aki

cadastre-se aqui
aki
Entrevistas
16-06-2014, 22h48

Janot defende reduzir maioridade penal com restrição

Para procurador-geral da República, diminuição ampla não é solução
8

Em entrevista ao SBT, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, diz que a redução da maioridade penal não solucionaria os problemas de segurança pública. Ele afirma que o índice recuperação dos menores infratores nos estabelecimentos de internação é maior do que no sistema penitenciário. Janot, no entanto, diz ser favorável à proposta em discussão no Senado que reduz para 16 anos a maioridade apenas em casos mais graves, como de crimes hediondos. “Essa solução tem tudo pra dar certo porque não enfrenta a questão da cláusula pétrea.”

Comentários
8
  1. FRANCO NERY R. DE OLIVEIRA disse:

    Brasil acorda e vota logo para a redução da maior idade para 12 anos, políticos do Brasil não se preocupem, vcs não serão atingidos, até mesmo porquê não existe candidatos políticos com essa idade. Pois seus filhos não pagarão por vocês.

    Franco/Bahia/FSA/Brasil.

  2. Jorge Viana disse:

    A única cláusula pétrea constitucional inamovível é a vontade do povo.

  3. Jordão da Silva disse:

    Existe recuperação nos presídios? Chega de lero lero. Só sei que alguma coisa precisa ser feita. Gente, a punição não é para menores. Esses marginais não podem ser chamados de menores.

  4. Jordão da Silva disse:

    Esses marginais não podem ser chamados de menores.

  5. SILVIO LOPES ABELLA disse:

    ACHO QUE A PENA DEVERIA SER DADO PELO CRIME COMETIDO SEM IMPORTAR A IDADE, E O GOVERNO DEVERIA CONSTRUIR MAIS PRESIDIOS PARA MENORES INFRATORES.

  6. Elias Silva disse:

    Questão polêmica. Acredito que um adolescente a partir de 12 anos já deve se responsabilizar por seus atos, porém não acho que isso deva ocorrer em uma cadeia comum. N
    essa idade ainda há chances de recuperação.

  7. mari disse:

    Acho que as penas deveriam ser proporcionais…quanto maior o crime maior a pena mas acho que os governos federal estaduais e municipais deveriam participar mais na construção de locais que recuperem os jovens e não jogá-los junto daqueles que são irrecuperáveis…aliás nos presídios deveriam ser menores para melhor monitorá-los e assisti-los melhor separando os que tem recuperação dos que não tem e colocando-os para trabalhar e ensinando um profissão…o gastos seria bem menores pois não retornariam ao sistema e não precisaria de gastos com PM e justiça…

  8. rosana peixoto disse:

    Por mais duras que sejam as penas para crimes cometidos, a violência nunca vai deixar de existir, infelizmente. Mas isso não justifica deixar de graça pro bandido. Se a violência acontece, quem a cometeu deve pagar a duras penas sim. Os estabelecimentos de internação podem ser ‘menos piores’ do que os presídios, mas estão tão longe do ideal que a diferença entre ambos é insignificante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-21 15:54:51