aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Economia
29-01-2015, 9h09

É exagerada sugestão de Sergio Moro ao STJ

91

Kennedy Alencar
SÃO PAULO

Seria um erro suspender todos os contratos com o poder público que foram feitos pelas empreiteiras acusadas de corrupção na Operação Lava Jato. A sugestão do juiz federal Sérgio Moro ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) afetaria o emprego e a economia, punindo o país e não apenas as companhias.

As empresas acusadas, executivos e proprietários precisam ser responsabilizados com rigor para inibir a corrupção. No entanto, as empresas não podem sofrer punições sem limites. Não fará justiça nem fará bem ao país acabar com essas empresas.

Se há um lado sombrio, o da corrupção, existe um lado saudável: são companhias de capital nacional que geram muitos empregos e que são importantes para tocar grandes obras no país. É exagerada a sugestão do juiz federal Sérgio Moro de que todos os contratos feitos com a Petrobras e com o poder público pelas empreiteiras acusadas de corrupção na Lava Jato sejam suspensos.

Cabe à Justiça, ao Ministério Público e à Polícia Federal apontar quais contratos, projetos e decisões são fruto da corrupção. A acusação tem de ser específica. E deve ser feita uma avaliação objetiva. É necessária a suspensão de algum contrato? Ou há um caminho que passe por manter o contrato com uma punição financeira à empresa, com multa e redução do valor do serviço e também com as punições específicas a quem cometeu crimes específicos. Cadeia para quem merece cadeia.

No entanto, cada autoridade tem de cumprir o seu papel levando em conta as suas responsabilidades. A do juiz é apurar e julgar o que foi feito de errado a partir de dados da investigação. Suspender todos os contratos me parece um erro. É uma sugestão que produziria uma terra arrasada na economia, com efeitos sobre o emprego e a economia que poderiam significar uma punição não só às empresas, mas ao país.

*

Youssef não é personagem secundário 

É frágil argumento da defesa de Alberto Youssef de que a corrupção na Petrobras partiu dos políticos e da então diretoria da empresa, como se o doleiro fosse um personagem secundário, o que ele não é.

Devido à má imagem dos políticos, é sempre mais cômodo retratá-los como a Geni, da genial música do Chico Buarque. É mais fácil jogar pedras nos políticos e em funcionários públicos corruptos.

Mas a corrupção como um todo é algo mais complexo de modo geral. O que aconteceu na Petrobras não foge à regra. Personagens como Alberto Youssef, que já havia feito uma delação premiada antes, fora condenado e que voltou a cometer crimes, têm papel de destaque nos escândalos.

São vendedores de facilidades. São a graxa para fazer funcionar as engrenagens da corrupção. O Marcos Valério no mensalão tinha função parecida. Surgiu para resolver problemas.Youssef é um corruptor de políticos e de funcionários públicos, porque vende seus serviços criminosos. Lavar o dinheiro sujo não é algo que deva ser minimizado, ainda mais para um reincidente.

As empresas que formaram um cartel também têm papel de destaque no escândalo como um todo. Quando elas argumentam que sofreram achaque, estão repetindo mais ou menos o que disse Youssef. Seriam personagens menores, vítimas de corruptos gananciosos.

A defesa de Youssef é frágil porque ela joga luz apenas sobre o papel dos corruptos e ameniza a ação dos corruptores. A Operação da Lava Jato tem o mérito de ter aprofundado como nunca antes neste país o papel dos corruptores. Por isso, argumentos como o da defesa de Youssef devem ser recusados e combatidos.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
91
  1. Carlos Fonseca disse:

    Tudo que o juiz Moro esta fazendo é legal e sem erros. Os dirigentes das empresas fizeram um cartel, não para beneficiá-los mas sim para beneficiar suas empresas e através delas serem beneficiados. Correto o juiz Moro. Punir os dirigentes e as empresas beneficiadas é o justo e correto. Parabéns ao esse juiz que não se dobra ao jogo dos advogados.

    • Ronaldo disse:

      Sou cristão, logo adoro a inocência de pessoas com mentalidade igual a sua me fazem adorar meu país, pois, demonstram tamanha inocência que me asseguram que todos por aqui irão para o céu judaico cristão. Se o entendi, não só assassinos que praticam latrocínio, devem ser julgados por seus atos e sim todos os seus familiares, afinal os caras roubam e matam para levar dinheiro para sua família e através de tal atitude se beneficiar. A sua ideia de justiça e principalmente seu profundo conhecimento de legislação e teoria do Direito me asseguram que o dia em que os “coxinhas” voltarem a mandar neste país, seremos todos muito felizes e prósperos como éramos até aquele dirigente sindical inculto chegar ao poder.

      • luiz carlos disse:

        Realmente voce tem razão, ate o Lula assumir a presidência tudo era lindo, divino e maravilhoso, não havia corrupção, todos os políticos erma honestos, não havia inflação, não havia crimes, não havia ladrão, não havia prostitutas, não havia pobreza e etc… Tudo começou com o Lula. Não sei porque o Lula ganhou a eleição? Seu lugar ja esta assegurado no céu…

        • Abraão disse:

          É típico de brasileiros mesquinhos como você justificar o erro de uns com o erro de outros. Corrupção sempre houve, o que não significa que os corruptos de agora devem ser absolvidos por que antes já existiam corruptos. São pensamentos como os seus que mandam o país para o buraco. Como já está.

          • Wildner Arcanjo disse:

            Se você não entendeu o sarcacismo dos comentários (muito bem colocados por sinal) vou explicar com uma só palavra (pode procurar o significado dela no dicionário): HIPOCRISIA.

        • nadia disse:

          com certeza pro céu ele não. vai

      • Carlos Peçanha disse:

        Interessante o q vc postou Ronaldo, é a primeira vez que vejo alguém comentar sobre as famílias dos ladrões de dinheiro público. Quanto à culpa ou possível cumplicidade, fico imaginando um assalariado, funcionário da Petrobrás, chegar em casa com milhões de dólares em malas de viagem, ter dinheiro na Suiça, gastar como se fosse o Eike Batista antes da falência e ninguém da família questionar de onde está saindo o dinheiro, onde estão os valores morais e éticos? Como pode vc dar de presente um apartamento de 4 quartos em Ipanema para o seu filho e ele saber que vc é assalariado, como arranjou o dinheiro? É a falência da família e todos os seus valores, a família brasileira está podre, talvez por causa das novelaS, mas talvez seja o DNA mesmo.

    • Elizabete Gomes disse:

      Tudo que ele está fazendo é legal do ponto de vista da Veja, Globo e oposição…isso sim

      • Jonas disse:

        O juiz Moro segue o que manda a Lei. Empresas e seus dirigentes bem como membros do governo que receberam dinheiro sujo para suas campanhas ou para seus bolsos ou de seus familiares e apaniguados tem que ser punidos na forma da Lei. Cada caso é um caso. Os demais contratos dessas empresas com o governo podem não ter sido “falcatruados” como foram esses todos da Petrobrás. Portanto não se justifica a sugestão do juiz. Apenas isso. Não venha você com essa conversa petista de PIG e mídia que é uma tremenda bobagem. Já está provado que esse partido político bem como seus aliados são muito mais quadrilhas do que qualquer outra coisa. Isso é fato.

        • luiz carlos disse:

          Realmente ele segue a lei. Aos inimigo o teto da lei, aso amigos o piso da lei. Queria ver ele fazer o que fez se o governo fosse do PSDB. Ja tinham destituído ele. O PADB vai usa-lo e depois descarta-lo, como fizeram com o Barbosa………

          • Jonas disse:

            Sempre partidarizando tudo. Que lástima sua assertiva. Desqualificando o juiz como fizeram com o Joaquim Barbosa. Concordo com o post, ou você não leu?? Como todo bom petista vc está mais preocupado em livrar a cara dos corruptos porque, nesse caso, são todos do PT e sua base aliada. Lei é lei e vale pra todos, independente de legendas políticas.

          • Joao Bastos disse:

            O Dr. Joaquim Barbosa infelizmente fraquejou, so faltou vomitar nos colegas; É nojento aguentar tanta gente despreparada para estar no STJ, é sobrinho de um, cunhado de outro e assim vai. Tem um que prestou varios concursos e não passou, mas foi agraciado com um carguinho por ter defendido o colega no mensalão. Vai se tratar e se informar rapaz.

        • adhemar disse:

          que vc tem a dizer do trensalão tucano aqui em s paulo não houve corrupção,faça seu comentario baseado no texto do kenned sobre a opnião dele ref ao juiz,pois esse papo de criticar os outros e balela

          • Jonas disse:

            Leia o comentário. Concordei com o post. “Cada caso é um caso. Os demais contratos dessas empresas com o governo podem não ter sido “falcatruados” como foram esses todos da Petrobrás. Portanto não se justifica a sugestão do juiz”. Quando o Kennedy fizer um post sobre o trensalão tucano, darei minha opinião. Conversa de petista é irritante. Partidarizam tudo. Sempre justificando suas falcatruas pelas falcatruas alheias. Lamentável.

      • Joaquim disse:

        Cara Elizabete, quem sancionou a lei anti-corrupção foi a sua “presidenta”. Porém acredito que ela achava que era a usar contra os outros, não contra os aliados. Que pena, não!!!!

    • erico disse:

      Correto, se as empresas não forem punidas, os executivos continuarão a incentivar ou fazer vista grossa para atos ilícitos. As empresas devem ser punidas sim, para que executivos nao incentivem ou façam vista grossa para a corrupção.

    • walter.nobre disse:

      CARO, QUEREM PEGAR O JUIZ NA CURVA,ELE ESTA CERTO, ELE PROPÔS O QUE SE ESPERA DELE…INTERROMPER TODOS OS CONTRATOS, ATÉ A APURAÇÃO, ESTABELECER MULTAS, E BLOQUEAR ESTAS EMPRESAS, EM CONCORRÊNCIAS PÚBLICAS; POREM, TODOS SABEM, SERIA UMA CATÁSTROFE PARA O PAÍS; ELES APOSTAM NA IMPUNIDADE, E ISSO NÃO PODE ACONTECER; ESTAS EMPREITEIRAS, SEGUEM OS VÍCIOS!!!
      PARA EVITAR O CAOS, AS OBRAS DEVEM SEGUIR, SEM ADITIVOS NOVOS DE CONTRATO, FISCALIZAÇÃO RIGOROSA, PARA QUE CUMPRA OS PRAZOS COM QUALIDADE; BLOQUEAR SEUS DIRETORES, E ACEITAR AS DELAÇÕES PREMIADAS, DA PARTE DELES.
      DESTA FORMA, SURGIRAM NOVAS EVIDENCIAS DE DESVIOS; PODE FACILITAR, A RECUPERAÇÃO DOS DESVIOS; ENFIM, O JUIZ SERGIO MORO, ESTA LIDANDO COM COBRAS, DE TODOS OS LADOS; TODOS ESTÃO DE OLHO NELE; QUEREM DESQUALIFICA-LO; SE O LAVA A JATO, CAIR NO SUPREMO, VIRÁ CINZAS…

      • luiz carlos disse:

        Mas ele tem prova que esse outros contratos tem falcatrua? Ele ate hoje não conseguiu provar nada. Se não fosse a delação do Paulo, ele não teria nada. Seria apenas um disse me disse, e nada aconteceria. Investigação dele mesmo não tem nada. Como no mensalão, se os acordos tivessem sido acertados com o Jefferson, voce acha que teria mensalão?

    • Gilmar Correia disse:

      Do ponto de vista de leigos que se informam na veja e na Rede Globo, tudo que o Juiz está fazendo é correto. E do ponto de vista jurídico? Pare de falar besteira meu amigo e de opinião naquilo que vc. domina.

    • clauio disse:

      Tá na cara que o intuito é arrebentar com o Brasil. Esse sr é chegado ao psdb e não está nem ai se o Brasil se ferre e os brasileiros também. E tem gente aqui que fica tecendo loas a esse sr, que , como bem disse você, está extrapolando suas atribuições.

      • Abraão disse:

        O Brasil já está arrebentado, só você que ainda não. Quanto ao juíz, ele, com certeza, analisou todo o caso para poder formar essa opinião. Contratos só podem continuar vigentes se não causam prejuízo ao erário. O emprego dos trabalhadores é uma coisa, o fato da corrupção é outra e esta tem que ser apurada. Raciocine melhor.

    • JOANILSON BARBOSA DOS SANTOS disse:

      Sr. Carlos Fonseca, o senhor e o juiz Sérgio são um perigo para a nação. São pessoas autoritárias e o juiz age com abuso de poder. Estamos em um Estado Democrático e de Direito, portanto, a autoridade desse juiz tem limites.
      Qual o interesse dele em fechar as empresas, por acaso ele ou o senhor vai gerar os empregos e recolher os impostos que estas empresas recolhem?
      Cadê os corruptos? Algum deles está preso?
      Este país está vivendo um período perigoso e tanto a Democracia como o Estado de Direito estão correndo perigo na mão deste “Desgoverno” e deste “juiz”, “promotor” e “autoridades policiais” que estão atuando neste caso.
      O Estado pode muito bem apurar fatos e delitos sem a publicidade que se tem feito neste e em outros casos de repercussão. Essas “autoridades” têm o Poder do Estado e não precisam do Poder da mídia. Amanhã não se prova a maioria destes fatos, quem indenizará essas empresas? Quem restituirá o empregado dos trabalhadores desempregados? Por acaso será este “juiz” autoritário e que gosta da mídia, ou o senhor ou a mídia sensacionalista deste país? Tenho certeza absoluta que nenhuma dessas pessoas.
      Não defendo a ilicitude do particular, muito menos o abuso de autoridade e ilicitude cometida pelo Estado em nome de suposta moralidade.
      Todas as ditaduras são inconcebíveis, mas, a pior delas é a do Judiciário.
      Onde querem chegar?
      O artigo 36, inciso III, da Lei Complementar nº. 35/79 – Lei Orgânica da Magistratura Nacional – LOMAN, determina que “é vedado ao magistrado: manifestar, por qualquer meio de comunicação, opinião sobre processo pendente de julgamento, seu ou de outrem, ou juízo depreciativo sobre despachos, votos ou sentenças, de órgãos judiciais, ressalvada a crítica nos autos e em obras técnicas ou no exercício do magistrado”.
      Portanto, esse magistrado não deveria estar na mídia se manifestando sobre esse ou qualquer outro processo.
      Cuidado com o pedido de excesso de punição e mais cuidado ainda com o abuso de poder do Estado que é pior que os crimes cometidos pelos particulares.
      Por outro lado, a mídia e os repórteres deveriam ter mais cuidado em suas opiniões.

  2. Ricardo disse:

    Tem toda razão. A investigação deve ser aprofundada e não genérica. Contratos comprovadamente fraudados devem ter punição. As empresas são enormes e empregam muita gente, sendo muito importantes para o país. As pessoas não tem noção do tamanho dessas empresas. Os empregados não devem pagar com seus empregos pelos erros dos empregadores, estes últimos sim, devem ser punidos. Quanto ao doleiro e demais corruptores, estão se fazendo de vítimas. É muito fácil falar, ora, fui obrigado a corromper senão perdia o serviço. Esses caras tinhas centenas de milhões de dólares de lucro e não são nada inocentes. Estão no mercado há dezenas de anos fazendo isso. Praticam corrupção não só nas obras da Petrobras, mas em todos os setores em que participam, inclusive em obras dos estados e até internacionais.

  3. Jean disse:

    Caro Kennedy,

    Penso que não se trata de exagero.

    Eu, e muitos daqui do Rio, estamos perplexos com esse caso da Petrobras, e certamente o Juiz está aplicando a Lei. Não é novidade. Tudo está na Lei.

    O problema é que aplicar a Lei neste país, especialmente aquelas que visam combater a corrupção contra pessoas e empresas abastadas é algo “profano”; avesso ao fim social.

    Chegou a hora de todos os homens e mulheres de bem direcionar o futuro do país. Afinal, o que seremos? Que futuro haverá se continuarmos cometendo os mesmos erros de séculos atrás?

    Não há como emudecer. Não é admissível. Não pode haver tolerância a essa situação.

    Nós, brasileiros, estamos cansados. E pode apostar que essa indignação já está saindo de casa.

  4. alvaro luis disse:

    Concordo plenamente. Não existiria político corrupto, nem funcionário corrupto sem os corruptores. É tão óbvio que só não vê quem não quer. Minha dúvida é quando vai ter caça aos corruptos e corruptores sem bandeiras partidárias. Verei isso um dia? Deixará a imprensa que isto aconteça? Ficam as perguntas. Prisão aos corruptos e corruptores (TODOS) ! ! ! !

  5. F_ZZ disse:

    Acho também que seria um preço alto que o Pais iria pagar com tal medida. Os órgãos Municiais, Estaduais e Federais tem contratos com varias exigências principalmente de Micro Empresas, somos punidos por tudo e temos que arcar com qualquer erro que cometemos na hora da licitação. Como se trata de grandes empresas e grandes contratos para ROUBAR O CIDADÃO BRASILEIRO QUE NO FINAL DAS CONTAS PAGA PELO ERRO DE TODOS, não sei dizer neste momento se ele esta equivocado, tem que punir com multas de 03 ou 04 vezes o valor ROUBADO, AI TEREMOS EXEMPLO, mas tem muita gente GRANDE COM CULPA NO CARTÓRIO, final disso tudo para os políticos vão pagar uma multa simbólica. E O POVO ASSUMI TODO ÔNUS DO ROUBO. VIVA BRASIL

  6. siciliano disse:

    estou vendo que o responsável pela crise do Brasil vai ser o juiz.kkkkkk

  7. Ronaldo disse:

    Quando se está no time do “quanto pior, melhor”, medidas extremas são plenamente aceitáveis. Quem sabe se o intuito não é exatamente parar o país, no nível do “vai que cola”, afinal o desempenho pífio e equivocado do atual governo deixa o terreno preparado para os oportunistas de plantão e seus aliados. Não acredito que pessoas em sã consciência acreditem que vender a cama resolva o adultério, apenas, quem visa objetivos diferentes dos aparentes pode acreditar que metralhadora giratória ganha guerra.

  8. João Lira disse:

    Em um país onde José Antonio Dias Toffoli – que nunca passou em concurso para juiz, tendo sido reprovado duas vezes consecutivas para juiz de primeira instância em São Paulo – é ministro do STF, cargo que constitucionalmente exige “renomado saber jurídico”, e onde se cogitou o nome de José Eduardo Cardozo para o mesmo cargo, e que está muito longe de ser um bom ministro da Justiça, além de se desconhecer as credenciais de “renomado saber jurídico” dele para receber tal indicação, eu entendo como uma acertada escolha o juiz Sérgio Moro ser indicado para o STJ, não somente pelo excepcional trabalho dele em tentar se levar a julgamento os responsáveis pela pilhagem na Petrobras, mas porque, demonstradamente, possui bagagem jurídica para aquela função no tribunal superior. Tomara que o juiz Sérgio Moro vá mesmo para o STJ, e no futuro breve para o STF.

    • Cícero disse:

      Dou-lhe razão, entretanto, acrescento a opinião de que o judiciário só irá funcionar a contento quando os membros dos tribunais superiores e desembargadores dos demais tribunais deixarem de ser nomeados por presidentes e governadores, atingindo esses postos através da meritocracia. Também, uma reforma na legislação que permite infindos recursos aos transgressores, que conseguem recorrer até das decisões do supremo, que, não por acaso, tem seus ministros nomeados pelo presidente. Será que eles tem coragem de morder a mão que os afaga?

  9. Ricardo Neme Nasralla disse:

    O STJ deve querer sugestões desse tipo. Para “bailar” em cima dela. Demonstrar que sem eles, os membros do STJ, o País estaria nas mãos de incompetentes e radicais, que proferem sentenças sem avaliar as consequências para o resto do povo, mas apenas como demonstração de poder. Sou idoso, QI alto, pode crer, NUNCA VI tanta gente “perdendo as estribeiras” como atualmente. A incapacidade bateu nas portas de muitos órgãos públicos.

  10. Marcos Deglinone disse:

    Pura ingenuidade, pau que nasce torto não endereita, o juiz está certo. Funcionários podem migrar para outras empresas.

  11. Antônio Norberto disse:

    O Juiz esta correto, as empreiteiras tem que ser proibidas de ter qualquer contrato com órgãos públicos e ninguém vai ficar desempregado, pois, outras empreiteiras terão que assumir as obras e para isso terão que contratar é chegado a hora do Brasil dizer um basta a tanta bandalheira.

  12. nelson dalles disse:

    Discordo de você Kennedy.O juiz tem todas as informações, ele ouviu os acusados, examinou os documentos, essas empresas existem apenas no nome, objetivamente, (para reduzir custos), eles “empresários”, já constituíram outras que efetivamente executam todo o serviço, essas empresas devem sim desaparecer com nome e tudo, é um erro imaginar que vai haver desemprego. Essas “empresas/galera” estão ai, “mamando”, há quanto tempo.

  13. ZENON FERREIRA DOS SANTOS disse:

    Todos são farinha do mesmo saco. más a verdade é que as empresas fornecedoras aos governos em geral, se não der propina não consegue trabalhar.

    • Chico disse:

      Seu argumento é mais fraco que caldo de batata.

      Se ninguém pagar propina, se não houver corruptores, não haverá nenhuma corrupção e todos vão trabalhar normalmente.

      Então sugerimos a todos os empresários e homens de bem desse país trabalharem honestamente ? !

      Então, vamos ver o q acontece. Então o sr me dirá isso é UTOPIA ? !

  14. Auzelio Alves disse:

    Kennedy, seu comentário é pertinente pois a Lei deve ser aplicada sim, porém punindo quem necessariamente cometeu o delito. Essas empresas envolvidas nos desmandos da lava-jato detêm uma fatia de 14% da mão de obra brasileira e no entanto quem cometeu crime que pague e não todos os trabalhadores da empresa. No caso da Petrobrás com 86 mil empregados onde meia duzia cometeram os desmandos e o ônus cai em toda força de trabalho isso é um erro grosseiro. Cadeia e demissão para os mal feitores e emprego e respeito para quem honra o salário que ganha com o seu suor.

  15. Elizabete Gomes disse:

    Esse louco desse juiz não vai parar enquanto destruir o país. Já não chega ficar sem água, ainda quer destruir o resto???

  16. Getúlio Matias disse:

    As construtoras envolvidas tem que ficar impedidas para sempre de participar em licitações publicas em geral pelo resto da vida, e sem essa de BRASIL vai parar sem elas. Com cert. não para, é só contratar e dar espaço as CONSTRUTORAS de outros PAÍSES para fazerem obras aqui no BRASIL. Vamos acabar com este reinado de ROUBALHEIRAS E LADROAGEM destas CONSTRUTORAS BRASILEIRAS que durante décadas roubam o povo brasileiro.

    VAMOS CONTRATAR CONSTRUTORAS DE OUTROS PAÍSES PARA GRANDES OBRAS BRASILEIRAS, ASSIM NÁO SEREMOS ROUBADOS.

  17. André Csota disse:

    Parar as empreiras é o mesmo de para o Brasil, Isso vai de um simples banco de praça as hidreleticas que tanto precisamos, é uma ideai isana me condenar sem eu ter nada a ver com o pato. Obs.: Sou bancário, mais na economia tudo é um elo.

  18. José Luiz disse:

    Só haverá transparência quando as empresas trabalharem honestamente para conseguirem os seus contratos. Aquelas que não agiram assim, devem ser defenestrada do rol de empresas prestadoras de serviços para o poder público, ou seja, em última instancia, nós o povo e contribuintes. Agora querer inocentar as empresas só em nome dos “bons” serviços prestados à nação, é atestado de burrice.

  19. Pedro Henrique disse:

    Concordo com o juiz, tem que penalizar e muito essas empreiteiras, se elas quebrarem outras vão entrar no lugar delas e absorver os empregos gerados nessas obras, e outra, seria o ideal abrir o mercado para empresas do exterior, assim forçando cada vez mais os preços para baixo quando o governo for fazer suas licitações para grandes obras, e também, sem esquecer de penalizar e forte os políticos, esses sim o grande câncer da corrupção em nosso país.

  20. Anafilófio disse:

    Pare de fazer política, por favor. Existe uma Lei Anticorrupção, sancionada pela presidente, tem implicações internacionais, faz parte de acordos anticorrupção entre países, ora, cumpra-se a lei ou mude-se a lei. Se a lei prevê punição às empresas e seus dirigentes, que sejam punidos, ou outro país o fará, e ficará com o dinheiro das multas e da corrupção, o nosso dinheiro. Dois conselhos: aprendam que leis devem ser cumpridas e que acordos internacionais devem ser honrados. Aprendam também que política é uma coisa e arcabouço legal é outra. Pressionem o congresso para que mudem as leis ou aprendam a conviver com elas, fora das cavernas. Aliás, aprendam as leis, é dever dos cidadãos. Cumprir as leis é a melhor forma de ajudar a Petrobras e o Brasil.

  21. vitor metto disse:

    Impressionante como é míope a visão política da sociedade brasileira.
    Nos sentimos representados por qualquer um. Não temos poder de discernimento.
    No julgamento do mensalão escolhemos Barbosa como o herói e ninguém foi capaz de questionar suas atitudes (por mais que houvesse teses contra).
    Agora o juiz (que diga-se de passagem está fazendo um ótimo trabalho) propõe um absurdo desse, e a população, míope, mais uma vez se sente plenamente representada.
    Para o ABC não desempregar alguns milhares nas montadoras, a gente aceita redução de IPI e outros mimos que só aumentam os lucros de estrangeiros.
    Para manter o emprego de trabalhadores honestos, vítimas de empresários gananciosos e corruptos, não! Tem que desfazer contratos! São todos farinha do mesmo saco!

    Tudo por causa da motivação política. Ainda se acredita que a corrupção é partidária… Sociedade medíocre.

  22. Sergio M D Neves disse:

    Meu caro Kennedy.

    Concordo em parte com o que vc diz acima.
    Realmente é um erro que beira as rais da insanidade suspender contratos sobre os quais não se tem prova alguma de irregularidade.
    Em pa´ses desenvolvidos, mesmo contratos irregulares são revistos e prosseguem. O custo de parar tudo e recomeçar é impraticável.
    Esta é aparte que concordo.
    A parte com que não concordo é mais uma vez fazermos de conta que os politicos não tem nada a ver com o fato. Eles são o motor destes desvios. O dinheiro foi desviado em princípio para financiar campanhas, e como ninguém é de ferro, já que está passando um dinheiro sem dono e já desviado pelas mãos dos operadores e dos próprios politicos eles ficam com algum.
    Os empresários não são santos, mas não podem levar a culpa toda. Ao contrário. Eles são executors e em qualquer parte do mundo o mandante no mínimo divide a responsabilidade, quando não fica com parte maior. Afinal é ele quem tem os motivos e aciona os executors, ou seja sem mandante não tem crime.
    Punir os executors e deixar os mandantes impunes é convidar que eles continuem delinquindo.
    Vão tirar estas empresas e virão outras que terão que se submeter ou ficam de for a.
    Veja por exemplo os casos da SBM da Holanda e da Siemens da Alemanha.
    São empresas de dois países sérios, e se envolveram em corrupção aqui. Só começaram a ser investigadas por que a justiça em seus países viu saída de enormes somas de dinheiro sem motive aparente e apertando recebeu a confissão de que era propina paga no Brasil.
    Avisaram nossas autoridaes, mas elas eram as beneficiárias das propinas, como iam tocar pra frente?
    E o que estamos vendo? O Procurador da República Junot que deveria estar acusando os politicos está é arranjando formas de não acusá-los. O nome disto é prevaricação, mas aí já é outra história.
    É difícil. Dilma como presidente do conselho de administração da Petrobras autorizpu a compra de Pasadena, Dilma colocou Graça Foster na Presidência da Petrobras, o dinheiro desviado está nas mãos do PT, PMDB e PP que estão no poder.
    Já vimos este filme outras vezes. Troca o sofá.
    Agora Graça está investigando os problemas na Petrobras.
    Deve estar é destruindo todas as evid~encias que pode. Ela estava lá quando tudo aconteceu. Ela e toda a diretoria deveriam ser afastados durante as investigações para dar lisura. A raposa não pode participar da apuração dos crimes no galinheiro.
    Conheço alguns punidos neste processo, entre eles eu. Perdi meu emprego.
    Sergio

  23. Itamaraty Em Chamas disse:

    Me pergunto qual o fim social das leis desse país. Afinal de contas, desejamos combater e sufocar a corrupção? Ou apenas fingir que punimos os responsáveis, com um tampinha nas mãos, e as empresas, que no final são os meios para o crime, permanecem operando e usufruindo do resultado do roubo? Empresas são associações entre pessoas, e se houve roubo, a empresa se beneficiou, e a empresa deve ser punida, enquanto empresa, ao mesmo tempo que os empresários responsáveis devem ser punidos criminalmente. Se haverá um apocalipse na economia, porque as empresas são grandes demais, oque precisa ser feito é um plano para facilitar a transição de projetos e de empregos para novas empresas, e durante a transição, intervenção do MP nas empresas para garantir a manutenção e andamento dos projetos. Agora, deixar de punir as empresas é o mesmo que fingir que o roubo não ocorreu. Talvez seja bom que uma dúzia de empreiteiras gigantes se transforme em 4 dúzias de empreiteiras grandes, fica mais difícil de formarem um novo cartel…

  24. José Carlos Damaceno disse:

    NO STJ SE JULGA COM UM COLEGIADO E ISSO É MUITO BOM DO PONTO DE VISTA DA JUSTIÇA VERDADEIRA AQUELA QUE COLOCA NA BALANÇA OS PROS E OS CONTRA POR ISSO CONCORDO PLENAMENTE COM O KENNEDY.

  25. OBSERVADOR disse:

    KENNEDY, QUALQUER SEMELHANÇA É APENAS COINCIDÊNCIA.
    VOCÊ AINDA NÃO ENTENDEU QUE O FAMOSO JEITINHO BRASILEIRO VAI TER QUE SER EXTIRPADO DESTA NAÇÃO. DOA A QUEM DOER!!! SE ABRIREM A MÃO, DAQUI A BEM POUCO TEMPO VAI VOLTAR TUDO COMO ANTES NO QUARTEL DE ABRANTES. SACOU!!!
    VAI ROLAR O DESEMPREGO EM MASSA!!! AÍ VAI CAIR A MÁSCARA DA DILMA/LULA DE DO PT.

    • Antonio Celso Alencar disse:

      Milhares vão perder seus empregos. Famílias vão ser destruídas…
      E a mascará que vai cair é a da Dilma, é?
      Você faz parte de uma legião de acéfalos criados pela mídia e que vai acabar levando o País pro buraco.
      Na sua cabeça minúscula é provável que exista a percepção que somente petistas vão perder seus empregos…

  26. Aparecido disse:

    No Brasil tem 2 tipos de ladroes.Os ladroezinhos ,aqueles pobres e sem uma Banca de Advogados pra defender e nem Pelegos do PT e outros que tem tudo isto e mais alguma coisa.Ladrão é Ladrão.Seja Empreiteiros,Politicos,Advogados etc.A lei é que não é cega.Por isso esta baboseira.Tem é que tomar todo dinheiro que roubaram e fim de papo.Mas abe qdo isto vai acontecer.Nunca.Pq aqui a Justiça tem seu preço.E eles pagam ou melhor eles roubam e pagam com dinheiro roubado.

  27. TELMO VIEIRA BARROS DA SILVA disse:

    Aprecio seus comentários, porém neste caso especifico, penso que o Juiz Federal está tratando as Construtoras , como uma quadrilha de criminosos que se juntaram para para roubar a Petrobras, e com isso lesar a milhares de inocentes acionistas. A situação é gravíssima, e entendo sua preocupação com o lado social da questão ,mas , cada vez mais temos que desencorajar o crime, o Pais precisa compreender de forma contundente que o crime não compensa. O Meritissimo tem a Lei nas mãos e a responsabilidade de ponderar o que é melhor para o Pais e para o Cidadão. Haja vista o Dr. Joaquim Barbosa que se esmerou em punir os envolvidos com o Mensalão, e como chegou a ser criticado por alguns. A Lei não é dura, nem mole, é simplesmente a Lei, para ser cumprida. Parabens Dr. Sergio Moro

  28. José Maria Pimenta disse:

    Concordo com seu parecer. Se o juiz Moro conduzir a Lava a jato com o radicalismo expresso em seus comentários, sofre o risco de ser atropelado pelos fatos e pela história. Corre o risco também de perder muitos dos ganhos da operação lava a jato para o Brasil.

  29. pedro oliveira disse:

    Nossa Elisabete Gomes, como você tem pensamentos e atitudes parecidas com as do PT. Já está até tentando desconstruir a imagem do juiz.

  30. Esmael Leite da Silva disse:

    O Crime Perfeito

    O objetivo desta operação se apontam diversos, o manto da nova lei anti corrupção (LEI Nº 12.846, DE 1º DE AGOSTO DE 2013. ), foi perfeito para que se perseguissem outros resultados indiretos, um deles foi o de quê houvesse um impacto nos resultados da eleições gerais de forma que o atual governo tivesse reduzida participação nas câmaras, nas majoritárias estaduais e derrota na Presidência,no resultado geral houve diminuição da participação do PT na Câmara Federal, mas ampliação da base de apoio, resultado positivo para as forças conservadoras, porém a oposição perdeu muito mais, em especial o PSDB, O DEM e o PPS, que tiveram sua participação no Congresso reduzida, o único partido de oposição que ganhou foi o PSB e esta de malas prontas para aderir ao novo mandato e abandonar a oposição.
    A pratica de ilegalidades durante o processo investigatória, acusações sem provas lícitas,, indiciamentos equivocados, escutas ilegais e excessivas, arbitrariedades deliberadamente efetuadas, tem um único objetivo, livrar os os suspeitos de cumprir suas penas. É uma pratica comum quando envolvem grandes interesses, para isto precisa-se de tempo, os advogados de defesas observam cada um destes fatos e desenvolvem sua tese de defesa, amparados na lei, demonstram a ilegalidade dos atos, destroem cada prova e por consequência cada acusação ou a sua totalidade, se o juiz de primeira instância não reconhece a defesa, os de colegiado certamente farão, o mesmo que se deu com a Operação Satihagraha e a Operação castelo de Areia acontecerá com a Lava a Jato, sob pena de instabilidade jurídica, mais que coincidência é um padrão. Se fizer um cotejamento entre as operações mencionadas, a única que teve presos foi a do mensalão, mesmo assim baseado na Teoria do Domínio do Fato e escamoteamento de provas que beneficiariam os réus, e ainda livraram a cara do Daniel Dantas, pelo motivos já mencionados.
    Apurados os resultados é necessário reduzir as perdas e as percas, as do Nilo sobreviverão (peixes enormes), já tilápias (percas de rio), serão assadas e servidas à opinião pública.
    Ao que parece, o crime se consuma no judiciário.

  31. tiago disse:

    Quer dizer que se eu tenho uma empresa com 10 funcionários, pode punir e quebrar a empresa que ninguém vai dar a mínima, agora como são “grandes” empresas então tem que “cuidar”. Justiça é justiça para todos, sem distinção! Uma empresa que comete ato ilícito, deve pagar.

  32. Pedro Ribeiro disse:

    Cara Elisabete, respeito sua opinião, mas vc não acha que os partidos (PT, PP, PMDB, PCdoB e por aí vai) que estão tentando quebrar as grandes empresas (Vale, Correios, Petrobrás, CEF e por aí vai) está do lado dos trabalhadores???

  33. Palhares disse:

    Não existem empresas, existem pessoas, o papo da Dilma é uma grande falácia, ela está na verdade tentando proteger os acionistas das empreiteiras, na sua maioria famlias ricas e tradicionais brasileiras, que sempre roubaram do país com obras superfaturadas e licitações de araque. Estes grupos são grandes doadores dos politicos, então é hora de romper este ciclo perverso, verdadeira chantagem que estas empresas ( familias) fazem: se não nos contratarem ou país para então paguem tudo o que queremos, aceitamos no máximo que alguns dos nossos diretores, bem pagos para tanto, sejam condenados.
    Há no mundo varias empreiteiras capazes de fazerem as obras que precisamos, basta enfrentar o carte nacional e contrata-las.

  34. Antonio Adalmir Fernandes disse:

    Em princípio, nem o competente blogueiro nem a maioria dos ilustres comentaristas têm condições de meter o malho no juiz incumbido da Operação Lava-Jato ou de aplaudir, nesse particular, a sua sugestão, exatamente pela ausência do conhecimento sobre os fatos apurados, que certamente são graves e prejudiciais aos interesses nacionais, que o magistrado deve ter levado em consideração para, à luz da legislação de regência, promover as sugestões recomendadas para as situações levantadas. Parece muito temeroso se lançar opinião, em especial por parte do catedrático parecerista, que jamais deveria suscitar tema para discussão sem os elementos que o embasam, como forma de se puder julgar o caso com a devida responsabilidade. É evidente que o trabalho do juiz paranaense tem sido acima das expectativas, em termo do que a sociedade avaliar a Justiça brasileira, e não é justo que se faça juízo sobre o trabalho, no caso específico, de se considerar exagerada a sugestão que ele faz ao Superior Tribunal Federal, ante, repito, sem se saber exatamente as razões e os elementos que serviram de apoio jurídico. Em termos de racionalidade administrativa, com espeque na legislação aplicável à espécie, seria crível que os contratos suspeitos de irregularidades graves sejam realmente suspensos, porém, sob os apelos de supremacia do interesse público, os ajustes irregulares podem ter continuidade, em caráter excepcional, desde que as impropriedades apuradas sejam devidamente corrigidas, inclusive com a aplicação das penalidades cabíveis. O que não se pode é se constatar irregularidade em contrato e apenas deixar de sugerir as devidas correções, para não prejudicar as relações de emprego ou algo de somenos importância. Convém que o trabalho paranaense seja valorizado e aplaudido, principalmente por sua demonstração de competência, coragem e brasilidade. Acorda, Brasil!

    • JOANILSON BARBOSA DOS SANTOS disse:

      Antônio Adamir, temos sim, porque esse juiz também está afrontando a lei, uma vez que a ele é vedado se manifestar, por qualquer meio de comunicação, opinião sobre processo pendente de julgamento, seu ou de outrem (art. 36, III, da LOMAN).
      Por outro lado, o art. 35, I, da mesma Lei, determina que é dever do magistrado cumprir e fazer cumprir, com independência, serenidade e exatidão, as disposições legais e atos de ofício.
      Esse juiz não está agindo com independência, nem serenidade e exatidão as disposições legais, haja vista que está agindo com abuso de poder, com a conivência de alguns magistrados dos tribunais.
      Qual é a intenção desse juiz em fechar as maiores empresas deste país? Gostaria de saber o que há por traz dessas decisões. Qual a moral tem um delator que já se beneficiou anteriormente do mesmo artifício? Cadê os políticos e partidos políticos, reais beneficiários dessa corrupção nojenta?
      No processo do mensalão, todos os políticos já estão em liberdade ou quase para alcançá-la, enquanto teve um banco fechado, muitos desempregados e a dona do banco condenada a 40 anos de prisão, enquanto os mentores e verdadeiros beneficiários estão todos livres. Fizeram até arrecadação via internet para pagarem as multas a que foram condenados.
      Lembre-se a pior ditadura é a do Poder Judiciário.
      Hoje juntaram-se os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para abusarem do povo brasileiro, isso tudo, com a conivência da mídia.
      Pensem nisso.

  35. antonio barbosa disse:

    Primeira parte: Sim, é exagero punir uma empresa que é uma pessoa jurídica e que vai penalizar todos seus funcionários criando um caos social. É como se seu irmão roubasse e você fosse para cadeia por ser irmão do criminoso. Isto acredito é muito fácil de defender.
    Segunda parte: Alberto Youssef é um criminoso sim, mas não é nem mais, nem menos do que os políticos covardes que o contrataram e entraram no “bolão” de roubalheira da Petrobras. Alias este é um dos erros do mensalão. Os políticos estão em casa e o caraca vai amargar mais uns 20 anos de cana. Por que, se todos são ladrões do erário público? Agora há um outro agravante que passa impunemente nas leis brasileiras, que diga-se de passagem foram feitas para beneficiar os bandidos de qualquer espécie, que são as transferências de bens para terceiros, seja familiares ou amigos. Ora meu caro, quer dizer que se eu roubar um banco e usar o dinheiro para comprar um imóvel e depois transferi-lo para terceiro ninguém pode fazer nada? É brincadeira. E isto é muito fácil de se levantar, basta querer. A receita, a polícia ou quem de direito investigar todos que são envolvidos com o criminoso e saber o que existe no nome deles; chamá-los e fazê-los provar de onde veio o dinheiro para aquisição do bem, seja ele qual for. Infelizmente no Brasil o crime compensa.

  36. Leonardo disse:

    A conduta do Juiz Sérgio Moro é irrepreensível. Pena não termos tantos juízes e políticos com a mesma coragem pra enfrentar essa máquina de corrupção e falcatruas chamada PT. O mínimo que se poderia esperar nesse caso, caso o Brasil fosse um país sério, seria punição extremamente severa para todos os envolvidos: políticos, funcionários publicos, lobistas, empreiteiros e também para as empresas. Acho que o jornalista ainda não se deu conta do imenso esquema de corrupção e da incompetência implantados pelo PT e seus aliados no país.

    • Antonio Celso Alencar disse:

      O engraçado é que você escreve sabendo que não é verdade.
      Estes esquemas existem a muito mais tempo do que você imagina.
      Durante o governo FHC Paulo Roberto Costa era o todo poderoso diretor da área de gás da Petrobrás…Mas, naquela época ele era honesto, não é mesmo?
      Tolo.

  37. Arthur A. Marioni disse:

    Prezado Kennedy, compreendo seu posicionamento, mas discordo radicalmente. As empresas foram utilizadas para enriquecer ilicitamente os empresários e os políticos. Os contratos têm que ser imediatamente suspensos e as empresas “quebrarem” em seguida, de acordo com a legislação que só é cumprida pelos cidadãos comuns. Concordo com o Juiz Sérgio Moro. Só assim as leis vão ser respeitadas no nosso País. Engana-se quanto ao Brasil parar e o desemprego em massa, existem empresas sérias e empresários honestos que estão aguardando a oportunidade para cresceram de maneira idônea, e o BNDS poderia respaldá-las economicamente, como fez nas privatizações com os grandes grupos econômicos. Ademais, o Exército Brasileiro poderia ajudar na fiscalização, via órgãos técnicos, e dar o suporte necessário, defendendo o patrimônio brasileiro. Temos que ter coragem de cortar a carne necrosada e iniciar uma nova era contra a corrupção que assola o Brasil!

  38. Couto disse:

    É incompreensível como um juiz não analisa cada variável de um problema tão sério como este, antes de tomar sua decisão. A posição de um juiz é muito delicada; cada passo deve ser analisado. As implicações sociais e econômicas seriam, realmente, muito grande. Acho que tudo deve ser investigado e os implicados punidos. Mas com a certeza de não causar um prejuízo maior.

  39. Antonio Ferreira disse:

    Exagerado é guera civil, onde as mortes não são exageradas simplesmente acontecem, tenho certeza que o país segura muito bem toda ação para acabar não conter a corrupção mas acabar com ela e os próximos corruptos que vierem tenham medo, podem tentarem mas saberão o que vai acontecer tolerância zero.

  40. José Francisco Santos Silva disse:

    Basta aplicar a lei e declará-las inidôneas para contratar com a Administração Pública.

  41. gesiel disse:

    NO futebol tem um ditado que diz que “”juiz bom é aquele que não é notado no decorrer do jogo””. O juiz Sergio Moro TEM APARECIDO DEMAIS e de forma NEGATIVA. Primeiro DEIXOU VAZAR TRECHOS DO DEPOIMENTO DO DELATOR, que “””PROPORCIONOU SE CRIAR E DAR CREDIBILIDADE A BOATOS DE SUPOSTOS DEPOIMENTO, COMO SE FOSSEM VERDADE”””. -Se vai FALAR OU DEIXAR VAZAR DEPOIMENTO TEM QUE ABRIR PRA TUDO, pois a nossa grande midia conservadora, NÃO TEM UMA HISTORIA DE HONESTIDADE E IMPARCIALIDADE NA DIVULGAÇÃO DE NOTICIAS. Na semana passada por exemplo, ficou se sabendo que HOUVE UM ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NO PORTO DE PARANAGUA NO PARANÁ, onde o dinheiro foi usado na CAMPANHA DE EX GOVERNADOR Jaime Lerner do DEMO. CLARO QUE UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE ESSE CASO, NÃO APARECERAM TANTO NA GRANDE MIDIA, mas, E aí o juiz Sergio Moro ou algum colega dele, vai investigar isso também ou não?

  42. NO BRASIL É BOM DEMAIS. VOCÊ ROUBA MILHÕES, SE FOR PEGO, PASSA ALGUNS MESES NO PRESÍDIO E FICA RICO.

  43. Joao Bastos disse:

    Meu caro Kennedy e leitores – Nosso país precisa de uma GRANDE SACUDIDA para tomar vergonha na cara e parar de fazer de conta que não vi nada, não ouvi nada, vamos apurar tudo doa a quem doer não importa quem seja, estamos chegando ao ponto de aceitar de tudo dessa gente inescrupulosa de ir a televisão e dizer em alto e bom som, que não tolera corrupção e está rodeados de uma porção deles. Precisamos limpar essa gente toda do congresso nacional do judiciário e principalmente do executivo. Absurdamente estamos vivenciando um bando de marginais saquearem a PETROBRAS e estamos aguardando investigações e mais investigações, ou seja estamos dando tempo para destruirem provas de suas ilicitudes. O Mais nojento e assistir propaganda intsitucional da PETROBRAS tentando enganar o povão de novo.
    Espero, que nas investigações que já estão em andamento embrionário sobre CAIXA ECONOMICA, BANCO DO BRASIL, ELETROBRAS E PRINCIPALMENTE O BNDES não demore tanto, pois ja estou ouvindo falar que o PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA, vai acabar matando a CEF e que o BNDES vai pagar caro os financiamentos para transposição do Rio S. Francisco e o financiamento a JBS (Free boi), aliás não existe outra carne no Brasil só Free Boi.
    Ou seja, ou tomamos vergonha e reagimos, ou vamos esperar a reação das forças armadas, que alias estão sendo sucateada, será de proposito?

  44. Targino Silva disse:

    Punir o empresario é uma coisa, punir os empregados, punir o Brasil é outra coisa. Esse juiz esta com muita sede “justiça” e não mede as consequencias. Tem como tirar o cidadão do controle da empresa? Deve haver uma forma de legal de afasta-lo a bem da ordem economica. Obriga-lo a vender a empresa como se faz com Banco.

  45. joão mario disse:

    O juiz tem a função de julgar e aplicar a legislação, portanto, “PAU NA MOLEIRA DOS CORRUPTOS E CORRUPTORES”. Tem que passar o Brasil a limpo.

  46. Douglas Fernandes disse:

    Acho que tem que acabar neste país esta mania de passar a mão na cabeça de criminosos que fazem muito mais mal ao país que bem. Corrupção e um câncer…. Empresas assim deveria ser proibida de ter qualquer negócio com órgãos públicos… Tem que ser repudiado estas condutas que afeta todos Brasileiros. Devolução total do dinheiro além de multas e proibição de pelo menos 10 anos de participar de licitações… Quero ver se isto não muda.

  47. NUMA DEMOCRACIA NÃO PODE HAVER "DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS"! disse:

    “As empresas acusadas, executivos e proprietários precisam ser responsabilizados com rigor para inibir a corrupção. No entanto, as empresas não podem sofrer punições sem limites. Não fará justiça nem fará bem ao país acabar com essas empresas”.

    Tenha dó, Kennedy, com todo meu respeito!
    É preciso punir a todos, inclusive as empresas, sim!
    Fechá-las, não, mas se elas diminuírem seu “potencial” por motivos óbvios (pagamentos de multas, devolução de dinheiro fruto de superfaturamento etc), nada estará sendo feito a mais do que “justiça”!
    Não será exatamente por roubalheiras do tipo que vêm fazendo há anos em conluio com maus governantes, maus políticos, que as colocaram nas posições privilegiadas que hoje ocupam?
    Com certeza, se diminuírem seus potenciais, se forem restringidos seus privilégios, se pagarem financeiramente por suas roubalheiras, poderá haver demissões, retração em suas atividades – o que, por outro lado, abrirá portas para concorrentes que talvez nunca chegariam a ser concorrentes delas, exatamente por trabalharem de forma correta e sem corrupção.
    É um erro gravíssimo agir de forma injusta sob pretextos baseados em critérios que justifiquem o “dois pesos e duas medidas”.
    A lei é para todos.
    Se o chefe do Mensalão não tivesse sido blindado quando estourou o Mensalão, sob o pretexto principal de que o impeachment afetaria seriamente a imagem do país, provavelmente não estivéssemos hoje vivendo o vilipêndio total, com a Petrobras no centro.

  48. Wildner Arcanjo de Morais disse:

    Pergunta Keneddy: Você acha que um Juiz não ponderou tudo isso quando “sugeriu” essa panaceia as avessas? Ou será o Juiz assim tão “descuidado”, ou “inocente”, ou ainda mais “leigo”?
    Não precisa nem dizer que as intenções dele não são somente (se é que é somente) fazer Justiça.
    Afinal de contas, só se toca fogo na casa para se livrar dos ratos aqueles que não moram nela.

  49. Tímon disse:

    Este juiz Sérgio MoUro é o grande responsável por tudo que está acontecendo de ruim no Brasil: uma grande injustiça contra Lula e Dilma e contra o governo do povo, rs.

  50. marcus leite disse:

    Manter as empresas é manter o esquema!!!! simples assim. Lembro ao kennedy que estamos no Brasil, onde tudo se pode, tudo se faz, nada se paga…. tá não hora de mudar, não? E, mais ainda, empregos podem e serão criados com novas empresas, sérias, de empresários que queiram enriquecer trabalhando e não roubando

  51. Mario Moraes disse:

    Jamais suspender contratos, pois, já foram pagos com valores superfaturados.
    As empresas além de terminarem as obras/contratos/serviços, deveriam ser obrigadas a restituir ao povo brasileiro os valores recebidos a mais.
    Quanto aos corruptos, corruptores, adoradores do suborno e simpatizantes da criminalidade generalizada, desejo os rigores de um sistema penal/criminal/judicial verdadeiro.
    Chega de enganação e mentira!
    Cordialmente.

  52. omar disse:

    falando em direitos trabalhistas, qual o peso sobre os custos da multa sobre o FGTS, qual o beneficio que tem o trabalhador, que grande parte das vazes devolve o valor ao patrão em acordos para burlar a lei.

  53. JOSE CARLOS disse:

    Acho que se levarem a serio esta coisa de investigar contratos públicos, não paralisa somente a Petrobrás, mas sim o pais inteiro.

  54. Maria Cristina disse:

    Sinceramente, estranhei a abordagem, a começar pelo título. O Juiz Sérgio Moro tem sido irrepreensível em sua atuação e sem espetacularizá-la. Sozinho na condução de um intrincado processo, vejo-o como exemplo para muitos que lhe são superiores e que não tiveram a mesma hombridade, em semelhantes condições. É muito cômodo não ter os autos em mãos, nem o compromisso do juramento, nem a formação jurídica de magistrado, para criticar decisões. Felizmente, o Juiz Federal Sérgio Moro é concursado como Magistrado,não deve favores a ninguém e pode exercer com independência o seu mister de aplicar o Direito. Depois da roubalheira que tomou conta do País nos últimos anos, juntamente com a falta de escrúpulo com relação ao patrimônio público, no período, já é hora de o Judiciário dar compostura e contornos realmente legais aos nossos patrimônios moral, material e jurídico e, não, apenas fazer de conta.

  55. Marcelo disse:

    O engraçado de tudo isso, é que em São Paulo houve algo MUITO PARECIDO no caso das licitações das obras do metrô e a JUSTIÇA não tem o mesmo rigor que está tendo no caso da Petrobrás. Parece que a ISONOMIA na Justiça Brasileira não existe.

  56. Diego Arcanjo disse:

    Acho que o juiz Sérgio Moro foi feliz em seu pedido de suspensão dos contratos de todas as empresas envolvidas no “petrolão”, pois garante certa lisura e transparência para investigações das mesmas em outras áreas do serviço público, além de evitar possíveis desvios de recursos.
    Quanto ao provável prejuízo que essa medida terá no crescimento do país, não vejo tanta influência assim. Claro que a demissão de funcionários é uma consequência perversa da corrupção instalada nas empresas envolvidas no esquema, mas devemos nos lembrar que a situação econômica do país, neste ano de 2015, já não era uma das melhores bem antes da Lava Jato, com agências de indústrias e comércio prevendo decrescimento do nosso PIB, agravado pela crise hídrica e energética pelas quais estamos passando.

  57. RUDNEY RICHARD disse:

    PODE SIM SUSPENDER TODOS OS CONTRATOS E DENTRO DA LEI DE LICITAÇÕES CONVOCAR OUTRAS EMPRESAS EM ATO EMERGENCIAL E ESCOLHER A MELHOR PROPOSTA ATE O FIM DO NOVO PROCESSO LICITATÓRIO. NEM QUE PARE O PAÍS A CORRUPÇÃO TEM QUE PARAR.O POVO BRASILEIRO AGUENTA…JÁ SOBREVIVEU EM SITUAÇÕES PIORES. E LOGO EM SEGUIDA MUDA A LEI PENAL E COLOCA COMO CRIME CAPITAL A CORRUPÇÃO COMO SE FAZ NA CHINA…este país como monte de gente é ignorante.

  58. Velton Dagmar disse:

    Tenho lamentado muito, como petista, a utilização por parte dos dirigentes do PT das benesses desses esquemas viciados dos velhos sistemas políticos criados, de matizes da época da ditadura militar, governos: sarney, color(embrião),Itamar, FHC(aperfeiçoados)pela elite política brasileira, com utilização mais hegemônicas através da mídia nativa dominante. Não por isso, deixarei de defender os governos Lula e Dilma, que de longe foram os melhores para os pobres esquecidos deste país.Voltando ao paraná, de lá vem todos esses malfeitos dos esquemas, lembram, Banestado, lava jato e outras mais, e por ironia do destino investigações da polícia federal em casos de crimes de tráfico e lavagem de dinheiro descobriu-se o vergonhoso instrumento de roubo do dinheiro da nação e conduzida pelo juiz da vara federal do mesmo estado.Diante de tudo isso, digo que politicamente o juiz Sergio Moro, deu uma grande mancada, que lhe tirou todo o brilho de sua condução, ao deixar vazar a delação do Youssef, ponto. Agora, pedir a suspenção, cancelamento, sei lá dos contratos das empresas, sem ao menos ver a parte boa que devem seguir normamalmente, fica no ar uma coisa, querem lançar a desordem para com isso tentar derrubar o governo eleito democraticamente pelo povo brasileiro.

  59. J K disse:

    Nossa !! Pessoal !! E a paolinha de calcinha, hein, gente ? Vocês viram.? Hummm ! mal posso esperar as 10 da noite chegar…. Tô sozinho nessa ? Mais alguém comigo ? Não precisa ser no blog, não. Pergunta aí do seu lado e me diz. O que é mais importante pro brasileiro , no geral ? A paolla ou lavajato ? Hein ? Claro que ironizo , mas creio e lamento estar perto da verdade.

    Esse país se transformou num imenso site de fofocas, onde celebridades ganham prêmios em física, mas é nas acadêmicas de ginástica. Daí pros governantes fazerem o que querem sem serem notados, basta quererem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-25 04:54:49