aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
12-06-2015, 21h19

Governo já discute reduzir meta fiscal de 2015

Apuro para cumprir superávit primário de 1,1% do PIB se deve a queda da arrecadação
13

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O governo Dilma já discute reservadamente a possibilidade de reduzir a meta fiscal de 2015 para algo em torno de 0,8% do PIB (Produto Interno Bruto). Hoje, a meta é de 1,1% do PIB,  equivalente a uma economia anual de R$ 66,3 bilhões.

Em evento em São Paulo, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, escorregou e afirmou que o governo está tentando cumprir a meta. Foi uma mudança de tom, que sinaliza o que já é debatido internamente no governo.

Levy não pretende afrouxar o corte de gastos e poderá até aumentar alíquotas de tributos que já existem. O problema é que anda baixa a arrecadação de impostos.

O ministro até gostaria que fosse aprovada uma nova CPMF, o antigo imposto do cheque. Mas sabe que não há clima político no Congresso para isso. No início da semana, sugeriu a senadores criar um tributo novo para o setor de serviços e ouviu não como resposta.

Apesar da grande insatisfação de setores do PT com a política econômica, teve sucesso a operação no 5º Congresso do partido a fim de abafar críticas ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

*

No âmbito político, o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff adotaram em seus discursos no encontro petista a estratégia de que a melhor defesa é o ataque, com críticas duras à imprensa e à oposição. Numa tentativa de animar a militância. Lula está liderando uma ofensiva para reagir ao desgaste do PT. Ele quer manter manter a viva a chance de uma nova candidatura presidencial em 2018.

*

Veja os temas desta sexta no “SBT Brasil”:

 

 

Comentários
13
  1. Malandro é malandro, Mané é mané disse:

    À esta altura do jogo, duas certezas:

    Levy não sabe o que está fazendo. É um matemático. O universo se explica pela física.

    Lula, reconhecidamente esperto, já antevê sua derrota no pleito de 2018.

    A base nortista de sustentação do PT é volúvel. Se resume em uma canção:
    “Se acaso me quiseres,
    Sou dessas mulheres
    Que só dizem sim.
    Por uma pedra falsa,
    Um sonho de valsa,
    Um cinema, um botequim.”

    Faltou mesada?, então papai não presta prá nada!

    Coitado do Lula. É um inocente útil. E pensa que é malandro…

  2. César disse:

    O PT e a Presidente da República Dilma Rousseff vão sentir neste segundo mandato como é fácil desequilibrar as contas do país, mas também vão aprender o quanto é difícil equilibra-las novamente. A irresponsabilidade petista vai cobrar um preço bem alto do povo brasileiro, que vai pagar com o desemprego, arrocho salarial enquanto sofre como a inflação elevada, juros extorsivos, aumento nos preços das tarifas(água, luz, telefone, gás), e também dos combustíveis e impostos. Não está sobrando para se gastar no comercio ou serviços. E a arrecadação tende a cair ainda mais. E os saques na caderneta de poupança são a solução para fechar as contas das famílias. Cada vez mais endividados os mais pobres são os mais atingidos Placas de aluga-se, proliferam por toda a cidade assim como portas de comercio fechados. Em 2018 não precisaremos de um presidente, precisaremos de alguém para apagar a luz. Se ainda houver luz!
    Muito Obrigado PT!

  3. Jose MILTON Dos Santos disse:

    A Respeito das Eleições de 2018, O Lula Ainda é o favorito, O Aécio, Se Desgastou muito, Nas Ultimas Eleições, Só O Serra Pode ameaçar a Candidatura Lula, Que Eu Acho que já esta Ganha.

  4. ANTENOR disse:

    Essa é a velha cartilha dos incompetentes: Apertou? Aumenta os impostos. Gastou demais? Cria novos impostos para suprir os gastos.
    Assim, até eu posso ser ministro da fazenda!
    Cadê o “gênio” que todos falavam? Onde está a capacidade de gerenciar conflitos e dificuldades com CRIATIVIDADE?
    Se aumentar e criar novos impostos for sinônimo de genialidade e estratégia de administrar as finanças de um país, me perdoem, mas o “seu” Manoel da padaria fará muito melhor do que o “seu” Levy.
    Olha pro lado dos gastos, seu moço!
    Olha pro tamanho da máquina pública e corta as gorduras, “seu” Levy! Tira o olho gordo do bolso do trabalhador que já paga demais pra “farra do boi”.
    Está faltando é eficiência em gerir a coisa pública.
    Está faltando é bom senso e coragem de dizer que se está gastando demais nessa gigantesca máquina governamental.
    Muita mordomia, muitos carrões, muita farra com nosso dinheiro. Acabem com essa mordomia e gastança sem limites que a coisa funciona.
    Sejam mais duros com os corruptos: Confisquem-lhes os bens e apliquem os despojos em benfeitorias públicas para dar o bom exemplo. É disto que o Brasil precisa; de vergonha na cara e seriedade na gestão da coisa pública.
    Estamos cheios de bla-bla-bla! E o “seu” Lula e “dona Dilma são mestres no bla-bla-bla.

  5. Jose MITLTON Dos Santos. disse:

    Gostaria que Alguém Tivesse A Coragem, de Apontar Um Nome, Que Resolvesse O Problema Do Brasil Hoje..

  6. kleber pasarinho disse:

    a falta de compromisso com a coisa publica (finanças ) arruinou o pais e esta levando a população á pobreza e ao endividamento;lembrando que em nosso pais enquanto a produção caminha para a estagnação,os bancos faturam bilhões trimestral/e e a arrecadação de impostos aumenta/
    parabens Pt.

  7. Basílio disse:

    Muito engraçado pra não dizer inescrupuloso como os petistas criticam os antecessores, mas não há nada de diferente em sua atuação no governo, muita corrupção e incompetência, gabam-se dos aumentos reais do salário mínimo como carro chefe de sua política econômica e dos programas sociais que distribuem migalhas, de certo até necessária, mas que não deixam de ser esmolas, quando a conta paga por todos, exceto os políticos e amigos chegados, mostram bem a burrice e desonestidade com o dinheiro público, dá-se troco ínfimo e extorquem aos montes o erário, o dinheiro suado dos trabalhadores e depois discursam que são heróis e únicos salvadores, melhores em tudo. Palhaçada e nós otários diplomados!

  8. Joao Certim disse:

    A meta não é 1,1% do PIB e sim 1,2% do PIB.

  9. Carlito disse:

    com toda essa crise e momentos dificeis que as empresas estão passando e o governo não faz nada para ajudar as empresas fica dificil manter a arrecadação. Sou contador e tenho visto a tristeza dos empresários de perto e realmente o momento que vive o Brasil tem preocupado a milhares de brasileiros. Vamos torcer para seja um novo cenario economico em 2016. Sucesso a todos.

  10. Pasquale disse:

    Perfeito Idiota Brasileiro – PIB
    _________________________________
    Na verdade, basta um teste simples para identificar outras atitudes que definem o PIB: liste as coisas que você teria que fazer se saísse do Brasil hoje para morar em Berlim ou em Toronto ou em Sidney. Lavar a própria roupa, arrumar a própria casa. Usar o transporte público. Respeitar a faixa de pedestres, tanto a pé quanto atrás de um volante. Esperar a sua vez. Compreender que as leis são feitas para todos, inclusive para você. Aceitar que todos os cidadãos têm os mesmos direitos e os mesmo deveres – não há cidadãos de primeira classe e excluídos. Não oferecer mimos que possam ser confundidos com propina. Não manter um caixa dois que lhe permita burlar o fisco. Entender que a coisa pública é de todos – e não uma terra de ninguém à sua disposição para fincar o garfo. Ser honesto, ser justo, não atrasar mais do que gostaria que atrasassem com você. Se algum desses códigos sociais lhe parecer alienígena em algum momento, cuidado: você pode estar contaminado pelo vírus do PIB. Reaja, porque enquanto não erradicarmos esse mal nunca vamos ser uma sociedade para valer.

  11. marcia disse:

    mais essa meta fiscal foi uma meta que Dilma nunca iria consegui alcançar, mais agora parece que com o novo governo temer vai tenta fazer funcionar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 06:27:16