aki

cadastre-se aqui
aki
Política
17-03-2015, 22h22

“Humilde”, Dilma dialoga com aliados; oposição sobe tom

Governo consulta Congresso sobre projeto, Aécio quer que STF investigue presidente
14

Postado por: ISABELA HORTA

Enquanto Dilma Rousseff, pela primeira vez, teve um diálogo concreto com aliados, a oposição subiu o tom e decidiu pedir ao Supremo Tribunal Federal que avalie a permissão para a presidente da República ser investigada por citações da Operação Lava Jato. A temperatura subiu em Brasília nesta terça pós-protestos.

Em reunião capitaneada pelo vice-presidente da República, Michel Temer, o governo apresentou a partidos da base aliada o pacote anticorrupção que deverá encaminhar ao Legislativo nesta quarta-feira. Sinal dos tempos: mais fraco, o governo precisa negociar mais com o Congresso.

Foi cumprido um ritual de negociação nesta nova fase de diálogo. Temer, que é do PMDB, virou, na prática, o articulador político e interlocutor com o Congresso.

No Palácio do Jaburu, residência oficial do vice, o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) apresentou o pacote de combate à corrupção a lideranças partidárias. Durante o dia, Cardozo recebeu deputados e senadores no Palácio da Justiça. E, ao final do expediente, foi ao Congresso conversar com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para amarrar apoio à proposta.

O pacote anticorrupção deverá modificar a legislação para punir mais rapidamente as empresas e recuperar com mais agilidade os recursos desviados por funcionários públicos. É uma tentativa do governo de tentar apaziguar o agitado cenário político, praticando, pela primeira vez no segundo mandato, um diálogo de fato com seu aliados.

Mas a oposição fez uma reunião comandada pelo senador Aécio Neves, presidente do PSDB e candidato que disputou o Palácio do Planalto em outubro passado, para anunciar que pedirá ao Supremo que investigue a presidente, mencionada na delação premiada do doleiro Alberto Youseff. A oposição discorda das decisões do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e do ministro do STF Teori Zavascki de excluir Dilma da Lava Jato por falta de indícios e por impossibilidade de ser responsabilizada por atos alheios ao atual mandato.

Confira o comentário:

Comentários
14
  1. César disse:

    Difícil de acreditar em algo que parta dos que delapidaram o patrimônio da maior empresa brasileira! Eu sou cético quanto as reformas que os próprios investigados farão. Esta não é a mesma Presidente da República que a uns três meses indultou o Sr. José Genoíno condenado no mensalão? Agora vem com este pacote anticorrupção que foi feito para ser um novo meio de se tentar evitar novos casos de corrupção ou será apenas mais uma tentativa de enganar o povo com medidas que nos agradem mas, sem utilidade alguma? Este Congresso corrupto será o mesmo congresso, que vai votar uma lei, que possa ser usada contra eles mesmos? Por ela não ter sido inclusa ou ter sido excluída, da lista de investigados pelo Procurador Geral Rodrigo Janot, acha que o povo não vai associa-la aos desvios de Bilhões dos cofres da Petrobrás? O povo sabe! O povo pensa! O povo enxerga! O Vice-Presidente Michel Temer esta tão sujo quanto ela, o Presidente do Senado Federal Renan Calheiros esta enterrado na lama até o pescoço, o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha então nem se fala. Precisamos de MÃOS LIMPAS para a condução de novas medidas e criação de novas leis. Não podemos ficar nas mãos dos corruptos eleitos com o dinheiro sujo dos desvios a legislar em causa própria. A fingir que estão colocando o país nos trilhos e após estas medidas ninguém vai roubar mais. Se nós formos inocentes ao ponto de acreditar, que as raposas vão tomar conta das galinhas quando acordarmos “VAI DAR PENA”!

  2. César disse:

    Será que colocaram a não prescrição de crimes? Para que quando houver um governo honesto no poder com real isenção, aqueles que ainda não pagaram por seus crimes possa vir a ser responsabilizado?

  3. Joao marques nascimento disse:

    O que vejo e a opoziçao a OAB STF CAMARA FEDERAL SENADO FEDERAL todos quietos Pergunto pela constituiçao brasileira os bancos publicos so pode fazer Emprestimo Para outros pais com a autorizaçao do Senado e da Camara Federal, pergunto qual o motivo que fizeram Porto em Cuba, Metro na Venezuela etc sem Autorizaçao isso nao e uma falta grave Responde Sr. Kennedy

  4. heitor disse:

    O diálogo é sempre bem vindo. E o governo e congresso foram eleitos e tem o dever se se ajustarem para tocar o Brasil para frente.
    É claro que a eleição foi a confusa, elegeu Dilma mais a esquerda e elegeu independente do partido uma maioria esmagadora tanto deputados como senadores de viés conservador.
    Essa diferença de ideologia é que marca uma dificuldade de diálogo. Outro ponto que tem que ficar claro que o Planalto possivelmente identificou vários deputados da dita base aliada que fizeram campanha contra a Dilma na eleição passada.
    No paraná a maioria dos deputados do PMDB, PR e PP fizeram campanha contra a Dilma. Daí fica difícil conversar com os partidos aliados sabendo que vários deles tentaram puxar o tapete nas eleições e tentaram sempre isso se tiverem oportunidades.
    Mas Dilma não foi eleita com 50, 100 ou 200 mil votos como um deputado ela foi eleita com mais de 54 milhões de votos e tem que se comportar nesse nível. Tem que esquecer a eleição e as traições e ir para o diálogo. Mas tem que se impor e ser coerente com as promessas de campanha.
    Quanto as ruas teve dois momentos: dia 15/3 foi para derrubar a Dilma não quer diálogo. Mas o tema corrupção é importante estar na pauta. É preciso aproveitar o momento. Assim como em 2013 foi aproveitado o momento e criado o mais médico. Sem as passeatas o governo não teria forças para enfrentar o lobi da saúde.

  5. César disse:

    O congresso triplicou a verba para os partidos políticos e se comtemplou com mais dinheiro público. Crise? Que crise? Só não tem dinheiro para o que nos interessa: SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA e TRANSPORTE. Enquanto essa gente não deixar os cofres dos municípios, dos estados s do governo federal secos como as represa isto não vai ter fim. São estes políticos que vão fazer as reformas “POLÍTICAS” e “LEIS ANTICORRUPÇÃO”? Me engana mais que eu gosto! Agora já sabemos o teor das conversas nos jantares e mais jantares dos últimos dias. VENDE-SE UM PAÍS. Tratar com o Partido dos Trabalhadores ou no Palácio do Planalto. PREÇO Á COMBINAR!

  6. Armando Pinto disse:

    De onde o governo tirou essa ideia que o povo brasileiro quer reforma política alguma? “O pacote anticorrupção deverá modificar a legislação para punir mais rapidamente as empresas e recuperar com mais agilidade os recursos desviados por funcionários públicos”. O texto é este mesmo? Significa que funcionários públicos podem roubar e basta devolver? Não menciona maior agilidade nas punições? Não menciona nada sobre políticos corruptos? Então alguém precisa explicar ao governo, que o povo brasileiro exige o fim da corrupção, o fim do aparelhamento do Estado e claro o fim da impunidade a começar de agora na Operação lava Jato. Próximo dia 12 tem mais e agora o movimento será muito maior.

  7. Rodolfo disse:

    Prezado Kennedy

    O senhor realmente acredita nesse pacote? Uma decisão tomada somente depois que o governo viu a dimensão dos protestos?

    Saudações

  8. Carlos Soares Novais disse:

    Toda manifestação seguindo as regras legais são bem vindas a nossa democracia, cada pessoa expressando seu sentimento de indignação à corrupção é muito importantíssimo para construção de um país melhor e convenhamos, já estava na hora da população se indignar com tamanha doença histórica que em nosso passado recente se mistura num turbilhão de partidos e governantes (PMDB, PSDB, PP, PT…). Creio que a manutenção da atual estrutura política onde empresas financiam partidos e políticos alimentam a cultura do eterno toma lá dou cá, não adianta eleger um responsável pelo pilhagem dos cofres públicos; a reforma política é indispensável para termos um país mais justo e menos corrupto. Refrescando a memória, desde quando tudo isso começou? Enquanto tivermos pessoas exigindo dos políticos, emprego, remédio, telha, tijolo, cimento, pagamento de conta de luz, água, dinheiro e tantos outras, e como passo de mágica é fornecido, teremos eternamente um ciclo vicioso que não parará de sangrar. O momento é único para que haja punição dos responsáveis sem cores partidárias tomando o cuidado de lembrar que na sua grande maioria dos casos, por incrível que pareça, foram doações legais, quanto a serem imorais não se tem nada a discutir. Isso é o que penso e você?

  9. David Ferreira disse:

    O meu querido, se você viu humildade nessa senhora ou nos seus interlocutores, mesmo entre aspas, convenhamos o seu conceito é pífio ou patético.

  10. paulo disse:

    Sinceramente, o que necessitamos é que todos os envolvidos sejam punidos, independente de quem seja, se ela esta limpa em relação a lava a jato que se deixe investigar. Se ela esta temendo ser investigada é mais um motivo para tal.

    Afinal, de que adianta realinhar as formas de combate a corrupção e impunidade se não começar do topo? Quem comanda tem que ser o mais correto possível, desta forma teremos alguém com o minimo de moral e competência para nos governar.

  11. Pasquale disse:

    Para o partido e para a pessoa que governa,a palavra HUMILDADE não existe no vocabulário.
    Ao contrário, só existe a palavra ARROGÂNCIA.
    Ela esta é perdidinha…perdidinha.

  12. gesiel disse:

    E vale do que a oposição subir o tom? Se a Dilma e o PT, foram cobrados e até achincalhados DOMINGO nas ruas, o PSDB FOI HUMILHADO, pois aqueles organizadores dos protestos no DOMINGO, que se diziam A FAVOR DO PSDB e do AECIO NEVES, “MUDARAM O DISCURSO”, e “”PROIBIRAM O AECIO E OS DEMAIS POLITICOS DO PSDB A PARTICIPAREM DA MANIFESTAÇÃO””, e com isso GANHARAM A ADESÃO DO POVO. Ao que parece então, os lideres de movimento contra A CORRUPÇÃO e também contra a Dilma e o PT, ao contrario dos “”membros da revolução dos ignorantes””, perceberam que a corrupção deve ser combatida em todas as esferas de governo (municipal, estadual e federal), e que nenhum governo e nenhum partido deve ter “PASSE LIVRE” para promover a corrupção, como fazem os membros da “”revolução dos ignorantes”” aqui em São Paulo. Fazer uma pesquisa para avaliar a popularidade da presidente Dilma, no calor de uma ENORME MANIFESTAÇÃO feita contra ela 2 dias antes; É BRINCAR COM A INTELIGENCIA DO POVO. Seria como perguntar aos país se eles estão contentes com o DESEMPENHO DO FILHO NA ESCOLA, depois que o filho levou ponto negativo. Por que o DATAFOLHA não fez uma pesquisa de avaliação do governo Alckmin do PSDB, NO PIOR MOMENTO da falta d’agua aqui em São Paulo, quando ele FOI DE PIRES NA MÃO PEDIR ARREGO PARA A DILMA? Quantos pesquisas o DATAFOLHA ja fez DEPOIS DA ELEIÇÃO, para avaliar a aprovação do governo Dilma, e quantas pesquisas o DATAFOLHA ja fez nesse mesmo periodo para avaliar a aprovação do governo Alckmin?

    • Marco Túlio Castro disse:

      Pela quantidade de gritos (letras maiúsculas) dá para sentir o desespero.
      O ex-presidente americano Abraham Lincoln disse uma coisa certíssima,
      “Pode-se enganar a todos por algum tempo, pode-se enganar alguns por todo o tempo, mas não se pode enganar a todos todo o tempo.”
      Entendeu ? A vida é assim !

  13. José disse:

    É impressionante a cara de pau de um sujeito, que mal escapou das garras do procurador, que continua tentando enganar a opinião pública de que é um cidadão exemplar. Este tipo de gente joga o conceito de toda a classe política no esgoto, é o pior tipo de gente, se eu acreditasse em sobrenatural diria que é um possuído do demo ou o próprio cramunhão, aliás falando em demo, ele me faz lembrar do Demóstenes, que fazia o mesmo discurso de homem probo e deu no que deu. Em tempo, penso o mesmo de muitos outros políticos de todos os partidos, que por medo ou precaução preferem ficar de tocaia e fora do campo de visão, mas este cara me embrulha o estomago de tão simulado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 17:16:38