aki

cadastre-se aqui
aki
Política
11-04-2015, 16h28

Dilma muda e cede por necessidade de sobrevivência

3

Postado por: ISABELA HORTA

A presidente Dilma Rousseff chega aos 100 dias do segundo mandato mais fraca do que imaginava.

Na economia, ela tomou logo após a eleição a decisão correta de mudar o rumo. Joaquim Levy foi escolhido para ministro da Fazenda a fim de fazer uma política econômica contrária à do primeiro mandato. Mas os erros na política nos últimos meses trouxeram mais problemas para uma economia que já andava debilitada.

Na semana em que completou 100 dias do segundo mandato, Dilma deu o braço a torcer e delegou a articulação política ao vice-presidente da República, Michel Temer, que é do PMDB. Dilma abriu mão de poder. E o PT perdeu espaço.

Agora, o sucesso do segundo mandato dependerá dos desempenhos de Levy e Temer, que ganharam uma autonomia inimaginável quando se pensa na presidente centralizadora do primeiro mandato.

Dilma mudou e cedeu por necessidade de sobrevivência.

Confira o comentário:

Comentários
3
  1. Helena/S.André SP disse:

    Pois é, criticavam Dilma dizendo que ela era muito centralizadora e agora a criticam por estar sendo menos centralizadora. Tá difícil agradar a galera.

  2. ROBSON DONIZETE LINCOLN disse:

    DEMORO, É MELHOR PINGAR DO QUE SECAR….

  3. Jonas disse:

    Chega fraca porque é incompetente pra governar. Ganhou as eleições embasada num tremendo estelionato e agora é a população ludibriada que vai pagar a conta da farra do primeiro mandato. Incompetente em todos os quesitos que se possa avaliar além de prepotente, grosseira e mal educada. Como bem avaliar esse desempenho econômico? Como bem avaliar essa capacidade política? Como bem avaliar essa diplomacia tosca que contempla regimes de rufiões (Maduro, Kirchner, Morales, Castro etc.)? Como bem avaliar a institucionalização da corrupção dentro de estatais, bancos públicos, fundos de pensão etc. e a “quebradeira” que só não se materializa porque o povo brasileiro vai pagar a conta? Dilma muda? Dilma deveria entregar o boné não só na prática como está fazendo mas sim institucionalmente renunciando pelo bem da Nação. Ao menos veríamos uma luz no fim do túnel. Esse modelo populista incompetente corrupto está matando as esperanças do povo brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-27 21:13:45