aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
27-07-2016, 9h12

Esperando impeachment, equipe econômica compra tempo

Discursos duros de BC e Meirelles buscam manter confiança na economia
3

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

A equipe econômica está comprando tempo enquanto aguarda a aprovação definitiva do impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. Enquanto essa questão não for decidida, haverá uma incerteza a afetar as expectativas econômicas e a travar a aprovação de projetos mais duros no Congresso.

Por isso, a equipe econômica adota uma estratégia de manter, no gogó, no discurso, o sentimento de melhora das expectativas dos agentes econômicos em relação ao futuro.

É nesse contexto que devem ser entendidas a ata do Copom, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, e as declarações recentes do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

É fato que o governo Temer inspira mais credibilidade do que a gestão Dilma na área econômica. Isso acontece mesmo sem que tenham sido aprovadas medidas duras, mas feitas apenas promessas. Essa equipe tem credibilidade, o que ajuda a melhorar as expectativas em relação ao futuro da economia. Mas o que mais contribui para isso é o temor do retorno de Dilma ao poder.

Entre a volta de Dilma e a permanência de Temer, o mercado financeiro e os empresários já fizeram a sua aposta. Estão todos comprados na opção impeachment. Portanto, o Banco Central e o ministro da Fazenda estão fazendo o que podem enquanto ainda não possuem o capital político para travar batalhas mais duras no Congresso.

A tendência é que o impeachment ocorra no final de agosto e que Temer ganhe força para aprovar a emenda constitucional que fixa um teto para as despesas públicas e que consiga realizar alguma reforma da Previdência. É cada vez menor a chance de Dilma voltar. Só uma reviravolta ou um milagre político salvariam Dilma a essa altura do campeonato.

*

Velocidade do ajuste

Em relação a aumento de impostos, como aventou Meirelles, há debate no governo. A área política é contra. Ministros como Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Geddel Vieira Lima, da articulação política, dinamitam essa possibilidade. A área econômica é a favor, mas trata com cautela o assunto, porque ele traz desgaste político para Temer neste momento.

Sem aumento de impostos, a velocidade do ajuste fiscal tende a ser menor. Uma nova CPMF temporária ainda é a medida considerada mais eficaz para ajudar a fechar as contas públicas rapidamente e, assim, conquistar a confiança dos investidores com maior velocidade. Acontece que há resistências no Congresso e no empresariado.

Uma eventual CPMF temporária dependerá da força política de Temer após a aprovação do impeachment, da cassação de Eduardo Cunha, que é um fator que o governo considera como capaz de produzir instabilidade, e de uma decisão política de bancar uma medida impopular e que contraria empresários que apoiaram a ascensão do PMDB ao poder. Não é medida fácil, mas Temer não a descarta.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
3
  1. DIRETO AO ASSUNTO: "PRESIDENTE TEMER, LIVRE-SE DO LIXO QUE O CERCA"! disse:

    A eventual ex- presidente Dilma cansou de ser avisada, nos dois inícios de mandatos: “PRESIDENTE DILMA, LIVRE-SE DO LIXO QUE A CERCA”!
    Ela não deu ouvidos, cercou-se de toda a lixaiada indicada pelo corrupto Lula e acrescentou mais alguns – e deu no que deu!
    Agora ela diz: “EVENTUAL CAIXA DOIS É PROBLEMA DE JOÃO SANTANA E DO PT”.
    Não é não, dona Dilma! O problema é seu e é por isso que está sofrendo “impeachment” e, bom será, se não for parar na cadeia!
    Está em tempo de aviso ao presidente interino Michel Temer: “PRESIDENTE, LIVRE-SE DO LIXO QUE O CERCA”!
    Não adianta só resolver o problema da economia não, senhor presidente¸ se continuar com a lixaiada reconhecidamente corrupta, habituada a roubar cofres públicos, ao seu lado, com certeza acabará como a ex-presidente Dilma.
    O BRASIL É OUTRO: “É PRECISO PASSAR O PAÍS A LIMPO”!

  2. walter disse:

    Evidentemente Caro Kennedy, o Temer seria amador, se não fosse precavido, já que a dilma continua a blefar; por incrível que pareça, tem alguns “retardados” que por se aproveitarem da “gestão” dela, esperam que volte, além de alguns desavisados e sindicatos oportunistas, que querem continuar a “dança”…
    A sociedade de verdade, quem realmente gera renda, e faz diferença ao Brasil, não quer nem sonhar com esta possibilidade.O PT deve ser extinto para o bem da Nação…
    Sinceramente,nossa única chance de salvar o ANO, são as medidas de imediato, que devem ser aprovadas, para o bem da continuidade econômica; seriamos ingênuos, em pensar que não vem sacrifícios para todos nos, diante de tudo o que Houve…

  3. Não é de hoje que eu afirmo que qualquer coisa é melhor do que a “gestão Dilma” que além de incompetente é arrogante, característica peculiar da esquerda, destruíram o Brasil e a América Latina, graças à Deus estamos nos livrando desta corja. Sem dúvida nenhuma o afastamento definitivo desta péssima escolha que 54 milhões de brasileiros fizeram, será conseguida, acho sinceramente que nenhum dos senadores que votaram pelo afastamento provisório terá a coragem de desfazer o seu voto, seria a desmoralização completa do tal, para o bem do Brasil o PT deveria ser extinto como agremiação político partidária, este bando terminará a grande maioria atrás das grades.

Deixe uma resposta para DIRETO AO ASSUNTO: "PRESIDENTE TEMER, LIVRE-SE DO LIXO QUE O CERCA"! Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-08-03 20:45:55