, a proposta merece aprovação coletiva.
    Porém, em sendo políticos unicamente ocupantes de cargos, então, FORA A TEMER!
    Saudações Verde-Amarela.

  25. marcelo quevedo minari disse:

    O que o país não aguenta mais é essa indefinição, barganhas a céu aberto, malversação do dinheiro público, fica Dilma. fica Temer, a nau está sem rumo e depois ficam dizendo que a solução deve ser democrática, pelo menos no tocante a salvar o país da falência não tem sido correta referida afirmação. Sub censura

  26. Marta Ramalho disse:

    Se o PMDB do Temer saiu da base do governo, como entender que ele siga como vice-presidente? Acho que ele está desempregado… Especialmente, se o impeachment não vingar. Defendo que ele renuncie…

  27. joão mario disse:

    Gritam. Não vai ter golpe.Não vai ter golpe.

    Deveria ser. Vai ter impeachment geral.Vai ter impeachment geral.

    Vai ter eleições gerais.Vai ter eleições gerais.

    Não adianta trocar”elas por eles”, nem seis por meia dúzia.
    ELEIÇÕES GERAIS JÁ,temos que escolher no voto,caso contrario não vai adiantar nada.

  28. Meu amigo e grande jornalista Kennedy.esses bobocas ficam acusando a presidente e falando mentira sei que o nosso país não esta bom mais tirar ela para por quem.e outra coisa e mentira que 90% querem que ela saia na última pesquisa 56%é contra o impeachment da Presidente Dilma . portanto o que o povo quer é ver o Brasil melhor. porque se ela sair quem vai ficar no seu lugar .tenho medo de uma gerra,porque essass investigações es tão mexendo com outros páises e com muita forças politicas. a Europa não tem nada a ver com o nosso Brasil.porque investigar os outros.nós ja temos problemas demais. que Deus nos proteja.

    • Gilmar disse:

      Minha cara Maria de Lourdes, acho que deve acompanhar e principalmente entender o que está acontecendo no país, a minha posição não é reprimi-la.
      Todavia, como conselho procure aprofundar mais nos acontecimentos do seu país, por exemplo,
      Sabia que no Brasil estamos chegando a 10 ( milhões) de desempregados, por conta exclusivamente de politicas erradas e incompetência desse governo.
      Só mais uma informação, a maioria dos especialistas sérios e isentos de econômía e politica faz o seguinte prognósticos caso o impeachement não aconteça: Dolar acima dos R$ 5,00, inflação acima dos 02 dígitos e o desemprego acima dos 10 milhões…È nesse País que você e seus filhos querem viver ? Um cenário proximo a uma guerra civil ? Não defendo politicos, estou com aqueles que querem um país melhor e justo para a população. Acordo as cinco da manhã todas os dias para buscar o meu pão, não dependo nem de A ou B e não compactuo com coisa errada.

  29. LISTAS COM NOMES DOS APOIADORES DO DESGOVERNO! disse:

    COM CERTEZA, NAS FUTURAS ELEIÇÕES, HAVERÁ LISTAS COM OS NOMES DE TODOS OS QUE VOTARAM A FAVOR DESSE DESGOVERNO, QUE ACEITARAM CARGOS PARA VOTAR E (ou) SE AUSENTARAM DA VOTAÇÃO DO IMPEACHMENT!
    COM CERTEZA SUAS CARREIRAS POLÍTICAS IRÃO PARA ONDE MERECEM: O LIXO!
    SERÃO LISTAS NA INTERNET, EM PRAÇAS PÚBLICAS, JORNAIS E REVISTAS DO PAÍS!

  30. Muito obrigado pela informação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 12:34:54