aki

cadastre-se aqui
aki
Política
15-09-2017, 20h54

Governo espera repetir faixa de 260 votos contra denúncia

Em Brasília, avalia-se que Dodge fará gestão mais técnica e menos política
3

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Na apreciação pela Câmara da nova denúncia da Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer, o governo espera obter placar semelhante ao da primeira votação. Em 2 de agosto, o Palácio do Planalto obteve 263 votos.

Agora, o governo acredita que seria possível repetir a faixa dos 260 votos _um pouco mais, um pouco menos. Poderia alcançar 280 contabilizando ausentes.

Os deputados já se posicionaram contra ou a favor de Temer. O PP, que criava problema com o PSDB, foi alvo de Janot e quer vingança. O governo atendeu a maior parte dos pedidos de verbas e cargos e endurecerá um pouco nesse tipo de negociação.

O Palácio do Planalto usará ainda o discurso de que é necessário votar rapidamente a denúncia para não atrapalhar a economia, que andou dando sinais de pequena melhora.

*

Mais técnica

As avaliações correntes em Brasília são as seguintes a respeito de Raquel Dogde: fará uma gestão mais técnica e menos política, mais discreta e com menos vazamentos. Ela assumirá a Procuradoria Geral da República na segunda-feira de manhã.

Raquel Dodge foi candidata de oposição à gestão de Janot. Herda acordos de delação premiada que dependem de produção de provas, o que é arriscado. Enfrentará uma CPI da JBS que pretende apontar abusos da Lava Jato. Ou seja, recebe herança difícil e precisará dar um freio de arrumação no Ministério Público.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
3
  1. john disse:

    belo artigo muito bem escrito!

  2. walter disse:

    O Temer caro Kennedy, vai gastar “bala com defunto”; parlamentar com o mínimo de pudor e medo das Urnas, não vai dar aval, pela segunda vez; vai gastar nosso dinheiro, para não ser afastado…deve conseguir se safar, mas o inferno estará prontinho; são acusações com fatos e provas; muito provavelmente, se o presidente decidir se afastar lá adiante, não vai me surpreender…Quanto a Raquel Dodge se for muito devagar, já que o janot determinou um ritmo que não poderá abandonar; terá que dar cabo as situações evidentes; são muitos pilantras, inclusive os suspeitos, com roupagem de ministro, que possivelmente, serão processados, e o planalto ficará vazio…a bomba com efeito retardado, virá do Geddel; nesta delação, o dito cujo, acusará frontalmente o Michel como chefe do esquema do PMDB; pedirá para sair…

  3. Alexandre Hendges dos Reis disse:

    Tendo a sua inteira disposição, de forma criminosa e leviana o dinheiro de nós contribuintes, para comprar os votos desta corja de parlamentares, que diga-se de passagem, se vendem com a maior naturalidade possível, fica fácil garantir o resultado esperado! Este Sr. ao meu ver, com tudo que já foi levantado contra ele, já à muito deveria ter sido afastado de seu cargo para bem da nação Brasileira!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-04-20 10:11:11