aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
27-03-2015, 21h56

Economia parada dá discurso à oposição

9

Postado por: ISABELA HORTA

Como não tem mais convencido o discurso do governo de que a culpa é da crise internacional, a oposição ganha munição no debate político com o mau resultado do PIB (Produto Interno Bruto) em 2014.

A economia brasileira cresceu apenas 0,1% no ano passado. Esse dado é um retrato do fracasso da política econômica do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

O governo e a oposição já esperavam um número ruim. Não foi negativo, como o mercado aguardava, mas 0,1% de crescimento é PIB zero. Ou seja, a economia está parada. No segundo mandato, a presidente mudou a política econômica, mas haverá custos para corrigir os erros.

*

Moderado, Edinho Silva vai dialogar com imprensa

A Secom (Secretaria de Comunicação Social) da Presidência da República passará a ter uma direção mais política com a indicação de Edinho Silva, ex-tesoureiro da campanha de reeleição de Dilma em 2014. Ele substituirá o jornalista Thomas Traumann, que pediu demissão na última quarta.

O ministro da Secom tem o poder de controlar e influenciar o uso da verba de publicidade do governo. O PT cobiçava a pasta. Dilma escolheu, então, um petista moderado, que deverá investir no diálogo com a imprensa.

A presidente voltou a seguir um modelo usado no primeiro mandato de Lula, quando o petista Luiz Gushiken, que morreu em 2013, exerceu esse papel. A fórmula também foi utilizada no segundo mandato do então presidente Fernando Henrique Cardoso. Na época, um tucano que tinha ajudado a arrecadar recursos para a sua campanha à reeleição em 1998 também comandou a Secom: Andrea Matarazzo, hoje vereador em São Paulo.

Outro ministro indicado nesta sexta foi o filósofo Renato Janine Ribeiro na pasta da Educação. Ele é professor de Ética e Filosofia Política da USP (Universidade de São Paulo). Acadêmico respeitado, o desafio de Ribeiro será a gestão de uma das pastas mais importantes do governo.

Dilma também deverá convidar o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) para comandar o Ministério do Turismo. Mas ela ainda precisa articular com Renan Calheiros (PMDB-AL) o destino de Vinícius Lage, atual chefe da pasta e afilhado político do presidente do Senado.

Confira o comentário:

Comentários
9
  1. César disse:

    Nunca foi tão fácil ser oposição neste país. Este governo se autodestrói, a cada índice econômico, a cada balanço financeiro, a cada gráfico de desempenho, a piora fica mais evidente. E olha que eu nem citei, o cambio, o desemprego, o déficit na balança comercial, entre outros tantos problemas da desastrosa administração da Presidente Dilma Rousseff. A oposição deixou de ser protagonista para ser coadjuvante na briga com o Governo federal, papel que passou a ser desempenhado pela base do governo, o PMDB e até mesmo pelo partido da Presidente o PT. Os ataques diários tem vindo de todos os lados e vem impedindo todas as tentativas de se ter uma agenda positiva por parte do Palácio do Planalto. O Deputado Eduardo Cunha se afasta cada vez mais do governo e demonstrou isto se encontrando com a Senadora Marta Suplicy e com o Governador de São Paulo Geraldo Alckmin, evidenciando toda a sua insatisfação com a Presidente Dilma Rousseff. Isto indica quantas dificuldades o governo terá para aprovar qualquer coisa no Congresso Nacional, daqui por diante. A oposição passou a ser o menor dos problemas dela!

  2. César disse:

    Com a indicação do Professor de Ética e Filosofia Política da USP Renato Janine Ribeiro para o cargo de Ministro da Educação a Presidente Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores podem aproveitar a proximidade, para ter algumas aulas particulares sobre a matéria e estende-las ao Congresso Nacional. Ética, seria muito bem vinda!

  3. CesarS disse:

    Renato Janine é a primeira bola dentro desse governo.

  4. Martins disse:

    Segundo o Financial Times o Brasil vai sofrer muito economicamente. O Levy está apenas sendo usado pelo governo/Dilma-PT. Ele não dura mais do que um ano e meio, segundo Delfim Neto

  5. Kennedy! Bom dia. Não tem jeito não. Brasil pais carente de homens de bem. “Enquanto os bons se omitem os maus se unem”. E sempre a mesma panela esó limpara o fundo do casco como coisa que nada aconteceu. começar uma nova fervura que por certo será pios que a amterior, vãoa esquecer a panela no fogo e aí talvez nem limpeza mais tem jeito. E país da podridão. Abs

  6. levemente disse:

    Tivesse a educação sido uma prioridade tocada com seriedade, sem a demagogia que ora se revela do financiamento estudantil via estado, hoje haveria o que exibir, a despeito da estagnação do crescimento da economia. A nomeação de Renato Janine Ribeiro é notícia alvissareira. Porém, pode ter vindo tarde demais. Em época de corte de gastos, na qual sabemos que a tesoura sempre prefere podar os ramos mais frágeis, dificilmente o respeitado filósofo terá os meios necessários para empreender um trabalho de excelência que seria capaz de produzir. As circunstâncias do país são infelizes para um homem da qualidade de Renato Janine Ribeiro. Infelizmente. Que ele não vire presa de Eduardo Cunha e Renan Calheiros.

  7. Alfredo Gomes Loureiro disse:

    Mais um ministro de idoneidade contestada.

  8. vagner disse:

    “”Edinho Silva, ex-tesoureiro da campanha de reeleição de Dilma em 2014”. Ou seja , será julgado, caso indiciado pela Lava Jato no Superior ! Tudo planejado, essa corja não perde uma viagem !

  9. Marco Túlio castro disse:

    Edinho Silva moderado ?????
    Vai dialogar como ? tentando implementar o mais rapidamente possivel o controle da midia ?

    Mas a internet não vai dar! Exite um lugar chamado Russia e outro chamado Suécia e também sabemos criar robos !

    Se houver mesmo o controle da midia será guerra e o site do PT tenderá a ser muito atacado. Será o controle social para acabar com estelionato eleitoral e a maior central de difamação que já existiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-24 11:18:51