aki

cadastre-se aqui
aki
Política
20-10-2015, 21h15

Governo não vai permitir corte no Bolsa Família em 2016

15

Postado por: ISABELA HORTA

O governo não permitirá que o Bolsa Família sofra um corte R$ 10 bilhões no ano que vem, como foi proposto pelo relator da lei orçamentária de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR). O valor sugerido por Barros representa uma tesourada de 35% naquele que é considerado o principal programa social do governo .

Se Barros não mudar de ideia, o governo patrocinará uma emenda ao Orçamento de 2016 para garantir o programa na íntegra.

É uma questão de honra para a presidente Dilma Rousseff manter o Bolsa Família intocado, já que teve de cortar outros programas sociais.

*

Apesar das denúncias de corrupção, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mantém o controle da Casa.

O governo e a oposição estão tratando Cunha com cuidado. Como ele tem o poder de acatar ou recusar um pedido de impeachment, nenhum dos dois lados quer estabelecer uma guerra aberta com o peemedebista.

Os principais líderes partidários também devem favores a Cunha.

Apenas um pequeno grupo de deputados o contesta abertamente. Mas, por ora, o presidente da Câmara resiste ao bombardeio.

*

Confira os temas desta terça-feira no “SBT Brasil”:

Comentários
15
  1. julio cesar paes disse:

    Por que a excelencia deputado Ricardo Barros não faz um corte de milhões ou bilhões nos insumos gastos para manter um congresso que tão mal administra o país.? é fácil tirar do pobre e do aposentado. fácil e covarde.

    • Helena/S.André SP disse:

      É isso aí, Julio Cesar. Por que não diminuir o número de deputados e senadores e seus milhares de assessores? Só o senador Aécio Neves tem 25 assessores em seu gabinete. É muito para quem pouco comparece no Senado para trabalhar, pois o gajo vive mais no RJ curtindo as praias cariocas. E concordo com o que propõe a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM): redução do salário de todos os parlamentares. E devemos propor também redução dos penduricalhos do Judiciário, pois ter um juiz de 1a. instância ganhando R$ 77 mil por mês é uma bofetada na cara do povo que em sua maioria ganha um salário mínimo.

  2. Pedro disse:

    Aí meu Deus! Até quando essa obsessão pelo impeachment? Querem vencer pelo cansaço, só pode! Teve uma comentarista que disse: “Já tem panetone no mercado pro Natal e tem gente que não aceitou o resultado das eleições de 2014 até hoje!”.

  3. julio cesar paes disse:

    o cabeçalho da noticia diz “governo não vai permitir corté até 10 bilhões do bolsa familia”
    dá entender que vai permitir menos que 10, talvez então 9,99 bilhões?
    é fácil e gostoso tirar do pobre e do aposentado, por que não diminuem os gastos absurdos para manter os parlamenares (as excelencias), mas o povo que mantem essa gente gorda, sofre agruras.

  4. César disse:

    Se tivesse feito o dever de casa. Se tivesse botado ordem na casa. Se tivesse alguém mandando na casa. Se não estivesse parecendo a casa da mãe Joana. Não estaríamos falando em cortes no Bolsa Família. Com um déficit $40 Bilhões em 2014 somando-se a outro de $50 Bilhões em 2015 e sem dizer de onde virão as receitas para se manter os projetos sociais em 2016. Queria que o relator aprovasse o orçamento sem cortes? Mostre de onde virão as receitas! Fazer caridade com o dinheiro alheio é muito fácil! só que no final cantaremos…
    …Era uma casa
    Muito engraçada
    Não tinha teto
    Não tinha nada
    Ninguém podia
    Entrar nela, não
    Porque na casa
    não tinha chão
    Ninguém podia
    Dormir na rede
    Porque na casa
    Não tinha parede
    Ninguém podia
    Fazer pipi
    Porque penico
    Não tinha ali
    Mas era feita
    Com muito esmero
    Na Rua dos Bobos
    Número zero
    Isto é o que vai sobrar para os brasileiros, após Dilma Rousseff e o PT.
    Um grande zero!

  5. Marco Túlio Castro disse:

    O que Dilma fala não se escreve. Vai cortar o Bolsa Família, alias já está cortando. Este governo é uma piada sem graça.

  6. César disse:

    Governo não vai permitir cortes no Bolsa Família em 2016. “Nem que a vaca tussa!”

  7. Gustavo disse:

    Caro Kennedy,
    tenho memória bem viva do tempo de ouro do regime militar, quando éramos felizes e não sabíamos, com toda a “boca fechada” que o regime promovia… mas eles inauguraram com dignidade o “bolsa família”: nas frentes de trabalho o cidadão recebia uma “bolsa família” mas honradamente trabalhava para tanto. Pena que esta geração se esqueceu desta parte da história e então o PT achou o caminho para fábrica de malandros fiéis cabos eleitorais e o povo achou o caminho de “savoir vivre” às custas de quem trabalha e paga impostos… Acabou o interesse por educação patriótica. Hoje existem algumas profissões que, no meu ponto de vista, logo serão homologadas pelo legislativo: pobre profissional optativo; ladrão profissional licenciado pelas agências do governo (acho que até com auxilio dia de chuva para aumentar o auxilio reclusão); Corrupto institucionalizado, etc.

  8. Pereira disse:

    Caso o governo federal cortar 35% do Bolsa Família, automaticamente ele coloca a corda da pobreza no pescoço, esse desgoverno só está ainda viajando e afundando o Brasil em um buraco sem fundo devido a pobreza ainda não ter ido as ruas, quando me refiro na pobreza é aquele que mal tem um pão para tomar café logo cedo, é aquele que depende exclusivamente do bolsa família, muitos acostumaram tanto que não querem fazer mais nada a não ser aguardar o começo do mês para receber o benefício. Cortar esse beneficio o governo federal jamais o fará. E no que se refere ao Cunha, tenho um filho de 06 anos que quando escuta falar na tv Cunha ele já pede para desligar ou mudar de canal, pois a conversa não muda, pode a até aumentar mais, não muda. Ele demostra estar acima de todos e tudo.

  9. Roberto disse:

    É também uma questão de honra para o PT manter os 30.000 “cumpanheros” que dão base para os fundos do PT, ainda que custem 100 bilhões ao ano.
    Vamos fazer fumaça com o bolsa família, que assim ninguém vai notar os outros desmandos com o dinheiro público!

  10. Mais do mesmo disse:

    Como assim “o governo não vai permitir”? Já estamos vivendo em uma ditadura bolivariana? O governo vai gastar aquilo que tiver disponível para gastar. O corte se baseia no fato de que, para atender aos programas sociais, o governo está “pedalando”. E mesmo assim falta dinheiro. Que deixem de lado a compra de caças que a conta fecha.

    Se baixassem a taxa básica de juros diminuiriam o serviço da dívida. Por que não fazem isso? Quem são os capitalistas investidores que lucram com esses juros? É um bom ponto a se investigar.

    “Questão de honra para a presidente”? E por acaso mentiroso é honrado? Conversa fiada. O que querem é preservar a sua base eletiva, que é comprada por assistencialismo. Se faltar grana vão tentar assaltar a sociedade. Se não der vão fazer falsas promessas ou então contar mentirinhas de enganar crianças para o povão.

  11. Alberto disse:

    O principal interesse do governo no Bolsa Família é o voto.Infelizmente virou a nova forma do “coronelismo”.Tinha de ser aprimorado e dar uma porta de saída aos beneficiários,hoje na 2ª geração,pelo menos.Canso de ver pessoas nas lotéricas utilizando o cartão amarelinho para compra de raspadinhas,de jogos de mega,quina.Deve ter muita gente recebendo sem necessidade.Com tudo isso não acho que se deva cortar do programa,mas sim reestruturá-lo para que atinja a quem precisa e dê condições de saída a esses beneficiários.

  12. LUIZ ANTONIO PEREIRA DIAS disse:

    LUIZ ANTÔNIO PEREIRA DIAS, da LUPE Consultoria, diz ter pago a Senadora Vanessa Grazziotin, R$ 2 milhões de Reais, para ter o seu nome e da Lupe Consultoria, fora do Relatório da CPI do CARF, e não ser investigado por crimes de lavagem e corrupção ativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-22 12:36:29