aki

cadastre-se aqui
aki
Política
17-04-2015, 9h20

Enquanto PSDB debate impeachment via TCU, Dilma janta com Cunha

Petista faz "social" com quem abre ou recusa processo de impedimento
57

Postado por: Daniela Martins

Enquanto o PSDB debatia ontem pedir impeachment baseado nas “pedaladas fiscais”, a presidente Dilma Rousseff jantou com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O peemedebista tem poder de abrir ou recusar um eventual processo de impedimento.

Cunha descreveu o encontro no Palácio da Alvorada como “só social”. Como a relação entre Dilma e Cunha é tensa, isso já seria um tremendo avanço.

Ontem, um aliado de Cunha, o ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, assumiu o Ministério do Turismo. Henrique Alves é uma ponte política importante entre Cunha e o vice-presidente da República, Michel Temer, o novo articulador político do governo.

Havia um acordo, desde o final do ano passado, para Henrique Alves assumir o Turismo na hipótese de ficar fora da “lista de Janot”. Como ele não foi investigado na Lava Jato pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Temer achou que o acordo deveria ser cumprido, até como uma demonstração de força sua na articulação política.

Foram oferecidos ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), outros cargos para acomodar o ex-ministro do Turismo Vinicius Lages. Renan recusou por achar que seria contraditório com seu discurso de redução de ministérios. E agora Temer precisará acalmar Renan para que seja aprovada no Senado a indicação do advogado Luiz Edson Fachin para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

A conversa de Dilma com Cunha se insere no contexto de aparar arestas no PMDB. E tem muito a ver com a possibilidade de um eventual pedido de abertura de processo de impeachment. O caminho apontado pelo PSDB por meio das “pedaladas fiscais” precisaria ser aceito por Eduardo Cunha, que tem rejeitado todos os pleitos para abrir um processo de impedimento. Nesse cenário, ter uma conversa, ainda que  “só social”, com o presidente da Câmara é importante para a presidente da República.

*

A oposição avalia que as “pedaladas fiscais” do primeiro governo de Dilma Rousseff poderiam ser um caminho para pedir o impeachment da presidente. O TCU (Tribunal de Contas da União) cobrou explicações do governo sobre benefícios sociais que teriam sido pagos com recursos dos bancos públicos para que o governo pudesse atrasar o repasse do dinheiro e melhorar artificialmente as suas contas.

Parece um caminho frágil tentar, em meio a uma investigação do tamanho da operação Lava Jato, achar na gestão da economia um crime de responsabilidade para justificar um pedido de impeachment. Pode soar como discurso de mau perdedor.

O ministro da AGU (Advocacia Geral da União), Luiz Inácio Adams, rebateu a tese do TCU dizendo que há precedentes parecidos nos anos de 2001 e 2002, durante o governo Fernando Henrique Cardoso. Soa politicamente inviável o PSDB basear um eventual pedido de impeachment num argumento que também teria ocorrido durante uma administração sua.

Entretanto, do ponto de vista econômico, as chamadas “pedaladas fiscais” foram atitudes irresponsáveis na condução da política fiscal. Esse tipo de maquiagem ajudou a destruir a credibilidade fiscal do país. Foi um erro de condução política.

Em 1998, o então presidente Fernando Henrique Cardoso se reelegeu negando a possibilidade de desvalorização do real. No ano seguinte, desvalorizou a moeda brasileira. Houve estelionato eleitoral naquela época como teria ocorrido agora, quando tucanos acusam Dilma de adotar no segundo mandato uma política econômica diferente do primeiro governo?

Não é saudável para a democracia que governos e presidentes sejam ameaçados de um processo de impeachment por ações desse tipo. As urnas parecem ser o local mais adequado para punir presidentes por decisões assim. Governo mal avaliado se troca nas urnas.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
57
  1. JorgeSP disse:

    Parabéns por manter a racionalidade nesse momento de polarização. Nesses momentos a racionalidade tem ainda mais importância. Mas faço uma pergunta. Não é hora de voce discutir o projeto de terceirização – o impedimento é apenas guerra política, não vai dar em nada,só os tolos não sabem disso, mas a mudança na legislação trabalhista é pra valer
    . É um tema urgente.

    • Inides disse:

      Jorge, é isso mesmo que vai acontecer. Enquanto houver dinheiro para comprar o legislativo e alguns setores estratégicos da justiça, todas as CPIs terminarão numa PIZZA GG. Todos sabemos disso, mas eles esquecem que o objetivo principal deveria ser mudar esse sistema viciado do “toma lá dá cá”. Esquecem dos protestos, que deveria ser uma prioridade dar ouvidos aos reclames e fazer uma sintetização para colher um resultado final que atendesse aos anseios de muitos. Tem que dar ouvidos a população, se não os protestos foram em vão. Eu acho que a população deveria ser mais enfática e focar seus objetivos, para que houvesse uma definição aprimorada no que tange os objetivos do protesto. Numa hora dessas não podemos ficar em cima do muro. Temos que fazer nossos gritos serem ouvidos.

    • walter disse:

      Caro, vale afirmar que o impedimento da dilma, esta escrito nas estrelas; o psdb esta perdendo tempo, vai acontecer naturalmente.
      quanto ao jantar com o Cunha, deve ter sido bem indigesto para ambos; nada positivo sairá deste encontro.
      As Pecs correrão soltas, o pmdb poderá fazer a diferença, se for ágil; o lula já jogou a toalha, ele quer que a dilma morra; sua preocupação hj, é sair apenas chamuscado, atribuindo total responsabilidades aos outros como sempre; MAS DESTA VEZ!!!

  2. Clauido Lourenço disse:

    Como votar em politico que não aceita derrota frente adversário. Caberia aos trucanos papel de tão logo terminasse a eleição acalmasse os ânimos seus eleitores, e não apoiar iniciativa seus simpatizantes em desqualificar a vitória passando pedir impedimento do vencedor eleito legitimamente.

    Terceirização so as empresas ganham, pois podem e vão baixar salarios para empregados terceirizados q. faram o mesmo trabalho hoje efetuado pelos contratados das empresas. Senão pq. tanto empenho terceirizar

  3. Jefferson Ribeiro disse:

    Os eleitores do Aécio estão se decepcionando cada vez mais com ele. Ele quer apenas o poder pelo poder. É um garoto mimado que não se conforma com o resultado das eleições. Lamentável para o Brasil.

    • Falou pouco mas disse tudo. Tradução perfeita essa do senhor Jefferson Ribeiro. Parabéns pela coragem e lucidez! Viva a democracia. Quem sabe um dia eles (da leite coxinha) aprenda a aceitar o resultados das urnas, como aceitamos no Estado de SP. Apesar de não concordar, temos que aceitar o desejo da maioria. Isso é democracia!

  4. Paulo Batista disse:

    Efetivamente não existe argumento juridico e nem político para um eventual ” impedimento ” da Presidente Dilma. O Senador do Rio de Janeiro , Leblon, Aécio Never não se conforma com o resultado da eleição, por isso fica buscando qualquer caminho para tentar derrubar a Presidente que foi eleita democraticamente com 54 milhões de votos. Não tem jeito…tem que esperar 2018 a próxima eleição presidencial

    • Laércio disse:

      Em palestra ministrada em outubro de 2001, durante o 7o. Seminário do IBCCrim, sobre LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL:
      O palestrante diz que a lei vem coibir a prática irresponsável de contrair dívidas em ano eleitoral, deixando um pacote de dívidas para o sucessor. Um dos pontos mais positivos da lei diz respeito à necessidade de respeitar-se a lei orçamentária. Quando passa a falar das sanções, Dr. Cardoso é enfático ao aduzir que o descumprimento da lei de responsabilidade fiscal enseja até o Impeachment.
      PALESTRANTE: JOSÉ EDUARDO CARDOSO (atual Ministro da Justiça)
      Será que ele mudou de opinião?

    • João Batista Nogueira Neto disse:

      Este é o problema Meu Caro.Ele sabe que 2018 já tem dono.De acordo com o Data Folha,”O Cara” tem 50% como o melhor Presidente do País.É com este percentual que Ele inicia a próxima campanha !

  5. “Governo mal avaliado se troca nas urnas”, certo ? … Errado !!
    Esse lógica funciona no parlamentarismo, neste regime a lógica da troca funciona em países onde os políticos têm dignidade e renunciam frente a escândalos dessa dimensão.

    • Antonio de Pádua disse:

      Maria,

      Entendo a tua indignação, pois o País está de mal a pior, mas o bem senso deve prevalecer, não é assim simples trocar um governante só porque ele administra mal. Não há um motivo para isso. Não podemos banalizar um artifício legal e o transformar em algo pessoal, pois assim todos os derrotados entrariam com pedidos, não faz sentido.

      • Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

        Antonio, obrigada pela gentil observação; mas bom senso não basta, é preciso legalidade, observância às leis, sem isso nenhuma democracia se sustenta. O que estamos vivenciando é algo menor que anarquia. É algo como: para os amigos tudo, para os inimigos a lei

      • Pedro Oliveira disse:

        Se fosse apenas uma má administração, estaria tudo certo. O problema é que a conta está ficando cada vez mais alta, e quem está pagando somos nós, os trabalhadores assalariados.

        • Inides disse:

          Pois é Pedro. E ainda dizem que não fazem nada que prejudique os trabalhadores. Veja só a ironia. Hoje todos os trabalhadores, de bem, estão de orelhas em pé, pois a economia vai de mal a pior e não sabemos se amanhã teremos como alimentar nossas famílias. Eu, você e milhões de brasileiros estamos nessa situação provocada por quem se dizia defensor dos trabalhadores. Difícil acreditar que quando fala “trabalhadores” esteja se referindo a nós.

  6. Maurício disse:

    “Governo mal avaliado se troca nas urnas”. Pois é Kennedy…parece que o povo de MG seguiu a máxima esse conceito e resolveu dar um basta para aqueles que hoje vociferam ética e pedem impeachment da presidentA. Os mesmos que durante 12 anos de governo deixaram 8 BILHÕES de dívida, superfaturamento BILIONÁRIO nas obras do Mineirão para a Copa, um estado onde 45% das escolas sequer tem COZINHA para oferecer refeições básicas para seus alunos e dispõe de menos da metade do efetivo ideal da Polícia Civil para combater o crime. Pior ainda é a eles se juntar o tesoureiro da campanha tucana, o senador Agripino Maia-DEM/RN, que pode ter seu mandato cassado por conta de Inquérito instaurado no STF por ter recebido propina milionária no DETRAN do RN. Fim dos tempos em que não se admite mais a derrota. Pior ainda é a mídia não divulgar os “mal feitos” do outro lado, varrendo-os, seletivamente para debaixo do tapete. A impressão é que tudo de errado que acontece no mundo ou teve ou terá o envolvimento do PT.

  7. Alfeu Queiroga de Aguiar disse:

    Por essas e outras várias razões é que sou a favor do regime parlamentarista, numa ampla reforma política, através de uma Assembléia Constituinte Revisora.

  8. luiz calabreza disse:

    este governo já caiu…falta só um pouco para o fim..a total desgraça das contas publicas é só desfecho….

  9. Jose Horacio Phipps disse:

    Parabens pela sensatez Kennedy.
    Nao é a toa, realmente, que você tem sido considerado, e isso vem num crescente, um dos comentaristas mais respeitados do país.

  10. luiz calabreza disse:

    então os governos agem de forma semelhante para voce Kennedy ? não lembro do governo FHC ter acabado com a PETROBRÁS da forma como este acabaou…também não lembro de nenhum ministro da casa civil do FHC preso.

    • Antonio Celso Alencar disse:

      Brilhante, Luiz, brilhante.
      Mais brilhante ainda, se lembrarmos que no governo FHC todos os escândalos de corrupção foram investigados e os corruptos exemplarmente punidos, não é mesmo?

    • Valdir Oliveira disse:

      É lógico que as falcatruas dos governos do PSDB não aparecem pois no mandato de FHC a polícia federal era impedida de investigar e, lembrando, a imprensa também não divulga os desmandos dos governantes tucanos, basta ler o livro “Privataria Tucana” para ver alguns absurdos e corrupções do PSDB.

    • divino borges disse:

      Vc não lembra do FHC ter acabado com a Petrobras? Olha, bem que ele tentou: vendeu a preço de banana 30% das ações da companhia, por exemplo. E teve também aquele mal explicado acidente com a plataforma P-36. Os tucanos estão doidos pra voltar e terminar de entregar a Petrobras, ainda mais agora com o pré-sal.

    • Getulio disse:

      É bom lembra lo que no governo FHC tinha um procurador geral ou engavetador geral ; Geraldo Brindeiro que não deixou que nada disso que acontece com o PT atualmente viesse a tona.
      Palmas para FHC esse sim um politico com “P”que faz jus a tradição não deixou rastros cometeu um ato politico perfeito.
      Agora uma dos graves erros tambem seu foi; a compra da reeleição que origina todo esses caos que a politica brasileira vive hoje já que seu partido não vence as federais.

  11. Juvencio disse:

    Não entendo toda essa relutancia ao se falar de impeachment no caso da Dilma. Ela não é melhor que Color. Além disso se houver justo motivo não há nada demais , visto ser um expediente constitucional.

  12. Waldyr Brenneisen disse:

    Prezado Sr. Kennedy

    Para trocarmos nas urnas um governo mal avaliado, é necessário trocarmos primeiro as urnas, e esse sistema passível de fraude da SMARTMATIC.

  13. douglas disse:

    Não sei porque a oposição insiste em querer ser policia, deixa a policia e a justiça resolver, a oposição continua a mesma, não tem propostas para o pais, não tem solução pra nada, só criticas que parece mais propaganda para 2018, não esqueçam que seus políticos também estão na mira da policia, vão trabalhar que o Brasil não é boteco.

  14. Antonio de Pádua disse:

    Kennedy,

    Análise boa dos fatos, penso que esse lenga-lenga de impeachment só enfraquece o nosso País e traz instabilidade política e econômica, pois torna o Brasil pouco confiável.

    O papel da oposição é fiscalizar e cobrar por vias oficiais, mas não com essa “forçada de barra”. Acredito que esses grupos, como Revoltados On Line, MBL e Vem Pra Rua são bons, mas acabam radicalizando num ambiente que precisa de lucidez para resolver questões pesadas.

    Radicalizar nunca foi ou será o melhor caminho, pois soa fascista.
    A oposição não tem lastro para pedir o afastamento, pois seus lideres são frágeis também politicamente, com suspeitas e investigações.

    Obrigado.

  15. wellington menezes disse:

    Acredito que todas estas medidas que estão desagradando a população, já eram previstas antes da eleição do ano passado e a presidenta mentiu ou omitiu para ser eleita. Será que se ela tivesse feito isto antes da eleição ela teria sido eleita? Pra mim isto é motivo o suficiente para um impedimento, está na de deixarmos de comparar quem foi o presidente menos pior e exigirmos um com dignidade, honestidade e sincero, o que passou, passou. Daqui a pouco vão dizer que ela ainda é melhor do que Hitler e isto é motivo suficiente para deixa-la no poder. Se o poder é dado pelo povo, este povo também pode retirar do poder e não ser condenado por 4 anos a pagar por um erro, Tá parecendo que votar é cometer um crime e que a pena é de 4 anos sem direito a fiança ou progressão de regime. Kennedy sou seu leitor assíduo e admiro seu profissionalismo, mas neste ponto discordo de sua análise.

  16. Couto disse:

    Não aceitar a derrota é uma atitude antidemocrática. O comportamento da oposição é pregação de golpe. É melhor ter paciência, fazer uma oposição de alto nível e apresentar um candidato competente em 2018.

    • Jefferson Ribeiro disse:

      Muito bom o seu comentário Sr. Couto. Os derrotados nas eleições deveriam tentar acalmar os animos, e não acirrar ainda mais a situação. Essas atitudes de inconformismo não são boas para a democracia. Se fizer uma oposição em alto nivel, com propostas, isso deixa uma imagem melhor para o eleitor, que em 2018 vai voltar as urnas para escolher um novo presidente.

  17. valle disse:

    Aécio e Caiado se merecem.

  18. Eduardo Oliveira disse:

    Nada tenho a reclamar, votei e votarei sempre nulo. Quando este país for realmente democrático e que eu não seja obrigado a comparecer a uma secção eleitoral, talvez até eu escolha alguém.

  19. tolstoi disse:

    Veja, a lei de responsabilidade fiscal prevê claramente que é vedado empréstimo de banco públicos para o tesouro nacional. O crime de responsabilidade fiscal é passível de impeachment segundo a CF. Onde está a fragilidade? Um ato errado não justifica outra errado. O PSDB pode ter errado e pode não ter legitimidade, mas isso não invalidada o argumento. Qualquer um pode representar pelo impeachment( não necessariamente esse brasileiro tem que ter qualquer alinhamento com o PSDB ou sequer considerar que este partido seja a melhor opção). A queda de um governo irresponsável, corrupto e incompetente é um causa que deve unir todos os brasileiros.

  20. Pasquale disse:

    Então deverímos ter esperado 4 anos,para votar na época do Collor.
    Foi absolvido pela justiça,e tiraram o homem do governo.
    Foi um Golpe,foi golpismo e sujo.
    Basta ter um pouquinho de bom senso,para entender porque a UNE,CUT,MST etc
    Não se manifestam,nem mesmo quando tiram o direito do trabalhador.`
    É no mínimo altamente suspeito,o comportamento de quem se diz a favor do trabalhador.
    Esqueci que é o PT,e contra ele UNE,CUT e MST não podem fazer nada.
    Só fizeram contra o Collor.
    QUE PAÍS É ESSE…

  21. José Abreu disse:

    Não se trata de defender esse ou aquele partido, pedido de impeachment é unica ferramenta que a população tem e pode exercer na verdadeira democracia, considerando que é constitucional. Aperto fiscal deve ser dito, inclusive obrigatório em apresentação de propostas e como serão aplicadas durante campanhas eleitorais.
    Promessas de programas sociais sem dinheiro em caixa e falta de planejamento nas campanhas eleitorais tem que ser tratadas como crime contra a sociedade.
    O governo não pode continuar achando que a população esqueceu as promessas de campanha e nos primeiros dias de mandato aplicar aperto fiscal nessa proporção. Ex (aumentos de tarifas de consumo publico), tornando inviável atividades produtivas brasileira.
    Falsas promessas e improbidade administrativa devem ser tratadas como crime.

    • divino borges disse:

      Então porque é que o FHC não caiu em 99, depois daquele enorme estelionato eleitoral? Porque é que o Alckmin não cai, depois de dizer que não faltava e não ia faltar água durante as eleições?

      • Wagner disse:

        Caríssimo, acho que vc está viajando, volta pra terra. Água esta ficando escassa no mundo inteiro, mas por acaso, onde moro São Paulo/Capital, não faltou água. Quanto a esse governo corrupto que está aí, vc vai ver a casa cair e sem exceção.

  22. César disse:

    Crimes se combate com lei. Se houve crime fiscal aplique-se a lei de responsabilidade fiscal, que foi feita para isto. Está história de terceiro turno e de se trocar Presidentes apenas nas eleições, é mais uma desculpa de quem agiu de forma imprudente e irresponsável, assim como nas pedaladas fiscais e na mudança na lei que rege o orçamento do governo, adequando a lei às contas do governo que não se adequaram às leis vigentes no país. Crime é crime! Independentemente de, se foi cometido por um cidadão comum, um menor de idade, ou se foi pela Presidente da República. Não somos todos iguais perante a lei?

  23. MARIO ZUNIINO disse:

    Kennedy

    A imparcialidade e a opinião própria,é por demais meritório no jornalismo. Parabéns. Que pena, o nosso colonista político mais “famoso” aqui em Santa Catarina é de matar, caneta e língua tota
    lmente parcial e ainda, se acha.

    Mário Zunino

  24. pedro paulo miranda disse:

    É muito triste admitir que a corrupção esta no DNA dos brasileiros. Recentemente aqui no Estado do RJ prenderam o Prefeito de Itaguai. Hoje estão atrás de outro Prefeito acusado de roubo tambem. Como disse a Presidente Dilma, a corrupção no brasil é uma senhora muito idosa. Não é privilégio e nem exclusividade do PT ou do PSDB. Nós precisamos de reforma política e educação para nosso povo.

    • Cláudio disse:

      Qual será a verdadeira razão que leva os petistas e quererem tanto a reforma política, sobretudo no que se refere a financiamento público de campanha ?

  25. Ronaldo Marcicano disse:

    Eu acho engraçado nosso país ficar sujeito a 2 partidos. E depois falam de democracia . O PT já era a muito tempo . E quem protege este partido , com certeza deve estar sendo financiado pelo próprio. Não conheço um petista , que não seja beneficiado direto pelo partido. Exemplos : é funcionário do partido, prestador de serviços do partido, beneficiário de programa social e por aí vai . Aécio no momento é o único que pode tirar esta corja que está no congresso. Ele entrando e roubando , vamos tirar também . É simples. A política tem que ter medo do povo . E não o povo com medo da política.

  26. Paulo Roberto Barreto de Meireles disse:

    Dilma foi eleita por maioria dos votos; portanto ela é a Presidente do Brasil e não se discute mais isso. Agora, esse clamor dos insatisfeitos gerando essa instabilidade política e econômica no País, deve interessar a alguém que quer se aproveitar disso. Ao povo trabalhador que sua diariamente para sobreviver é que não interessa. Como diz Fagner na canção: ” sem o seu trabalho, o homem não tem honra; e sem a sua honra…” Não dá prá ser feliz, não dá prá ser feliz…” Unamo-nos na construção de um projeto de desenvolvimento econômico e social sustentável para o País e até lá façamos uma travessia amena, onde todos se sintam lembrados e co-partícipes desse projeto. Útopico? É só tentar prá ver.

  27. Walter Monzon disse:

    Kennedy, “Governo mal avaliado se troca nas urnas”, aqui no Brasil, me poupe. Na Europa e EUA pode ser aqui não meu caro, aqui os brasucas não sabem votar. Vai pregar essa tese na China?

  28. wagner monteiro disse:

    Pois é, tudo farinha do mesmo saco e povo brasileiro tem que ficar sujeito a esses conchavos, que visão só interesses pessoais e partidários. Eles não entenderam que as manifestações populares são contra tudo isso e vai muito mais além, vão continuar debochando da nossa cara, até que essa manifestação transforme-se em greve geral e depois o bota fora de toda essa cambada, pela pressão popular, lá na porta deles.

  29. joaquim disse:

    Governo mal avaliado se troca nas urnas? Vamos ter que esperar mais quatro anos, depois de termos visto um péssimo governo anterior? O país sofrerá as consequencias por gerações.
    Qualquer fábrica de fundo de quintal que possui em seu quadro um mau gerente, manda-o para a rua, por justa causa, a fim de não sofer mais prejuízos.

  30. Pasquale disse:

    16/04/2015 às 23:54
    Delegados da PF reclamam de interferência de procuradores na condução da Lava Jato

    Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) divulga nota repudiando pedido da PGR para adiar depoimentos de políticos

  31. Ene disse:

    Parabéns, Kennedy, pelo seu blog. A gente tem visto tanta gente falando a respeito da Presidente e seu partido, mas, como diz minha irmã, corrupção no Brasil existe desde o descobrimento. Aliás, começa por aí: como foi descoberto se já existiam índios aqui? Pra alguns falta CARÁTER! E CARÁTER não se compra! Ou melhor, alguns não se vendem…

  32. L. Souza disse:

    Artigo perfeitamente esclarecedor.
    Gostaria de acrescentar que ficar pedindo a deposição do presidente da República por fatos que tinham acontecido antes da (re)eleição, é dizer que a maioria que o elegeu é composta por incapazes ou ignorantes.

  33. César disse:

    Jantar Indigesto! Assistir a esquerda e a direita juntas a se alimentarem é nojento. O prato de entrada de ser os cargos de governo do segundo escalão. Já o prato principal o estado brasileiro servido com muito molho vermelho. Empanturram-se a nossas custas, às custas do contribuinte brasileiro.

  34. Maria de Fátima da Silva disse:

    A unica proposta da oposição para o país, é o golpe!

  35. Delmo Oliveira disse:

    Caro Kennedy;
    Como sempre vou ser objetivo. A Petezada reclama da oposição, já que a mesma começa a falar em IMPEACHMENT da Mentirosa. Ora, ora, ora o IMPEACHMENT já aconteceu, a Petezada se faz de besta, o golpe foi dado debaixo do seu nariz. Elegeram a Mentirosa do PT, mas agora quem manda na verdade é o velho PMDB. Será que a Petezada ainda não percebeu tal situação?? Claro que sim, só que estão desmoralizados em todo território nacional. PT NUNCA MAIS!!!

    • douglas disse:

      É melhor eleger uma mentirosa conhecida do que eleger um mentiroso desconhecido e sem bagagem, não acha?

      • César disse:

        Não! Não acho! Acho que o melhor é aprendermos a votar em políticos que sejam “honestos”, ajam dentro da lei e que cumpram o prometido ao povo. Esta história de menos pior e bem típica de brasileiros, que aceitam tudo que lhes enfiam goela à baixo. Já está na hora de acordar! Não acha?

  36. Roberto disse:

    Não entendo esses comentários de que o pedido de impeachment é choro de perdedor. Me consta que quem assume não é o Aécio, mas o vice…..

  37. José Gonçalves disse:

    A Dilma já tá com as malas arrumadas desdo do dia 15 de março. O PMDB tá usando a presidenta como “boi de piranha”. Quando ela não for mais útil será despejada.
    Dilma, acabou!

  38. NETO DE PRESO POLÍTICO disse:

    Sinceramente, em que país vocês vivem?
    Vamos as pérolas do jornalísticas do texto:
    ” Pode soar como discurso de mau perdedor.”
    Pelo que vivo diariamente – sistema de saúde falido, segurança pública inoperante, deficiência de moradias, educação precária, carga tributária de 36%, inflação em alta, desemprego, balas perdidas, aumento generalizado dos preços, arrocho salarial… – perdemos todos, independentemente de bandeira política.
    ” Governo mal avaliado se troca nas urnas.”
    Sem querer fomentar o impeachment – se provada a corrupção, o ilícito penal, a improbidade administrativa… – qualquer pessoa pode ser afastada da função pública, independentemente de novas eleições.
    Que saudade do Henfil, do Ulisses Guimarães, do Darcy Ribeiro, do João Saldanha, da Bossa Nova, do Samba Canção, do Cinema Novo, da minha Tia do Colégio (professora), dos Novos Baianos, do Guarda Noturno… Até do malandro com navalha, tenho saudade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 08:47:19