aki

cadastre-se aqui
aki
Política
08-03-2014, 22h33

Dilma mira mulher para acertar classe C

Dia Internacional da Mulher serve de oportunidade para peça eleitoral
8

O pronunciamento da presidente Dilma Rousseff por ocasião do Dia Internacional da Mulher dá pistas sobre a estratégia de sua campanha à reeleição.

A prioridade foi levar um recado para a nova classe média por meio da mulher que ascendeu profissionalmente nos últimos 11 anos _período dos governos Lula e Dilma.

“A mulher é a nova força que move o Brasil”, disse a presidente, quase ao final da longa fala de 8 minutos e 22 segundos.

Como de praxe, pesquisas de opinião, quantitativas e qualitativas, nortearam o pronunciamento. A mulher da nova classe média é uma das principais personagens desse estrato social.

Em entrevista ao “10 Perguntas”, o presidente do Datapopular, Renato Meirelles, explicou bem quais são os formadores de opinião da nova classe média e o que importa para eles. Há três demandas-chave, revelou Meirelles.

Jovens querem internet com banda larga, ampliação do Prouni e programas de qualificação técnica. Mulheres que trocaram as tarefas domésticas pelo mercado de trabalho desejam creches para deixar os filhos e jornada flexível de trabalho.

Dilma usou as palavras “empreendedora”, “guerreira” e “competência” para falar do papel das mulheres na sociedade atual. Listou a posição de destaque das mulheres nos programas do governo. E lembrou ser a primeira delas a exercer a Presidência. Seria impossível tentar fazer ligação mais direta.

Nas avaliações reservadas, os estrategistas da presidente contam com a maioria do voto das classes D e E. Em relação à classe C, metade da população, a briga é mais dura. Esse segmento possui forte pendor conservador.

Por isso, Dilma afirmou que as conquistas dessas mulheres ocorreram devido “ao esforço e à coragem de cada uma de vocês”. Esse pessoal tem certa reserva em relação a programas assistencialistas como o Bolsa Família.

Em resumo, para não dar terreno à oposição, a presidente busca fincar bandeiras na classe C. Lembra o que ela e Lula fizeram por esse segmento. Daí falar em “11 anos”. Mas também admite que é preciso “melhorar muito mais”, o que é uma maneira de tentar responder ao sentimento mundacista de dois terços do eleitorado.

Com caráter eleitoral, o pronunciamento mirou a mulher para tentar conquistar a nova classe C. O tempo dirá se acertou o alvo.

Comentários
8
  1. Jose Maria disse:

    Se a escolha for igual a ela, Dilma, a classe C ta fu….@.

  2. MAGNO OLIVEIRA disse:

    A oposição do pt é muito fraca,não tem nem voz,se fosse ao contrario os petistas estariam com a boca no trambone derrubando o mundo por causa deste pronunciamento,a oposição tem que acordar, se não perde de novo

  3. Marcos Garcia disse:

    Tamo é lascadis…………kkkkkkkkk…….Povo burro……………..kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Pascoal disse:

    Temos que começar,entendendo o que significa a palavra CIDADANIA.Depois de bem entendido temos que praticar,ficaria muito mais fácil.No momento estamos formando um bando de analfabetos funcionais.O que agrada e muito aqueles que governam,eu falo qualquer coisa e o cidadão aceita.A pergunta: Da pra mudar? No momento em que o brasileiro quiser.

  5. Anticorrupto disse:

    José Maria, você tem razão. Eu só penso que o PT fez um acordo com o diabo para deixar a maioria dos eleitores idiota e burra. Salta os olhos, ver tanta gente sendo enganada por esse partido que diz que quem ganha entre 300 e 1.200 reais já pertence à classe média. Isso é estarrecedor, é provocação, é subestimar a inteligência das pessoas. Todos, ao final de um comentário, digam: PT nunca mais.

  6. Delmo Oliveira disse:

    Caro Lauro;
    Vale tudo para manter o tal projeto de Obsessão e perpetuação do Poder Central. Em ocasião recente assistimos Rousseff(PT/RS) dizer o seguinte: Na hora da eleição se pode fazer o diabo. Espero que o diabo também seja um aloprado e surpreenda a Dilma Rousseff(PT/RS). Ela é preposta do Luis Inácio Lula da Silva, todo o Brasil é conhecedor de tal fato, só que ela tenta mostra uma outra face(independente)e não convence. Já dizia Sêneca: Ninguém pode usar uma máscara por muito tempo: o fingimento retorna rápido à sua própria natureza.” É isto aí meu caríssimo Kennedy. PT NUNCA MAIS!!!

  7. gelson salviano de oliveira disse:

    UM LEMBRETE A MULHER QUE DILMA ESQUECEU

    A senhora dona de casa, solteira ou casada, que recebe esse mísero salário de R$ 724,00, que avanços você teve ao longo desses 12 anos do governo Dilma e do seu grupo.

    TRANSPORTE. A mulher anda em transporte coletivo superlotado, e todos sofrem constrangimento com “esfregões” em seu corpo. Dilma , não envia leis para serem homologadas para que o trabalhador tenha um transporte digno

  8. Luiz Gonzaga disse:

    Prezado Kennedy, no 5º parágrafo vc cita “nova classe média” e no último “nova classe C”. Isso existe para confundir e esquecer as definições anteriores? Como e onde são definidas atualmente “classe média” e “classe C”. Acho que foi uma embromação do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 17:17:43