aki

cadastre-se aqui
aki
Política
22-10-2018, 23h34

Fala de Bolsonaro é mais grave do que vídeo do filho

Ameaças à oposição são típicas de ditaduras
54

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A fala de Jair Bolsonaro no domingo com ameaças a opositores, minorias, movimentos sociais e imprensa foi mais grave do que o vídeo do filho Eduardo Bolsonaro dizendo que, com um cabo e um soldado, daria para fechar o STF (Supremo Tribunal Federal).

As declarações do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) não surpreenderam. Ele mostrou despreparo e visão autoritária. Em 2016, ao votar a favor da abertura do processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff, ele disse que o fazia “pelos militares de 64, hoje e sempre”.

O ministro Celso de Mello, decano do STF, teve a reação mais contundente e correta. Classificou a fala de Eduardo Bolsonaro como “inconsequente”, “golpista” e “irresponsável”. FHC também falou duro e acertadamente. Disse que a coisa cheirava a fascismo. E cheira mesmo.

Em contraponto político, foi lembrado um vídeo do deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) em que ele criticava o Supremo. Mais uma vez, houve tentativa de nivelar desiguais. Ao longo dos 13 anos em que esteve no poder, o PT não tentou fechar o STF. O histórico do partido não autoriza que a legenda seja retratada como uma ameaça à democracia.

Mas as falas de Jair Bolsonaro ao longo de sua carreira política e o discurso para manifestantes na avenida Paulista mostram que o candidato do PSL é, sim, uma ameaça à democracia. Jair Bolsonaro fez um discurso típico de ditaduras.

Ele disse representar uma maioria, “o Brasil de verdade”, e que uma minoria, “essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós”. Ora, é um óbvio desrespeito às minorias.

O candidato do PSL também ameaçou colocar opositores na cadeia, onde Lula apodreceria. Numa democracia, é o Judiciário que manda as pessoas para a cadeia.

Ele criminalizou os movimentos sociais, dizendo o seguinte: “Bandidos do MST, bandidos do MTST, as ações de vocês serão tipificadas como terrorismo”. Atacou a imprensa que o desagrada. Chamou o jornal “Folha de S.Paulo” de a maior fake news do país e ameaçou cortar verba de publicidade.

São os ditadores que ameaçam opositores, minorias, imprensa e movimentos sociais. Uma democracia se legitima e se fortalece com oposição, respeito às minorias, liberdade de imprensa e diálogo com movimentos sociais.

A uma semana da eleição, um candidato prestes a virar presidente deveria ter atitude conciliatória. Mas Bolsonaro fez o contrário. Assim, dá um sinal preocupante para seus liderados, seus guardas da esquina, num momento em que deveria enviar mensagem de união e moderação.

Esse discurso de Bolsonaro é o mesmo de Nicolás Maduro na Venezuela, país que virou uma ditadura. Não é a fala de um democrata. É melhor o Brasil já ir se preocupando.

*

Outros temas

O apoio de Marina a Haddad, o debate quente da eleição para o governo fluminense, a onda Bolsonaro em Minas, São Paulo e Rio e o fracasso da Justiça Eleitoral no combate às fake news também foram temas do “Jornal da CBN – 2ª Edição. Ouçam abaixo:

Comentários
54
  1. SEM DUVIDA ESTAMOS A BEIRA DOS CAUS , COM A POSSIBILIDADE DESSE LOUCO ASSUMIR A DIRECAO DO PAÍS O QUE É PIOR OUTORGADO PELO VOTO POPULAR DE UMA SOCIEDADE CEGA E QUE SE ACOVARDA EM MANTER UM GOVERNO DEMOCRATICO .

  2. José Antônio disse:

    Situação grave! Gravíssima! Afronta à Constituição! Essas pessoas estão com a mente contaminada, ainda, com os tempos da Guerra Fria!
    Aqueles que brincaram com a democracia e até incentivaram o ódio contra a esquerda (que de fato não existe mais – todos são capitalistas) agora estão com as barbas de molho, apreensivos, desconfiados, sem rumo certo. Que diga a Rede Globo vista pelos bolsonaristas como inimiga; que diga o PSDB que regrediu em importância; que diga o STF que assistiu à retirada do poder da Presidente por causa das pedaladas; que diga o próprio PT que não teve o discernimento necessário, e sim ambição, para passar a bola para outro candidato nessas eleições.
    O pior de tudo é que o próprio povo, anestesiado, sem ideia do perigo, vai autorizar pelo voto essa situação! Quando o efeito passar não vai mais poder reclamar!

    • Ivo Oliveira disse:

      Concordo em gênero, número e grau, contigo, José Antônio! Você foi extremamente lúcido e, em poucas linhas, resumiu a situação catastrófica em que se encontra o país. Há o sermão de um Pastor Protestante da Alemanha, em 1933, que retrata a insanidade dos brasileiros de hoje. Há também um texto de Bertold Brecth sobre o mesmo assunto. E também um poeta de Niteroi, ainda vivo aos 86 anos que fala das atitudes do nazismo. Dizem, em resumo, que as pessoas aceitaram tudo e, ao chegar sua hora, não havia mais ninguém para defendê-lo.

    • Moisés Bonniek disse:

      De acordo! O fascista tem muito a agradecer ao soberbo PT, pois tá se elegendo na esteira do antipetismo doentio. O PT sabia desse risco, mas preferiu liderar a minoria oposicionista no congresso nos próximos quatro anos de governo da extrema direita. Tanto que Jacques Wagner apontou um caminho seguro desde o início, porém quase toda a cúpula capitaneada por Lula recusou sua proposta em compor uma chapa de centro-esquerda encabeçada pelo Ciro Gomes.

      • Dimas disse:

        Também achava que o PT deveria ter constituído uma chapa com Ciro na cabeça. Contudo, depois da atitude irresponsável tomada por ele findo o primeiro turno, começo a achar que Lula tinha razão. Não estava preparado para liderar o conjunto dos democratas. É pena. Acho que sua atitude será lembrada nas próximas eleições, se houver e sua carreira tende a ter sido encerrada.

    • walter disse:

      Toda esta história do PT se refazer, caro José Antonio, seguir um caminho de centro esquerda, Nunca acontecerá, por dois motivos; os esquerdistas radicais do PT, não aceitam, e o LULA manda e desmanda no PT de onde estiver; tanto isto é Fato, que minha tese define o não interesse, em eleger qualquer um, enquanto o lula estiver detido, mesmo que condenado; não espera ter prepostos vitorioso, para não ser esquecido…se quisesse ganhar, teria escolhido um cavalo puro sangue…Jamais escolheria um Ciro Gomes, todos viram como CID agiu como apoiador do pt…chamou todos de babacas…o Ciro nem no Brasil ficou, não concorda ter sido preterido por haddad…enquanto a esquerda bate cabeça, faz ameaças, comete desatinos; não acrescentará nada; como diz o Mano Brow, não falam mais a língua do Povão, precisam de reciclagem…concordar com o que foi dito, é suficiente para assinar um atestado de Burros unidos…mudaram de Cores, argumentos, esconderam o lula, e se esconderam do País…

  3. HORTULINA paiva disse:

    Aterrorizador !

  4. Sérgio Luiz Sato disse:

    Prezado Sr. Kennedy, se puder trocar umas informações comigo, fico grato. Creio que quem apoiou Chaves e Nicolás Maduro incontestavelmente foi o PT. Enquanto Governo, Lula e Dilma NUNCA falaram mal ou contestaram ações absurdas desses dois no governo da Venezuela.
    Eu vou votar no Bolsonaro, mas já votei muitas vezes no Lula.
    Creio que esses 60 milhões de eleitores que deverão eleger Bolsonaro não votem no PT pelos semelhantes motivos de eu não votar hoje no PT.

    Entre escolher ficar na mesma situação, onde a maior empresa hoje existente no Brasil se chama “Aluga-se Galpão”, prefiro tentar algo novo…se não der resultado, o Bolsonaro cairá por algum meio judicial. Vivi as décadas de 70 e 80…havia censuras, mas não essa onda de crimes que temos hoje, graças a uma política frouxa contra bandidos. Quero empregos ou serviços, pois o Brasil e sua população não merecem ficar mendigando Bolsa Família. O PT me parece ter uma arrogância desproporcional e não sabem ouvir opiniões contrárias.

    • ANDRE disse:

      Meu caro, quanto ao seu comentário ” mas não essa onda de crimes que temos hoje”. peço que procure estudar a questão do crime organizado despido de filtros ideológicos. Você verá que foi exatamente na ditadura que o crime organizado se perpetuou, juntamente com a banda podre da polícia. Até o final da década de 60, só havia os famigerados ladrões de galinha. Com o aprofundamento da repressão, a polícia passou a usar todos os seus recursos no combate aos “inimigos do regime”, dando pouca importância ao crimes comuns, a banda podre da polícia percebeu que se tivesse sucesso na repressão, não seria importunada e foi assim nos anos de chumbo. Nomes como Fleury, capitão Guimarães e outros ilustram bem isto.

    • MARIA ZULMA OLIVEIRA DE SOUZA disse:

      Concordo plenamente, vivi todo o REGIME MILITAR, que ficam chamando de DITADURA, ninguém me incomodou, pelo contrário, fiz duas faculdades, comprei minha casa, andava livremente a qualquer hora do dia ou da noite. Não assaltei nenhum banco, nem sequestrei ninguém.Hoje temos um GENOCIDA preso, que é idolatrado por uma grande parte da sociedade, isto não é uma disputa política, é uma luta do bem contra o mal. POLÍCIA x LADRÃO.

    • Elena disse:

      Desculpe-me, mas o PT nunca ameaçou os seus contrários com banimento ou prisão como está fazendo Boçalnaro. E um partido que está querendo ganhar as eleições no tapetão, como está fazendo Boçalnaro, através dos seus fake news disseminados por empresários que estão contribuindo para o Caixa 2 de sua campanha, conforme denúncia da jornalista da Folha de SP, não merece o apreço de ninguém, quanto mais votos coniventes dos seus eleitores. Se uma pessoa que quer ser presidente da República começa com uma campanha suja como essa, atingindo seu adversário da cintura para baixo, imagine o que fará depois de eleito.

    • Carlos Oliveira disse:

      Parabéns, concordo plenamente com sua posição que, aliás, é a minha!

    • sergio disse:

      concordo plenamente

    • Romenia Nogueira disse:

      Faço de suas palavras as minhas. Concordo plenamente!!

    • p/Sergio Luiz Sato - "DEUS, FAMÍLIA, BRASIL"! disse:

      Você foi curto e grosso. Penso como você. Acho que milhões que votarão no Bolsonaro, pensam assim. Eu confio em Deus, Família, Brasil. Creio que Deus não deixará Bolsonaro nos decepcionar, como lula (no qual também votei, confiei, batalhei votos), nos decepcionou. Há uma diferença fundamental: Bolsonaro está colocando “Deus”, no negócio. Lula colocou a ganância, a roubalheira, o enriquecimento ilícito, a preservação do poder a qualquer custo. Não que não teremos muitos problemas – a diferença é que, com Deus, os problemas serão vencidos, sem meios criminosos. Se Bolsonaro se esquecer de Deus, cai. Deus não se deixa escarnecer!

    • Miguel Ângelo disse:

      Aprenda sobre duas coisas: 1º) haviam 66 milhões de brasileiros. Hoje temos 210 milhões. Então não é inteligente mensurar um quantitativo não proporcionando. O correto seria você falar que aparentemente tinham menos crimes. E nós vamos de novo contestar. Aí você teria que ver qualitativamente. E só existia crime onde se achava o corpo. Tinha muito suicídio. Você pesquisou como ocorriam e onde? Você viveu em periferia? Você já viu um cidadão, ou um bandido ser preso vivo e não chegar na Delegacia? É temos que aprender a falar corretamente o que havia na Ditadura. Censura não se tinha? Piada! Se as pessoas eram presas por falar contra o regime. Então onde tem-se a realidade que não existia censura? Os Evangélicos e Maçons tem que se desvincular desta eleição. Bolsonaro é quase certo, ser o pior presidente do Brasil. E os irmãos de ambas as instituições não deveriam levar este fardo na costa. Se der certo. Tapinha nas costas. Errado… Crucificação dos irmãos destas instituições sérias.

  5. Humberto C Antonio disse:

    A fala de Bolsonaro não é a mesma de Lula em um discurso na cidade de Joinville, Santa Catarina, durante a campanha o primeiro mandato de Dilma onde ele afirma que extirparia o senador Jorge Bornhausen e sua família da política ?
    Se for necessário, confirmo o dia deste comício e tento recuperar o áudio para sua análise.

    • Fabricio disse:

      Lembro muito bem deste ato de Lula, mas o que ele disse foi que deveriam extirpar o PFL (hoje com nome alterado para o DEM). É completamente diferente, meu caro. Extirpar um partido é uma coisa, agora “fuzilar a petralhada” ou coisas do tipo, daí sim é de se considerar um ato terrorista. Aconselho o amigo a procurar tratamento para tirar de você todo esse ódio do coração e procure se informar melhor. Hoje ainda existe liberdade de expressão e imprensa livre. Amanhã, já não sei mais se teremos, caso esse ditador seja eleito…

  6. silene regina ribeiro disse:

    realmente a eleicao mais critica e preocupante de um lado um suposto ditador
    do lado um ja um partido sem principios,sem etica e menos complometido com o bem estar da populacão,tão pouco preocupado em estabelecer,equilibrio social,cultural ,economico e saudavel
    lastimavel um segundo turno tenso sem muitas possibilidadese expectativas
    tipico do velho ditado”se correr o bicho pega,se ficar o bicho come”

  7. antonio sousa disse:

    Sim!… as respostas foram…

    E daí… Só isso?…

    Desculpe-me… se ofendi… Não era a minha intenção…

    Vai ficar só nisso…

    Não tem mais nada…

    O pai que a todos os erros do filho, aquiesce; será uma das vítimas dele.

  8. […] Fonte: Fala de Bolsonaro é mais grave do que vídeo do filho | Blog do Kennedy […]

  9. ELIANDRO disse:

    Ele não disse nada de diferente,quem o conhe e vota nele por esses pensamentos mesmo.Por causa das minorias a maioria esta pagando caro e isso precisa mudar.

  10. vilmei bueno de oliveira disse:

    Kennedy já estou preocupado pelos quatro anos de trevas que virão.
    Gostaria de saber sua opinião quanto ao que está ocorrendo no Brasil,
    especificamente em relação a escolha insensata do novo “caçador de marajás”

    • Waldemar disse:

      Trevas, nós estamos passando com o governo do PT.

    • Miguel Ângelo disse:

      Não é um caçador de Marajá. Estes ainda existem. É um caçador de monstros dos moinhos de vento. Bolsonaro não pode ver vermelho. Mas só agora. Porque quando era da Ditadura, a calçado tinha vermelho do sangue de inocentes. As masmorras que escondiam quem se levantava contra a Ditadura era vermelha pelo sangue de inocentes que só não aceitavam um regime voltado para os ricos ficarem mais ricos e os pobres mais pobres. Bolsonaro um erro, que só não é tão ruim, porque ainda tem o Mourão maçom na sombra dele.

  11. Carlos disse:

    Kennedy, sou admirador de sua inteligencia e de seus comentários sensatos e pertinentes. Muita sabedoria. Faço de tudo para ouvir seus comentários da CBN, pois eles são inspiradores de atitudes democráticas e respeito à verdade. Pelo visto, vamos ter muito o que comentar sobre ditadura e falta de democracia.

  12. Não vislumbro “óbvio desrespeito às minorias” o candidato comentar que “essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós”. Afinal, o art. 5º da CF/88 menciona que “todos são iguais perante a lei”. Há casos, sim, que exigem proteção especial. Mas não reputo especiais, por exemplo, os que possuem opção sexual diferente. Especiais, por exemplo, são as pessoas com deficiência que necessitam de tratamento diferenciado.
    A CF/88 classifica como crimes inafiançáveis e imprescritíveis a ação de grupos armados, como o é o MST e MTST, pois invadem, destroem e matam.
    O contraponto correto, deve ser feito com a fala de José Dirceu, líder petista que falou: “vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar a eleição”.

  13. Tadeu Bastos Gonçalves disse:

    Sr. Kennedy.
    Seu blog e seus artigos formam um conjunto de ideias que levam os leitores a refletirem e se posicionarem frente a situação política atual.
    Este artigo, na reta final das eleições presidenciais, é tão casuísta quanto a divulgação de um vídeo de quatro meses, frise-se, sem repercussão na época, pela irrelevância do evento e do assunto.
    Comparar Bolsonaro a Maduro, é o mesmo que comparar a “maré de lua” a um tsunami. Ele, Bolsonaro, representa neste momento para a maioria da população brasileira, a única possibilidade de frear as “barbaridades políticas”, inclusive as de apoio a “minorias” com ações populistas. A população “maioria”, se Vê acuada no dia a dia, frente ao licenciosismo comportamental de minorias, onde classes privilegiadas midiáticas impõe a liberdade de expressão e comportamento.
    O povo brasileiro está exercendo pela primeira vez a democracia, onde a vontade da maioria coloca as minorias sob jugo sim, (negros não são minoria e tem expressiva participação).

  14. BRAGA BH disse:

    Os eleitores de Bolsonaro se comportam como maridos traidos. O sujeito é colocado de frente contra os fatos: quem é o amante, que dia foi a traição, as fotos dos dois no sofá da sala e mais outros detalhes sórdidos. O marido vende o sofá e fica inimigo daquele que tentou abrir seus olhos!!

  15. BRAGA BH disse:

    Minas também não está diferente do restante do país. Com uma pequena diferença. Com um governo ruim na gestão Pimentel, que a todo momento teve que ceder os anéis para não perder os dedos, o povo mineiro resolveu dar uma guinada histórica. Já é demonstrado que não quis a continuação mas que também não quer a empulhação dos governos e dos amigos de Aecio.
    O povo mineiro sabe muito bem como foram os anos nas mãos do PSDB. OS desmandos na Cemig e Copasa. O Elefante Branco da Cidade Administrativa. o Consorcio Minas Arena e outras coisas mais.
    A conclusão a que se chega, é que o CAOS começa por Minas com a eleição de uma cara que quer comandar o estado como se fosse seu posto de gasolina.
    Ou seja, o país vai começar a pegar fogo por Minas primeiro!

  16. EWALD JAN SCHERNER disse:

    Prezado Sr. Kennedy. Se praticamente 60% dos eleitores votarão no Bolsonaro isso mostra, que alguma coisa foi muito errada na política Brasileira. Porque vocês sempre falam em ameaça à democracia? Quem ameaçou a democracia foi o PT.

    • Miguel Ângelo disse:

      Aguarde a suspensão dos acordos entre Mercosul e BRICS enquanto Bolsonaro estiver no governo. Depois, espere os EUA diminuir de 15% para 9% o comércio conosco. Europa, só quer vender remédios. Some, digo, subtraia do erário bilhões da tributação de 20% do IRRF, que prestigia a classe milionário em desfavor do Brasil e classe média baixa. E você verá que Bolsonaro será a pior coisa que o Brasil escolheu. Lamento, mas não há hoje sem Rússia, India e China, mercado externo com outros Países. E nossos destino, é a partir de domingo, voltar a economia dos anos 80. Mas fiquemos contente. Porque aí o MITO vai existir. Pois, ele conseguirá trazer os anos 80, para o século XXI, na economia. E isto vai chegar a você, com falta de trabalho, e empresas indo para fora do País. Bem vindo a Venezuela pela direita. Se existe. Pois, a maioria de quem a defende, gosta mesmo do dinheiro do BNDES e do erário. Vide, as construtoras que conforme Lava Jato, nos roubam desde a Ditadura. Parabéns Brasil!

  17. EWALD JAN SCHERNER disse:

    Prezado Sr. Kennedy. Eu não fiz nenhum comentário com ofensas etc. Porque razão o meu comentário não é publicado? Por outro lado quero lembrar a fala do deputado federal Wadih Damous: Em gravação de 13 de abril de 2018, o deputado federal afirma: “Temos que redesenhar o Poder Judiciário e o papel do Supremo Tribunal Federal. Tem que fechar o Supremo Tribunal Federal. Temos que criar uma Corte Constitucional de guarda exclusiva da Constituição, com seus membros detentores de mandato”. Qual é a diferença?

  18. ANDRE disse:

    O Bolsonaro parou no tempo, parece que vive ainda na década de 60, entorpecido pelo tal perigo vermelho. Rouba as palavras de Carlos Lacerda, mas sem a mesma verborragia do mesmo. Só consegue fazer uma leitura do mundo, pelas cartilhas panfletárias de poucas páginas que lia nos quarteis para passar nos exames. Não percebe que o comunismo já não é levado a sério a muito tempo, que as suas experiências são o sepulcro do mesmo. O candidato Bolsonaro, ressuscita temas que se discutia exatamente em 64, produtos de um conservadorismo que devemos esquecer. O Brasil caminha para um triste caminho, parecido com o que trilhou quando levou o maluco do Jânio à presidência.

  19. RICHARDSON ROMERO disse:

    O Bolsonaro jamais governou. Vamos ver como vai ser a sua administração, uma coisa é retórica de campanha, outra é a realidade como governante. Agora, o PT já governou vários anos, e sabemos do assalto a Petrobrás, aos fundos de pensão, rombos no BNDES, apoio a ditaduras africanas e sul americanas, dentre outros equivocos. Voto no Bolsonaro sim, mas se ele pisar na bola, não voto mais, não tenho partido ou político de estimação.

  20. Claudio Tadeu Santos da Silva disse:

    Kennedy Bom dia,

    Desculpe…considero você e o Alexandre Garcia, os jornalistas mais equilibrados do Jornalismo, mas como vocês falam precisamos analisar o contexto e a história…Não concordo com que disse Bolsonaro sobre a “esquerda”. Mas Irei votar nele…assisti nos últimos 13 essa mesma “esquerda” produzir algumas das maiores aberrações neste País…tanto moral, econômica/financeira, faz de conta, privilégios, desvios, roubos e etc…em nome de um Projeto de perpetuação de Governo…só não previram o Juiz Sergio Moro…chamar o Bolsonaro de fascista é complicado, que Moral nosso atual STF…têm ? Lógico que existe exceção…mas olhemos com cuidado a história….em um discurso traduzindo para uma linguagem coloquial…Hitler disse: Precisamos acabar com essa doença, chamada “JUDEUS”… É NÓS CONTRA ELES…ops meras palavras…quem usou durante anos essas palavras ? Quem fez ameaças durante anos nos seus Sindicatos, aos País e a todos que discordassem deles… abraços Kennedy

  21. Jader disse:

    Antes de mais nada, gostaria de dizer sempre gostei dos seus comentários e procuro sempre lê-los.
    Não estou aqui para defender ninguem, muito pelo contrário, acho que os exageros, sejam de quem for devem ser combatidos e tratados com seriedade que o caso requer.
    Entretanto, observando a movimentação da internet, verifica-se que tantos outros já mandaram fechar o STF, já chamaram o STF de frouxo, de dominado e etc. Ninguem fez nada nessas ocasiões. Nunca existiu uma Suprema Corte do Pais tão demoralizada como essa de agora, é trapalhada atras de trapalhada.
    Como se pode ter uma corte séria em que os indicados são escolhidos pelo Presidente da República? Deveria se ter critérios rígidos para nomeação de Ministros do STF, mas infelizmente o que se vê são indicações políticas.
    Acredito na Democracia brasileira, que é sólida e eficáz. Tenho certeza que o povo brasileiro não aceitaria uma nova ditadura, mas também não aceitará passivamente o aparelhamento das instituições por qlq partido.

  22. silas cabral de araújo franco disse:

    Jair Bolsonaro esqueceu de informar a seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, que não poderia antecipar as medidas que tomará após as eleições.
    O povo não está sendo informado que o caos vivido no Brasil teve a participação da maioria dos partidos políticos. Inclusive do partido de seu Bolsonaro.

  23. mariza disse:

    Kennedy, após 4 anos de espera nos deparamos com as 2 piores alternativas no segundo turno das eleições. Não é possível defender o Bolsonaro e muito menos o PT (apesar de você acreditar que as atitudes do PT devem ser minimizadas). O PT nunca pensou em fechar o STF porque até a Lava Jato o STF estava na moita. Você se recorda que a Dilma tentou obstruir a justiça nomeando o Lula como Ministro?

    • Miguel Ângelo disse:

      São sim, duas piores do que podíamos ter no segundo turno. Culpa do PT mesmo, que devia ter aberto caminho para outro partido: que fosse qualquer um, PDT, PSDB, ou outro qualquer. Mas diante estas duas opções você pode tomar a seguinte decisão: Haddad representa o PT, e você já deve ter visto que ele não vai ficar, se eleito 100% PT. Isto é uma ilusão do Lula e Greise. Haddad vai ser Haddad. Pode votar porque quem já devia ser preso, preso está. E não sai. Isto quem garante é a Lei em primeiro lugar. Depois o Moro. Bolsonaro mente em quase tudo, quando arrisca falar erra em quase tudo. Seu Ministro da Economia já está errando no que comenta. E seu pensamento vai levar o Brasil a perder os acordos com o Mercosul e BRICS. A China já deu recado a Vale. E a Rússia na hora que for fechado um acordo com os EUA para Alcânta, fecha as portes, seguida pela Índia. Você pode votar e nele e pagar para vê. E tem a saída para aqueles que não querem o PT, nem Bolsonaro. Vote Nulo!

  24. Zenando Nunes da Silva disse:

    Preocupação mesmo eu tenho, com um “possível” continuísmo, com um Haddad. Bolsonaro no Brasil, não faz medo nenhum. Com o PT no poder estaríamos mais próximo de uma ditadura camuflhada de democracia, que com um Bolsonaro. O medo que o brasileiro deve ter, é o do Bolsonaro não conseguir por em prática, as boas idéias que prega: maioridade penal de 16 anos, ministério técnico, combate a corrupção, equilíbrio das contas publicas, ….

    • Miguel Ângelo disse:

      Zenando, não sei se você vai ler esta verdade. Mas, olha, eu garanto que o PT não colocaria nunca uma Ditadura neste País. Comunismo, eu arrisco até a alma, para dizer que é impossível. Todo mundo gosta de dinheiro. Cubanos gostam. E a família Castro deve ser milionária, ou bilionária. Putin é o maior bilionário (nem que seja só cogitado – nós pessoalmente achamos que é sim o 1º do Mundo). Ditadura você viveu, na transição da própria ditadura militar para um tal governo civil. Que não existiu. Pois, os ricos ainda estavam atrelados a acordos da Ditadura. Então você pode colocar que nós vivemos até o fim do governo FHC. Uma Ditadura que é sim pior que a Ditadura Militar. Se chama Ditadura Civil. Onde poucos, desta elite financeira, tosca, comandou o Brasil fazendo o que queria. E temos que dar parabéns ao Itamar Franco, ao FHC, ao Lula – quando deixaram, fez sim muitas coisas a favor de um governo civil, e não de uma Ditadura Civil. E o Temer ajudou a manter um governo civil até domingo

  25. Alberto disse:

    Na terra brasilis já tivemos,estamos tendo e ainda teremos muita fala absurda.Não esqueçam o”foi uma força de expressão(Lula justificando em depoimento a Moro),fala de Damous s/fechar o Supremo,fala de Dirceu s/eliminação de todos os poderes do STF e muitas e muitas mais ditas pela terra brasilis a fora.É o festival de besteira que assola o país.Nada muda,tudo igual,é clima de de eleição.Essa é a terra brasilis.

  26. APÓS AS ELEIÇÕES: UNIÃO GERAL DO POVO PELA DEMOCRACIA - CONTRA O CAOS MORAL, POLÍTICO E ECONÔMICO VIGENTE NO PAÍS! disse:

    Indignam-se inquiridores dos “Bolsonaros” diante das respostas sinceras – “absurdas” na visão dos habituados às das “velhas raposas astutas e corruptas do meio político”., Não se viu, entretanto, por parte da maior parte da mídia, indignação quanto ao atentado à vida de Bolsonaro.
    Criticam Bolsonaro por não participar de debates, indiferentes ao incômodo físico e até moral de uma bolsa de colostomia atada à parte externa do corpo, sem falar da debilidade física causada pela facada e cirurgias. Eduardo Bolsonaro tem o “direito” de saudar o movimento de 31 de março de 1964. Para ele (para mim também) foi um “movimento revolucionário”. É direito que outros o considerem golpe. Como o impeachment da Dilma é considerado por uns como impeachment, outros acham que foi golpe. Importa é que os brasileiros encerrem tais diferenças “NAS URNAS”! E que, após o resultado, haja “UNIÃO” entre os brasileiros, para que possamos sair desse caos moral, político e econômico. Isso é “DEMOCRACIA”.

  27. Miguel Ângelo disse:

    O maior golpe quem está levando, ou levarão em breve, são os eleitores evangélicos. Jair Bolsonaro foi pedir aos líderes das igrejas que pedissem ao rebanho que votassem nele. Faz aquele papel de homem religioso, que todos nós sabemos que não cabe ao perfil de militar da Ditadura. Pois, mataram, sumiram com os corpos, e torturaram mesmo. Nem vamos falar da corrupção, elefantes brancos, sangria já do INSS para construção de rodovias, pontes, etc. Tem um vídeo que corre por aí, com Mourão festejando a vitória do primeiro turno, em que ele diz: Saúde, Força e União. E tem muito evangélico que não sabe o que isto quer dizer. Mas nós sabemos ser de quem as igrejas evangélicas, por erro, e desconhecimento não aceitam. A Maçonaria. Senhores eleitores. Bolsonaro vai passar pela 3ª cirurgia. Se ele partir para lá embaixo, quem assume é o Mourão. Você Evangélico sabe disto? Ou seu líder sonegou esta informação? 40 milhões de votos*60% tira Bolsonaro?

  28. ABSURDO É ENFIAR "GOELA ABAIXO" DE UM POVO, "BANDEIRA VERMELHA COMUNISTA"! disse:

    Se é para falar de absurdos, o que é mais absurdo: 1 – alguém, diante de uma pergunta absurda, onde se imagina uma situação inexistente, num clima de indignação geral diante de uma situação nacional de caos moral, político, econômico, dá uma resposta impulsiva, sem raciocínio, absurda, como a pergunta ou; 2 – partidos políticos conduzindo milhares de manifestantes a empunharem uma “BANDEIRA VERMELHA”, símbolo internacional de regimes totalitários, comunistas, socialistas, mantidos à força e extermínio de milhares de cidadãos – num país de índole pacífica, ordeira, democrática, cuja Bandeira Nacional tem as cores verde, amarelo, azul e branco, e está escrito: “ORDEM E PROGRESSO”?

    • Miguel Ângelo disse:

      Não existe bandeira vermelha e é utópico falar em comunismo no Brasil. Traga um comunista vivo. E mostre a nós que seu País, e seus governantes não gostam de dinheiro. Olhem Putin, o maior bilionário do Mundo. E quantos temos na China e Índia. Acorde brasileiro!E nossa bandeira onde você vê “Ordem e Progresso”, poderia ter outra expressão. Ordem é ordem. Progresso é movimento para frente. E tropeção também resulta nisto. “Ordem e Desenvolvimento”, ficaria melhor. Crescimento e adiantamento. É muito mais. Um país que cresce. Tira gente da pobreza para a classe média. Um país adiantado é um pais que tem tecnologia, FFAAs, que tem inteligência, logística, dinheiro para pagar soldados (maioria pobres), cabos, sargentos(que vão a campo)não somente a gorduchos em quartéis nas praias brasileiras.Haddad não pode falar que a Venezuela é + armada que o Brasil? Mas nós povo sim. Nós temos ciência disso. Alcântara dos EUA. Bolsonaro e Congresso a entregou. Não vai tirar nunca mais. Cadeia neles!

    • Miguel Ângelo disse:

      Acorde sujeito. Não existe bandeira vermelha. Não existe comunismo. Isto só na cabeça de militares antigos, filhos preguiçosos da Ditadura. Num tempo que qualquer um conseguia entrar nas FFAAs. Pois era só dizer que ia defender a Pátria de um Comunismo que nunca chegou andar pelas ruas do Brasil. Qual governo utilizou do Comunismo no Brasil? Em qual dia, seja um sequer, que você viu, ou qualquer um tenha visto um comunista viver o comunismo na América do Sul. Nem a Venezuela. Ela tem um governo ruim. Só isto. E o nosso vai ser pior com Bolsonaro. Pois, ele não está nem entre o Nacionalismo, nem o Capitalismo. Tendo que lembrar, que aqui, os únicos empresários que colocam dinheiro dele mesmo no negócio. É o microempresário e pequeno empresário. Porque a maioria do grandes empresários, estão na lista de Moro, ou pegaram dinheiro com o BNDES, ou outro Banco (que é dinheiro de terceiro), e há décadas fica empurrando um capital de giro, hoje, uma conta garantida amanhã, repactuações, etc.

  29. antonio sousa disse:

    “Aos meus amigos tudo, para os inimigos a Lei.

    Essa citação atribuída a 0ctávio Mangabeira, político da Bahia no século passado, retrata um momento político em que a Lei era somente para os inimigos e dura lex sed lex.

    No entanto para os amigos todos as facilidades e benefícios e a Lei se aplicada não seria dura.

    Aos dois mil e dezoito anos do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, ao que se observa nesse período eleitoral, é que, em tese, essa regra ainda tem validade nos dias de hoje.

  30. […] Supremo fez bem. É preciso colocar limites a esse tipo de “guarda da esquina” que se sente empoderado para agredir devido à possível eleição de […]

  31. DIRETO AO ASSUNTO: DEPUTADO WADIH DAMOUS (PT/RJ) TAMBÉM FALOU CONTRA O STF! disse:

    Em gravação de 13 de abril de 2018, o deputado federal “WADIH DAMOUS” (PT/RJ), ADVOGADO DE LULA afirma: “Temos que redesenhar o Poder Judiciário e o papel do Supremo Tribunal Federal. Tem que fechar o Supremo Tribunal Federal. Temos que criar uma Corte Constitucional de guarda exclusiva da Constituição, com seus membros detentores de mandato”. O vídeo foi retirado da página do Facebook de Wadih Damous. Não podemos ter “dois pesos e duas medidas” num país democrático. A Lava Jato tem exercido papel importante nesse aspecto, pois antes dela, políticos influentes, poderosos economicamente, governantes, não iam para a cadeia – agora estão indo! Não se pode dar tanta importância ao que disse o filho de Bolsonaro, só porque é tempo de eleição, se há tão pouco tempo o deputado do PT disse a mesma coisa.

  32. Miguel Ângelo disse:

    E para os Evangélicos. Que não querem votar de tabela no Mourão. Que pode sim ser Presidente já em 2018. Caso a cirurgia de Bolsonaro, a terceira tenha problemas. Um coração cansado, um câncer escondido, uma infecção hospitalar. Votem no Haddad ou votem Nulo. Aí, o Saúde, Força e União. Que tem irmãos que também não votam em Bolsonaro, e nem estão sendo mandados pelos seus líderes a votarem na Ditadura Militar. Não cumprirá um papel secundário na eleição, arriscando depois, ser lembrado, quando Bolsonaro der errado, como culpado na história. E esta culpa, também os evangélicos devem ver se querem comprar. Porque amanhã acabe a Ditadura, quem vai ser perseguido serão os irmãos destas duas instituições sérias. Que levantam templos a virtude e masmorra aos vícios, mentiras e lavar mãos. Acorde irmão! Acorde Brasil!

  33. Ary Marconi disse:

    Citar Damous não da !!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-11-19 19:35:37