aki

cadastre-se aqui
aki
Geral
22-05-2019, 19h10

Fantasma de direita e extrema-direita ronda Europa

Populistas devem ganhar força em eleição continental
3

Kennedy Alencar
LONDRES

Para usar um clichê, um fantasma ronda a Europa, o do populismo de direita e extrema-direita. Entre amanhã e domingo, haverá eleição para os 751 membros do Parlamento Europeu. Mais de 400 milhões de eleitores votarão nos 28 países que compõem a União Europeia.

Há expectativa de bom desempenho de uma aliança de forças de direita, hostis à união. Em outras palavras, o Parlamento Europeu poderá ter, pela primeira vez, uma parcela realmente significativa de opositores à integração continental. Esses novos representantes deverão tentar, por exemplo, aprovar leis mais duras contra imigrantes.

No Reino Unido, as eleições para 73 assentos no Legislativo europeu ocorrerão amanhã. O Partido Brexit, liderado pelo populista de direita Nigel Farage, aparece nas pesquisas como a força política que deverá receber mais votos.

Recentemente, a francesa Marine Le Pen e o italiano Matteo Salvini foram juntos a um comício na Itália. Lideranças de direita e extrema-direita como Farage, Le Pen e Salvini formaram uma coalizão internacional conservadora que assusta uma Europa moderada politicamente e aberta à ideia de maior integração internacional.

No entanto, há também uma parcela importante dos eleitores que poderá votar em legendas mais ao centro no espectro político, como os liberais democratas do Reino Unido e membros do movimento Em Marcha da França.

Por causa da incerteza em torno do Brexit (confuso processo de saída da União Europeia), está em curso um enfraquecimento dos dois partidos mais tradicionais do Reino Unido, o Conservador e o Trabalhista.

Isso abriu espaço para o crescimento do extremismo político no Reino Unido, mas também para que os liberais-democratas e os verdes tentem capturar eleitores mais moderados dos partidos Conservador e Trabalhista.

O resultado da eleição para o Parlamento Europeu terá forte influência nos destinos do Brexit e da desgastada primeira-ministra Theresa May, que tem sido pressionada a renunciar.

Ouça o comentário feito hoje no “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

Comentários
3
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    O nobre jornalista se esqueceu ou omitiu o crescente antissemitismo na França e Alemanha, tão ou mais perigosos que as alianças de direita mencionadas na brilhante matéria acima !

  2. walter nobre disse:

    Kennedy, o mundo esta em convulsão, sejam por guerras, catástrofes, divisões, Brexit, emigração desenfreada; enfim, o populismo de qualquer especie, tem sua linha burra; finalmente, um Trump como “fiel da balança”, tem causado maiores incertezas; porém, seu Povo em maioria, esta feliz como tudo o que tem ocorrido; a Europa tem sofrido por tabela, o que confirma, o crescimento da extrema direita…estes modelos estão estagnados, ninguém mais pode dar garantas a planos excepcionais; por estas e por outras, os EUA tem um presidente, promovendo o nacionalismo por tabela; terá que manter tal crescimento, o que não é fácil, para se reeleger; como fez Netanyahu em Israel, garantiu a vida; exemplos difíceis de ignorar, por isso tais tendências…no Brasil, temos um longo caminho, tudo pode acontecer, com as possibilidades comerciais internacionais; teremos um longo ano, em primeiro plano…dependeremos de ações positivas, a médio prazo…

  3. Edmilson disse:

    Leia-se: os paises europeus estão acordando novamente, ou melhor, estão querendo impor regras honestas e claras para ingressar em seu território. Quem não faz isso, está fadado a criminalidade e a bancarrota. Vide nosso pais, onde governos anteriores de esquerda abriram as fronteiras e houve aumento dramático de casos de estupros, pedofilia, roubos, assassinatos, mortes, etc…Temos que acabar com isso!! Esquerda nunca mais!!

Deixe uma resposta para walter nobre Cancel reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-06-19 13:50:13