aki

cadastre-se aqui
aki
Política
29-09-2018, 1h16

Fux toma decisão típica de ditaduras

Ministro suspende liberação de entrevistas com Lula
52

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O ministro do STF Luiz Fux matou no peito, contrariando a Constituição e precedentes legais, afrontando decisão de colega que tem o mesmo poder e assegurando um absurdo (eventual censura prévia). Fux suspendeu decisão do colega Ricardo Lewandowski que liberou duas entrevistas com o ex-presidente Lula, preso em Curitiba.

A decisão de Fux é típica de ditaduras que fazem do Judiciário um simulacro de poder.

O presidente do STF, Dias Toffoli, ganhou a sua primeira crise.

É fundamental que o plenário do STF se manifeste a respeito do tema. A democracia e a liberdade de imprensa sofreram grave afronta nesta noite. Quem aplaude hoje pode lamentar amanhã.

O advogado Luís Francisco Carvalho Filho, representante da “Folha de S.Paulo” (um dos veículos de imprensa autorizados por Lewandowski a falar com o petista), acertou ao comentar tamanho absurdo: “A decisão do ministro Fux é o mais grave ato de censura desde o regime militar. É uma bofetada na democracia brasileira. Revela uma visão mesquinha da liberdade de expressão”. Fux atendeu a um pedido do partido Novo, que se vende como liberal.

Comentários
52
  1. Jonas disse:

    Dos três poderes o pior e mais corrupto é o judiciário, mas o povão só ataca o executivo e o legislativo.
    O judiciário liderou uma guerra política no Brasil e assim provou não ter isenção ou credibilidade, e que essa é uma república bananeira onde a lei é aplicada ou ignorada de acordo com os imperativos políticos do momento.

    • jose disse:

      Esse ai é o Pai do ..vale Moradia.. para a sua classe

    • Edi Rocha disse:

      Já está na hora daqueles que defendem ao Estado de Direito, dentro de suas competências, darem um basta em quem inventa moda para favorecer seus próprios interesses.
      Fux tomou uma decisão totalmente fora da curva (da lei), porque Lula seria entrevistado pela Folha. Dias Toffoli pelo que transparece está envolvido, e por isso, já que foi novamente provocado pela Folha, Lewandowski deveria manter sua posição firme.
      .
      Quem está no judiciário precisa ser técnico, seguir a lei. Qualquer decisão vai agradar a uns e outros, a diferença é se você fez o certo (tomou a decisão fundamentada na Constituição ou não).
      .
      Ter que pedir para o STF seguir a Constituição é inacreditável. Como o judiciário está se perdendo. Os ministros do STF precisam parar de abusar de facebook e whattsaap – seus círculos estão influenciando seriamente suas decisões.

  2. Adnen Rajab disse:

    Ontem vivíamos a ditadura militar e hoje a ditadura togada. O Poder Judiciário age por conveniência, oportunidade e com muita politica, mesmo que seja incoerente e anti-democrático em suas decisões. É tanto poder que nem parece ter seus corruptos camuflados em suas togas. A qualquer instante pode emitir uma ordem de sequestro e de prisão em partidos e agremiações politicas sob qualquer pretexto para destruir imagens e planos sem medir consequências que poderão ser adversas a suas intenções.

    • walter disse:

      Concordo plenamente Adnen e Kennedy; nosso STF vem dando mancadas atrás de mancadas, não são por mal Fé, pelo menos para alguns; muitos, são por falta de competência; não podemos também afirmar que o FUX cometeu censura Prévia, nada a ver…por ser relator do TSE, não poderia consentir na interferência, e não foi a primeira, do Juiz Lewandowski; todos viram , quando o mesmo RASGOU a constituição na frente do senado, para livrar a Dilma, de punição, com relação a direitos que não tinha, após ser cassada…NÃO VIMOS NENHUMA COMOÇÃO OU AÇÃO, DA PARTE DA ESQUERDA, COM RELAÇÃO A ESTE ATO MEDONHO…vem o dito cujo agora, aproveitando se da hierarquia, e troca da presidência, para forçar, uma possível tentativa, de tirar por tabela, o lula da cadeia; seria o primeiro ato, ao condenado, dando entrevista…este precedente, causaria as eleições, não seria positivo ao pleito, já que foi impedido,a ser candidato; desta feita, todos condenam atos do Jair, e aprovam disparates como estes; acaba já..

  3. cicero de lima e souza disse:

    É um absurdo. Juízes de iguais competências. E agora? Não é possível que o Ministro Presidente, não tome uma providência imediata.

    • João Bosco disse:

      Em caso análogo e não muito distante o presidente do TRF4 Thompson Flores “matou no peito” e mostrou a cara, ainda que contrário á lei e a ordem!! Vamos ver o Dias Toffolli que lado está, o da lei e da ordem democrática e constitucional ou do lado dos golpistas! E olha que o Lula nem candidato é!!

    • walter disse:

      cICERO, não é assim que funciona, o EGO fala mais alto; existe um braço de ferro, os a favor, e contra a justiça; estes ministros, são pressionados o tempo todo, seja por justiça, ou não..
      por isso a Carmem Lucia foi grandiosa, até a chegada do Toffoli, tudo tinha mais equilibrio…

  4. EDSON disse:

    Mas o que foi feito foi justamente atender ao princípio democrático: Suspendeu uma decisão monocrática para levar a uma decisão colegiada. Qual o absurdo nisso. Monocraticamente estaria atendendo interesses de uns… colegiadamente não. E chega de falar que quando o requerimento de um bandido não é atendido está “ferindo a democracia…”

  5. cicero de lima e souza disse:

    Kennedy. Sou um cidadão de 68 anos de idade. Advogado militante por mais de 35 anos e jornalista profissional. Daqui deste recanto do Brasil – Paraíba, tenho observado sua competência e isenção, nos comentários que faz.
    Parabéns.

    CÍCERO DE LIMA E SOUZA – ADVOGADO – OAB/PB 3.149 e JORNALISTA PROFISSIONAL – REGISTRO PROFISSIONAL – FENAJ 65

  6. O ministro Fux, acertou em sua recusa,dar visibilidade a um bandido as vésperas de uma eleição com o intuito de promover a campanha do Hadadd. Certamente os esquerdopatas vão reclamar. por que não vão entrevistar o injustiçado Fernandinho Beira-mar. data venha uma entrevista eleitoreira….

  7. MARCO POLLO GIORDANI disse:

    Tanto de Direito como de Fato, a decisão do Ministro Fux é irretocável; criminoso preso, mormente no caso de Lula, que atentou contra todos os direitos elementares de convívio social sadio não podem ter voz nem vez, a não ser cumprir as penas que lhes foram impostas!

  8. Vandirson disse:

    Não sabemos se é um Supremo Apequenado ou se é uma verve ditatorial de um dos poderes da nação… Um Supremo acima de tudo palpiteiro, cada um tem o seu modo de interpretar e a letra fria da lei deve estar na geladeira, pra um vale uma coisa pra outro vale outra… Já disse as Comissões de Arbitragem da CONMEBOL e da CBF são melhores, tá na hora do Supremo se reciclar… O ACHISMO JURICIDO DEU NISSO!!! Estamos elegendo uma crise e não um presidente, por que A LEI esta sendo usada de forma marota e não pelo que se dispõe na legislação. OS SUSERANOS DO DIREITO ESTÃO ENVERGONHANDO O PAÍS, COM SUAS ATITUDES RETROGADAS E FEUDAIS.

  9. Fernando Monteiro disse:

    Fux toma decisão à moda Moro – autoritária, fundamentos frágeis, baseada em convicções e atropela a democracia. O que o STF deveria estar fazendo era ficar de olho nas declarações de Bolsonaro.Quando este diz que só aceita a decisão do pleito se for o vencedor está atentando diretamente contra a democracia, mas esse mesmo STF prefere fazer vista grossa tal como fez Édouard Daladier e Neville Chamberlainm mesmo diante de protestos de um certo Winston Churchill que dizia que ambos primeiros ministros estavam cometendo um grave erro e que Hittler não iria parar, pois assim é a natureza de fascistas. Agora vejo que está mais claro do que nunca, a Lava Jato ,capitaneada pelo senhor Moro, foi um grande ato político de caça as bruxas, um vale tudo – uma farsa – e nunca se importou realmente em combater a corrupção e encontrou ecos no judiciário e Ministério público. Assusta ver promotores, procuradores e togados com ações que parecem simpatizar com ditadores. Triste…

  10. Luiz Rancan disse:

    Concordo totalmente quanto à sua manifestação. Estamos vivendo dias de extremo radicalismo nazista e desrespeito à Democracia, que um dos pilares é liberdade de imprensa.

  11. mario luiz da costa disse:

    Libera o beira mar e o marcola para ficar dando entrevistas, ja que todo presidiario pode.

  12. Walter Freitas disse:

    caro Kennedy, voce deveria usar desta mesma oratória para os absurdos de Levandovsk e Gilmar em favor do PT.

  13. Maria disse:

    Maravilhosa, correta e justa decisão de Fux!!!!! Nós, povo brasileiro, não podemos mais suportar intervenções, comentários, recados, bilhetes, etc de bandidos encarcerados. Quem cometeu crimes e está preso, deve cumprir pena calado!!!!

  14. Leonardo disse:

    Kennedy gostaria de um comentário seu sobre a fala do José Dirceu para o El Pais ‘É questão de tempo para tomar o poder’. Obrigado.

  15. José disse:

    O escandaloso Pai do “”Vale Moradia”” os Juízes recebe Vale Moradia graças a esse sujeito

  16. israel vainsencher disse:

    a canoa vai virar!
    sem anistia a golpistas, em especial os de toga.
    não se entende como mp, stf (sim, minúsculas) não assuma
    ex-ofício (ou sei lá q tecnicalidade legal) denúncia contra
    apologista de estupro, tortura e agora, escancaradamente, golpe.

  17. Laurindo disse:

    Fux é um exemplo típico da falta de preparo de indivíduos em funções primordiais. Revelando ignorância sobre a História de ontem e também sobre a mais recente, principalmente à jurídica, esse meritíssimo, com essa decisão esdrúxula prova que, é sim, necessário ter cultura, proveniente da leitura, do estudo, para conseguir decidir com sabedoria e isenção. Num cargo tão importante, é preciso que se esteja acima do bem e do mal e das pressões de instituições levianas e irresponsáveis. Lamentável!!

  18. antonio sousa disse:

    O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.

    Martin Luther King

    Parafraseando Martin Luther King, O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio da sociedade civil.

  19. PARABÉNS, MINISTRO FUX: A INVERSÃO DE VALORES TEM SIDO VERGONHA NACIONAL! disse:

    Com o respeito que você e todos os que divirjam de mim merecem, Kennedy, eu não consigo entender como há quem ache normal, justo, (não sei se legal), um preso, condenado pela Justiça em duas instâncias, cumprindo “já”, pena, possa dar entrevista política – ainda mais em período de eleição! Todos sabemos que o presidiário em questão influi no resultado das eleições, em virtude de ser um político, líder de um partido etc. Aliás, o objetivo é claramente esse. Se pela lei um preso perde seus direitos políticos, como permitir que venha a “participar” do processo eleitoral, através de recursos ardilosamente elaborados por advogados, marqueteiros, seguidores? Não é justo, Kennedy! Os que, dentro da lei, obedecendo às regras eleitorais, cumprindo as exigências inclusive da lei da “ficha limpa”, estariam sendo desestimulados a serem cidadãos probos, se os mesmo direitos fossem concedidos a quem cometeu crimes! A inversão de valores tem sido uma vergonha nacional!

    • Donizete disse:

      Perfeito, presidiário deve cumprir as regras da prisão impostas a todos os presos ou será que o tal Levandowski concederia a Palocci o mesmo
      direito a tal entrevista. INVERSÃO DE VALORES.

  20. […] jornalista Kennedy Alencar foi ainda mais duro, ao considerar que a decisão de Fux é típica de ditaduras que fazem do Judiciário um […]

  21. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Fux está corretíssimo, entrevistar qualquer presidiário em véspera de eleição é dar palanque ao crime e à impunidade,
    Está previsto em lei e fere o princípio da isonomia eleitoral !

  22. ALEXSANDRO DA SILVA LUIZ disse:

    Só quero que me digam: por que essas entrevistas têm que ser antes das eleições? O que uma entrevista com o Lula pode representar?

  23. João Grilo disse:

    Fux atendeu a um pedido da Globo ! É amigo de juventude dos filhos do Roberto Marinho ! Precisa desenhar ?

  24. Lucas TB disse:

    Assim, honestamente falando, EU até acho que quem está PRESO deve, realmente, ser privado de dar entrevistas, de ir à praia, ao cinema, de votar e tudo o mais. Entretanto, porém, contudo, todavia, mas, nesse caso (assim como em outros, evidentemente) creio que o juiz (certamente visando dar uma de imparcial, posto que Lula o nomeou) realmente se excedeu e vai pouvir muito ainda, cretina e bizarramente.

  25. ANDRE disse:

    A ideia de que presos não podem dar entrevistas, são coisas que cabem apenas em sistemas ditatoriais, claro que em uma democracia, as entrevistas com pessoas presas, a depender das circunstancias, podem ser adiadas, mas de forma alguma sufocadas por um período indefinido. Já vimos entrevistas com vários presos (inclusive serial killers) no Brasil e no mundo, e nunca isto foi motivo de questionamentos. Mas o que é grave nisto tudo é a atitude do ministro Fux, foi um desrespeito com um colega seu, e que pode abrir precedentes perigosos no futuro. O próprio Fux, que já decidiu muitos temas de forma monocrática, pode vir a provar do seu próprio veneno. Neste caso, falou talvez mais forte a sua vaidade, vontade de exibir a sua calda de pavão.

    • Lucas TB disse:

      Acontece, André, que a ideia da prisão é justamente a de PRIVAR o indivíduo de fazer certas coisas, entre elas se expressar em entrevistas, fazer shows, ir ao cinema, à praia… Se a pessoa está presa, deve ficar reclusa justamente para pensar no que fez e não voltar a fazer quando sair da prisão. Entretanto, se um juiz autorizou a entrevista, realmente fica estranho, para dizer o mínimo, outro juiz passar por cima desta decisão e negar esse direito a quem quer que seja.

    • p/André. disse:

      Com certeza a “calda de pavão” à qual você se referiu, é a “cabeleira tipo ‘cauda de pavão’ do ministro”. É incrível como as pessoas têm se fixado em cabelo, beleza, falta de beleza, estatura, peso etc, quando avaliam cidadãos que ocupam cargos tão importantes no cenário nacional. Talvez isso esteja influindo muito nas escolhas que temos feito de nossos representantes: além dos atributos que já mencionei, ainda escolhem por cor, raça, sexo, ideologia etc, quando muitas vezes o que deveria estar sendo analisado seria apenas: honestidade e competência!
      Obs: Desculpe-me por ter acentuado seu nome, André.

  26. Jose disse:

    O judiciário quer influenciar nossos votos. Eu pensava votar em Ciro Gomes, mas decidi votar em Fernando Haddad do PT em resposta a essas duas decisões políticas, a censura e a liberação do sigilo da delação sem prova de Palocci. A politização do judiciário está tão sem graça que eles já a praticam sem discrição. O juizinho precisa incansavelmente de holofotes. A abstinência lhe sufoca… faz a boçalidade quebrar o espelho.

  27. Vitor Borges disse:

    ENTREVISTAS DE JOSÉ DIRCEU

    Kennedy, é importante que você comente em sua coluna, assim como foi noticiado sobre o General Mourão

  28. Ramalho disse:

    Só no Brasil. Um criminoso com o Lula, condenado, preso dar entrevista a poucos dias da eleição. Me poupe aí né Kennedy.

  29. mariza disse:

    Parece que Toffoli concorda com a decisão de FUX.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-10-15 08:27:59