aki

cadastre-se aqui
aki
Geral
21-05-2020, 18h41

Estudo de Colúmbia mostra que é erro dinamitar quarentena, como faz Bolsonaro

Se distanciamento social tivesse adotado uma semana antes, 36 mil vidas teriam sido salvas nos EUA, revela projeção de universidade
8

Kennedy Alencar
WASHINGTON

Um estudo da Universidade de Colúmbia mostra que, se os Estados Unidos tivessem adotado distanciamento social e outras medidas de quarentena uma semana antes de meados de março, 36 mil mortes teriam sido evitadas até o começo de maio.

Os EUA tinham, no início de maio, mais de 65 mil óbitos devido ao coronavírus. Com a quarentena adotada uma semana antes, essas baixas teriam ficado abaixo de 30 mil.

Publicado hoje pelo jornal “The New York Times”, o estudo foi mais longe. Se a quarentena tivesse sido adotada nos EUA em 1º de março, haveria 83% menos mortes. Em vez de mais 65 mil, teriam havido cerca de 11 mil fatalidades no começo de maio.

Esse estudo, uma projeção com base em modelos epidemiológicos, mostra que, na falta da vacina e do tratamento terapêutico, o distanciamento social é a arma mais forte contra o coronavírus. O estudo também revela que Trump, governadores e prefeitos agiram tarde e deixaram o contágio rolar mais tempo sem medidas de mitigação e controle. O presidente dos EUA passou quase dois meses subestimando o risco da covid-19.

Vestindo a carapuça, Trump disse hoje que agiu cedo, que foi criticado por restringir viagens da China para EUA e por suspender voos para Europa. Afirmou que Colúmbia é uma universidade liberal, o que significa ser de centro-esquerda nos EUA. Disse ainda que o estudo era uma armação política para prejudicá-lo.

O estudo da Universidade de Colúmbia traz uma lição importante para o Brasil. Foi um erro o presidente Jair Bolsonaro ter agido com irresponsabilidade e dinamitado a quarentena, que, se tivesse sido bem feita, teria preservado mais vidas no país.

O Brasil desperdiçou esse tempo devido ao despreparo de Bolsonaro, que age como genocida. Não há outra forma de qualificar o presidente brasileiro, retratado na imprensa internacional como uma ameaça à saúde pública no Brasil. O país ainda não passou pelo pico, o que desperta preocupações globais.

Mais pessoas estão morrendo no Brasil por causa da forma como Bolsonaro conduz a resposta ao coronavírus. Ele é uma ameaça pior do que o vírus para os brasileiros.

*

Economia arrasada

Mais 2,4 milhões de americanos pediram seguro-desemprego na última semana. No total, são 38,6 milhões de trabalhadores nessa situação em nove semanas.

O impacto negativo do coronavírus na economia tem fortalecido o lobby pela reabertura da economia, que já está acontecendo desde ontem nos 50 Estados americanos. Trump quer reabrir a economia rapidamente, porque, num cenário de depressão e alto desemprego, ele pode perder a reeleição.

*

Problema é global

Voz mais respeitada da força-tarefa da Casa Branca, o imunologista Anthony Fauci fez um alerta de que é preciso conter a pandemia nos países em desenvolvimento para evitar nova onda de coronavírus nos países ricos.

Em tempos sombrios, a óbvia constatação é necessária. É preciso uma coordenação global para acabar com a pandemia. A estratégia de cada país por si não vai funcionar a contento e sairá mais cara para todo o planeta.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

Comentários
8
  1. Walter Nobre disse:

    Kennedy, o maior exemplo de erros esta em Nova York, não dá para atribuir esta conta só ao governo, os EUA estão sendo uma negação semelhante ao Brasil nesta pandemia, tal lá como cá, todos estão queimando milhões com pouca eficacia, esta é a grande verdade, por isto a comparação é inevitável entre os dois países. Ontem o Bolsonaro fez uma reunião calma com governadores, o nosso problema são nas grandes periferias, este locais merecem isolamento geral. Em SP estão ignorando tal fato, preocupados em proibir movimento de carros.A salvação de todos os países deve ser um medicamento que possa atenuar pelo menos os males do vírus. A retomada na economia é um “mal” necessário, os EUA vão insistir nesta condição, o que será seguido pelo Brasil.

  2. A mente brilhante do Trumpismo e Bolsonarismo. disse:

    Antes de pensar cidades no mundo e Nova York. Que tal pensar. Por que motivo Nova York? Essa cidade tem grande concentração de comércios e ainda a mais importante bolsa do Mundo – Wall Street. Temos que lembrar que pessoas ficam a frente do Estado. E infelizmente para os americanos. Seu representante hoje é um sujeito bilionário (sim – fruto de heranças e um nome forte da construção civil). Com passagem pela TV com caras e caretas a favor de chavões e frases de efeito a um público que acha que todo conteúdo é verídico. Nova York para Trump e sua reeleição é um marketing que tudo pode dar certo, é só voltar, é só ignorar o isolamento. Então teria ele, o comércio e a Bolsa funcionando. Isso, imporia ao povo e mundo. A normalidade do capitalismo. Comércio e Bolsa. Outra aposta é a miscigenação do povo local. E para testes contra o vírus. Uma cidade – um tubo de ensaio. Na verdade Nova York não é um erro aos olhos do capitalismo e Trumpismo. Foi somente uma grande cobaia de Trump.

  3. A mente brilhante do Trumpismo e Bolsonarismo. disse:

    No Brasil, não foi diferente. Claro que lá o “Científico” tem C maísculo. De igual forma o C de seu Capitalismo. Então, com a figura mais patética a frente do comando do Brasil. Não mudaríamos o pensamento. Qual é a cidade mais miscigenada do Brasil? Teremos dúvidas. Afinal, a miscigenação como evento a ser analisado. Leva em conta população e a amostra do que seria miscigenação. Mas, pensemos São Paulo tem a maior população. Deve ter também a maior miscigenação. Com provavelmente o RJ. SP tem maior número de comércio e também a única Bolsa de Valores do Brasil. Assim, SP e Nova York voltarem a normalidade. Fazem bem ao capitalismo. O nosso capitalismo tem um c pequeno. Como nossa ciência. Não gosto do Dória. Mas ele teve um papel importante contra um maior número de morte em SP e no Brasil. É involuntária a premissa disso. Mas, brasileiros. Se SP embarca na ignorância do Bolsonaro. Com liberação de Igrejas principalmente. SP, RJ, MG, BA já tinham corpos espalhados pela rua e calçadas.

  4. A mente brilhante do Trumpismo e Bolsonarismo. disse:

    A volta a normalidade nos EUA e Brasil. Tem um distanciamento enorme. A ciência depende de experimentos. A estatística anda lado a lado com uma coisa chamada investimento científico. Nos EUA existem empresas que fazem estudos científicos. Lembrando lá a Ciência com “C” tem por trás inúmeras empresas – milhares. No Brasil a ciência tem… centenas… dezenas, talvez 9, 8, 7… Embora com o mesmo problema. A solução não pode ser simplesmente pensada em siga o mestre. Ridículo quando o Mestre não tem o M maiúsculo. Tanto Trump e Bolsonaro são mestres com o “m” de mentiras, manipulação (Fack News), menosprezo ao povo, e o que se pensar de pior. No Brasil se os fiéis tivessem seguido seu mestre. Ou mestres Edi, Malafaia e Bolsonaro (falsos humanos) enrustidos como senhores da sabedoria, mas tolos humanos. Seríamos hoje o primeiro pais do mundo a ser banido por contágio certo do coronavírus. Mas o mestre está fazendo um esforço danado para isso. Cabe a nós impedir.

  5. Bendito seja o Cão! disse:

    O Brasil tem seus templos Corintianos (Coríntios). E as atitudes dos novos profetas. São atos que expõem a fé a descrença. Oras! Oras! O que tua Igreja lhe apresenta é a cura. Ou a doença. Qual é a lógica. Apresentar aos fiéis a cura? Ou primeiramente a doença? Ovelhas são ovelhas. Onde estiverem. No ciclo econômico, nas religiões ou meras seitas que destroem os ideais que dizem seguir, nas guerras e caos. A única doença que as igrejas vão curar com o Covd. É a crença cega. Os evangelhos dizem orai e se protegei diante o inimigo. Os mestres, líderes religiosos (se merecem esse título mesmo). Nesse momento eles não são a cura. Fazem o papel, pelas mentiras e vaidades capitalistas (é sim – o dízimo, sem rebanho, não existe. E isso não paga a prestação da mansão em nome de Jesus). Do cão que assovia no seu ouvido os pecados de ser achar melhor que o outro (que você irá contaminar – sua família, amigos). Nesse processo de sobrevivência ao Covid. A economia ressurgirá. E os mortos? Não!

  6. A verdade está vindo a tona. Bolsonaro é hoje aval para implantar a Ditadura Milipatacas no Brasil! disse:

    Após fatos da reunião dos bolsomínios pagos pelo dinheiro público (crime) para formação de quadrilha – milícias armadas contra a segurança do povo – Entendam a soberania do Brasil diante o Brasil e Mundo (ou você acha que se o Brasil sucumbir – quem vai defender a Amazônia que tem o Bolsonaro e os piores milicianos junto contra invasões estrangeira – já que ele está limpando áreas e mais áreas para criação de aeroportos no meio da Amazônia para pouso de aviões militares estrangeiros (crime punido com corte marcial a todo o governo – principalmente militares da rede de comunicações particulares do Messias – vamos rir agora líderes religiosos pentecostais – o cão que não dá comida, não dá segurança, não dá soberania – mas quer dá tiro em brasileiro pobre, preto, prostituto – os 3 os de volta ao tempo da Ditadura Militar). Metade do povo não votou nesse criminoso de guerra telegrafada. Metade que votou deve estar arrependida. Vamos nos unir 75% e dá um final e colocar todos na cadeia.

  7. A verdade está vindo a tona. Bolsonaro é hoje aval para implantar a Ditadura Milipatacas no Brasil! disse:

    Não! Mais os incêndios liberados pela meia boca de controle pelo pior presidente do Brasil. Não são para pousar aviões militares contra nós brasileiros e latinos americanos. Então povo, entenda. Quem vai defender o Brasil caso isso ocorra em três frentes ou mais de invasão aérea? Pelo Oceano Atlântico, já existem navios americanos e submarinos liberados para navegar. Mentira? Não! A poucos tempos foi vazado isso pelas mídias. Videm o plano de segurança das FFAAs contra a possível invasão da França. Nosso vizinho Europeu. É sim. Estudem bolsonaristas. Em vez de se aproximar a França. Bolsonaro a favor dos EUA. Inventa inimigos imaginários. Ou apela contra seus melhores parceiros econômicos. O Brasil, pelas publicações e composição das informações. Pede sim a intervenção militar. Ela dentro dos próprios quartéis. A favor do povo, soberania e democracia do Brasil. Se não. Vai formar batalhões bolsonaristas que esmagarão a eles mesmos. Empresários, brasileiros Corte marcial ao Governo,

  8. wilsonsjr disse:

    Na vanguarda da ciência mundial, o presidente afirmou que “com meu histórico de atleta, se eu pegar a COVID-19 vai ser só uma gripezinha”. Está descoberta a cura das formas graves da COVID-19: ter histórico de atleta.
    Talvez o vírus consulte o banco de dados da pessoa, e, constatando que ela tem histórico de atleta, o COVID-19 desiste de infectá-la. Pode ser que o vírus tenha medo de levar um chute ou uma bofetada do atleta.
    Nunca imaginei que vírus combatesse com as pessoas, como se faz no ringue de boxe, no tatame (judô, karatê, aikidô, taekwondô etc.) ou no octógono.
    Mais uma relevante contribuição que nos é brindada pelo presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-07-11 19:03:16