aki

cadastre-se aqui
aki
Política
14-06-2018, 20h20

Gilmar Mendes ganha uma batalha da Lava Jato

Risco é haver abuso de prisões temporárias
15

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Lá vai mais uma série de notas sobre os comentários e informações da edição de hoje do “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

*

Levou uma

O ministro Gilmar Mendes ganhou hoje uma batalha importante da Lava Jato. O Supremo Tribunal Federal decidiu por 6 a 5 que as conduções coercitivas de acusados e investigados é inconstitucional por ferir garantias e direitos individuais. Só testemunha poderá ser conduzida a depor.

Gilmar Mendes já havia proibido as conduções coercitivas por decisão liminar, mas agora ganhou o jogo no plenário do Supremo. O risco é haver abusos de prisões temporárias. A Lava Jato perdeu essa batalha porque abusou das conduções coercitivas.

*

Sempre ela

A ministra Rosa Weber continua a ser o fiel da balança nas votações apertadas do colegiado no STF. Se ela migra para uma posição, assegura a vitória. Foi o que aconteceu hoje ao acompanhar o voto de Gilmar Mendes, o relator da proibição das conduções coercitivas.

*

Desafios de Alckmin

Ao fechar um acordo com João Doria em São Paulo, o DEM sinaliza que poderá acabar embarcando no projeto presidencial de Geraldo Alckmin lá na frente. Doria é candidato a governador do PSDB ao Palácio dos Bandeirantes. O DEM deverá ceder o candidato a vice.

Alckmin é o candidato mais consistente no campo da centro-direita, área fragmentada com aliados e ex-aliados do governo Temer que alimentam o sonho de concorrer.

Mas o DEM é mais próximo de Doria do que de Alckmin. A postulação de Rodrigo Maia, que tem perdido força internamente no DEM, é um empecilho para o candidato tucano à Presidência.

Outro desafio de Alckmin é “desconstruir” Jair Bolsonaro (PSL), que, nesta corrida presidencial, pescou eleitores que votaram em tucanos em pleitos passados. Para chegar ao segundo turno, Alckmin precisará tomar votos de Bolsonaro. O tucano tem chamado o candidato de direita e extrema-direita para a briga, mas Bolsonaro resiste a subir no ringue.

*

Cerco federal

A investigação da Polícia Federal que concluiu que o presidente Michel Temer deu aval à compra de silêncio de Eduardo Cunha repete entendimento do ano passado do então procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Sem novidade. Só mais desgaste para Temer, que sustenta que essa ordem não ficou provada na gravação feita por Joesley Batista no Palácio do Jaburu.

*

Cinco a zero

A abertura da Copa e a goleada russa também foram temas de hoje no “Jornal da CBN – 2ª Edição”. Putin patrocinou uma abertura “ocidentalizada”, com direito a cantor do Reino Unido, país com o qual viveu crise recente (envenamento de espião). A abertura dos Jogos Olímpicos de 1980 foi mais bacana, pois tinha o ursinho Misha derramando uma lágrima.

Meu amigo Roberto Nonato acha que a Arábia Saudita é candidata a saco de pancada na Copa.

*

Fato histórico

É um fato histórico a aprovação na Câmara da Argentina de uma legislação mais liberal sobre aborto. O Senado tende a confirmar a autorização para interromper a gravidez até a 14ª semana de gestação por decisão da mulher.

No Brasil, país de maioria católica e muito conservador, como a Argentina, esse debate não tem tido destaque no Congresso nem na opinião pública. No governo Dilma, foi perdida uma oportunidade de o Executivo incentivar uma discussão mais produtiva e consequente sobre o tema, que envolve religião, foro íntimo e saúde pública.

Ouça o comentários no áudio abaixo:

Comentários
15
  1. Reginaldo disse:

    E a escuta telefônica de um presidente sem a devida ordem do Supremo, como fica?

    • LINCOLN JOSÉ RIBEIRO disse:

      Contra o presidente da republica tudo vale pelo o cartel que visa derrubar o presidente, a PF, MP e justiça. Vale ciladas, armadilhas, vale até um procurador maluco, determinar que seu homem de confiança também procurador treinasse com auxilio do seu comparça da PF da imprenssa e do STF um conhecido empresário mal carater pra tentar derrubar o presidente da republica. Essa gente perdeu todo o pudor e se aproveita de um governo extremamente democrático e republicano para chegar ao absurdo de um delegado peitar o presidente da republica dia sim dia não, de juizes alardearem suas posições politicas a todo momento, nunca havia visto isso na minha vida. O principio de Montesquiel foi jogado na lata do lixo e hoje vemos servidores- publicos juizes e promotores com suas regalias- mandando no Brasil. Lamentável

  2. renata soares disse:

    Excelente artigo! Muito bom Kennedy!

  3. walter disse:

    Um passo excepcional Kennedy, na argentina; quem deve decidir sobre seu corpo é a mulher, com relação a gravidez indesejada principalmente…só no Brasil que a mediocridade persiste, um país hipócrita para variar…quem sabe os russos se animem com esta goleada…estão pressionando o temer, para desvia lo das eleições; não poderá como presidente, fazer alianças de fato…quanto a aliança do DEM com o PSDB, para apoio do Dória, é uma barbada, seguirá também para presidente, com Meirelles no pareo, eis o desafio; continuo a insistir, o Maia concorrerá a governo no Rio…Não tenho duvidas, que a prisão coercitiva, voltará a plenário; o lema do Gilmar é não prender ninguém…as prisões temporárias, serão usadas por consequência, tudo mal resolvido; este país, não tem votos definitivos no STF jamais…

  4. com certeza já estava era tudo combinado.

  5. "Data vênia", STF: TEM DÓ! disse:

    Acho que dificilmente uma autoridade responsável decretaria uma “condução coercitiva” de um cidadão probo, mas como “dificilmente” deixa possibilidade disso acontecer, tudo bem, o STF interveio e definiu o caso. Pergunto: e quando se leva alguém aos tribunais (inquérito, processo, audiências, testemunhas, advogados etc) e no final fica provada a inocência do dito cujo? E, pior, a um juri popular – e vem uma absolvição? Em ambos os casos, muitas vezes, o dito cujo aguarda a sentença absolutória, “PRESO”! O prejuízo moral, financeiro, psicológico do dito cujo não é infinitamente maior que o de uma simples “condução coercitiva” – onde muitas vezes ela é necessária, para evitar ocultação de provas, coação a testemunhas, fuga etc? Há certas incoerências jurídicas que, “DATA VÊNIA”, minha vã filosofia de leigo abestalhado com tanta hipocrisia não vai jamais entender. A única coisa que consigo vislumbrar é que tem muita gente fazendo “média” para muita gente na boca de ir para a cadeia!

    • Alberto disse:

      Concordo com Data vênia(apesar no caso antônimos-concordar x discordar).Alguns países de “quarto mundo”,”ditatoriais”,”de elevada corrupção e crimes”,como Estados Unidos,França,Alemanha,Bélgica,Portugal,Espanha,Holanda e Inglaterra adotam a condução coercitiva.
      Já se vão 80 anos e 30 da Constituição de 1988 e,atendendo ação do PT e da OAB,julgada inconstitucional.A última frase de seu comentário vem bem a calhar.Cumprimentos.

  6. David Dias disse:

    Para mim ele é um ser humano como todos nós e tem o direito de ter os seus princípios ate mesmo ao interpretar as leis como é a sua função e veja que foi uma vitoria apertada e que no futuro poderá mudar pois algum ou alguns podem mudar de opinião e ainda ministros se aposentam e novos assumem. Me parece também que ele e os que venceram na votação ESTÃO CERTOS pois a Constituição nos diz QUE NINGUÉM É OBRIGADO A SE INCRIMINAR E ATE DE FICAR CALADO E NADA DIZER, então para que prender se é para FICAR CALADO. Agora muda de figura se A PESSOA E INTIMADA E NÃO ATENDE A INTIMAÇÃO pois aí pode ser levada de forma COERCITIVA MAS, MESMO ASSIM, TEM O DIREITO DE FICAR CALADA.MUDEM SE A CONSTITUIÇÃO. SO FAR SO GOOD, BUT NO GOOD ENOUGH BY FAR. saravá mis i fi saravá.

  7. Gostaria que alguém me respondesse a uma pergunta “Esse sujeito” está acima da constituição federal, acima das leis, acima da vontade popular, a favor dos corruptos, a favor dos bandidos, e a favor do mal e do quanto pior melhor?????

    • LINCOLN JOSÉ RIBEIRO disse:

      Se é verdade que o Gilmar está a favor de “bandidos” que já foram condenados antes de ser julgado, onde fica o Barroso e o Faquim que perseguem as pessoas só por serem politicos. Não quero viver em um estado comandado pelo o judiciario, seus compadrinhos e seus poupudos privilégios. Na verdade tudo virou uma terra de ninguém, como iremos confiar em um judiciario que protege seus privilégios e suas corporações e agem politicamente em beneficio próprio. Parabéns ao Gilmar um dos poucos que tentam agir conforme os princípios da magistratura que é agir no estrito cumprimento daquilo que é imposto pela a lei e não ficar dando entrevistas e seminários com suas posições politicas, quer agradar ao povo, quer ser politico, largue a toga e vire deputado. Parabéns Juíz Gilmar Mendes.

    • p/Jezimar Costa Santos - VIVA A LAVA JATO, DOA A QUEM DOER: LUGAR DE CORRUPTO É NA CADEIA! disse:

      “DE TANTO VER TRIUNFAR AS NULIDADES, DE TANTO VER PROSPERAR A DESONRA, DE TANTO VER CRESCER A INJUSTIÇA, DE TANTO VER AGIGANTAREM-SE OS PODERES NAS MÃOS DOS MAUS, O HOMEM CHEGA A DESANIMAR-SE DA VIRTUDE, A RIR-SE DA HONRA, A TER VERGONHA DE SER HONESTO”.
      RUI BARBOSA.
      Obs: Tipos como esse que você chama de “sujeito” inspiraram a célebre frase do grande Rui Barbosa.

  8. Marcos disse:

    É pelo fato do Brasil não existir direita alguma Geraldo Alckmin agora é centro-direita? O PSDB nasceu da esquerda, isso é uma distorção histórica nesse texto.

  9. Fabio disse:

    Se fossemos um país serio, o que nao seremos nunca, tanto o juiz de Curitiba como os procuradores que la estao, e claro, os três do TRF4 deveriam ser presos.
    Rasgaram a Constituição e tornou o Brasil um país cuja as leis são feitas sem sentido pessoal.
    Não há mais uma legislação constitucional vigente.

    • josé ribamar de aquino soares disse:

      Fábio dou total apoio às tuas ponderações sobre nunca fomos, seremos ou somos um país sério.Nossos governantes ou pessoas que trabalham para eles o fazem de forma a roubar para eles.Quando são levados para prestar depoimentos deveriam ir descalços. com uma gargantilha de aço no pescoço e chicoteados de modos violentos. Porém nossas “autoridades” das leis maiores se preocupam de julgar sobre condução coercitiva.Os bandidos que deixam os estados falidos, hospitais sem remédios, crianças sem lanches e mesmo sem educação, porque estomago vazio não leva ao conhecimento de nada, esses deveriam ir em comitivas todos com seus nomes (digo dos bandidos) em LETRAS GARRAFAIS, queixando que eles são inocente, percebem, que eles nunca receberam, nada, nunca viram nada, não conhecem os pecados que cometeram, enfim todas as perversidades que fizeram aos brasileiros têm direitos que a própria razão desconheçe.Jogam a CONSTITUIÇÃO FEDERAL no lixo,tiram os direitos e fazem que somente os pobres, paguem

  10. João Bosco Rodrigues disse:

    Kennedy,excelente análise. Sempre considero suas opiniões para minhas tomadas de decisão. Você é o melhor jornalista/Analista político da atualidade! Respeito muito seu trabalho. Parabéns!

Deixe uma resposta para João Bosco Rodrigues Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-08-04 23:06:38