aki

cadastre-se aqui
aki
Política
30-01-2017, 21h24

Eike teve proximidade com Lula, Dilma, Aécio e Cabral

Apesar de homologação com sigilo, Planalto se preocupa com delações
4

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

São altas as chances de o empresário Eike Batista fazer uma delação premiada. Ele já deu sinais nesse sentido.

No domingo à noite, quando embarcou em Nova York rumo ao Brasil dizendo que se colocaria à disposição da Justiça para “passar a limpo” as acusações, a leitura dos investigadores foi a de que Eike estaria disposto a admitir eventuais crimes e entregar políticos.

Além de ter sido próximo do poder nos governos Lula e Dilma, ele também fez grandes negócios nas administrações de Aécio Neves em Minas Gerais e de Sérgio Cabral no Rio de Janeiro. Ou seja, Eike pode fazer revelações importantes, especialmente sobre políticos do PT, PSDB e PMDB.

*

Bomba-relógio

Apesar de a homologação das delações da Odebrecht ter preservado o sigilo, há preocupação nos bastidores da cúpula do governo com a evolução do processo.

O Palácio do Planalto achou bom a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, ter mantido o sigilo das delações. Isso dá algum tempo ao governo. Mas a avaliação no Planalto é que está avançando um processo que trará impacto negativo para integrantes do alto escalão.

A manutenção do segredo das colaborações continua a gerar incertezas políticas e econômicas e também estimula vazamentos e especulações. Será difícil manter na sombra revelações que o país inteiro quer conhecer de forma oficial. A expectativa de abalo na classe política contribuiu, por exemplo, para a queda da Bolsa nesta segunda.

*

Conhecimento amplo

 

Comentários
4
  1. walter disse:

    Não tem jeito Kennedy, imagine o que o Eike sabe…pelas inúmeras cenas com a dilma, pareciam um casal apaixonado, certamente muito se fez, um pelo outro…
    Como todo atravessador, o Eike herdou do Pai, os acessos ao planalto, como grileiro de terras, explorador de minas; tudo com a benção dos governos que lá estavam; desde as diretas já, os espertos foram se instalando; -pagando altas propinas desde então.
    Esta viagem do Eike, e seu sumiço por um determinado tempo, tinha objetivos claros de negociação; por qualquer motivo, que não esta claro, aproveitou se da informação que iam prende lo, e decidiu “escapar” temporariamente, o suficiente, para obter condições iniciais, para a delação em curso; desde o inicio, o Eike estava aguardando o desfecho…com a prisão e a impotência do Cabral, só lhe resta abrir a boca, para não morrer na praia; serão muitos delatados, e mais uma vez o lula esta na lista também…

  2. Por que será que não estou nem um pouco surpreendido de ler que estes quatro tipinhos ajudaram Eike a montar sua farsa que roubou tanta gente mundo a fora?

  3. Os "pesadelos" da ladrãozada ainda solta: Marcelo Odebrecht e Eike Batista! disse:

    Eike Batista disse que o Brasil está sendo “passado a limpo”, que daqui para a frente as coisas serão diferentes, como por exemplo, as concorrências públicas deverão ser ganhas por quem realmente for “o melhor”.
    Depois disse que a “Lava Jato” era sensacional!
    Sabe que, para não mofar na cadeia, terá que fazer uma colaboração premiada. E que para que a tal seja aceita, tem que haver “f a t o s n o v o s “!
    Quem está preso, está preso… mas o que deve ter de gente solta que não consegue nem mais dormir!
    O que deve haver de gente em vias de ter um AVC, Infarto e coisas do tipo!

  4. Corrupção... extorsão... concussão... e Viva a Lava Jato! disse:

    O que não entendi até agora é o porquê de ninguém até agora ter sido indiciado por “Extorsão”!(Que, para funcionário público, ganha o nome de Concussão).
    O que se tem observado é que muitos empresários eram “extorquidos” por governantes e (ou) políticos, pois se não pagassem as propinas não conseguiriam os contratos com o governo.
    O que tem havido é corrupção ativa(empresário) e corrupção passiva(governante, político, agente do governo). Só que muitos empresários têm dito que se não pagassem as propinas, não haveria contrato, portanto, em minha visão de leigo, isso seria extorsão, pois estaria havendo a “exigência” (concussão, no caso de ser praticada por funcionário público).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-08-17 12:15:25