aki

cadastre-se aqui
aki
Política
20-06-2014, 22h18

Fracassa plano A de Campos em SP e RJ

6

O tema do “SBT Brasil” desta sexta-feira foi a aliança entre o candidato à presidência Eduardo Campos, do PSB, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do PSDB. Campos tinha planos de lançar candidatos próprios nos três maiores colégios eleitorais do país, mas não conseguiu construir candidaturas minimamente viáveis em São Paulo e no Rio de Janeiro. Fracassou o plano A de Campos. Em São Paulo, vai apoiar o PSDB e, no Rio, fechou aliança com o PT. Em Minas Gerais, deve lançar o deputado federal Júlio Delgado. Essas alianças mostram uma contradição do candidato que, na eleição presidencial, faz o discurso de terceira via, de opção ao PT e ao PSDB. Fica difícil falar em nova política fazendo alianças com tucanos e petistas.

Comentários
6
  1. José disse:

    É por isso que muitos dizem que estes candidatos são todos farinha do mesmo saco.

  2. francisco disse:

    Repetindo …Mais um político oportunista querendo colocar a mão no $$$$$.
    Fora PSDB (querem voltar a mamata), PMDB(estão sempre aí), PT(gostaram), PSB(também quero)!!!!

  3. JFG disse:

    Esse mauricinho é mesmo uma gracinha incógnita; uma nódoa para Pernambuco.

  4. Ricardo disse:

    Politicamente, temos que eleger um candidato integro que compactue com oq mais importa, o desenvolvimento sustentável, economia estável e prosperidade, não esquecendo os serviços básicos e principalmente segurança e saúde, pq sem esses dois vc nao consegue trabalhar direito. A corrupção deve ser combatida na raiz e para isso precisamos sangrar na raiz, mudando a política, a lei da ficha limpa por exemplo, já é um ótimo começo e com os que sobrarem devemos dar mais poderes a PF, mais profissionais para sua fiscalização e execução com poder inclusive de investigar autoridades federais efetuando o devido processo legal que será remetido para o STF que não mais será escolha somente do executivo, mas aprovação, também, do povo. Judiciário não pode e não deve ser cargo político, assim como a direção da PF deve ser um delegado de carreira, ambos cargos, devem cantar o hino nacional todos os dias, entenderam isso?

  5. antonio sampaio disse:

    NAO ACREDITO NESTES CANDIDATOS QUE GOVERNAM OR ONGS E TODOS OS OUTROS PODERES FINGEM QUE NAO VEEM, NAO HA MAIS CONCURSOS PUBLICOS POIS TUDO ESTA ENTREGUE A ONGS DE FACHADAS FEITAS COM BREXAS E LEIS QUE ELES MESMO CRIARAM PRA ACOBERTAR TUDO,
    ADORO MEU PAIS ESTE EH BRASIL NAO DESISTO NUNCA E IREI VOTAR NO MENOS RUIM, IMAGINO, POIS BOM MESMO NAO TEM

  6. Aloísio disse:

    Esse “rapaz” é mais um daqueles que se aproveitam para promover à custa da sociedade brasileira (por sinal ingênua e metida – à besta é claro …)- tem poucos recursos e muita cara de pau de repetir o discurso que há décadas prevalece na política. A bem da verdade, não é só ele, Dilma e Aécio têm a mesma atitude, são pares. “O brasileiro, pobre, feio, trabalhador, das periferias” tá literalmente ferrado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-21 13:56:20