aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
04-02-2015, 9h17

Dilma vai repetir estratégia Levy na Petrobras

12

Postado por: Daniela Martins

Ao acertar um roteiro de saída da presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, o Palácio do Planalto pretende repetir a estratégia que levou Joaquim Levy ao Ministério da Fazenda. A intenção da presidente Dilma Rousseff é surpreender positivamente o mercado com um nome e medidas que possam tentar resgatar a credibilidade da empresa de modo mais eficiente e rápido.

Além da substituição de Graça Foster, haverá a troca de toda a diretoria atual e também do Conselho de Administração. A ideia é começar do zero com uma gestão que não tenha ligação com os fatos investigados na Lava Jato nem com as decisões estratégicas da empresa tomadas pela atual direção.

É como se fosse dado um início a uma nova Petrobras. Isso é importante para a tentativa de ajudar a empresa a se recuperar de uma forma mais efetiva e célere. O caixa da empresa já vem melhorando, porque o preço do petróleo caiu no mercado internacional enquanto o custo dos combustíveis no Brasil aumentou.

Graça Foster já cancelou alguns projetos que seriam maus negócios e prometeu fazer enxugamentos na empresa, para dar à companhia uma dimensão adequada às suas tarefas. É uma medida acertada que teria efeito positivo feita por Graça ou por outra direção.

A recuperação de caixa e o choque de realidade na Petrobras terão capacidade de produzir efeitos positivos de maneira rápida com um novo time no comando da empresa e no Conselho. A Petrobras é a maior empresa do Brasil. Entrou num círculo vicioso, que combinava as acusações de corrupção com eventuais erros administrativos.

A decisão de Dilma veio tarde, mas é correta. Ela busca isolar a contaminação que a empresa sofre com a Lava Jato e permitir que uma nova Petrobras saia mais rapidamente da crise econômica, financeira e de gestão em que se encontra.

Dilma resistia a demitir Graça Foster porque tem confiança na honestidade e na capacidade da presidente da empresa. Foster cumpria uma tarefa de dar credibilidade à Petrobras, simbolizando uma gestão que afastou diretores hoje acusados de corrupção, mas também funcionava como uma linha de defesa da própria presidente Dilma.

Ruiu o raciocínio de que a presença de Graça Foster na empresa protegia a presidente. Foster deixou de ser esse escudo. Desgastou-se nos últimos meses e mais fortemente na semana passada, com o movimento para lançar no balanço da empresa uma perda contábil de R$ 88 bilhões.

Na visão do Palácio do Planalto, ficou parecendo que o valor se referia à corrupção na empresa, o que atingiu negativamente o governo e a Petrobras. Dilma também tem discordância sobre o número, já que os auditores que chegaram a esse valor não quiseram endossá-lo oficialmente. Ela acha isso estranho.

Foster teria virado uma fonte de desgaste para a Petrobras e para o governo. Daí, ter sido acertado um prazo até o fim do mês para sua saída. Mas a troca pode acontecer antes, desde que Graça Foster publique o balanço de 2014 e Dilma encontre os nomes para a nova cúpula da empresa.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
12
  1. Valdir de Santis disse:

    Entendo que a presidente Dilma deveria mudar não só a diretoria da Petrobrás (Holding), também como a diretoria da Petrobrás Distribuidora (BR).

  2. siciliano disse:

    Agora que a Dilma descobriu que a Graça Foster e no mínimo incompetente. so faltava ela convidar o Roger Agneli para presidir a Petrobras ai e assinar o atestado de incompetência, porque foi ela que demitiu esse ilustre executivo da Vale, alegando que este não era afinado com o governo. tem que ser afinado com o governo, para acontecer o que aconteceu com a Petrobras.

  3. Edy disse:

    A maior empresa do Brasil, a Petrobras, superará mais esse desafio e continuará sendo o que sempre foi (orgulho para o Brasil). Porque independentemente dos erros de alguns lá do alto escalação, a grande maioria dos empregados da Petrobras é composta de pessoas extremamente competentes e de muito conhecimento técnico, que vêm inovando em tecnologia e superando recordes de produção sempre (como divulgado em Dezembro). E os acionistas sabem disso.
    Agora cabe ao governo fazer as escolhas certas e os culpados serem punidos de acordo com a lei, para que a empresa fique mais forte do que quando essa crise começou.

  4. Walter disse:

    Segurança, saúde, educação, transporte,que são obrigações constitucionais de governo jogado as traças, em um salve-se quem puder, e a Presidente pelo que se deduz focada em debelar incêndio diário na Petrobras, como se governar fosse administrar a empresa.
    Renuncie ao mandato pelo bem do povo brasileiro, quem sabe assim elegeríamos alguém com coragem de prevatisar esse monstrengo.

  5. Joaquim disse:

    Ela não era presidente do conselho da Petrobras?????
    Também não era ministra das minas e energias??????
    Que tal começar com a demissão dela própria????

    • Para que isto acontecesse precisava que fosse uma estadista nas suas atitudes,mas e claro que nas diversas funções a Dilma segue diretamente a Petrobras de muito próximo.A Graça tinha obrigação moral e profissional de dar a informação dos R$88bilhoes pois e um fato relavante obrigado a ser informado aos acionistas e existe uma legislação de mercado de capitais no Brasil.Como e possível termos uma situação fiscal tao grave no Brasil e o sr. Guido Mantega continuar no conselho de administração da empresa????

  6. José Carlos Damaceno disse:

    É PRECISO TER COERÊNCIA QUANDO SE FAZ CRITICA, VEJO ALGUNS QUE SÃO CONTRA O QUE DEFENDIAM A POUCO TEMPO, A PETROBRAS NÃO É O CONGRESSO CHEIO DE VÍCIOS PORTANTO É PRECISO CRITICAR QUANDO ESTÁ ERRADO MAS TER COERÊNCIA PARA NO MINIMO ACEITAR QUANDO ESTIVER CERTO.

  7. antonio barbosa disse:

    Quem se habilita a pegar o dragão pela cauda? Só mesmo um louco varrido vai querer entrar nesta massa falida. Há sérias suspeitas de que escalões subalternos estejam envolvidos até o pescoço no esquema de corrupção e portanto como fazer? Demitir todos? O fato é que tardiamente e por motivos óbvios Dilma deixou Graça Foster para limpar os rastros dela própria. Agora, julgando que tudo está “limpo” para ela e Lula, então vai trocar a madrinha da quadrilha. O padrinho Gabriele diz que não sabia de nada, Lula nem fala, Dilma só se esconde e tem gente que ainda acredita em história da carochinha. Há muita água para rolar por debaixo da ponte e dou um conselho: “Não fique em cima da ponte, porque de tanta “água” você pode ser tragado pela enchente da corrupção”. Pobre Brasil.

  8. raf disse:

    Sr. Privatizar a PETROBRAS e o caminho que pode levar o BRASIL para um nivel superior e finalmente
    entrarmos para o promeiro MUNDO.O exemplo esta ai com a EMBRAER dando show de competencia.

  9. Aparecido disse:

    Não precisa ser nenhum “expert” para saber que Empresa não é casa da Mae Joana.Se dirigida com Competencia qualquer empresa gerará Lucro.O que não pode é transformar uma Empresa em coisa de “Partido Politico” seja qual for.O PSDB tb fez M .Não é melhor que o PT.Estes ladroes devem ser presos e pagarem com $$ o que roubaram.Quero ver quando que o BNDES tb será alvo de Auditoria,pq duvido que lá não tenha maracutaia.

  10. Manoel Gonçalves disse:

    A vida do governo federal não está fácil: – Crise hídrica e de Energia, baixa na arrecadação, saldo negativo nas exportações e na balança comercial e o infernal astral ainda continua com o desgaste da operação lava jato. Somente o uso de remédios indutores do sono para fazer com que a equipe do governo possa conseguir dormir em paz.

  11. ze sergio disse:

    De um lado um bando de imbecis que não conseguem administrar estre patrimônio incrível. Do outro lado, uns tantos que querem se desfazer da maior mina de dinheiro que este país possui. Milhares de empregos, geração de energia, de tecnologia, o orçamento maior que muitos países do mundo. O Brasil se explica. A miséria e falta de perspectivas é algo dentro das cabeças dos brasileiros. Pobre país ignorante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 16:46:12