aki

cadastre-se aqui
aki
Política
21-02-2014, 9h23

Presidente quer atrair católicos e evangélicos

7

Ao contrário da campanha eleitoral de 2010, na qual sofreu com temas religiosos, a presidente Dilma Rousseff quer melhorar sua relação com a Igreja Católica e com o segmento evangélico. Deve ser vista nesse contexto a viagem a Roma para encontro com Papa Francisco e participar da cerimônia de nomeação de dom Orani Tempesta como cardeal. Ao longo do ano, presidente também deverá se encontrar com lideranças evangélicas no Brasil. No comentário, feito para o “Jornal da CBN”, tem análise de vitória do ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil)  sobre o colega Guido Mantega (Fazenda).

Comentários
7
  1. Antonio Barbosa disse:

    Gostei da reportagem, muito legal. Vamos aos fatos. Ontem assisti um programa que foi veiculado na History Channel sobre as cruzadas e parece que nada mudou de lá para cá. Em nome de “Deus”, do dinheiro e do poder se faz qualquer negócio, mesmo que seja contra suas crenças pessoais. Quando se mistura política de Estado que necessita ser laico com interesses políticos religiosos, isto pode tornar-se um mistura química explosiva, porque de um lado temos o radicalismo religioso e do outro o liberalismo anárquico. Quanto as metas do PIB e inflacionárias não ainda se preocupar agora, porque este ano tudo será maquiado por causa das eleições. Agora, em 2015, “se segura José”, porque o “bicho vai pegar”. E não importa que vai ganhar as eleições, os ajustes terão necessariamente de serem feitos, rotas corrigidas e um arrocho muito forte será dado ao brasileiro como prêmio pela sua escolha, seja ela qual for. Portanto meus caros, não façam dívidas este ano que sejam transferidas para o ano que vem; não gastem sem necessidade e poupem o máximo que puderem, porque 2015 será o ano do “Salve-se quem puder”.

  2. A Dilma nunca vai conquistar a hierarquia neoliberal e conservadora da Igreja, afinal o candidato dessas autoridades, incluindo o Marcelo Rossie os evangélicos, é sempre o do PSDB. O que a Dilma e todos os brasileiros queremos é ética na campanha. Exatamente o que faltou na eleição passada, graças a Deus a mentira não prosperou, mas foi a única coisa “grandiosa” que o Serra e seus alidados, incluindo cristãos católicos e não-católicos, apoiados pela velha mídia,apresentaram. Queremos uma eleição debatida em alto nível, circunscrita no âmbito da ética, e sustentada com argumentos bem fundamentados.

    Tenório.

  3. gesiel disse:

    Acho que os partidos não deveriam dar muita importancia para o voto de evangelicos, ao ponto de fazer planos para conquistar votos especificos deles; porque TODOS OS EVANGELICOS JUNTOS, representam apenas 0,4% dos votos enquanto que os católicos representam cerca de 26%.

  4. Roberto disse:

    Com certeza dentro de igrejas a Dilma vai conseguir muitos votos, afinal esses pastores mercenários vendem Deus com muita facilidade…..

  5. Edna disse:

    Caro Gesiel, na última eleição para presidente a candidata Marina Silva conseguiu 19.636.335 votos, o que balançou a eleição e fomos para 2º turno, mas não foram apenas evangélicos, foram os cristãos que o fizeram, acho bom mesmo a Dilma não vir para o nosso lado que a gente junta todo mundo para tirá-la, não aguentamos mais a prepotência do PT, não aguentamos ser governados por este partido que acha que sabe governar e está completamente perdido e trabalhando apenas pelo seu interesse, cuidado pessoas, senão daqui uns dias teremos o mesmo problema que nossa querida Venezuela, Cuba e por aí vai… acorda gente, o lance tá ficando sério!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-11-22 12:40:31