aki

cadastre-se aqui
aki
Política
11-08-2014, 22h39

Dilma protege Petrobras por razões políticas e econômicas

4

Postado por: ISABELA HORTA

O tema do “SBT Brasil” desta segunda-feira foi a defesa da Petrobras pelo governo. Pesquisas do PT mostram que as acusações de corrupção na empresa desgastam o partido e a presidente Dilma Rousseff eleitoralmente. Desde o início do ano, a imagem de gestora da presidente foi abalada por causa da Petrobras. Ao dizer que não é correto misturar eleição com a maior empresa de petróleo do país, Dilma tenta amenizar as críticas da oposição e dar a elas um caráter eleitoral. Ou seja, tenta esfriar um problema que já estava adormecido e que voltou a esquentar nas duas últimas semanas. Dilma tem defendido a permanência da presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, no cargo. Há um forte componente econômico nessa defesa. Uma eventual queda de Foster poderia fazer com que as ações caíssem muito. E a Petrobras tem um peso grande na Bolsa de valores brasileira. Haveria uma crise econômica que daria munição eleitoral para a oposição dizer que a lógica política supera a lógica administrativa. Foster é uma indicação pessoal de Dilma e, por isso, a presidente se esforça para protegê-la. Dificilmente Dilma vai tirá-la do comando da empresa.

Comentários
4
  1. dimas tobias disse:

    Kennedy, o PT sempre que é colocado na parede tenta se defender de que tudo é politico, e na verdade é politico mesmo, até porque sempre foi assim, quem não se lembra dos ataques do Zé Dirceu e Mercadante. Agora dizer que é politicalha como tenta afirmar a Dilma é por demais ouvir isso, precisamos de um ataque de Moral e Ética para o PT, pois esse partido esta na lama e tenta remar contra a maré, falar que não sabe de nada não cola mais, muda o discurso que esse já está por demais de velho, veremos nas eleições de Outubro quem estava certo se o PT ou o Povo Brasileiro.

  2. gesiel disse:

    DEPOIS QUE O FHC do PSDB ACABOU COM O MONOPOLIO DA PETROBRAS NÃO HA COMO O GOVERNO PROTEGER A PETROBRAS. No entanto A COMPETENCIA DOS GOVERNOS DO PT na petrobras É INQUESTIONAVEL, porque a PETROBRAS na epoca do FHC do PSDB valia 15 BILHÕES e hoje vale 200 BILHÕES. Na epoca do FHC a petrobras, JA PRIVATIZADA em 45% por ele, vivia NA INCOMPETENCIA ADMINISTRATIVA, com PLATAFORMAS AFUNDADAS E INUMEROS ACIDENTES AMBIENTAIS que OCASIONAVAM EM MULTAS PESADAS, que REFLETIAM DE FORMA DEFICITÁRIA NOS BALANCETES FINAIS DA COMPANHIA. O Lucro PERCENTUAL DA PETROBRAS NO GOVERNO FHC do PSDB eram muito menos do que é hoje. A presidente da Petrobras GRAÇA FOSTER, provavelmente “NÃO FOI TREINADA PARA RESPONDER AS PERGUNTAS NAS CPIs”, como “DISSE A VEJA NA SUA PATETICA DENUNCIA”, porque embora ela tenha se saido bem nos depoimentos, acabou dizendo que PASEDINA não foi um bom negocio. Pasedina na realidade FOI APENAS UM NEGOCIO, como também foi um negocio quem comprou uma TV de plasma em 2006 na epoca da compra se Pasedina, e pagou algo em torno de 7.000 reais e hoje se pode comprar a mesma tv por 2.000 reais; e assim sendo de maneira nenhuma isso pode ser considerado totalmente um mau negocio, pois o proprietario da TV ainda é dono do imobilizado. Quando uma destas empresas tipo, Magazine Luiza, Casas Bahia, Carrefour e etc; compram uma rede de lojas, para incorporarem às suas marcas, ELAS PAGAM VALORES MAIORES DO QUE O VALOR REAL, porque É COMPRADO O PONTO E O PORTIFÓLIO. Neles as companhias ACRESCENTAM A SUA MARCAR A CARTEIRA DE CLIENTES dessas redes que foram englobadas, e MARCAM POSIÇÕES ESTRATÉGICAS. Então seria muito PRECIPITADO olhar apenas o que PASEDINA CUSTOU EM DINHEIRO, sem observar estes outros fatores. No governo FHC foi comprada a refinaria da Repsol da argentina, que deu o mesmo prejuizo aparente que Pasedina.

  3. Pasquale disse:

    FHC…FHC…FHC…quando ele morrer vão continuar falando FHC…FHC…FHC…
    Nóis num guenta,a mesma ladainha improdutiva.Fazer o que? Não sabem falar mais nada.

  4. Pedro Brasileiro disse:

    Ao dizer que não é correto misturar eleição com a maior empresa de petróleo do país, Dilma recorre a mentira, pois nos últimos 3 meses, em uma ação puramente eleitoral, a empresa triplicou a veicularão de anúncios de publicidade nas TV’s e em varias oportunidades a “presidenta” apareceu fantasia com o macacão e o capacete da empresa! Se isso não é uso político, é o que então? A própria empresa já admitiu o “prejuízo” com Pasadena de uns US$590 Milhões de Dólares o TCU calculou US$790 Milhões de Dólares, ou foi um mal negócio, um “equivoco” ou uma imensa negociata para desvio de verbas! Falta apurar ainda os “prejuízos” da Refinaria de Abreu e Lima, com os custos em US$33 Bilhões e subindo, e que “quando e se” funcionar só poderá processar o petróleo da Venezuela, que nunca aportou nem 1 centavo na obra, só um tampinha nas costas do Lula! Realmente são negociatas, que “comprovam” a gigantesca capacidade gerencial das “presidentas” do país e da Petrobras, mas para beneficiar os “bandidos”, bem entendido!!!

Deixe uma resposta para dimas tobias Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-08-06 18:23:14