aki

cadastre-se aqui
aki
Entrevistas
09-07-2015, 12h30

“Impedir um governo de governar é golpe”, diz Colombo

Para governador de SC, Congresso e oposição agem mal; ele é contra impeachment
69

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

“Impedir um governo de governar é golpe”, disse Raimundo Colombo (PSD). O governador de Santa Catarina deu essa declaração ao avaliar o tipo de oposição que o PSDB faz ao PT e as votações do Congresso que fragilizam a situação fiscal do Brasil.

Na avaliação de Colombo, o Congresso agiu com “irresponsabilidade” ao votar a flexibilização do fator previdenciário e estender a política de reajuste real do salário mínimo para a correção de todas as aposentadorias. Ele também criticou a aprovação do reajuste dos servidores do Poder Judiciário pelo Senado e a reforma política votada pela Câmara.

“A reforma política foi uma tragédia. Um desastre. Um desrespeito à população brasileira”, disse, lamentando que não tenha sido aprovado o fim das coligações proporcionais.

“É um desrespeito ao bom senso e ao esforço que todo mundo no Brasil está fazendo para ajustar as contas. Essas quatro medidas que o Congresso aprovou são uma irresponsabilidade com o momento pelo qual o Brasil passa. Então, atribuir a crise só ao governo é um conforto. O processo é bem mais amplo. Essas quatro medidas são horríveis.”

O governador de Santa Catarina afirmou que “contraponto é fundamental para iluminar o caminho da gente”. Mas também disse: “Sinceramente, quero uma coisa melhor do que isso, que essa oposição tão dura”.

Colombo disse não ver “razões” para um eventual impeachment da presidente Dilma: “Foi eleita pela sociedade brasileira. Está há seis meses no governo. Claro que estão havendo correções importantes, às vezes impopulares, que ocorreriam também se o Aécio [Neves, presidente do PSDB e candidato derrotado no ano passado] tivesse ganhado a eleição. A proposta econômica teria de ser mais ou menos essa. (…) Não torço para o touro derrubar o toureiro. Eu torço para que o Brasil vá bem”.

A respeito das chamadas pedaladas fiscais, que devem ser consideradas ilegais pelo TCU (Tribunal de Contas da União), Colombo admitiu não conhecer “bem o processo”. “Deve ser avaliada tecnicamente a questão das pedaladas, mas já houve no passado. Acho que não se deve colocar mais gasolina neste momento do Brasil e com as consequências que isso pode ter”, pondera.

“O que o povo está cansado, sinceramente, é que antes o PSDB era o governo e o PT estava na rua tentando destruir. Agora, se inverte”, disse, lembrando que ele e os petistas são adversários “ferrenhos” em Santa Catarina.

Ele fez críticas à administração Dilma. “O próprio governo reconhece que houve desonerações excessivas e algumas desnecessárias.” No entanto, afirmou que apoiou a reeleição da presidente por “gratidão”.

Colombo disse: “Sou sincero. A presidente Dilma, em Santa Catarina, está fazendo uma boa parceria conosco. Ela nos ajudou. Não tenho nenhuma relação com o PT. (…) Ela não tinha nenhuma obrigação com a gente. Mas demonstrou espírito republicano e construímos uma boa parceria. Agora, o mais importante pra mim, na minha relação com ela, é o futuro do Brasil. E a gente tem de olhar o futuro com mais responsabilidade. Essa superficialidade me deixa com medo do futuro”.

Colombo ressaltou que o impacto da crise econômica tem sido mais ameno em Santa Catarina. “Em 2014, foi Estado que mais gerou empregos no Brasil em termos absolutos. Mais do que São Paulo. Nós temos o segundo melhor nível de emprego do mundo. Só Cingapura tem uma situação melhor do que a nossa”.

Segundo ele, a abertura do mercado de carne suína para o Japão deu impulso ao Estado, que deverá vender o produto para a Coreia do Sul. A desvalorização do real ajudou Santa Catarina, que é exportadora. Citou ainda avanços no setor cerâmico e turístico.

Em relação às ondas de violência que enfrentou no Estado no primeiro mandato, ele atribuiu as causas ao tráfico de drogas. Segundo o governador, houve um “enfrentamento de quadrilhas, de crime organizado”.

Afirmou que investiu na melhoria do sistema penitenciário. “Hoje em dia, 80% dos presos que são libertados, que terminam a pena, não reincidem. Nesse período [de prisão], a gente dá uma profissão, a gente ensina, garante um emprego quando ele é liberado. Nós temos mais de 500 empresas que usam o nosso sistema penitenciário para qualificar mão de obra.”

Colombo disse que “sensação de insegurança é muito pior” do que as estatísticas de violência. “Embora nós tenhamos os melhores índices do Brasil, ainda é grave.” Ele se diz a favor da redução maioridade penal de 18 para 16 anos, mas afirmou teria de “saber dosar” para não colocar gente demais nos presídios.

A respeito da Operação Lava Jato, afirmou: “O Brasil precisa ser passado a limpo. Evidentemente, tem de haver por parte do Poder Judiciário, que fica muito empoderado e muito aclamado pela sociedade, eles precisam, para o bem de continuarem trabalhando, se impor limites. Respeitar as leis. Não pode haver excesso. Mas esse processo tem de continuar. Esse tumor tem de sair da sociedade. Mas o poder Judiciário tem de ter também equilíbrio para não cometer excessos”.

*

Pingue-Pongue

Getúlio Vargas: “É um dos maiores brasileiros. Gosto muito dele. Li tudo sobre ele. É um exemplo. É um homem que sofreu muito, mas deu uma grande contribuição. O Brasil mudou profundamente com ele”.

Juscelino Kubitschek: “Não gosto muito. Acho que ele endividou muito o país e deu prioridades falsas, que não eram as prioridades. Claro que a gente gostou da industrialização, mas, sinceramente, para mim, a construção de Brasília é uma coisa que ainda não desceu”.

Ditadura militar de 1964: “Naquele momento, a sociedade quis. O erro deles foi continuar. Eles poderiam ter feito aquela mudança em dois anos e sair. Eles sairiam como heróis, e o Brasil seria muito melhor”.

Tancredo Neves: “Foi uma pessoa importante. Me parecia muito concessivo, muito político. Muito da Constituição de agora, que pese a falta dele nesse período, foram erros que se estabeleceram naquela política de que o setor público podia tudo. Mas ele foi um grande brasileiro. Cumpriu bem seu dever”.

José Sarney: “Terminou mal. Acho que voltar para a prática política, disputar eleições, continuar no processo… acho que ele perdeu a estatura de um ex-presidente quando voltou para a prática política. Ficou igual. Ficou comum. Então, ele não termina bem”.

Fernando Collor: “Fui senador com ele. Foi uma decepção, uma tragédia. Uma oportunidade perdida. Uma decepção. Fechou a porta do futuro naquele momento para o Brasil”.

Itamar Franco: “Todo mundo questiona, mas o resultado do trabalho dele é muito bom. Eu não o conheci, mas eu sou obrigado a reconhecer que o Plano Real foi uma das melhores coisas que aconteceram no país. O Fernando Henrique tem muitos méritos, mas o Itamar teve a humildade de delegar e bancar. Ele é um brasileiro que a avaliação que se faz dele não é justa”.

Fernando Henrique Cardoso: “Um grande brasileiro. Um homem muito preparado. Uma pessoa de muita qualidade. Nós devemos muito a ele. A análise sobre ele é injusta. Eu gosto muito dele. Sou um admirador dele”.

Lula: “Sou contra o PT. Eu acho que, de muitas das coisas que estão erradas no Brasil, o Lula é o líder. Esse sindicalismo excessivo. Essa permissividade. Agora, ele teve momentos de grandeza. Aceitar, por exemplo, a lógica da economia foi um momento importante. Abrir mão da reeleição foi importante para a democracia. Ele é um personagem histórico importante. Eu sou suspeito porque as nossas divergências são profundas”.

Dilma: “Ela é uma mulher do bem, uma mulher honesta, dedicada. Ela tem dificuldades de relacionamento. Cada um tem sua personalidade. Mas é uma pessoa que merece respeito. Ela foi reeleita pelo povo brasileiro e tem muito por fazer ainda no país”.

Aécio Neves: “Ele é um jovem. Eu, particularmente, prefiro mais o perfil do Serra, do próprio Alckmin. Mas tem de reconhecer que ele não chegou por acaso. É um líder importante”.

Geraldo Alckmin: “Eu gosto dele. É um líder importante. Acho um homem equilibrado, maduro, com bom senso. É uma pessoa de êxito na política”.

Marina Silva: “Eu a conheço pouco. Acho suas prioridades um pouco equivocadas para a nossa realidade, um pouco utópicas. Mas é uma pessoa do bem, com uma história pessoal muito bonita”.

Joaquim Barbosa: “Eu esperava uma postura diferente de um juiz do Supremo. Eu acho que ele popularizou muito e desrespeitou um pouco o sistema. Mas ele disse muitas verdades que viraram polêmicas na sociedade e que contribuíram. É uma pessoa que tem prós e contras bem significativos”.

Ciro Gomes: “O Ciro é um talento. É uma pessoa de muita qualidade. Eu o apoiei para presidente da República. Convivi com ele. Só temperamental. Na atividade política, você tem a hora e o jeito de fazer. Getúlio Vargas ensinava isso com muita clareza. Quando você quer fazer na paulada, você não consegue”.

Raimundo Colombo: “O que eu procuro fazer é agir com bom senso. Quanto mais equilibrado for e quanto mais as pessoas perceberem que é normal e que tem rumo, eu procuro estabelecer isso. Às vezes é difícil pra chuchu, porque as pessoas tentam te tirar do eixo, mas eu procuro dar minha contribuição”.

*

Veja a íntegra da entrevista de Colombo ao SBT, realizada na manhã de quarta:

Parte 1

Parte 2

Comentários
69
  1. Claudionor Erasmo do Prado disse:

    As declarações de Colombo estão corretíssimas, tanto que a convenção do PSDB, foi mais uma reunião de conspiradores, que não trataram de nenhum projeto para o Brasil, mas de projetos de golpes e perseguição conta Dilma e o governo. É claramente visto que juntamente com a mídia estão impondo ao povo brasileiro o pessimismo e o terror!!!. Isto é o vale tudo para voltar ao poder, depois de 16 anos, quatro eleições perdidas.

  2. luiz.polins disse:

    Dilma o ajuda tanto ,que ficou bajulador

  3. Neusa disse:

    Estranhamente ele é na maneira de governar igual ao Lula,por isso
    um grande governador.Agora me nego a aceitar o elogio a FHC e Aécio…o cara é cego.
    FHC quebrou a região Sul quando privatizou tudo e deixou a gente de pires na não.

  4. Uitinei Figueiredo disse:

    Por quando os governos cometem erros grosseiros quem paga a conta são os trabalhadores e os aposentados?Vamos deixar de ser hipócritas, porque o governo reduz os ministérios e acaba com cargos em comissão?Porque o legislativo não diminui suas despesas com verbas indecentes e grande número de assessores que não fazem nada.Porque o Judiciário está sempre exigindo salários altíssimos quando temos um salário mínimo indecente? Vamos deixar de ser hipócritas e defendendo ideias ultrapassadas e imorais. O rombo da previdência não é decorrente das pensões e aposentadorias, mas sim dos desvios e aplicações em obras que não são de sua responsabilidade (Ponte Rio Niterói). Vamos tratar as coisas com verdade.

  5. Mario Gandra disse:

    NÃO VER CULPA DO GOVERNO DILNA,É PRECISO SER MUITO PUXA-SACO. SANTA CATARINA HOJE É UMA MARAVILHA NÃO É, COLOMBO?

  6. Carlos disse:

    Um homem com muita personalidade, carater e um ótimo politico. Quem sabe seria um cara para comandar o País. O Brasil precisa de homens de carater como Raimundo Colombo, mas acima de tudo ele precisa ser bem assessorado para não cair na politicagem suja desse País.

    • Carlos, acho também o Raimundo Colombo um bom político, agora dizer que apoiou a Dilma por gratidão, aí ele se perdeu. Gratidão tem é que ter a Dilma pelo estado de SC. Estado que trabalha e arrecada, então não tem gratidão, tem é que fazer mesmo.

  7. João Alberto Afonso disse:

    No tangente ao fator previdenciário, acho que o Colombo deveria propor que fosse aplicado para as aposentadorias dos governadores, prefeitos, senadores, deputados estaduais e federais e para todos os funcionários públicos e não só para os aposentados da iniciativa privada. Quanto a Dilma, pode ser até do bem, mas é de uma incompetência e arrogância absolutas. No dia em que nós, os paulistas, comemoramos a revolução constitucionalista, falar de fascista/nazista que mandou o exército de outros estados massacrarem os nossos pracinhas, é de uma canalhice ímpar. Getúlio foi um ditador que, dentre outras muitas maldades, mandou deportar a Olga, alemã e judia, para a Alemanha e lá sofreu toda a sorte de flagelos. FHC comprou o congresso para conseguir a reeleição e, portanto, em nada difere do Lula e Dilma. Por fim, quem colocou o Brasil no mundo da corrupção foram Getúlio, Jânio Quadros, Sarney, FKC, Lula e Dilma. Encerrando, JK e Itamar foram os grandes presidentes, basta esse tal de Colombo pesquisar.

  8. O governador Colombo esta certo esses tucano estão querendo vingança e nisso quem paga o pato e a população brasileira esse moleque Aécio que esta encendiano o povo isso que eles querem fazer vai dar merda escuta o que estou falando

    • Olha Francisco, eu acho que a oposição deveria de pegar mais pesado nessa corja de corruptos e mal administradores públicos que estão no poder. Chega de dizer que a oposição quer golpe, quer fazer o pior. Quem mentiu na campanha politica foi a Presidente Dilma, e isso não é admissível. Não respeitou a legislação fiscal em vigor, não fiscalizou nada na verdade, pois o país esta um caos. Temos que ter oposição sim, e colocar tudo para ser visto pelos brasileiros sim. Agora quem votou mal, pago o pato todo mundo. Já deu para o PT, quebraram o Brasil em tudo, desde moral até financeiramente. Vergonhoso.

      • Jorge Guimarães disse:

        E o que você pode nos dizer sobre as privatizações de FHC. Foram com boa intenção? Ou atenderam a interesses de grupos daqui e do exterior. Esse esforço que o Serra está fazendo nesse momento para tirar nosso controle sobre a Petrobras; você acha que está fazendo todo esse movimento no senado porque ele pensa nos interesses do país? Vamos acordar

        • Vou te dizer uma coisa, deveria de ter privatizado tudo que é empresa que tenha o dedo do governo. Essas empresas só servem para cabides de emprego, não zelam pelo dinheiro público investido, administram muito mal essas empresas. Pode até ser que foi mal conduzido as privatizações já feitas, mas que é muito melhor a iniciativa privada tomar conta disso, com certeza. Vide a Vale do Rio Doce, nunca dava lucro, hoje arrecada bons impostos, o governo ainda é sócio, mas é administrada com zelo, pois a maior fatia é da iniciativa privada. Então, privatização já para a Petrobras, ou acha que algum dia você vai se beneficiar por essa estatal. Olha o preço que pagamos pelo combustível no Brasil, absurdo. Privatização já da Petrobras, Eletrobrás, Banco do Brasil e por ai vai.

  9. Silvan Ricardo Vivian disse:

    Sou servidor estadual na segurança pública, e posso afirmar que nesse governo, em seu segundo mandato, tivemos reconhecimento e com isso nos sentimos valorizados, pois Colombo está cumprindo com o que prometeu, garantindo condições para trabalharmos com afinco. Se continuar nessa direção, e fazer as mudanças que está propondo, poderá sair desse governo como um dos melhores governadores que já tivemos.

  10. josé julio o. neto disse:

    E o MENSALÃO e o PETROLÃO também não são golpes ??
    O MENSALÃO comprou deputados e senadores para derrotar os adversários, já esqueceram ????

  11. mary disse:

    Bom senso é isto, saber a hora de fazer oposição sem exageros, criticas sim, mas sem provocar a instabilidade politica como vem fazendo a oposição atual, com instabilidade politica ninguém sentirá segurança para investir no Brasil e consequentemente a economia não cresce, oposição irresponsável concordo.

  12. Ana Maria disse:

    Colombo esta correto. O único culpado para toda a crise no Brasil, é o CONGRESSO. As pessoas não estão enxergando o que está acontecendo no Brasil. O Congresso é que detém o poder para as grandes decisões. O Congresso é o culpado pelo fracasso do nosso Brasil. O POVO tem que acabar o Congresso. É nele que esta a desgraça do País.

  13. David Ferreira disse:

    Lembra aí por favor quando foi que o pt, como oposição, ajudou qualquer governo. Era só campanha contra, era só manifestação contra, era só conclamando o povo contra e hoje quer vida mansa?

    • Eurico disse:

      Vamos melhorar o entendimento. PT fazia oposição ao governo, não ao país. O que o PSDB está fazendo é terrorismo, propagando medo, ódio e rancor. E quem sofre é o povo.

  14. Ary disse:

    O mal de todo político é polarizar as tensões entre partidos, como se a sociedade não tivesse opinião. Lamentável a atitude de achar um partido culpado pela oposição que faz ao governo.
    O governo federal está perdido entre as alianças que fez e a lealdade aos partidários. Pior, pois não sabe lidar com os congressistas, a não ser ceder a chantagens. Ainda assim perde o rumo pois não tem programa de governo e mistura ideais dos apaniguados do PT com interesses do Estado.
    Todos os políticos deveriam aprender a conviver e governar com divergências de ideias. Aliás, se os políticos e ministros dos tribunais de justiça de fato ouvissem a opinião do povo este país já seria desenvolvido há muito tempo.

  15. José Valente disse:

    É um sujeito em cima do muro… Ao invés de falar que tudo está errado e que a culpa é de todos, ele deveria falar menos e agir mais…

  16. aloisio disse:

    Se não é o GOVERNO O CULPADO, vão dizer que é o povo ? São todos iguais, nunca vi tanto politico ruim e tanta gente BURRA. Conseguir defender um partido ( qualquer PARTIDO )é deixar de querer defender seus direitos. Como acreditar que um PRESIDENTE (A ) não sabe oq esta acontecendo numa empresa como a PETROBRAS ? Me engana que eu gosto. Podem prender todos que ainda vai faltar mais alguns.

  17. werner disse:

    Irresponsavel é este governo nosso catarinense que apoia este desmando petista e nos deixa sem segurança, saude e educação e com inumeras empresas falindo no estado de santa catarina.

  18. Edinon Mendes disse:

    Caro senhor Governador: Para quem (funcionários públicos federais e políticos) tem aumentos salariais bem acima do teto imposto aos aposentados, é muito fácil afirmar que é “golpe o impedir o Governo de governar”. E que “o Congresso agiu com ‘irresponsabilidade’ ao votar a flexibilização do fator previdenciário e estender a política de reajuste real do salário mínimo para a correção de todas as aposentadorias”.
    Eu gostaria de ver a reação dos senhores se os políticos brasileiros não fossem tão corruptos e não se preocupassem somente com o patrimônio e com a sua família. O ideal seria que se houvesse políticos brasileiros realmente patriotas, que votassem uma lei que atrelasse os reajustes salariais de todos os brasileiros (funcionários públicos, federais, estaduais e municipais, inclusive, sem exceção) ao reajuste do salário mínimo. Aí é que os senhores sentiriam, no bolso, como dizia o meu pai, “quanto doi a dor de uma saudade”.

  19. Parabéns pela entrevista com Gov. Raimundo Colombo, quando vi que era um gov. do PSD do Kassab, achei que seria mais apoiador da Dilma, contra minha vontade assisti e confesso que fiquei impressionado com suas idéias e o que pensa do Brasil, é um politico para se investir mais, pena que pertence a um estado sem muita representação politica no cenário brasileiro, eu votei no Beto Richa por eleitor do PSDB, mais nunca senti firmesa em suas idéias, independente do episódio contra os sindicato dos professores

  20. claudio disse:

    É um absurdo o comportamento dos parlamentares brasileiros. Não pensam o Brasil como Pátria. Tratam a Nação como mercadoria!

  21. JOSÉ CAETANO DA SILVA FILHO disse:

    Eu estou de acordo com o Governador de SC, não político e não gosto. É hora de unir força, crise econômica muitos países de primeiro mundo passaram por isso, imagine o Brasil país emergente.

  22. Contribuinte disse:

    Bajula, mas fala a verdade. As medidas tomadas pelo Congresso são destrutivas a médio prazo. Reajustar salários de servidores públicos e vincular uma massa enorme de de aposentados ao reajuste do salário mínimo é populismo em alto e péssimo som. Se seguir assim, o PT emplacará em 2018 justamente contra o Congresso.

  23. JorgeSP disse:

    parabéns, governador.
    palavras responsáveis.
    infelizmente há quem queira instalar o caos para governar um país em ruínas.
    o Brasil saberá colocar essa gente em seu devido lugar.

    • Pasquale disse:

      Meu caro, o PT já colocou o país em ruínas, e o caos já está instalado.
      Mas, o discurso da Mandioca… é digno de um premio Nobel?
      Vc não acha?

  24. Direito disse:

    Olha, muito ruim o posicionamento do Governador em relação ao governo Dilma. É ingenuidade ou falta de conhecimento e leitura da realidade. Se o Brasil está nessa crise toda, vejamos o ponto de partida dela, sua origem já no período de Lula. Hoje estão colhendo os frutos de uma péssima gestão governamental, que tem por objetivo único, a permanência no poder, a qualquer custo. Não esqueça, Sr. Governador, que a sra. Dilma, foi eleita sim, pela maioria do povo brasileiro (infelizmente), mas por estelionato, mentiras deslavadas que ja vieram a tona e mostram seu reflexo em sua popularidade. O mais elegante que ela poderia fazer é renunciar, reconhecer que não tem condições de governar nosso Brasil. Não queremos pagar a conta pela tragédia petista!

  25. Luciano Pinheiro disse:

    A questão é com tantos demandos do governo do PT, quem vai acreditar na competência do atual governo em governar.
    Agora, todos querem derrubar a presidente Dilme para assumir o Planalto CQC. Nem para isso seja necessário rasgar a Constituição. Para ser uma nação tem que existir povo,e onde está o povo brasileiro. A verdade é que o povo brasileiro não é digno de pisar neste solo sagrado chamado Brasil. Vamos esperar a próxima Copa para ver se as coisa melhoram!

  26. Antonio Alcides Rocha disse:

    Concordo com nosso governador, esta briga ferrenha entre partidos políticos só piora a situação do Brasil, a rivalidade política deve ser com “responsabilidade”, projetos responsáveis, ataques a adversários tem que ter fundamento. Tem muita gente querendo se aparecer e pra isso fazem qualquer coisa. ACORDA BRASIL.

  27. Luiz Millaneza disse:

    Por que será que o PT insiste na palavra “golpe”?? O impeachment é um instrumento legal da democracia e certamente o TCU irá dar um passo importante negando as pedaladas da Dilma..Para mim, golpe é mentir em campanha, deixar o Brasil se afundar até o ultimo minuto para garantir a reeleição, isto sim é golpe..

  28. Jorge Guimarães disse:

    Nosso governador deveria falar um pouco mais alto para todo o Brasil, sem medo. Trata-se de um grande homem, um excelente politico que se comunica muito bem com o povo por falar não só com a razão mas também com o coração. Não votei nele mais hoje sou seu fã. Serei mais grato a ele se conseguir, dentro de seu mandato, resolver a Hercilio Luz. Seu posicionamento com relação ao governo federal é de um brasileiro que enxerga longe e não se prende a manobras politicas que prejudicam seu país e a todo o povo. O Governador Colombo é homem do dialogo, um grande brasileiro.

  29. Thiago disse:

    O meu alento é que Dilma afirmou que não vai cair. Como ela disse que a energia elétrica ia baixar e subiu, disse que os juros não iam aumentar e aumentaram, disse que não mexeria nos direitos dos trabalhadores e mexeu, e disse que o desemprego não ia subir e vem subindo…
    Que bom que ela disse que não vai cair!

  30. Jose Maria disse:

    Quem instituiu o desmonte Brasil foi o PT 3% do Petrolão, quebra da Petrobras, dos desvios de biliões de Dólares para o exterior, África e América Latina, o que ocasionou a quebra do País, também. O governo ingerente e pernicioso do PT é culpado sim, por toda essa desordem política / financeira.

  31. Leal Filho disse:

    Muito sensato o Governador de SC. Sábias palavras, disprovidas de ódio e sem julgamentos.
    Não sou PT, não votei na Presidenta Dilma, mas respeito a opinião da maioria.
    Pessoas corretas assim ainda nos dão um fio de esperança na política brasileira.

  32. Acho melhor o Sr. Governador lembrar que o PT pegou as contas públicas organizadas, uma verdadeira engenharia financeira feita pelo PSDB, que se não foi melhor sucedido na administração devido a problemas internacionais, lembra-se da quebradeira do México, da Russia, e outros países ? e o Brasil era considerado a bola da vez, porém, por manobras astutas do governo na época, o nosso pais não sofreu muito, agora, gastar além do que era permitido, mentir para a nação, isso chama-se “estelionato eleitoral”, emprestar dinheiro público para países de esquerda com o intuito de desvio de dinheiro (leia-se financiamento de campanha política) construir estádios de futebol, verdadeiros elefantes brancos sem uso, enquanto trabalhadores morrem por falta de atendimento médico, hospitais com corredores cheios, doentes em colchões no chão, o que é isso, Sr. governador ???, Eureka ! é a pena de morte que o PT introduziu no Brasil, e o Sr. Governador, o que acha ?? Temos sim que tirar estes politicos pilantras e estelionatários da administração, inclusive aqueles que os defendem….., o Sr. Governador, onde se situa ???

    • Muito bem colocado Senhor Hercules. Tudo que colocou é verdadeiro e tem muito mais. Principalmente a ordem moral das coisas, e acho que o governador no fundo não prestigia essa orgia financeira e moral que o governo do PT faz no Brasil. Ele se perdeu nas eleições passadas, só para bajular a Presidente, que deve muito ao estado de SC., pelo trabalho dos catarinenses. O governador sabe que pisou na bola ao ficar do lado da Presidente eleita, pois ele sabe que o pensamento dos catarinenses é outro, não comuna com esse governo do PT. Ele deveria ao menos respeitar a opinião do catarinense, e não falar em gratidão, pelo seu apoio a candidatura do PT, pois não precisamos de esmolas e nem de puxa saco, para realizar obras. Obras são coisas normais de um governo, e obrigação. Se ele é bom político, vai lá e exige o que é de direito para o estado de SC.

  33. Luis Brandão de Souza disse:

    Sr. Colombo: o Sr. está enganado e é igual a Dilma e Lula – IncomPeTentes. Ou seja, ex. você trabalha uma vida toda e quando está prestes a ter uma aposentadoria digna vem o Governo dizer que não pode, que vai dar déficit, mas se esquecem que não é o valor de aposentaria que é o mal, e sim que gastou-se o dinheiro da Previdência Social muito mal, com desvios, desvios de finalidade, corrupção, mal aplicação, etc., etc., como se vê todos os dias nos noticiários e em todas as áreas públicas. As pessoas que o Governo não ajudou a melhorarem a qualidade de vida com infraestrutura, com perspectiva para qualificação, etc., hoje recebem o tal Bolsa Família, Bolsa etc., e a pessoa que trabalhou uma vida e contribui não deve receber o que é justo?
    O Congresso está certíssimo. O Governo que gastou mal, ou não gastou onde devia, e que enganou o povo para ganhar a eleição, gastando dinheiro para puro estelionato eleitoral é o errado. Agora querem dizer que é conjuntura econômica mundial, crise internacional, etc., é mais uma mentira. Se ela existe no mundo afora com certeza não é ela a crise geral que fez a corrupção, os desvios, os desmandos, as falcatruas, o estelionato eleitoral que o Sr. apoiou. Estou com o saco cheio de todos os cafagestes deste nosso BRASIL. Com certeza ainda existem bons, são em menor número, mas estes talvez um dia consigam ajustar essa bandidagem. Que Deus nos ajude.

  34. Caro governador concordo com o Senhor Colombo, porém, discordo de sua política para com os funcionários públicos do Estado. Principalmente com professor. Na primeira eleição fui um dos primeiros a buscar votos acreditando, como professor em uma melhora em geral. Nesta nem pensar. Aposentado, desvalorizado, com um plano salarial abaixo dos pés do elefante. Os professores não conseguem não comprar uma casa em “minha casa minha divida”, tão pouco ajudar um filho a entrar na Universidade. Porém, os políticos continuam a ganhar aumentos em dia, atualizado, com regalias. Quando na realidade todos deveriam estar atrelados aos reajustes salariais brasileiro. E nenhum governador poder rolar dividas, tipo aumento de funcionários, dividas suas para governos posteriores. Somente dívidas a médio e longo prazo, tais como; saneamento básico, projetos de saúde e educação (passada pela assembleia legislativa). Proibição de governantes de gerar empréstimos para obras de terceiros e estas servirem de renda para estes, ainda cobrar do povo. Ex.; construir uma estrada com o dinheiro do povo, repassar a terceiros e cobrar o pedágio a olho da cara.

  35. Claudio disse:

    Por muito menos roubo, o PT derrubou Collor. E não foi golpe, né? Agora, com toda sorte de roubalheira, deixando o país no fundo do poço, derrubar os ladrões que aí estão sugando tudo trata-se de golpe. Êita ptzinho danado.

  36. Renê Guize disse:

    Olá amigos, eu sinceramente gostaria de saber de todos os Srs, em quem votaram para Deputado Federal e Senador, eu duvido que mais de 50% se recorde ou tenha interesse. Um pais que tem o Deputado Federal mais votado Tiririca e que leva com ele mais 5 outros Deputados os quais ninguém conhece. Os Srs esperam o que deste parlamento ou deste ou qualquer governo. Quem rege as leis do pais são os Senhores Deputados, é o Parlamento. Governo Federal Executa , executivo. Na próxima eleição vamos cobrar dos nossos Deputados, pra não chorar depois e culpar uma só pessoa que é mais fácil.

  37. Jose Maria disse:

    Impedir governos corruptos, é necessidade e direito elementar do Cidadão de qualquer país.

  38. Com o governo e o congresso que tem o Brasil o povo está entregue à própria sorte. A disputa insana pelo poder chegou ao extremo da irresponsabilidade e virou ódio.

  39. Bruno Tavares disse:

    Caro Kennedy e amigos,
    Não há golpe e sim fatos. Alguém tem que tomar a frente e chamar a responsabilidade da situação e cabe a oposição.
    Pedaladas fiscais (TCU), Dinheiro de campanha irrigado pela corrupção(TSE) e além disso a Sra. Presidente foi do Conselho de administração da Petrobrás, no período das maiores perdas da empresa (Corrupção, compra da Refinaria de Pasadena, …) preciso dizer mais alguma coisa?
    Não ha golpe e deve haver sim é punição por todos esses crimes.
    ….a mais outros também fazem, fizeram, roubaram,….
    Que se puna todos!!

    Para o pessoal de esquerda gostaria de informar que eu sou apartidário, mas gostaria de um país com Estado menor e menos assistencialista.

  40. JC Tavares disse:

    Esse governador me parece uma pessoa muito sensata, fato raro em políticos, merece um voto de confiança. Golpe nunca mais e viva a democracia, simples assim.

  41. antonio barbosa disse:

    É uma no cravo e outra na ferradura. Óbvio, ele precisa do governo federal, mas veja as incoerências: – Não gosta do PT e Dilma é PT até de pijama. – Adora Getúlio que foi um ditador e mesmo que tenha feito boas coisas, foi DITADOR e matou muitos paulistas, e diz que ser oposição é golpe. – Critica Collor que mesmo com suas burradas fez uma das melhores coisas do Brasil no últimos 50 anos, abriu os mercados, e adora Ciro o sujeito que desceu a lenha no PT e quando foi visitado por José Dirceu que ameaçou o irmão dele acabou virando coordenador de campanha do PT. É um político mesmo.

  42. Miguel Ângelo disse:

    Direito do cidadão é exigir políticos compromissados com a vontade de toda a sociedade. Nossa necessidade agora é ter uma representação política séria, ética e honesta. Não seria golpe ir para rua e exigir a ilegibilidade de todos os políticos envolvidos em corrupção, tomar seus bens. Também, é justo para a Sociedade Brasileira, independente da condição financeira, recuperar de empreiteiras – empresas corruptoras o dinheiro que elas ganharam pelo superfaturamento de obras e serviços pagos pelos nossos impostos. O PSDB não é oposição no momento. Não foi no início do mandato do Lula. E agora faz o mesmo. Para brilhar, usa sua representação para minar e endividar mais o País. Esperam a saída da Presidenta, achando que vão nos representar. Hoje os políticos eleitos não nos representam. E não é obrigação nossa mantê-los lá. Acima da decisão do voto, já feita. Está a vontade do povo. Podemos sim, num ato exigir a suspensão da representatividade dos políticos corruptos. Nós elegemos. Mas podemos nos arrepender. Não queremos mais. Isto é democracia. Vamos a rua e exigimos dando nomes aos bois que saiam. Podemos ou não podemos Kennedy?

  43. CBarros disse:

    Aécio Never jeito de presidente, perfil de agitador e golpista. Já imaginaram um senhor desses como presidente , com essa calma e esse espírito democrático? Aécio Never com essa postura deve estar matando de rir Alk e Mim.

    • dudu disse:

      Aécio Neves agitador golpista??? você não trocou os nomes não!!!! tenho certza que sim!! para qualquer brasileiro nem precisa dezer o nome do agitador golpista!!!!

  44. Sebastião Carvalho de Azevedo disse:

    Está confortável: é governador e tem ajuda da Dilma. Se fosse trabalhador de industria desempregado pensaria diferente de uma mulher que mentiu ao eleitorado e abusou de concessões para, depois de eleita, impor restrições, recriar e aumentar impostos e tirar direitos de trabalhadores.

  45. Isabel disse:

    Concordo com ele . Só qto a dizer q o PT não gosta de pobres e sim do Poder.Ele falou bem de Getúlio Vargas e certíssimo co Juscelino, Qto a gostar de pobres é para ganhar votos e qto Poder é interesse não so do PT mas de todos partidos.

  46. Joao Freitas disse:

    Vivemos em um estado democrático DE DIREITO, certo? Então ninguém está acima da LEI, certo? E se a JUSTIÇA, após o devido processo legal, a impedir de governar, onde está o golpe?

  47. luis disse:

    Tenho certeza de uma coisa!!! FHC, nunca mais.

  48. Pasquale disse:

    A omissão de quem pode e não auxilia o povo, é comparável a um crime que se pratica contra a comunidade inteira. Tenho visto muitos espíritos dos que foram homens públicos na Terra em lastimável situação na Vida Espiritual.´
    Chico Xavier

  49. dudu disse:

    Governo?????? não seria DESGOVERNO!!!! acabaram com o pais e ainda tem petista que não encherga!! vá! entre em um hospital publico qualquer um deles em todo o Brasil!! e depois vem falar de governo!!!! faça me o favor petistas infelizes!!!!

  50. Fantin disse:

    Como todo político, fala conforme lhe convém. Dilma provou ser incompetente e fez “tudo” para manter o poder, inclusive repassou a conta ao povo… Kkk. Isto não é pensar no País, mas nos próprios interesses. Gestor incompetente é tão ruim quanto gestor ladrão, pois a conta sobra aos inocentes que pagam os impostos criados pelos políticos para o sustento da turma de funcionários – concursados ou não – e das regalias dos cargos, pouco retornando aos cidadãos. Muitos dos “barnabés” pouco produzem e desestimular o empreendedorismo e a iniciativa privada.

  51. Jorge Souza disse:

    Cada um fala o que quer, o país é livre, embora o PT, nas seus auges, tentou implantar o uma cópia do chavismo por aqui. Sempre digo que a privataria tucana salvou a Embraer S.A. e a Vale S.A., senão estariam pior do que a Petrobrás, estariam recheadas de “cumpaêros” nas suas direções e já teriam ido ladeira abaixo.

  52. Leandro disse:

    Essa oposição tucana é de causar medo. Medo de uma ruptura democrática para simplesmente atender aos anseios desmedidos de um partido que não aceita a resposta do povo nas urnas. E que partido é o PSDB que a toda hora fala em impeachment? É o partido que está no lugar mais alto do pódio quanto à corrupção. A Privataria Tucana foi seu maior feito. É o partido das medidas impopulares para “ajustar” a economia: aumento dos juros, desemprego em massa, e, o pior de tudo, arrocho salarial. Quem viveu a era FHC sabe disso. Quem não sabe se informe. Então por que criticam as medidas de agora?! Puro oportunismo. É seguir o dizer: faço o que eu digo, mas não faça o que eu faço. E quem é o senador Aécio que tenta transparecer para o restante da população (o povo de MG ele não engana mais. Perdeu duas vezes para a Dilma!) que é salvador da pátria? Será ele um modelo exímio de honestidade? Faça-me o favor! E os escândalos dos aeroportos?! Um senhor que teve Eduardo Guedes, réu do Mensalão Mineiro, como assessor e um dos seus conselheiros mais próximos na campanha presidencial, não merece a menor credibilidade.É esse o perfil da oposição mais “radical”, ou melhor, golpista que temos. Isso tudo dá mais medo ainda, porque é esse tipo de oposição que ganha força ao se aproveitar de um governo marcado por um momento de dificuldade econômica, um Congresso presidido por Eduardo Cunha e Renan Calheiros (para eles com relação ao Planalto, quanto pior, melhor) e consequências da Operação Lava Jato. E claro que tudo isso está gerando, decisivamente, a baixa popularidade de Dilma. É desse cenário que os pseudoheróis estão se aproveitando. Ávidos pelo poder, eles não medirão esforços para colocar abaixo os 54.483.045 votos creditados a presidente em novembro do ano passado. Mas não se iluda: o bem-estar do povo trabalhador brasileiro não é a prioridade tucana. A “forma” econômica desastrosa todos os informados já conhecem. A corrupção se confunde com a história do PSDB. O Brasil não merece sair da situação que está para ficar pior. Definitivamente, retrocesso não é a solução para os nossos problemas. Sejamos sensatos!

  53. Amarildo Georg disse:

    Esse governador, que infelizmente é do meu Estado, falar uma bobagem como achar que tirar a Dilma do poder é golpe? Minha decepção com o senhor só aumenta! O senhor gosta dela como presidenta, convida para ela ser candidata a governadora de Santa Catarina em 2018? Raimundo Colombo sempre criticou o PT, sempre foi oposição ao governo Lula. Agora, para demonstrar a sua “coerência” política faz parte da base aliada do Planalto. E não esquecer que o seu governo aqui no Estado é uma tragédia. Só que, por ser um Estado rico, qualquer um será um ótimo governador. Sua gestão é pífia.

  54. Francisco disse:

    colocar simplesmente esta questao num confronto PT e PSDB é querer deixar de ver o todo. A questao fundamental, a meu ver ver, é se queremos um governo( independente de sigla partidária) que roube e use seu poder legal para extrapolar os limites da lei. Nao há duvida que o PT ganhou as eleiçoes presidenciais mas isso nao lhe dá uma carta em branco onde tudo lhe é permitido.Existem os limites da lei e da ètica.
    Os outros poderes tambem foram legitimamente eleitos pelo povo( de quem emana o real PODER) e por isso teem que ser respeitados de igual forma e plenitude.
    O que nao se pode aceitar é ser eleito com uma proposta que depois nao se cumpre e se omitir dados de forma a manipular o quadro geral.Omitir , muitas vezes é mais pernicioso que mentir.Que o “jogo” democratico e legal sejam feito na plenitude da lei e na plenitude do bem comum.

  55. J K disse:

    A República está sendo atacada. Forças externas, organizadas,estão tentando destituir o grupo que se organizou dentro do poder para cometer crimes de lesa-pátria. Forças externas que se formaram junto com a criação de riqueza.
    Vale a máxima de que depois de acumular muuuiiiito $$$ isso já se torna menos relevante. O que passa a valer é o Poder. Apenas o poder, com a influência política que isso traz, é capaz de proteger a riqueza eternamente. É isso o que eles buscam. Fortunas acumuladas (nem precisa discutir o mérito da acumulação) que desequilíbram o arroio social. Na iminência dever seu patrimônio investigado o melhor a fazer é derrotar o autor da ação (a instituição presidência da república) e todos os assessores ( ministros (da Justiça e sua PF) mais em evidência e outros resistentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 09:16:26