aki

cadastre-se aqui
aki
Política
06-09-2013, 23h41

Dilma reduz espaço para oposição lucrar na crise

3

A presidente Dilma Rousseff usou o pronunciamento de 7 de Setembro para continuar a dar respostas aos manifestantes que foram às ruas em junho e julho. Fez um movimento preventivo em relação aos protestos marcados para amanhã. E também tenta evitar que a oposição consiga se beneficiar do sentimento que cobra mudanças.

Dilma reduz o espaço para que a oposição lucre com a crise. Ela afirmou que “a população tem todo o direito de se indignar com o que existe de errado e cobrar mudanças”. Na mesma fala em que aceitou ser pressionada, ela relembrou os cinco pactos prometidos: saúde, educação, mobilidade urbana, reforma política e estabilidade econômica.

Ou seja, é como dizer: “Podem me criticar, mas estou dando respostas a vocês. Não precisam procurar outra pessoa. Sou solução, não sou problema”.

Na economia, Dilma fez defesa enfática do rumo que seguiu, usando alguns argumentos que podem ser contestados. O bom resultado do segundo trimestre não dará o tom do ano. Inexiste um espetáculo do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto).

A presidente disse que a inflação deveria seguir dentro da meta pelo 10º ano consecutivo. Mas é uma taxa alta, rodando o topo da meta. Ela bateu na imprensa e na oposição, quando falou que o país não deveria “aceitar capa de pessimismo”. Enfim, vendeu seu peixe, numa tentativa de recuperar a credibilidade da política econômica.

Um capítulo à parte, importante, foi a defesa direta do “Mais Médicos”, que é um bom programa. Dilma foi hábil ao não brigar com os médicos brasileiros, que perderam a batalha na opinião pública quando tiveram uma reação corporativa, preconceituosa e xenófoba em relação aos estrangeiros. Fez certo ao não tripudiar.

A presidente prometeu que o “Mais Médicos” produzirá “resultados rápidos e efetivos” para os mais pobres que estão sem atendimento. Precisará entregar a mercadoria. E encontrou uma frase de efeito feliz ao resumir o programa: “Não é contra médicos nacionais, é a favor da saúde”.

 

Comentários
3
  1. sérgio disse:

    Simples assim, enquanto isso no QG da oposição, nada…

  2. Leide Melo disse:

    Gente que mora num apartamento no Itanhanga não acredita mesmo em crise. Saia da Globo e venha pra vida real , Senhor Fulano de Tal.

  3. MARIA DO CARMO GONÇALVES disse:

    A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ESTA É FORTE CAPAZ DE GIRENCIA UM GRANDE PAÍS O BRASIL. TENHO IMENSO ORGULHO DE SER BRASILEIRA E TER UMA DILMA ROUSSEFF PRESIDENTA.ELA ESTA NO CAMINHO CERTO O POVO BRSILEIRO ESTA MOVIDO DE ESTABILIDADE EMPREGO, HOJE Ñ PODEMOS RECLAMAR OS PESSIMISTAS INSISTE EM QUERER MOSTRAR SEMPRE O LADO NEGATIVO E NUNCA O POSITIVO. TEMOS ERROS E A CERTOS COMO QUALQUER PAÍS QUE SE PREZER Ñ SOMOS DIFERENTES. SOMOS DIFERERNTES PORQUE VIVEMOS NUM BRASIL DEMOCRATICOS.QUEREM SUJAR A IMAGEM DA NOSSA PRESIDENTA A PRIMEIRA MULHER A PRESIDIR O BRASIL.TEMOS QUE TER ORGULHO UMA SENHORA PRESIDENTA DE PUNHOS FORTE E INTELIGENTE EDURA NA QUEDA.VIVA O BRASIL ,SALVE DILMA ROUSSEFF 7 DE SETEMBRO .ORDEM E PROGRESSO.BRASIL O VERDE QUE TE QUERO VERDE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-07-13 23:24:13