aki

cadastre-se aqui
aki
Política
30-08-2016, 9h12

Dilma ganha ao ir ao Senado, mas minimiza seu papel na crise

Presidente faz diagnóstico irrealista sobre erros na política e na economia
54

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Do ponto de vista pessoal, a presidente afastada, Dilma Rousseff, saiu do Senado ontem maior do que entrou. Ela acertou ao fazer a defesa pessoalmente e com uma medida correta entre firmeza e cortesia. Essa atitude transmitiu a ideia de uma pessoa inocente e injustiçada que batalha até o fim e que morre politicamente lutando, morre de pé.

O ex-presidente Lula considerou que ela estava segura nas intervenções e que “falou para o Brasil”. Ou seja, não foram falas feitas apenas para tentar virar votos dos senadores. Foram intervenções que tiveram o objetivo de deixá-la melhor na fotografia histórica do impeachment.

Num debate, ganha quem consegue ditar a pauta, o tema da discussão. Ontem, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e o Palácio do Planalto divulgaram notas para rebater os argumentos de Dilma. Isso mostra que o discurso e as respostas dela causaram incômodo.

Do ponto de vista econômico, a narrativa que Dilma apresentou foi irrealista. Ela tem razão ao apontar que as pedaladas e os três decretos de crédito suplementar são pretextos para tirá-la do poder. De fato, ela cai pelo conjunto da obra. E ela não admitiu que sua obra foi ruim.

Fez uma análise da crise econômica brasileira como se não tivesse sido decisão dela destruir a política fiscal e permitir maquiagens nas contas públicas. Minimizou o peso das decisões equivocadas em relação à Petrobras e ao setor energético. O diagnóstico dela sobre as causas da crise dá imenso peso à crise internacional e ao boicote do Congresso e da oposição. Porém, trata da participação dela como erros genéricos e de menor importância.

A presidente dourou a pílula. Ela foi o principal agente histórico da própria queda. Ela resiste a admitir a gravidade dos seus erros na economia e na política. A narrativa tenta amenizar o papel dela na crise e no impeachment, quando, na verdade, ela foi a estrela principal desse espetáculo. Uma autocrítica sincera faria bem à presidente, mas ela não foi capaz ou não quis fazê-la.

*

Placar do impeachment

Dificilmente as intervenções de Dilma mudarão a tendência pró-impeachment. No máximo, poderão impedir o governo Temer de obter os 62 votos que avaliava serem possíveis com os apoios dos senadores Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas, de Otto Alencar, do PSD da Bahia, e de Telmário Mota, do PDT de Roraima.

Telmário, por exemplo, que conversou com Michel Temer, estava dando sinais de dúvida. Ontem, após o discurso de Dilma, indicou que votaria contra o impeachment. Otto Alencar estava sendo pressionado por aliados de Temer e de Dilma. Renan é cobrado pelo Palácio do Planalto a votar contra para mostrar que está ao lado de Temer.

Na votação em que Dilma virou ré, foram 59 votos contra ela. A tendência é que esse piso seja mantido e acrescido de um ou dois votos. Os próprios aliados de Dilma dizem que o tom das intervenções dela, mirando mais a opinião pública do que os senadores, é uma admissão de que o jogo está jogado e de que o impeachment é uma questão de tempo.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN’:

Comentários
54
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Minimizar o papel em qualquer situação ou crise faz parte da cartilha do PT.
    Não é novidade esse comportamento do “não fui eu” adotado pela gestão cleptocrata do PT… É a política de negar até a morte !

    • Vilmei B. de Oliveira disse:

      Prezada Sra. Maria o tempo dirá é só esperar para ver.
      Os traidores sempre pagam pela sua traição,a história
      cobrará desses usurpadores assim como até hoje
      os religiosos cobram de Judas.

      • Aldo disse:

        A história? Tantas histórias quanto historiadores. Depende de que história convence mais você. Mas, pelo jeito, vc já tem seu Judas, não é? O seu tempo é bem curto.

      • maria antonia Gurgel disse:

        Concordo com você Vilmei , o povo foi iludido ,bateram panelas e agora e que vão ver qual era o proposito do golpe .Como pode criminoso julgar?A maioria tem ficha suja .A presidenta tentou governar e foi sabotada,por interesses que passam longe dos interesses do povo brasileiro ,ninguém pode negar que o PT mudou a classe pobre deste Pais.E que não foi O PT que inventou a corrupção e pelo contrario .Todos roubaram desde de sempre mas nunca antes alguem se importou com a classe baixa e indefesa que e a maioria do nosso pais .Espero que agora batam panelas para tudo o que vem pela frente e que nosso pais não ande para traz.

      • Joaquim José da Silva Xavier disse:

        concordo. que não se envergonhem perante seus filhos e netos, quando os livros de história destes, contarem o que houve em 2016 como “golpe”

        livros de história, aí vamos nós…

      • Wilson Oliveira disse:

        Horrível a sua comparação, deixa ver a pessoa rancorosa e cheia de preconceitos que é, o PT e a presidente afastada caíram por suas próprias trapalhadas e desinformação, visto que nunca sabem de nada que se passa na sala ao lado…você se esqueceu do Palloci??? Ao contrário da vida provada onde o que não é proibido é permitido, na vida pública somente o que esta escrito e permitido pode ser feito, esse foi o motivo: Fez o que não estava previsto na Lei. Logo é contra a Lei e se é contra a Lei é CRIME.
        Erros passados não justificam erros de agora, punam-se todos os culpados…

      • Aelson disse:

        Pagarão e pagarão muito caro por atropelar a soberania de um país desse jeito.
        Aécio Neves, José de Oliveira Costa e Anastásia estão na minha lista que nunca mais votarei neles.
        Alem de todos os partidos que participarão do golpe democrático.

    • walter disse:

      Exatamente Cara Maria Aparecida; tratar o País como simples detalhe, esquecendo que vivemos as mazelas, nos últimos meses…a falta de esperança, por ver uma presidente, com argumentos leves, com total falta de verdades, e sem rumo até o ultimo instante.faltou verdades, e sinceridade a dilma.
      Quem não esperava pelo discurso inflamado,acho até que ela tentou amenizar, não falou em “golpe” no inicio,mas depois, transferiu todo o seu rancor, e porque não dizer ódio, aos parlamentares…condenar o cunha, esquecendo os 500 deputados!
      Fica muito claro; quem viu o discurso da Janaína, brilhante advogada;explica com detalhes, e até desenhou, as pedaladas…

  2. Sônia Ribeiro disse:

    Dilma não pode morrer “de pé”, quando colocou um país inteiro no caixão, juntamente com seu partido e toda a corja de iguais de políticos corruptos e cretinos. Quem ainda não viu as fotos que circulam nas redes sociais, dela com o Aécio, “no recreio” rindo; enquanto um país sangra, sem recursos. Enquanto milhares de famílias sofrem com o desemprego e todas as mazelas. Mas eles, não passam por dificuldades, vivem na mordomia. Na verdade, este país tem que nascer de novo. Temos que nos livrar de TODOS esses políticos que aí estão, todos farinha do mesmo saco, que só estão preocupados com quanto mais desviarão dos cofres públicos, para manterem suas luxúrias….Ei, Brasil, abra seus olhos! Xô pra toda essa máfia! NOJO, É O QUE TEMOS PRA HOJE….

    • sebastiao canabrava disse:

      Ue’, Sonia! Mas o Aecio nao estava sorrindo tambem? E voce queria o que, que ela agarrasse ele pelos cabelos? Agressoes e’ com Jair Bolsonaro!

      • Anchieta disse:

        Não é o Bolsonaro que anda cuspindo nos outros, é a esquerda, que ama a ditadura cubana e venezuelana, que adora Che Guevara, que defende o estado islâmico, esqueceu do discurso de Dilma na ONU? É muita hipocrisia.

    • Gilvan Pereira de Luna disse:

      Não sou petista, mas como brasileiro e eleitor, não posso deixar de me expressar sobre essa farsa que é esse processo de impeachment, orquestrado pelos caciques do PMBB e PSDB, para usurpar o poder, que não conseguiram através do voto popular. Só lamento que nós brasileiros, patriotas, somos obrigados a votar nesses elementos, políticos profissionais, que nos enganam. Pior, esses políticos, não se importam e nem querem saber o que os seus eleitores pensam ou desejam para o Brasil. Mas as eleições municipais estão chegando e, com certeza, não votarei em candidatos do PMDB, PSDB, PP ou PTB.

      • Aldo disse:

        Mas isso é em todo lugar, meu caro. Nos EUA foi o Clinton com o caso da Mônica, só como exemplo, mas a matéria era de cunho muito pessoal, mas foi por pouco que os republicanos não conseguiram tirar ele do poder. O PT tentou fazer o mesmo uso legal com outros presidentes, mas não tinha um Cunha para fazer o serviço. O PT ajudou derrubar o Collor. A Dilma, além de ser incompetente, teve também azar. É só isso. A política é o reino da mentira e do passar a perna um no outro. Se você não quiser a utilização desse procedimento, temos que tirar da constituição o impeachment. Além do mais, a própria democracia, que não é perfeita, permite eleger legitimamente gente com Hitler, que foi eleito pela maioria dos votos e principalmente das classes mais desfavorecidas. A força do impeachment é sempre política. Alguém querendo derrubar alguém.

  3. Dearim Mendes Timotio disse:

    KENNEDY, bom dia.
    Pior é que ATÉ AGORA NÃO PROVARAM O CRIME DO QUAL ACUSAM DILMA. E aí fica a pergunta. Não havendo a prova real, contundente do crime, mesmo assim condenarão Dilma? O Supremo ou o TSE irão chancelar esse absurdo atentado contra Constituição Federal e contra a democracia? Alguém tem que fazer alguma coisa. Não se justifica tirar uma Presidente só por conta de uma crise econômica que é de responsabilidade de TODOS, executivo, Legislativo (Câmara e Senado) e Judiciário, só pra agradar um bando de políticos que não se conformam com a derrota. Quero respeito ao meu voto. Votei na Dilma, não no Temer. E não venham me dizer que quem vota num candidato vota no vice. que pra mim não é assim. O vice é um mero coadjuvante, embarca de carona por força da lei na vitória. Quando me perguntaram por diversas vezes em quem eu iria votar, respondi na Dilma, quando em 2003 no Lula. Sequer lembrei do nome dos vices.
    FORA TEMER. Voce, os deputados e senadores não me representam.

  4. rubens goyatá disse:

    Prezado Kennedy,
    acompanho seu site porque você tem uma postura equilibrada – coisa rara nesse Fla-Flu político de hoje em dia. Mas discordo de você quando disse que Dilma cai “pelo conjunto da obra”. Acho, sim, que o tal conjunto da obra de Dilma foi ruim, especialmente depois que o plano desenvolvimentista dela foi abaixo, em 2013…..ela errou muito na economia…..e realmente, ontem, tentou jogar a culpa na crise internacional. E errou na condução política também……mas nada disso não é justificativa para um impeachment. Apesar de todos os seus erros, ela estava certíssima, ontem, ao contestar o fato de que não houve crime de responsabilidade que justificasse o impeachment. E ao dizer que se consolida, na América Latina, uma tradição de golpes parlamentares. O impeachment é uma vitória inequívoca da elite brasileira. Mas a dimensão de uma vitória, no calor da hora, pode ser maior que parece. Abraços.

    • Edi Rocha disse:

      rubens, Kennedy quis dizer que os senadores a estão julgando pelo conjunto da obra, não quer dizer que ele concorde com isso.
      .
      Tenho certeza que a maioria dos brasileiros que acompanharam o discurso de Dilma estão ao lado dela. Dilma respondeu bem a todos os senadores, e sem agredir ninguém, tanto que não houve um único “direito de resposta” na sessão.
      .
      Ela explicou com base em leis e informações oficiais que ela não cometeu crime. Sugiro a todos que vejam os vídeos com as respostas dela. Não há forma melhor de tirar suas dúvidas.
      .
      “A Constituição não prever o impeachment de presidente da república sem que este tenha cometido crime”. Portanto, os senadores deveriam olhar para o Brasil e votar contra o impeachment, para que então finalmente tenhamos esse plebiscito e escolhamos um novo presidente. Não quero Temer na presidência, ele traiu Dilma, não é leal, não é bom ter alguém assim comandando o nosso país.

  5. Edi Rocha disse:

    Eu percebo que não importa o que ela diga, sempre irão criticá-la de alguma forma, por não ter dito algo, enfim.
    .
    Então, o que importa pra mim, dentre outras situações que ocorreram, é que ela respondeu sobre os crimes que a estão acusando. A presidente foi muito bem. Ao contrário do que alguns aliados dela recomendaram, ela falou também de forma técnica, para explicar porque ela não cometeu crime de responsabilidade. Isso é que foi o que realmente mais valeu a pena, para esclarecer os fatos.
    .
    O impeachment exige crime, se quiserem dispensar a existência de crime, então não estão seguindo a lei. Não concordo com isso, senadores!
    .
    Os senadores não conseguiram rebater os argumentos de Dilma sobre esse ponto, então o melhor para o Brasil é aceitar o plebiscito proposto por Dilma e elegermos um novo presidente o mais breve possível. É lógico que o plebiscito seria aprovado por ampla maioria.

  6. Luiz Carlos disse:

    Dilma, não caiu por conta da economia, nem pelos seus próprios erros, que foram muitos. Caiu porque a oposição viu uma oportunidade de tomar o poder, mesmo sem voto. Vamos ver agora, quando teremos eleições para presidente novamente. A ditadura quando se instaura, é difícil de sair. Em 64, os golpistas prometeram eleições para 1965, e a eleição direta só veio 24 anos depois.

  7. Leila Maria Bianchi da Silva disse:

    Também acredito que lamentavelmente o jogo está jogado, mas num país presidencialista e que respeita a democracia, ela não deveria cair pelo “conjunto da obra” e foi isso que ela disse o tempo todo, só não viu e ouviu quem não quis. Não foi falta de reconhecimento de seus erros e sim que não eram esses os reais motivos que estavam por trás do pedido de impeachment, além é claro do desrespeito à vontade de mais de 54 milhões de pessoas.

  8. FERNANDO disse:

    De acordo com a defesa, alei permite que o crédito suplementar possa ser aprovado diretamente pelo executivo. E ele o foi. Creio que não houve crime por parte dela. Precisaria haver jornalistas sinceros para analisar esta lei e verificar se realmente procede. Se sim, a mídia teria obrigação de intervir. Se eles não fizerem e realmente a defesa estiver correta, a mídia foi conivente com uma injustiça nacional.

  9. Norberto disse:

    Você disse exatamente o que houve, ela não dimensionou a real responsabilidade dela sobre a economia e sobre a crise que assola o Brasil e, é exatamente esse ponto que os senadores pró-impeachment argumentam. Mas, se esquecem que isso não foi e nunca será motivo legal para impeachment. Acho que o governo da Dilma deixou muito a desejar em diversos aspectos mas, um mau governo não pode ser aceito como pretexto legal para impeachment. Temos que agir com seriedade e dentro da legalidade. Se o povo escolheu errado, tem aguentar os 4 anos. Isso é democracia.

  10. Fernando disse:

    Pelo que entendi ela está sendo processada por três créditos suplementares. Os créditos suplementares estão previstos em lei. Porém, possui condicionantes. As condicionantes são: após aprovação do crédito suplementar, o valor a ser pago não pode ultrapassar o limite do valor pego emprestado. Não interessa se este valor vem de bancos públicos ou de outro órgão do estado. É por isso que não se pode privatizar a petrobrás, por exemplo. Pois através do crédito suplementar pode-se pegar dinheiro do lucro da Petrobrás e investir em educação, por exemplo. Desde que, condicionalmente, o valor pego seja pago de volta para a estatal dentro do prazo estabelecido e no valor exato que foi pego. Resumindo; A presidenta pegou o crédito suplementar e os pagou para poder pagar o plano Safra que estava em déficit. O valor das commodities e do petróleo, como ela bem mostrou através dos gráficos, Despencou em 2014. E como a balança comercial do país é baseado nestes produtos, ela subsidiou os produtores.

  11. Alberto disse:

    Mais do mesmo,ou seja,nada.A fala e respostas(???) repetitivas e tradicionalmente confusas.A comunicação em libras traria sequelas da LER.

  12. Se a Dilma morre de pé, devemos enterrá-la de ponta cabeça para que nunca mais apareça na cena política do Brasil.

  13. Antonio disse:

    Caro Kennedy. Pela primeira vez discordo de você. O que você cita como erros, são apenas medidas comuns e rotineiras que todo o governante adota. O que foi feito no governo Dilma foi também feito e com muito mais intensidade em governos anteriores. Governo trabalha com prioridades e você sabe disto. Sei que não é aconselhável para você dizer que tudo não passa de um golpe, arquitetado pela elite, pelos “barrados do baile” como se diz em Minas e pela grande mídia. Dilma não cometeu crime algum e seu governo foi sabotado e boicotado por todas estas forças, incluindo a FIESP (do SESI e SENAI). Há ainda forças muito fortes e você sabe disto, mas que ninguém tem a coragem de dizer. O que é que você queria, que ela confessasse erros que não cometeu? É uma mulher digna e honesta. Para que votar?

    • Joaquim disse:

      Antonio, esta senhora foi a gerente do maior roubo da história da humanidade. Não é honesto quem deixa roubar. Ela simplesmente até o momento não foi pega com mão da cumbuca, mas deixou e facilitou. Basta ver o caso Pasadena. Não me venha com hombridade e honestidade com esta turma de Brasília ( não estou falando da população da cidade ). Não da para falar em honestidade quando se coloca no mesmo saco Collor, Sarney, Renan, Maluf. Tudo que o PT sempre combateu, para nos enganar. Esta desculpa de não sabia, não é comigo só cola para os mamadores e afiliados, tende dar esta desculpa na empresa em que trabalha ou para o seu cliente.
      Nós brasileiros e contribuintes temos que aprender a valorizar os o valores que nos são subtraídos ( impostos ).
      Sugiro a quem tem duvida, ler o art. 3º da lei de introdução as normas do direito brasileiro, se não vale para nós pobres mortais não vale para vossa excelentíssimas. A grande indagação que ficará como foi possível eleger esta senhora.

  14. Razor disse:

    Com relação à falta de auto-crítica de Dilma, ou a tentativa dela de deixar uma narrativa de vítima para seu post-mortem presidencial, é até natural que Dilma não vá se incriminar justo na hora de sua auto-defesa, mas fico me perguntando de que lhe servirá desemporcalhar a imagem?
    Será que ela alimenta alguma esperança de voltar a ser candidata a presidente, a governadora de estado, a prefeita ou a síndica de condomínio no futuro?
    Ou será que foi para que seus descendentes sintam menos vergonha deste triste episódio que foi a passagem dos Roussef pela Presidência da República?
    Seja como for – e não tem grande importância, sentirei falta dessa personagem que sai da vida política para se tornar nossa eterna fonte de referências cômicas.
    Vida eterna, Dilma Ventoencanado Roussef!
    Saldemos todos a mandioca!

  15. LYRA disse:

    A cada dia que se passa mais tenho a certeza que cresce o número de idiotas nesse resto de país, como pode ainda existir pessoas que acreditam que somente o PT é uma facção criminosa, claro que ele também faz parte dessa grande quadrilha que é a podre politica nacional, formada única e exclusivamente por facções criminosas que são os partidos políticos e esses formados por meliantes da mais alta periculosidade que são também conhecidos como políticos. Tenhamos a certeza que Dilma foi irresponsável e mentirosa mas, até o momento nada de roubos, desvios de verbas ou recebimentos de propinas foram imputados a ela, diferentemente da maioria daqueles que estão lhe julgando, tanto na câmara como agora no senado, que estão sendo julgados ou no minimo já foram citados nos processos da lava jato, a exemplo de Renan Calheiros, Jucá, Aécio DAS NEVES, Color de Melo, José Agripino e tantos outros, como bem falou a senadora Gleyse, que aquela casa não tinha a moral de julgar ninguém, verdade dita.

  16. sergio mendes coelho disse:

    Eu achei um bom discurso.
    Realmente acho que ela ja está fora, esses senadores e toda a classe média que bateu panela na rua vão ficar na Historia por apoiar esta verdadeira conspiração que teve inicio por um bandido unanime, Eduardo Cunha. A maioria que esta apoiando Temer hoje, fechou ou ainda fecha com ela.

    Dilma vai cair, mas quem ta feliz com isso, saiba que o preço será alto, hoje foi ela, amanha pode ser qq um.

    Falando nisso, Aécio, ja era !!! vc nao vai ser presidente, Temer com certeza vai armar alguma.

    Adeus democracia..

    fui

  17. Reinaldo Neves de Oliveira disse:

    Kennedy, seu comentário está perfeito.

  18. Antenor disse:

    Não houve qualquer ato de humildade no discurso e nem nas respostas (aliás, muitas delas superficiais e repetitivas). Isto tem caracterizado a sua postura desde o seu primeiro mandato, inclusive quando era ministra no governo anterior ao dela. Mas o que mais contribuiu para a sua derrocada foi o seu estilo letárgico em resolver os graves problemas do País. Aqui mesmo (no Blog do Kennedy) quantas vezes comentei suas reportagens e dizia que a Dilma era lenta nas respostas ao problemas que surgiam e que, na altura da sua arrogância, achava que iria dar solução ao problemas, no seu tempo. Nunca foi solícita ao Congresso Nacional, sempre batendo de frente com aqueles a quem deveria tratar com “parceria” no comando do País. Quando entrou, ontem, no Senado, já sabia que não teria mais qualquer chance de virar o jogo. Atacou sempre e nunca reconheceu os seus GRAVES erros. Não tem mais qualquer moral para voltar. ASSIM: “TCHAU QUERIDA”. Boas férias de, pelo menos, 10 anos.

  19. Roberto disse:

    O que eu não posso admitir e que o mesmo PMDB que apoiava a Dilma e participava de todo o governo se faça de inocente e não responda pelos seus atos juntos com a presidenta, abaixo o golpe (nao porque dilma e inocente muito menos o PT), mas porque querem ganhar a presidencia no grito e não no voto!! Por isso eu digo eleições ja e abaixo o golpe!!!

    • ANTONIO VIEIRA disse:

      Muito estranho essa maneira de pensar. Quando o Impeachment era do Collor de Mello, o PT era um dos Partidos mais ferrenhos para derrubar o presidente e pelo que parecia, não era golpe! E, por que agora é?

  20. Mauro disse:

    Como exigir coerência e raciocínio lógico de alguem que se espelha em conceitos ideológicos mortos e ultrapassados, para governar?
    Como exigir coerência de alguem que tem como ídolos Stalin/Marx e Engels?
    Como exigir coerência de alguem que é apaixonado(a) por Fidel Castro, Hugo Chavez, Maduro Evo Morales e Kin Jong-Un
    Como exigir coerência de alguem que apóia invasão de propriedades, apóia bagunça e ainda financia grupos radicais esquerdopatas?
    Esquerdofrenia é doença que tira a pessoa da realidade e a transporta para um mundo seu e de seus seguidores, cega, desmemoriza e provoca delirios persecutórios.
    Tenho pena e tenho dó da banida e de seu séquito, pois irão comer o pão que o diabo vomitou, mas quem sabe isso os devolva a realidade. Cure a doença!

  21. Gabriel disse:

    Dilma foi firme ontem no senado. É claro que tem pouquíssima eloquência, mas no geral foi bem.
    Sairá do governo amanhã por conte da sua incapacidade política e por causa de uma classe política podre.

    Porém o que me impressiona mesmo é a população aplaudindo um governo que, num discurso hipócrita de ajuste fiscal, vai ferrar o povo e manter ou privilegiar ainda mais as classes mais abastadas.

    Mas acho que não é esquizofrenia – é desinformação mesmo.

  22. DIRETO AO ASSUNTO: É PRECISO PASSAR O BRASIL A LIMPO! disse:

    Ela simplesmente continuou com suas mentiras, sem a humildade de reconhecer que desgovernou o país, que permitiu que seus subordinados corruptos promovessem as maiores sangrias aos cofres públicos jamais vista no país, que o partido tinha um projeto criminoso de poder que ruiu, porque os “ALOPRADOS” (quem se lembra desse termo, proferido como “alerta”, no tempo do Mensalão, que não foi entendido que era para continuar roubando, porém com mais “cuidado”).
    Após a fala final da advogada Janaína Pascoal, no dia 30, é capaz de vários votos contra o impeachment virarem a favor!
    OBS: É preciso acabar logo com isso, começar o novo governo, e a Lava Jato continuar a prender os corruptos que ainda estão soltos, “INDEPENDENTEMENTE DO PARTIDO ONDE ESTEJA ESCONDIDO O CORRUPTO”!

  23. Gilvan Pereira de Luna disse:

    Não sou petista, mas como brasileiro e eleitor, não posso deixar de me expressar sobre essa farsa que é esse processo de impeachment, orquestrado pelos caciques do PMBB e PSDB, para usurpar o poder, que não conseguiram através do voto popular. Só lamento que nós brasileiros, patriotas, somos obrigados a votar nesses elementos, políticos profissionais, que nos enganam. Pior, esses políticos, não se importam e nem querem saber o que os seus eleitores pensam ou desejam para o Brasil. Mas as eleições municipais estão chegando e, com certeza, não votarei em candidatos do PMDB, PSDB, PP ou PTB.

  24. Antonio de Pádua disse:

    Kennedy,

    Respeito o senhor e suas análises são referências pra mim. Porém, preciso discordar da sua insistência sobre o “conjunto da obra”. Nunca foi, e nunca será motivo de impeachment, fazer governo ruim. Governo ruim se troca nas eleições. Essa é a regra do jogo, sempre foi, e agora, ao léu, forçam uma destituição política, eu disse política. O senhor mesmo já disse isso várias vezes. Ela errou e como errou, mas fazer da Presidente bode expiatório não concordo. Mesmo sendo legal o trâmite perante a justiça, é um golpe político e não sejamos hipócritas de não admitir isso. Golpe político e apenas isso. Nesse caso, é covardia.

  25. Sidney disse:

    A pergunta é simples e direta: Dilma cometeu crime de responsabilidade fiscal, que justifica o impeachment?
    A resposta é NÃO, embasada inclusive pelos nobres deputados e agora também pelo senadores que apoiam e votam a favor, e que acabaram transformando as votações em um verdadeiro circo de horrores, ao votarem por Deus, pela família, pela sogra, pelos filhos, pelas(os) amantes,mas jamais pela Democracia.
    Amanhã teremos o final dessa tragicomédia que enfraquece um pouco mais nossa frágil democracia, ao negar a única saída viável diante dessa crise: o plebiscito e a convocação de novas eleições… mas isso não interessa aos velhos caciques, pois sabem que o povo condenaria esse golpe através do único instrumento de que dispõe: o voto.

  26. Diego Silva disse:

    A defesa de Dilma foi só pra manter a aparência de legalidade ao impeachment, para manter as aparências. O PMDB,PSDB e aliados já tinham orquestrado tudo para tomar o poder. Dilma cometeu muitos erros, mas o impeachment não era a melhor solução e sim novas eleições. O governo que aí está chegou ao poder sem voto ou seja, não tem nenhum compromisso com o povo e por isso poderá tomar medidas amargas. Dias sombrios virão.

  27. marcos gentil disse:

    Acredito que a população deveria se mobilizar e se movimentar em marcha e destituir todos do poder.
    Não vejo na câmara e no senado um homem honrado que nos traga orgulho, são todos farinha do mesmo saco, são safados e corruptos a vergonha de uma nação.

  28. LIA MORAIS disse:

    É tão facil dourar a pílula quando a única visão que se tem pela frente é de que quem trabalha e estuda as custas do seu suor, tem que sustentar a vagabundagem que nada produzem e ainda votam em defesa da mamata que possuem. O que o Governo fez foi pegar dinheiro emprestado em Bancos, ainda que temporariamente, para pagar as famigeradas bolsa e outros benefícios para garantir a reeleição e mentir para a nação que suas contas estavam todas em dia e o país óóó, enquanto escondia uma dívida de 60 bilhões embaixo do tapete. E principalmente, escondeu tal fato do Congresso Nacional, não lançando na contabilidade referido rombo. Se foram 3 decretos ou 50 decretos, não importa. Só de utilizar dinheiro de Bancos Publicos para cumprir pagamentos de seja lá o que for, já é crime de responsabilidade. Tanto é que houve pagamento de juros, remuneração financeira que existe somente em operações de credito ou financiamentos. Basta um evento para caracterizar crime de responsabilidade. E isso ocorreu

  29. Neide Maria Bandeira Fernandes disse:

    Dilma e Eduardo Cunha disputando o Oscar de melhor ator e atriz. Cara de pau igual a esses 2 eu nunca ví!

  30. PARABÉNS, GRANDE BRASILEIRA, DRA. JANAÍNA PASCOAL! disse:

    O ÚLTIMO PRONUNCIAMENTO DA DRA. JANAÍNA PASCOAL FOI SIMPLESMENTE SOBERBO: MATOU A COBRA E MOSTROU O PAU, NA LINGUAGEM MAIS CLARA E SIMPLES.
    COM CERTEZA, COMO EU, MUITOS DEVEM TER IDO ÀS LÁGRIMAS.
    OBRIGADO, DRA. JANAÍNA, DR. HELIO BICUDO, DR. MIGUEL REALE JR.

  31. angelim pilati disse:

    Sabe Kennedy só de ver a cara Aluízio,Jeresati,Aécio e Janaína vc vê o quanto eles são movidos a ódio e interesse, isso só os desqualifica em qualquer situação

    • Francisco Miranda disse:

      BOA TARDE ANGELIM. E VOCE ACHA QUE TEM ALGUM POLÍTICO LÁ EM BRASÍLIA PENSANDO NO POVO ?? INOCENTE QUEM PENSAR ASSIM. O NEGÓCIO DELES, TODOS, É SE ARRUMAR E DANE-SE O RESTO. INCLUI-SE NESTA LISTA LOBÃO, JUCÁ, RENAN, EUNICIO OLIVEIRA E ATÉ O PRÓPRIO TEMER.

  32. Ronaldo disse:

    Sinto-me forçado a confessar: Estou me divertindo muito, afinal o Messias da idiotice nacional, assim que se sentiu assentado no poder anunciou a única coisa que a quadrilha que o acompanha orquestrada pelos detentores do capital, sabe fazer para “resolver” problemas econômicos, a saber: Retirar direitos,alguns constitucionalmente adquiridos, da massa trabalhadora. Considerando que os detratores de governos petistas, são em sua grande maioria assalariados, que graças a insidiosa campanha da mídia comprometida acreditaram na lenda do tubarão bonzinho contra a cruel sardinha, tais criatura junto com os que apoiavam o governo empossado pelo voto, sofrerão em sua plenitude os efeitos do furto institucional que está em curso por meio da elaboração de uma reforma da previdência que avançará sobre os direitos de todos os trabalhadores, relembrando que na teoria da classe dominante, que naturalmente está adorando o que está por vir, o bolso da massa trabalhadora é o método de custeio da crise!

  33. DIRETO AO ASSUNTO: QUANTA VERGONHA E MAU EXEMPLO, É PRECISO PASSAR O PAÍS A LIMPO, DOA A QUEM DOER! disse:

    Acompanhei a praticamente todo o desenrolar do impeachment pela tv, ouvi a maioria dos depoimentos, mas devo confessar que, quando Gleise Hoffman, Vanessa Graziottin, Fátima Bezerra e Lindberg Farias começavam a falar, eu desligava a tv: dava asco!
    Graças a Deus, a era da mentira deslavada e da corrupção institucionalizada está prestes a acabar.
    É preciso agora o presidente Temer governar para a nação brasileira; A LAVA JATO CONTINUAR A OPERAR, MANDANDO PARA A CADEIA OS QUE FOREM LEGALMENTE INVESTIGADOS, PROCESSADOS E CONDENADOS, DOA A QUEM DOER, SEJA GENTE DO PT, PMDB, PSDB, DEM, PC DO B OU QUALQUER OUTRO PARTIDO!

  34. Stanislaw. disse:

    Que ridículo esse Humberto Costa falando, tentando defender o indefensável, não como um representante do povo, mas como defensor da mentira e incompetência de um desgoverno corrupto.
    E o Randolph Rodrigues, antes tão admirado, agora, por motivos que até agora não sei, defendendo o desgoverno!

  35. É PRECISO ACABAR COM A MENTIRA DO "NÓS" E "ELES"... "DOS POBRES" E OS "DAS ELITE"! disse:

    É preciso acabar essa “estória” de nós e eles, de “os das elite” e “os pobres”.
    Eu sou pobre, vivo com aposentadoria de 1900 reais por mês e já convivi com rico e com pobre e posso dizer que há muito rico muito melhor do que pobre.
    Tem pobre egoísta, vaidoso, mentiroso, como há rico também.
    Tem rico de bom coração, como há pobre também.
    O que não se pode é generalizar, achar que para se olhar o bem do pobre, é necessário ser pobre, ser de origem pobre, etc. Isso é mentira.
    Lula é citado como de origem pobre, que sempre se preocupou com o pobre: mentira!
    Se houver justiça verdadeira no caso dele, todos sabem onde dever amargar seus últimos anos de vida: na cadeia!
    Se o Temer vier e cometer os mesmos crimes que ele fez, deve também pagar da mesma maneira!

    • Mauro disse:

      Parabens pela sua lucidez e digo que o senhor tocou no coração da questão!
      Quem propaga e sempre propagou a divisão de “bons e maus”, ou seja ricos e pobres foi e é a esquerda, para incentivar a luta de classes, tentando provocar um ódio que nem é inerente ao ser humano.
      Existem empresários canalhas assim como existem trabalhadores vagabundos e ambos se merecem, mas não se pode e nem se deve generalizar.
      Já dizia uma propaganda do passado…O bom do capitalismo é ser capitalista e o bom do comunismo é ser comunista e quem está no meio é sómente massa de manobra, queiram os esquerdistas ou não, pois o Chefe do Partido usufrui e o resto…se lasca! Simples assim!

  36. Mano disse:

    meus caros: Na política brasileira a traição e a covardia é generalizada e só perdem em substantivo para corrupção. O que importa agora é que o novo governo recupere a economia, o país volte a crescer e o nível de desemprego reduza a patamares de 5% a 6%. Para isto acontecer é preciso reforma trabalhista, reforma da previdência, programas de privatização e redução das despesas do governo, caso contrário a emenda será pior do que o soneto, pois todos nós sabemos que a classe política que aí está não é exemplo, do ponto de vista moral, haja vista que o “Sr”. Eduardo Cunha ainda continua solto e com foro privilegiado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 04:37:47