aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
19-02-2015, 21h51

Empresas da Lava Jato teriam demitido 90 mil até Carnaval

15

Postado por: Daniela Martins

As empresas acusadas na Operação Lava Jato já apresentam sintomas de prejuízo. Até o Carnaval, de acordo com conta feita pelo governo, já teriam sido demitidos 90 mil trabalhadores.

Em março, o número deve chegar a 100 mil desempregados, devido aos atrasos em obras e pagamentos por conta das descobertas de corrupção na Petrobras.

A preocupação mais imediata das empresas é tentar pagar a menor multa possível e livrar executivos das acusações.

Mas as negociações jurídicas são complicadas. Além de condenações duras, podem ocorrer multas pesadas. As empresas temem encolher ou até mesmo quebrar.

*

O Juiz Sergio Moro, principal condutor das investigações da Lava Jato, e o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, trocaram críticas esta semana.

O ministro recebeu advogados das empresas acusadas, que o procuraram. O juiz Moro viu uma tentativa de interferência política.

Cardozo argumentou que cumpriu seu dever ao receber os advogados. O ministro negou falta de transparência. Disse que houve um erro de informática que não tornou pública a sua agenda.

A advogada de uma das empresas afirmou que levou a Cardozo queixas contra vazamentos de documentos sigilosos que já apresentara ao juiz Moro e ao STF (Supremo Tribunal Federal).

O pano de fundo é uma discussão entre o direito de ampla defesa, que é constitucional, e os limites de eventuais lobbies indevidos das empresas junto a autoridades.

Confira os temas do “SBT Brasil”:

Comentários
15
  1. eli disse:

    o ex-ministro Barbosa recebia os advogados, mas com a presença da parte contrária e ou com o procurador da republica presente, quer transparência melhor, e ainda tem gente não querendo entender a atitude o ministro da justiça atual.

  2. Cláudio Cesar de Lima disse:

    Devido a essa corrupção e, portanto uma ganância desenfreada, muitos trabalhadores pagarão o pato, aliás, já estão pagando e encontrando, inclusive, dificuldades de ter o mínimo para os seus familiares. Não acho correto a corda arrebentar para o lado do mais fraco, muito embora o Juiz Sérgio Moro pretenda ser duro e cumprir fielmente a Lei.
    Certamente que muitas irão quebrar, pelo menos para inglês ver, já que deve haver uma fortuna guardada no exterior.

  3. ED Lopes Jr disse:

    O governo não está honrando os pagamentos, não devido somente à Petrobrás. 2014 houve déficit primário nas contas do governo, ou seja, não há dinheiro para pagar todas as contas.

    Algumas ocorrências:
    – Consulados brasileiros pelo mundo não estão pagando aluguel, conta de luz, agua e etc;
    – Créditos estudantis estão em atraso;
    – Várias empreiteiras, como da transposição do São Francisco não estão recebendo e por isso estão demitindo;

    Não vamos misturar as coisas, não vamos colocar tudo na conta da Petrobrás, como se a operação Lava Jato fosse causadora de todos os males e por isso pedir clemência à justiça para os bandidos. A maioria das demissões não tem relação com a Petrobrás.

  4. Carlos disse:

    O Pobre que vai perder o emprego por causa dos inconsequentes corruptos e corruptores,100.000 pais e mães de família desempregados.

  5. Robespierre, inventor da guilhotina disse:

    Mas é óbvio que tudo isto trará consequências. O que nunca pode ocorrer é se tentar utilizar a consequência como fator amenizador da investigação e muito menos da aplicação das penas. Azar de quem trabalha para empresa de bandido. O mesmo aconteceu com os trabalhadores dos bingos. Proibida a atividade foram procurar outro trabalho. Isto serve, em minha opinião, para aumentar a responsabilidade dos criminosos envolvidos e para endurecer ainda mais suas penas. E ainda nem começamos a falar dos políticos envolvidos.

  6. Oh quanto riso! Oh quanta alegria! Mais de 90.000 desempregados no salão…Acho que se juntarmos todas as escolas de samba de São Paulo e do Rio de Janeiro não cheguemos a um número tão expressivo de pessoas. Vi com alegria imensa os blocos de carnaval reunidos por todo o nosso pais. Oh! Quanto riso ;Oh! Quanta alegria! Alegria mesmo seria ver a mesma disposição no povo para reclamar da corrupção que nos assola. Reunidos nas ruas pelo Brasil a fora a exigir o que nos pertence. Aos que perderam o seu emprego, aconselho que constituam advogado, que será recebido pelo ministro da justiça de pronto. E talvez ele lhes diga que é apenas um pobre ministro da justiça e não o ministro do trabalho, se pelo menos fosse ministro do supremo…
    Enquanto isso nós os palhaços do circo que se tornou o Brasil,continuamos a ser demitidos e a viver como o bêbado e o equilibrista na corda bamba da vida pois o show tem que continuar.

  7. Chuck norris disse:

    Ah é sr. kennedy, e qual sua solução? Já sei, deixar que empresas que foram criadas apenas para rapinar o dinheiro público continuem massacrando o país apenas para salvar estes empregos? Que elas sejam então vendidas a outros grupos que sejam mais honestos.

  8. José Carlos Damaceno disse:

    QUALQUER BICHO QUE TEM ORELHA SABE QUE OS VAZAMENTOS DA LAVA JATO SÃO SELETIVOS MESMO E QUE TEM UM ALVO E SÓ NÃO SABE QUEM É O ALVO QUEM NÃO QUER SABER.

  9. Marcio T disse:

    Kennedy, coloque essas demissões na conta do PT o partido dos trabalhadores, eles estão acabando com nosso país.

  10. Joaquim disse:

    Kennedy novamente vemos no Brasil a mistura entre o publico e o privado. Novamente um ministro da justiça usa a máxima de: “Aos amigos tudo, aos inimigos a lei”. Ou você acha que lele receberia o advogado do ” zé da esquina”??? Máxima esta, atribuída a Getúlio Vargas é tipica de estados autoritários, onde vigora as meias verdade e mentiras bem construídas.
    Se o nosso regime fosse parlamentarista a Dila já teria sido deposta. O que precisamos com urgência é de um choque de credibilidade e seriedade que infelizmente esta turma que esta lá não tem a minima condição de nos dar.
    Como acreditar em um governo que mente, esconde, ajuda amigos, quebra contratos e não tem planejamento????

  11. Sérgio disse:

    Apos o Ministro da Justiça afirmar que é sua obrigação receber os advogados das empreiteiras, a partir de agora todos advogados do Brasil terão o Direito de também serem recebidos pelo Ministro?. Vai faltar agenda para isto. Conversa de bobo, é claro que ele esta tentando justificar o injustificável. A reunião entre o Ministro e os advogados se deu em caráter politico, o governo esta aterrorizado com os desdobramentos das investigação, teme o obvio, as denuncias chegarem ao Planalto central e atingirem a Dilma e o Lula.

  12. PAULO LUIS BARBOSA DE MEDEIROS disse:

    Ao inves de assumir os desmandos feitos desde muito tempo, as construtoras recorrem ao suborno político, isto é: “vamos ao ministro da Justiça que ele resolverá por nós politicamente”. Quanto ao vazamento de informações, entendo que qualquer delação deve ser pública, posto que, assim estará oferecendo informações à Nação e não somente à Justiça; outra coisa, quando se fala em público se assume maior compromisso com o que foi dito, afinal não é a Justiça a mais prejudicada com a corrupção, mas a escola, a saúde, o transporte, a moradia, em suma: nós, os cidadãos.

  13. saturnino ribas disse:

    essas demissões de funcionários, das empresas, envolvidas em corrupção, teriam que acontecer,mais cedo ou mais tarde, eles mantinham milhares de funcionários, pagos com dinheiro roubado.assim qualquer um monta uma empresa, e contrata os melhores profissionais do mercado.sem contar que passavam como um rolo compressor, por cima da fiscalização das obras, muitos serviços mal executados pelo brasil todo.essa é a verdade.

  14. Pasquale disse:

    20/2/2015 às 08h10

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu sócio Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, têm recebido pessoalmente desde o fim do ano passado emissários de empreiteiros que são alvo da Operação Lava Jato. Preocupados com as prisões preventivas em curso e com as consequências financeiras das investigações, executivos pedem uma intervenção política de Lula para evitar o colapso econômico das empresas.

    Okamotto admitiu ter recebido “várias pessoas” de empresas investigadas na Lava Jato. O jornal O Estado de S. Paulo ouviu relatos de interlocutores segundo os quais, em alguns momentos, empresários chegaram a dar um tom de ameaça às conversas.

  15. Daniel disse:

    Infelizmente quem paga é o povo.
    Agora, se votaram na Dilma e no PT, estão colhendo o que plantaram.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-06-25 22:39:48