aki

cadastre-se aqui
aki
Política
13-12-2016, 9h16

Em carta a Janot, Temer tenta sair da defensiva

Mas presidente não tem poder para pressionar Ministério Público
22

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

Ao enviar uma carta ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o presidente Michel Temer buscou transmitir a imagem de que não está na defensiva. Essa carta possui efeito mais político, porque o Executivo não tem poder para fazer o Ministério Público acelerar seus trabalhos ou evitar vazamentos. Temer pode criticar a lentidão e os vazamentos, mas não tem controle sobre os dois.

O governo está ciente da ameaça contra o PMDB que reside na delação de Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht. Ontem, nos bastidores, houve queixas de integrantes do governo de que faltaram na delação nomes de petistas e até de peemedebistas que tiveram proeminência na gestão Dilma.

Mas Cláudio Melo Filho tinha um papel de lobista da Odebrecht no Congresso. A companhia tem estrutura descentralizada, há muitos vice-presidentes, que, na prática, atuam como diretores. Melo era uma espécie de diretor da empresa para o Congresso.

Nesse sentido, os principais grupos de poder do PMDB giravam em torno de Michel Temer na Câmara e de Renan Calheiros no Senado desde o governo FHC. A delação é muito detalhada e demanda prova da parte do delator para que seja validada.

Logo, é, sim, uma bomba contra a cúpula do PMDB no Congresso e no governo.

A ameaça explícita do senador Romero Jucá (PMDB-RR) de ressuscitar o projeto contra abuso de autoridade mostra o desespero. Na semana passada, Jucá liderava os esforços para enterrar esse projeto. Alvejado por Cláudio Melo Filho, voltou a falar na ideia, fazendo ameaça aberta ao Ministério Público. O projeto é bom, mas não pode ser usado para chantagear juízes e procuradores.

Em relação à queixa de que vazamentos prejudicam a economia, Temer tem razão ao fazê-la na mensagem a Janot. Um vazamento na íntegra de uma delação que ainda precisa ser homologada causa um dano político que tem efeitos negativos sobre a economia. O Brasil está sofrendo há muito tempo com isso.

No governo Dilma, a  crise econômica alimentou a crise política. A então presidente governou mal, destruiu a economia, perdeu apoio político no Congresso e caiu. Temer tem tomado medidas para corrigir o desastre econômico de Dilma. Mas agora é a política que ameaça atrapalhar a economia. Vazamentos de delações ainda não homologadas geram turbulências políticas que trazem prejuízo econômico.

A atual correção de rumo na economia é dura, mas necessária. É possível discutir se a PEC do Teto e a reforma da Previdência têm o melhor formato, mas é inegável que medidas dessa natureza sejam necessárias.

*

Segurança política

Um dos maiores desafios do presidente Michel Temer é manter a força congressual. Sem apoio no Legislativo, o governo se desmancharia. É uma administração que não tem popularidade.

Se a base de apoio no Congresso se rebelar, a situação do presidente se agravará. Por isso, há todo esse cuidado na articulação para tentar emplacar o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB-BA) na Secretaria de Governo. Temer está costurando para tentar evitar uma rebelião do centrão _grupo que reúne 13 partidos conservadores que apoiam o governo e que veem na ida de Imbassahy para a articulação política um apoio indireto à reeleição de Rodrigo Maia (DEM) para comandar a Câmara.

Hoje, o governo precisa dar uma demonstração de força aprovando a PEC do Teto no Senado. Seria a aprovação definitiva, com Temer entregando uma das principais medidas de sua administração.

Na Câmara, uma prioridade é não deixar a reforma da Previdência morrer ou ser desfigurada. O texto enviado foi duríssimo, sobretudo com os mais pobres, prevendo pensões e benefícios para idosos e pessoas com necessidades especiais que possam ser menores do que um salário mínimo. Isso é uma crueldade.

A reforma precisa ser modificada. Mas não pode ser enterrada ou desfigurada por causa de uma negociação para colocar Imbassahy na articulação política e atender ao PSDB.

Os tucanos não têm saída. O PSDB é um dos pais do impeachment e do governo Temer. Tem responsabilidade pela atual crise e pela eventual solução dela. Não dá para jogar tudo no colo de Temer, porque o senador Aécio Neves e o ministro José Serra foram generais do impeachment ao lado do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
22
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    O que faz desse país um lugar ingovernável é esse congresso espúrio, repleto de coalizões perversas, acordos canalhas e pessoas degeneradas.
    Prevalecem os interesses pessoais em detrimento dos interesses nacionais.
    Só parlamentarismo e voto distrital para dar um mínimo de rumo !

  2. Romanelli disse:

    TEMER pediu pra ADIAR denuncias, isso sim
    .
    A coisa é simples ..ao cobrar sigilo, e que todos os escândalos sejam divulgados duma vez, TEMER, temendo, pediu pra tudo ficar pra 2020.
    .
    Caro JFK ..convenhamos ..LULA foi estuprado ..DILMA, ainda presidente, DESRESPEITADA (pior, a Instituição) ..PSDB e PMDB ainda posam como santo e missa enquanto o PT passeia pelo inferno ..Renan disse que não obedece ..Ministro do STF pede imnpeach de colega ..fala verdade pra lente da verdade?! ..agora tudo pode
    .
    o PAÍS com seus homens públicos recheados de interesses rivados, esta SEM LIMITES nem controles
    .
    ..inclusive com MORO intimidando defesa e tentando cavar penalti em quadra de BASQUETE
    .
    BRASIL, o país em que pau que da em LULA, da em Luis Inácio LULA da SiIlva ..e olhe lá

  3. claudio disse:

    O Cara lisa está desesperado. Dando ordem ao MPF – ao JUDICIÁRIO. Ditando ordens. Como se tivesse autoridade. Pelo noticiado até o presente momento Temer era o chefe no PMDB.
    Era uma quadrilha – pelo menos: Caju, Justiça, Gato Angorá, e segundo o JN, o chefe era Michel Temer. Não sei se devo acreditar nisso.

  4. Wellington Alves disse:

    Os generais do impeachment só souberam jogar fogo. Agora fogem do incêndio.

  5. Ray Magno disse:

    Como teremos o recesso até março/17, os artífices manobristas se revezarão para tentar cobrir o rombo e escapar da guilhotina.
    .
    Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Difícil conciliar um cargo de presidente com as denúncias de prevaricações sobre seus ombros.
    .
    Isso acontece porque os políticos são um coletivo com pensamentos absolutamente iguais quando se trata de dinheiro. Todos desejam eleger-se ou reelegerem-se e nessa hora pouco lhes importa de onde veio o vil metal. Depois ficam jogando com firulas: “Eu não fui, eu não fiz, etc”.
    .
    Sou pela dissolução de todos os partidos implicados e uma legislação absolutamente clara com poucas linhas que normatizem radicalmente os futuros procedimentos partidários. E basta de tantos partidos. Quatro no máximo.
    .
    Saudações.

  6. Alberto disse:

    Isso é só o início.Ainda teremos muito choro das carpideiras e fugas “uruguaianas ou nicaraguenhas”,kkkkkkkkk.

  7. Pasquale disse:

    O País dos analfabetos funcionais
    Para melhorar só com carestia,se nem com isso…. desista.

  8. Giovanny disse:

    Mas no governo do PT ninguém vinha em defesa contra vazamentos. Agora é um escândalo, tudo que aconteceu antes, premeditado, para adubar o impeachement valeu, hoje eles ficam indignados. Engraçado como são esses políticos.

  9. Precisamos sair da ignorância e começarmos a nos movimentar como cidadãos de fato,, principalmente com Brasileiros natos.
    Precisamos de nos organizar como Seres Humanos e não como ratos,, assim é que somos diante destes Safados de colarinhos brancos ou de Togas, enfim temos que ter Brasileiros comprometidos com os Brasileiros,,,, pra inicio de conversa não vi na Constituição de 1988 e nem nas leis do trabalho, algum dispositivo que diz que o politico é uma Profissão e que portanto deveria ser Remunerada…, Politico tem que ser represente de Massa apenas, devemos encontrar um meio de não remunerar nenhum tipo de Politico ( de Vereador a Presidente) sem Remuneração veremos os Heróis nascentes, e talvez poderiamos proclamar a Republica, que ainda foi apenas Anunciada…. Sem Remuneração e campanhas Bancadas pelos próprios candidatos, nada de dinheiro publico aplicados em Vagabundos Partidarios,,,, Vamos dar um basta nos porcos Politicos desta Varonil e Viril Terra brasilis.

  10. CARTA DE UM IRADO A JANOT, PF, MPF, RF, TCU, CGU E TODOS OS JUÍZES SERGIOS MOROS DO BRASIL! disse:

    Senhores:
    Seguramos a lei contra “abuso de autoridade” e agora vocês revelam a essa massa ignara e grosseira os bastidores do governo, da justiça, do legislativo, tirando o sono de muita celebridade – “esse negócio de ir para a cadeia”… cadeia é coisa para pobre! Têm maculado nomes como o meu próprio; Lula Brahma; Romero Jucá Caju; Renan Calheiros Justiça; Eunício Oliveira Índio; Eliseu Padilha Primo; Anderson Dornelles Las Vegas; Moreira Franco Angorá; Eduardo Cunha Caranguejo; Ciro Nogueira Cerrado; Jaques Wagner Pólo; Marco Maia Gremista; Geddel Vieira Lima Babel; Lúcio Vieira Lima Bitelo; Gim Argelo Campari; José Agripino Gripado; Rodrigo Maia Botafogo; Antonio Brito Misericórdia; Delcídio do Amaral Ferrari; Duarte Nogueira Corredor; Inaldo Leitão Todo Feio; Adolfo Viana Jovem; Lídice da Mata Feia; Daniel Almeida Comuna; Paulo Magalhães Júnior Goleiro; Hugo Napoleão Diplomata; Jutahy Magalhães Moleza; Francisco Dorneles Velhinho; Carlinhos Almeida; Paulo Skaf!
    Ass: Irado.

  11. QUESTÃO DE TEMPO! disse:

    Numa eventual bolsa de apostas sobre a ida de lula, renan e jucá para a cadeia ou não, daria 1 milhão de sim para cada um não!
    Cunha, dirceu e pallocci, perto desses três, é o mesmo que comparar um punguista do metrô com Dom Corleone, Al Capone, Fernandinho Beira Mar, Marcola!
    E se Cunha, dirceu e palloci foram para a cadeia, é fácil deduzir que as idas de lula, renan e jucá é mera questão de tempo!
    OBS: A não ser que “forças ocultas” = tropa de choque, operem!

  12. Analista Alpha disse:

    A reforma da previdência pode ser entendida da seguinte maneira.

    Você deposita mensalmente um décimo do que ganha em um banco e espera que eles o guardem e que renda juros. A cada 9 meses você guarda um salário inteiro. Não nos esqueçamos que há os juros também.
    Passados 420 meses ou 35 anos, você vai ao banco e seu saldo é de 207 salários, LEIAM BEM: 207 SALÁRIOS, suficiente para você sacar 1 salário por 17 anos. Mas vamos além pois você sacará 1 salário apenas por mês e o restante renderá mais juros. Acontece que 207 salários rendem mais de 1 salário ao mês, portanto seu saque será infinito, desde que remunerado acima da inflação.

    Mas aí vem o Gerente do Banco e diz: Para começar a sacar você precisa depositar mais 15 anos.
    Mas e o valor que já guardei? E se eu não puder depositar mais ou ficar desempregado?

    É isso que está acontecendo com o apoio da Imprensa, essa é a reforma da previdência.

    A resposta que daria ao seu gerente é a mesma que vc deve dar ao governo.

  13. walter disse:

    Na carta a Jonot caro Kennedy que diz: “escreva uma carta meu amor, me diga alguma coisa por favor”…não há sentido algum, os citados, pressionarem o MP, ou Supremo; “estariam cavando a própria cova”. Só tem uma saída honrosa ao Temer, aprovar o teto, tomar medidas econômicas positivas, e na virada do ano, no retorno; fazer sua renuncia a quatro mãos, com uma solução provisória de transição. A delação da odebrecht, ganhou corpo; nada pode impedi la, já que envolvem retorno dos valores milionários, desviados; chega a ser”burro” da parte dos citados,pressionarem o MP, são réus confessos por antecedência.

  14. ANDRE disse:

    O que fez até agora o governo Temer para melhorar a nossa economia até agora? Não fez nada. Até o momento nada de concreto, a não ser seguir o mantra dos economistas de banco, com estas PECs do teto e da previdência. O que está sendo feito para combater o desemprego ? Esta sendo proposta um aumento na idade mínima de aposentadoria, o que levaria a ter mais jovens sem emprego; Esta sendo proposto um teto nas despesas, portanto menos investimento do governo, ou seja menos empregos, caminho oposto ao adotado por Roosevelt que durante a crise de 29, para diminuir o emprego aumentou os gastos do governo. Para a maioria da população este governo já é pior que o anterior. Já está na hora deste senhor nos deixar em paz, com o seu sorriso sinistro e seu pacote de maldades. Fora Temer e seu governo pinguela.

  15. ANDRE disse:

    Concordo 100% com o que disse Alpha, inclusive já havia comentado sobe isto aqui. Esta reforma da previdência é um assalto ao trabalhador brasileiro. È como se houvesse uma quebra unilateral de contrato, com total falta de respeito ao que foi acertado. O pior é que quando recorrermos ao judiciário, o mesmo que a população saiu às ruas para defender, para que seja garantido o nosso direito, este desde que resguardado os seus direitos de aposentadoria atual, darão sempre ganho de causa ao governo.

  16. Marcelo disse:

    Caro Kennedy, respeito sua opinião e algumas vezes concordo com algumas colocações, mas dizer que a PEC dos Gastos e a Reforma da Previdência são essenciais, ah meu amigo está muito longe, o diabo está nas entrelinhas, essas que ninguém quer explicar ou seja, democratizar a população. Não tem há meses no Brasil um debate inteligente sobre nada. Dizer que a Dilma destruiu a economia é demais forçado, por quê? Seu Michel e seus aliados estavam também no poder, ou esqueceu? Eles não romperam por questões econômicas para o Bem do País, não amigo, foram questões pessoais. Poder e posições estratégicas para o fortalecimento da quadrilha amigo. Não estou baseado em paixões pessoais não. Veja os fatos. Se houvesse um mínimo de decência nesse governo ilegítimo aí eles convocariam logo essas eleições até o final do ano, mas acho difícil, visto os últimos fatos, são verdadeiros picaretas, hipócritas e realmente tomaram o poder somente para favorecerem seus interesses pessoais e não do País.

  17. Maria da Consolação disse:

    Quando investigações criminais começam a ser utilizadas, não para descobrir e punir crimes, mas para manipular situações políticas, o resultado sempre é o pior possível. Vivemos um momento triste das instituições, em que todos se acham no direito de desafiar ao outro. Tudo isso não poderia ser diferente em um país governado por um governo ilegítimo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-12-13 18:49:09