aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
11-09-2015, 9h24

Governo busca R$ 30 bi em cortes e R$ 40 bi em impostos

Dilma define estratégia para evitar que outras agências rebaixem país
37

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A estratégia do governo para reagir à perda do grau de investimento na Standard & Poor’s é propor novo corte de gastos suficiente para tapar o rombo no Orçamento da União de 2016 e elevação de impostos suficiente para cumprir a meta de superávit primário do ano que vem.

A ideia é realizar cortes de despesas em torno de R$ 30 bilhões. Na equipe econômica, já há estudos que dizem ser possível R$ 25 bilhões em mais redução de despesas. Seria preciso buscar exatamente mais R$ 5,5 bilhões, porque o deficit primário previsto para 2016 é de 0,5% do PIB (Produto Interno Bruto), o que equivale a R$ 30,5 bilhões.

Para atingir a meta de superávit primário de 0,7% do PIB, cerca de R$ 42 bilhões, haveria aumento temporário de tributos. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, acha pouco um ano de vigência emergencial. E sabe que haverá resistência, porque tributos foram criados temporariamente e se tornaram permanentes. Um horizonte de dois anos seria o ideal, na visão de outro ministro.

Uma ideia forte é mesmo uma nova CPMF temporária, assumidamente para fortalecer a política fiscal. Outra possibilidade é elevar a Cide, que é um tributo que incide sobre os combustíveis. No caso, seria elevada apenas para a gasolina. A Cide teria simpatia de governadores, porque parte da arrecadação ficaria com os Estados. Esse é o plano de ação em linhas gerais, sujeito a adaptações por eventuais resistências.

Ao final da reunião de ontem da presidente Dilma Rousseff com outros ministros, um deles resumiu assim o encontro: “A ficha caiu”. A presidente sabe que precisa agir para evitar um “efeito dominó”, que outras agências sigam a Standard & Poor’s, porque isso agravaria ainda mais a crise.

Uma decisão importante foi definir que a estratégia será primeiro realizar uma série de corte de gastos em despesas que controla, as chamadas discricionárias. A intenção é mostrar à sociedade, aos empresários e ao Congresso que o governo fará nova dose de sacrifício. É provável que o Ministério do Planejamento já faça hoje anúncio de alguma medidas dessa natureza.

O segundo passo será definir uma proposta de corte de despesas obrigatórias e quais impostos o governo deseja elevar, porque esses dois passos dependem de apoio político no Congresso, de empresários e de sindicalistas.

Outra decisão importante da reunião de ontem no Palácio do Planalto foi designar Joaquim Levy para dar entrevista a fim de mostrar que a perda do grau de investimento fortaleceu as ideias que o ministro da Fazenda defende internamente e que eram boicotadas pela presidente e outros ministros.

Levy foi claro. Haverá sacrifício, com uma mistura de corte de gastos e aumento de impostos. Ambas as medidas são difíceis, mas são aquelas que o ministro da Fazenda defendia como necessárias para evitar a perda do grau de investimento.

A presidente Dilma adotará uma receita que rejeitava e que, se tivesse sido aplicada antes, teria um custo menor. A presidente paga o preço de sempre decidir atrasada. Vai adotar no nono mês do segundo mandato medidas que deveria ter implementado logo após ter sido reeleita.

*

Os efeitos econômicos negativos da perda de grau de investimento estão apenas no começo. O Brasil ainda manteve o selo de bom pagador em outras duas agências mais influentes, a Moody’s e a Fitch. Obviamente, o papel mais importante para a saída da crise é do governo, que precisará apontar o caminho.

Mas a sociedade, como disse ontem Levy, também terá de fazer escolhas. Isso significa que o empresariado e o Congresso, do PT à oposição, precisarão dar sua parcela de contribuição. Uma coisa é a luta política contra o governo, que é feita legitimamente pela oposição. Outra coisa é incendiar o país.

O mesmo vale para os empresários. Quando houve a desoneração de impostos, não disseram que isso poderia tirar dinheiro para sustentar a política fiscal e arruinar o superavit primário. O governo reonerou alguns setores sob tremenda gritaria e fogo cerrado no Congresso.

Empresário adora um lobby para defender o seu interesse privado. É da lógica do seu negócio a busca para maximizar ganhos. Mas há muito mais em jogo. É fato que o governo erra muito, mas a saída da crise não depende só dele.

Ouça comentário no “Jornal da CBN:

Comentários
37
  1. Cleber Silva disse:

    Mais uma vez a conta ficará para o povo pagar.
    Parar de roubar e criar vergonha na cara jamais, devolver a fortuna do barbudo ladrão e o filho bandido nunca.
    Deveriam repassar essas contas para todos que votaram nessa porcaria de PT, já que apoiam e amam tanto então que paguem.

    • Joaquim disse:

      Cleber, infelizmente a conta sempre fica para nós, a grande diferença é que em outros ajustes, sobrava a esperança de dias melhores. Hoje fica a certeza, que ficará pior. estão tentando tirar mais dinheiro de nós para levar o banco furado até 2018. Não há credibilidade nesta senhora e em seu partido, os latidos de um cachorro na rua são mais bem aceitos que os seus discursos mentirosos.
      A primeira medida, desta imitação de presidente, deveria ser a RENUNCIA, em uma carta com uma unica palavra DESCULPA.
      Por falar em desculpas, o Santander foi condenado a pagar indenização a aquela funcionária, que foi mandada embora a pedido do Lula, aquela que tentou avisar aos corretistas do banco o que iria acontecer neste desgoverno.

    • Edvaldo de F Gonçalves disse:

      Como os outros, por serem da casta, nunca foram vistos, detesto partidos no geral. Votei no Lula, votei na Dilma, creio que erraram sim por da seguimento aos propósito de seus antecessores, infelizmente são humanos, e sendo eu, da mesma espécie, tenho consciência do meus compromissos comigo e com a força que me da chance de aqui está, prefiro não me colocar acima de qualquer erro, execrando o meu próximo só por questão de ódio, tenho certeza que o problema maior não é as mazelas da economia, pois tudo isto é superável, desde que não desejemos o continuísmo futuro, somente por falar a nossa linguagem.

  2. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Não vai acontecer … O desgoverno bolivariano-sindical-pelego não vai cortar o cabide de empregos que sustenta o que sobrou de apoio; nem o aumento da carga tributária vai passar no parlamento que também está fragilizado pelo alto custo social que representa.

    • walter disse:

      Exatamente Maria Aparecida Ramos Tinhorão, o empreguismo e a tentativa de impor a força para resistir, são suas marcas…
      Aposto que o Kennedy como excelente jornalista, fica atônito com tantos desencontros; a “FICHA CAIU” AGORA…falta inteligência e coerência aos membros; falando nisso…finalmente ela vai se livrar do peso morto do “MERRECADANTE”, SÓ QUE JÁ É TARDE DEMAIS…ela não escapará do processo de impedimento…nada vai melhorar num passe de magicas…o LEVY É MUITO FRACO…quem sabe, se ela trouxesse o PAPA, para convencer o povo, que aumento de IR é importante…

  3. Gilmar José dos Santos disse:

    Prezados, bom dia.

    Concordo plenamente com a afirmação de que os empresários devem dar sua parcela de contribuição, afinal quando se teve incentivo de consumo reduzindo IPI de vários produtos, todos sabiam que em algum lugar iria esta faltando dinheiro e o governo por sua vez, não segui a mesma políca para os gastos ´ou seja, menos dinheiro entrando, menos saindo, em algum ponto precisaria haver corte de gastos na mesma proporção, sem isso, tornou-se uma bola de neve e que agora precisa se dissolvida por todos que “contribuiriam”, para que ela só aumentasse.

  4. gislene silva disse:

    Para cortar na carne é utilizar o dinheiro com sabedoria e o Governo não sabe fazer isso, se perde em obras mau planejadas atrasadas superfaturadas que multiplicam ou triplicam seu valor final, os erros de estratégias como foi a Copa e os Jogos Olímpicos, a corrupção o desvio de verbas, esse cabide de emprego que sustenta um funcionalismo que na sua maioria é lento obsoleto e acomodado, País mal planejado e sem gerenciamento, o que falta é um comprometimento político, competência na gestão e de uma vez por todas entenderem que o Governo não é um buraco sem fundo e não é tão pouco a casa da mãe Joana

  5. Wagner Dabarian Antunes disse:

    é interessante como a roubalheira e o desmando tomaram conta devez do país.
    Sabemos que esta babilonia remonta desde o Brasil Império, mas era mais sitil.
    Hoje não, a situação está da seguinte maneira: “Roubamos, não aceitamos acusações e não vamos devolver nada”.
    Quer cortar gastos? simples, eliminem os Ministérios “Teta de homem” ( tem, mas não serve prá nada).
    Mas não venham cogitar em aumento de impostos, volta de CPMF, cota de IR, diminuição de velocidade em ruas e avenidas para fomentar ainda mais a fábrica de multas e, devolvam efetivamente o que roubaram.
    E o maior culpado disso tudo somos nós que insistimos em acreditar nesta cambada de coelhos da páscoa.

  6. César disse:

    Querem economizar $70 Bilhões? Deve ser para cobrir o custo das indenizações que a Petrobrás terá que pagar aos acionistas, que foram lesados e que entraram na justiça, para reaverem os valores que lhes foram roubados pela quadrilha, que agia livremente dentro da Petrobrás desde 2003. Estimados em $59 Bilhões de Dólares Americanos, fora valores dos processos criminais.

  7. Santos disse:

    Essa estratégia já começa errada: MAIS IMPOSTOS E MENOS CORTES, quando o certo seria o contrário. Ou seja,vamos continuar sustentando um governo arrogante que gasta mal e muito além do que pode e deve gastar. Governantes anteriores foram ruins, mas este é PÉSSIMO e consegue ficar cada dia PIOR !

  8. Miguel Vieira Moreira disse:

    me recuso a coomprender que eu tenho que pagar mais impostos para um governo que nao tem nehuma esponsabilidade com o dinheiro publico, e o dinheiro gasto la fora com outros paises quando vao devolver?

  9. Gerivan disse:

    Não adianta só afastar esse bandos de ladrões, tem também que tomar tudo o que foi roubado só assim o povo voltará a sorrir e deixará de passar fome e desemprego devido está cambada de ladrões que são todos os políticos brasileiros.

  10. Gustavo disse:

    Caro Kennedy,
    até quando vai a teimosia da presidente em querer governar para o PT??????? A origem do problema está em 39 ministérios que consomem 411 bilhões por ano. Até o mais burro e estúpido petralha sabe que o que nos precisamos em termos de fundos aí está nesta conta. Alguns milhares de cargos comissionados, por sinal não sei para que serve isso, estão pesando horrivelmente nessa balança. Se demiti-los vai ser um problema, fica a pergunta: O que é mais importante? O PT ou o BRASIL??? Responda voce mesmo, Kennedy?????

  11. Pasquale disse:

    Fujam para as montanhas, idosos e crianças primeiro.

  12. WANDERLEY DONEGAL disse:

    que corte . o senado acaba de trocar todos os carros do senado por um o km , tendo os atuais so 02 anos de uso, o temer viajou com o jato de presidencia e foi fazer turismo no estrangeiro com diversos pelegos, imaginem gastar mais de 400 bilhões de impostos em 39 ministerios. se cortar 19 ministerios que não são extrategicos seria um ato patriotico, e depois aumentar impostos isto é demais. ja não aguentamos mais tanto impostos , e tudo isto por um erro de gestão . uma trapalhada em cima da outra .

  13. Quem garante que mais IMPOSTOS….não serão desviados p/ o BNDES financiar mais obras de infraestrutura em….Cuba….Venezuela….Bolivia….Nicaragua….Honduras….Angola…etc…etc…etc….

  14. Daniel disse:

    Kennedy Alencar infelizmente não consegue fazer análises imparciais quando diz “É fato que o governo erra muito, mas a saída da crise não depende só dele.”

    Esse governo sozinho nos levou a isso. O PT nos levou a isso.

  15. Raymundo disse:

    Na realidade, o governo não mostrou quais e como fará para conseguir os R$30,5 bilhões, com os cortes de gastos. Não anunciou se haverá os cortes nos 39 ministérios e, na redução dos quase 22 cargos comissionados. É tudo um blá blá blá, para enfim, justificar com falácias, a criação de novos impostos para conseguir os R$40 bi, cobrir o déficit, às custas dos trabalhadores.
    Dilma é reagente. Só toma atitude, após evar porrada. É o exemplo da incompetência na administração deste país.Age como uma “Barata” tonta, sem saber aonde vai parar.e, acaba fazendo um estrago incalculável, que reflete na desorganização política e econômica do país.
    O mais ponderável, como foi feito pelo primeiro ministro da Grécia, é que ela pedisse renúncia do cargo e, deixasse a população, a oportunidade de reeleger um novo comandante para governar este país.

  16. Alberto disse:

    Em 2008 o nosso outro presidente atual disse que o recebimento do grau de investimento era um momento mágico.A sua perda em 2015 não significa nada para o referido.O deputado(PT) Guimarães disse que essa agência de rating é do fim do mundo. e por isso, não tem valor nenhum.Seguindo o mesmo critério dessa agência de rating e com o descobrimento do HOMO NALENDI a” mulher sapiens” foi rebaixada para MULHER NALENDI.
    As consequências? Quem viver/sobreviver verá.

  17. Alberto disse:

    Errata:No meu comentário onde se lê NALENDI,leia-se NALEDI.

  18. Pessoal incompetente demais.
    Governar aumentando ou criando novos impostos e fácil, parando os desvios e despachando os ministérios criados para dar emprego a apadrinhados e mandando os chupins comissionados procurar emprego, o que este pais arrecada daria para ser o melhor pais do mundo.
    TÁ NA HORA DE UMA RENUNCIA COLETIVA E SER CONVOCADAS NOVAS ELEIÇÕES COM GENTE DIFERENTE EM TODAS AS ÁREAS, AI SIM ESSE SERÁ UM PAIS SÉRIO.

  19. César disse:

    Agora quer fazer um acordo coletivo com os funcionários da Petrobrás para diminuir horas e reduzir os salários. Não era ela quem afirmava, que não mexeria em direitos dos trabalhadores, “nem que a vaca tussa”? Agora vem com mais está? E tem gente que acha errado o “impeachment da Presidente Dilma”! Ela faz tudo ao contrário, do prometido aos eleitores, durante a campanha das eleições de 2014. Isto sim é um golpe!!!! Golpe nos eleitores, que acreditaram que o Brasil, era o país das maravilhas e agora recebem a conta amarga dos excessos de gastos feitos para ela se eleger. Os Resultados das mentiras são,recessão econômica, juros estratosféricos, volta da inflação, arrocho salarial, desemprego. A quadrilha distraia o povo com bolsas, enquanto enchiam os próprios bolsos. Faliram o país! A cara de pau petista, não tem limites.

  20. Luiz F. Parpinelli disse:

    Esses 40 Bi que o “desgoverno” quer arrecadar em impostos atolando no “forévis” do povo, é o mesmo “dindin” que saiu pelo ralo da corrupção; gasto e “ladroado” por uma quadrilha oficializada e especializada em promover eventos vultosos, inuteis e desnecessários, assim como a “COPA DO MUNDO DA VERGONHA”!

  21. karlos disse:

    Está fácil, é só o próprio governo eliminar uns 25 ou 30 ministérios, extinguir os cargos de confiança e comissionado de todos os três poderes. Fazer uma pequena faxina e tenho certeza que sanaria grande parte desse deficit. Quem sabe se cortar umas viagens ou outras ou cortar o numero de pessoas da comitiva presidencial a outros países. Bom um pouco de criatividade e patriotismo ajuda bastante olha o exemplo da Alemanha e outros que simplesmente cortaram eventos que consideraram desnecessários ao Pais por achar que não era o momento de haver gastos com este ou aquele acontecimento (grande premio de formula 1, olimpíada, copa…). Fica a dica o povo esta de olho não somos tolos, podemos ter grande numero de pessoas sem alfabetização, mas somos sérios, somos honestos, e sabemos o valor do suor de nossos rostos e como driblar ou sanar dificuldades.

  22. Devemos pedir a saida imediata desse governo ladrão, que acha que o povo brasileiro é idiota o sulficiente, para tapar o rombo do roubo deles, gerando mais impostos e deixando-nos mais pobres, a idéia de quebrar as empresas está dando muito certo, e se continuar assim a China comprará as empresas quebradas e fará desse Pais uma Província Chinesa, com mão de obra barata e nos tornando escravos Brasileiros… É um momento para agirmos e não aceitarmos que um Governo Comunista e Ditador leve esse Pais para a lama e junto com ele todo o povo BRASILEIRO.

  23. Pasquale disse:

    Dirceu o dono,é guerrilheiro profissional,vai ficar preso mas não vai abrir a boca.

  24. Pasquale disse:

    Black friday ação da Petrobras a 7,00…aproveitem

  25. Renúncia coletiva da presidente, vice, ministros, senadores e deputados.
    TSE organiza novas eleições gerais com gente nova, competente e proibindo a candidatura desses que ai estão afundando o Brasil, sei que irá custar caro mas com esses larápios será bem mais caro, enquanto não virem o fundo do cofre vazio não irão parar.

    • Edvaldo de F Gonçalves disse:

      Concordo plenamente, tem que ser direto e objetivo, esse negócio de bla, bla, bla, só serve para encher o saco. O país necessita é de solução palpável, e ação, principalmente por parte destes, que ganham muito bem para isto, e não só se deliciarem de mordomias.

  26. Paulo disse:

    O Congresso tem uma responsabilidade para com o povo: não permitir, em hipótese alguma, qualquer aumento de impostos. E este Levy é uma piada, só sabe falar em aumento de impostos. É uma figura patética.

  27. mario machado disse:

    Muito “bla, bla, bla” e poucos resultados. Não será assim que o Brasil haverá de recuperar a sua dignidade de Nação séria, pois o povo, na maioria, é sério. E o povo é a Nação e a Nação está sendo assaltada. E isso é o bastante para se “faxinar” todos os salões e corredores da Casa. Que se encham os presídios com esses criminosos de “lesa-pátria”.

  28. Sergio Resende disse:

    Os gastos do governo Dilma com seus 39 ministérios ultrapassam a marca de 400 bilhões de reais por ano.
    E Dilma ainda tenta nos convencer de que já cortou tudo o que era possível. É muita cara-de-pau!

  29. ANTONIO ZILTON HERCULES DA SILVA disse:

    Alguém pode me dizer se desse montante(30 BILHÕES) já estão contabilizados o que vai ser desviado?

  30. Sérgio Beno Malschitzky disse:

    Por que o Governo não usa R$ 70 bilhões dos R$ 1.400 bilhões das reservas internacionais do Brasil para fechar o Orçamento?!

  31. Edvaldo de F Gonçalves disse:

    Para vossas lembranças oh “patriotas”. Antes de Lula, tínhamos vergonha de ser brasileiros, servindo de capachos subservientes dos nossos patrões estrangeiros, hoje vejo muitos pintando rostos, se enrolando com a bandeira nacional, excretando de forma vil, só evidenciando os erros. O pão comido, fora esquecido, se existem erros, que hajam da mesma maneira como agiram com o sociólogo, sabemos do respeito que vos tendes, ora ! ele sentou em banco de faculdade da terra do tio Sam, entendo, mas o respeito pelo nosso também é válido pela perseverança, assim como os lírios do campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-05-26 20:02:20