aki

cadastre-se aqui
aki
Geral
11-02-2014, 9h22

É preciso defender a civilização

15

Comentário no “Jornal da CBN” diz que organizadores de protestos devem ter maior responsabilidade ao organizar atos. Legislação de pânico, como crime de terrorismo, não é o caminho. O Brasil tem lei, que deve ser aplicada. É preciso defender a civilização e combater a violência, não importa de quem ela parta.

Comentários
15
  1. Fernando disse:

    Kennedy, esse é o ponto. Você pode educar um cão mas, apesar dele se tornar educado, não deixará de ser um cão. Fala-se muito em educação no Brasil, professores assumiram a pecha de educadores, mas não o são! Quem educa é a família! Valores, noção do certo e do errado, respeito… Não adiantará investir todo o PIB brasileiro no ensino público, pois falta civilidade ao povo! É preciso civilizar nosso povo, para depois pensarmos em educação! Pode botar uns cem anos nisso… Infelizmente.

    • E.Silva disse:

      Concordo com o seu comentário, e aliás deveriam voltar aos currículos das escolas, as notas de comportamento, e as disciplinas de educação moral e cívica e humanidades.
      Depois que os modernistas baniram a “disciplina” nas escolas, a coisa descambou para o incontrolável.

  2. Leonardo disse:

    “É preciso defender a civilização” = é preciso defender a sociedade burguesa.

  3. ivan disse:

    Enquanto a corrupção,a incapacidade politica,e falta de vontade,a falta de leis rigorosas e imorslidade existir na politica,sera mtt dificil,atenuar a violencia das ruas.

  4. É preciso fortalecer as instituições para julgamentos justos das nossas mazelas. A nossa classe média que hoje pode ir à Europa e fica comparando o incomparável sem, muitas vezes, levar em conta que em muitas, mas muitas vezes, seu tratamento
    a violência estabelecida foi muito pior que nós. Existem dois ” Brasis” um que se desenvolve e outro que não consegue espaço, daí …. é o que vemos. É preciso aplacar a demonização e o ódio principalmente aos mais pobres. Vejam as postagens nas redes sobre o Programa Bolsa família.

  5. FRANCISCO disse:

    O problema não e do pobre, e sim de educação como dito, precisamos criar limites dentro duma sociedade que se diz social, tem que dar nomes aos bois, pois estes participantes deste episodio com certsa não estao ali por precos menores de passagens.

  6. Eraldo Barros Ananias disse:

    É preciso que as pessoas das classes mais favorecidas abram mão da ganância, diminuam o luxo e procurem dividir a riqueza do país com mais generosidade, do contrário nada vai impedir a revolta dos que vivem com tão poucos recursos. O resto é conversa fiada e desculpas para manter privilégios e a boa vida de poucos em detrimento da grande maioria da população.

  7. Eraldo Barros Ananias disse:

    Onde está meu comentário?

  8. ANIBAL DOS SANTOS FILHO disse:

    Lei? Sabemos que temos! Só não sabemos, porquê não é aplicada?

  9. Adilson disse:

    Investindo do jeito que investimos em Educação, impossível! Outro dia observei um comentário do ex-presidente, onde ele dizia que sobre o STF fazer política com suas decisões. É lamentável que nem um cumprimento de Leis é dado como certo no país, nem mesmo na última instância, pois sempre existe um viés “político” agregando uma depreciação a quem quer cumprir Leis. Com esse cenário caótico onde quem morre passa a ser culpado, estamos abandonados e relegados apenas a pagar impostos.

  10. fernando rocha disse:

    Vejo algumas pessoas acima dizendo, e com razão, que seria necessário voltarem disciplinas como educação moral e cívica. Eu concordo, tenho 44 anos, vivi uma época chamada de “ditadura militar” onde alem dessa matéria citada, tbm tinhamos uma máteria chamada estudos sociais. O problema é que isso lembra o regime militar, regime esse que toda essa escória que temos hoje no poder tem pãnico só de ouvir dizer, porem trocamos a ditadura militar pela ditadura podre dessa gente que criou essa democracia mentirosa no Brasil, uma democracia que mais pareçe anarquia, uma democracia raul seixista, “faz o que tu queres pois é tudo da lei , da lei” essa mesma gente que ajudou a criar o crime organizado nas cadeias brasileiras, essa gente que em 29 anos não conseguiu fazer o pais deixar de ser subdesenvolvido e de 3º mundo, essa gente que criou uma constituição falha, cheia de brechas que permitem todo tipo de falcatruas, enfim a escória que substituiu os militares conseguiu ser pior que eles em quase todos os aspectos. Não acho que os militares devessem voltar, mas do jeito que está não pode ficar.
    OBS: se alguem souber de algum dos 5 presidentes militares que o Brasil teve que tenha morrido rico, me avise, pois até onde sei, todos morreram quase pobres, vivendo apenas com o soldo de general de exército.

  11. Nilva Sader disse:

    Existe ao menos um caso em que a imprensa conclamou a população a agir violentamente. Ricardo Boechat gravou um vídeo que foi parar nas redes,incitando a população a quebrar tudo, a arranhar carro de autoridades, além de ter escolhido a Marselhesa para paródia, onde conclamava a população a dar “porrada na cambada” A ruim coincidência é que a vítima foi um cinegrafista da Band, onde ele trabalha e irresponsavelmente faz discurso incitando o ódio na população.

    • Lilian Gambarini disse:

      Estou assustada, desiludida, confusa…pois até cheguei a “entender” o porquê de tanta violência, e percebi, perplexa, que, se as autoridades de tão corruptas nada fazem, fazer justiça com as próprias mãos, seria o caminho. Não era meu “eu” que estava pensando, mas o instinto animal de acabar com os bandidos, quer sejam amarrados em postes ou policiais mortos do nada. Gente, estamos no nazismo? A intolerância nos faz esquecer que somos todos humanos? Homens comuns, cidadãos inseguros exigem atitudes extremas, entretanto o rancor que é disseminado só fará voltarmos aos tempos do esquadrão da morte – morre todo mundo, sem se saber quem merece. E quem merece??? Como cristãos não temos esse direito e também acredito que Direitos humanos só têm valido para marginais, assassinos, preconceituosos “justiceiros”…Como educadora também formo opiniões e jamais senti tanta violência sem controle, mas não posso, por nenhum momento, incitar vingança, execração pública. Pelo contrário, quero e vou fazer de tudo para que meus educandos creiam na humanidade. Nem tudo deve estar perdido. Temos um Deus que, com certeza, é brasileiro e olha por nós. Só Ele…que nos ensinou a amar ao próximo como a nós mesmos, se estivermos de mãos dadas com Ele, saberemos como agir. Que Ele guie nosso país, um barco à deriva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-07-07 05:40:20