aki

cadastre-se aqui
aki
Política
01-10-2019, 8h58

É censura subprocurador-geral pedir apreensão de livro de Janot

Solicitação foi feita ao Conselho Nacional do Ministério Público
4

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

É censura o pedido do subprocurador-geral da República Moacir Guimarães Morais Filho para que sejam apreendidos todos os exemplares do livro de Rodrigo Janot chamado “Nada Menos Que Tudo”. O subprocurador pediu essa providência ao CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público).

Pedir que um livro não circule antes de ser publicado ou o recolhimento de obra já nas livrarias são formas de censura. Numa democracia, isso não pode ser admitido. É um erro do subprocurador-geral da República, que argumentou que Janot incitou o ódio e chegou a “atos preparatórios” que ultrapassariam “mera cogitação” de crime.

Esses argumentos são controversos. No máximo, Janot esteve na antessala de um crime. A maioria dos penalistas avalia que o ex-procurador-geral não cometeu delito.

Detalhe: o livro já circula nas redes sociais. Lula o leu no fim de semana e pedirá providências ao STF com base na obra.

Ouça o comentário no início do áudio abaixo:

Comentários
4
  1. Mariza disse:

    O pedido pode ser feito e não caracteriza censura. A censura ocorre se o pedido é aceito.

    • walter nobre disse:

      Kennedy ,tem muita censura, a pedido do próprio supremo, com fez recentemente com um jornal; não há constituição que aguente, quando membros do supremo, decidem ter poder de polícia…precisamos que os poderes se unam, como única saída, acabando com decisões estupidas e na calada da noite; esta chegando a hora, na apelação do funcionalismo como um todo, por aumento este ano; veremos se este presidente vai conceder, não pode afrouxar para alguns, falta recursos para tudo…

  2. ANDRE disse:

    Sim é um pedido de censura, que tenta evitar danos a imagem do MPF.

  3. Amilcar Neves disse:

    É inaceitável falar em censura ou proibição do livro. Se alguém se sentir ofendido com o conteúdo da obra que abra o devido processo judicial. Censura jamais!

Deixe uma resposta para walter nobre Cancel reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-10-23 05:38:02