aki

cadastre-se aqui
aki
Política
10-10-2016, 9h12

Jantar de Temer lembra momentos de força de FHC e Lula

Procuradoria age com corporativismo ao se opor à PEC do Teto
22

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Foi uma cena política rara o jantar no Palácio da Alvorada ontem à noite, quando o presidente Michel Temer recebeu 215 deputados federais, de acordo com o cerimonial.

Cenas assim aconteceram nos governos Fernando Henrique Cardoso e Lula. Na administração Dilma, houve jantares com deputados e senadores, mas, nos dias seguintes, eles impuseram derrotas à então presidente.

Temer conduziu um evento que mostrou uma sintonia entre Executivo e Legislativo vista apenas nos momentos em que FHC e Lula propuseram e aprovaram grandes reformas no Congresso. Dilma abriu mão de tentar aprovar projetos dessa natureza no início do seu primeiro mandato. No segundo mandato, prometeu mandar uma proposta de reforma da Previdência, mas nunca chegou a enviá-la.

Na véspera da votação da Proposta de Emenda Constitucional que cria um teto para limitar o crescimento das despesas públicas, Temer demonstra força ao reunir 215 deputados federais para jantar.

Na entrevista ao SBT, na sexta,o presidente disse que o governo tinha votos para aprovar essa PEC. Afirmou que o importante seria aprovar com os 308 votos necessários em cada turno de votação na Câmara, mas fez a ressalva de que, se o placar ficar entre 360 e 380 votos, mostrará força para aprovar também outros projetos no Congresso.

Se a PEC do Teto for aprovada hoje, será um vitória significativa de Temer, que se envolveu diretamente na articulação política.

*

Corporativismo e egoísmo

A manifestação da PGR (Procuradoria Geral da República) considerando “inconstitucional” a PEC do Teto não deverá impedir a aprovação da proposta na Câmara. Tampouco deverá impulsionar uma eventual contestação no STF (Supremo Tribunal Federal). Em nota técnica enviada à Câmara, a PGR avaliou que a PEC fere a autonomia dos poderes e também do Ministério Público.

Essa nota não deverá influenciar negativamente a provável aprovação da PEC do Teto hoje, porque a articulação política do governo está fortalecida. No STF, há hoje uma boa relação dos ministros com Temer e também a avaliação de que é preciso combater a crise econômica.

Essa posição da PGR foi corporativista, com uma nota dando destaque à necessidade de aumentar recursos para o Judiciário, poder que tem alta média salarial e que vem recebendo uma crescente e considerável fatia dos recursos públicos. A nota da procuradoria ainda apelou para a necessidade de combater a corrupção, dizendo que a PEC do Teto poderia impedir isso. Ora, é uma visão corporativista e egoísta.

Temer respondeu indiretamente à Procuradoria Geral da República, quando disse ontem, no jantar no Palácio da Alvorada: “Nós estamos cortando na carne com essa proposta, e todo e qualquer movimento ou ação corporativa que possa tisnar a medida do teto de gastos públicos não pode ser admitida”. Foi uma declaração dura e de quem decidiu comprar a briga para aprovar o teto orçamentário.

*

Temer fala

Na entrevista de Temer ao SBT, realizada na sexta, os principais destaques foram as afirmações do presidente sobre a reforma da Previdência.

Segundo Temer, quem contribuir por mais tempo terá um bônus ou abono. Ou seja, se o cidadão começar a contribuir com 20 anos e se aposentar aos 65, terá 45 de contribuição. Se começar com 30, terá 35 anos de contribuição. Temer acha justo que quem contribuir mais ganhe mais ao se aposentar.

O presidente também disse que a reforma da Previdência é importante para viabilizar o teto orçamentário. Sem essa reforma, o teto explodiria em três ou quatro anos. E afirmou que a tendência dele é não desvincular a regra de reajuste real do salário mínimo de benefícios previdenciários.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
22
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    A Procuradoria age mais como sindicato e menos como instituição jurídica…. Sua contribuição é pífia e pouco atende aos interesses do contribuinte, deveria ser extinta junto com outros órgãos espúrios e desnecessários.

    • walter disse:

      Perfeito cara Maria Aparecida, só pensam na verdade, em seus próprios umbigos; querem judicializar, pensando em seus próprios proventos, não querem passar sem aumentos, quando interessa…Os Marajás, já estão apavorados!!!
      Começo a imaginar, as limitações, do teto; querem complicar, para manter a gastança; no fundo,estão fazendo isso, por não terem outra saída…somos a “babilônia encantada”, os parlamentares, estão pressionados a aprovarem a PEC do teto.
      Quanto ao judiciário, quando convém, vem um ministro e contradiz a constituição; vamos ver agora, que o País, precisa destas limitações de gastos, se estão com o Brasil; sabemos, que TUDO irá para lá; daqui para a frente, a oposição, vai transforma los, em palmatoria;precisamos de celeridade.

  2. Armando disse:

    Temer tem força! O dinheiro e cargos são a força do vampiro.

  3. Alexandre disse:

    Bom dia;

    Por curiosidade li o texto da PEC 241 e achei contraditório que para algumas ações não existirá o teto como: “§ 6º Não se incluem nos limites previstos neste artigo:V – despesas com aumento de capital de empresas estatais não dependentes.” Tem muita gente que diz que seria uma forma de beneficiar o setor financeiro e pela pressa e falta de informação só causa confusão para pessoa que não entendem muito como eu. Claro que tem que economizar mas esse é o melhor jeito? Gostaria da sua opinião que respeito muito.

    Obrigado.

  4. REDUÇÃO CUSTO O GOVERNO APREGOA TODO MOMENTO. DÁ PRA IMAGINAR O CUSTO DE UM CHURRASCO PRA QUATROCENTOS PESSOAS SÓ PRA NEGOCIAR INTERESSES ?… TAMOS FERRADOS MAIS UMA VEZ, CONTINUA O TOMA LÁ DA CÁ !…

  5. ashy disse:

    Concordo com essa visão acerca da tal nota da PGR. Soh soltaram pois ha rumores de que ha intenção de rebaixar o salário das carreiras iniciais das carreiras TOP, promovendo uma maior diferença entre o menor e maiores salários. JUSTO, um recém formado ganhar quase 20 pau pra produzir pouco, fere a Eficiência apregoada na CF como principio constitucional.

  6. oliveira disse:

    eu acho que esse presidente vai tirar os direitos dos trabalhadores que foram conquistados com muita luta.

  7. Até que enfim o presidente mostrou a que veio, já não era sem tempo ele apresentar esta proposta, quando eu vejo o PGR falar que caso haja teto de gastos, pode inviabilizar o combate a corrupção, isso me dá asco, o sr. Enganot, é um piadista ruim demais, agora é possível perceber o motivo deste senhor ter uma ligação tão umbilical com o PT, que muito em breve, será lembrado apenas nos livros de história, tomara que esta lei seja aprovada e cumprida, somente assim poderemos esperança de um futuro menos traumático do que o presente que vivemos. Eu aprendi a duras penas a entender que, tudo o que a esquerda abomina, é bom para o país, tudo o que eles defendem, é bom somente para eles. Como eu sei que eles são contra o teto, eu sou completamente favorável.

  8. Odair Rodrigues disse:

    Não precisa fazeer reforma na Previdencia, basta cobrar de quem deve e tirar regalias com aposentadoria rural onde ninguem paga nada e recebe, com detalhe aposentadoria mais facil que em grandes cidades, hoje trabalho e pago previdencia para cinco brasileiros.

  9. Pasquale disse:

    Levaram tempo para mudar a Previdência,porque mudar agora correndo?
    Vamos perguntar ao contribuinte,vamos consultar todos os envolvidos.
    Vamos fazer o que seria justo, se não corremos o risco de jogar o País na pobreza futura(sem futuro).
    Não precisa ser nada definitivo,mas gradual,suportável,aceitável(PLANEJADO)
    O Brasileiro merece ter dignidade.
    __________
    Ninguem pode comer 2 frangos de uma vez,mais 2 pessoas podem comer 1 frango de cada vez.

  10. Pasquale disse:

    Querendo ou não querendo,entendendo ou não entendendo.
    O futuro mostrará que é indispensável e altamente necessário dividir o BOLO.
    Como falei bem antes da Petrobras e está acontecendo agora.

  11. MARA MOURA disse:

    Engraçado o Temer dizer nós estamos cortando na carne, na carne de nós pobres néh que agora vamos morrer trabalhando pois nunca mais conseguiremos nos aposentar e sustentando esses vagabundos, affsss que país é esse?????

    • Valdir disse:

      Prezada Mara. Creio que você não entendeu. O Temer falou a mais Absoluta Verdade.
      “Estamos Cortando na Carne”. Carne de primeiríssima qualidade. Só picanha neste Jantar.
      Quanto ao Povo Brasileiro o corte, com certeza, será ainda mais Profundo.
      Acho que em alguns pontos, infelizmente, chegará no Osso.

  12. Alexandre Giardini Fusco disse:

    Quando custou esse jantar? Nosso dinheiro foi usado para custear um jantar pra gente que ganha muito bem. Imagino quanto vai custar para convencê-los.Afinal, devem limitar os gastos para pagar os agiotas que vivem no luxo às custas do dinheiro público. Enquanto isso a educação e a saúde, para a maioria do povo, continuam sendo sucateadas para depois justificarem a privatização. Precisamos não de uma escola sem partido, mas de uma imprensa que diga a verdade sobre a dívida e o dinheiro público.Vivemos tempos reacionários. A pior censura é a conivência. Parabéns pelo Blog. Abraço.

  13. Valdir disse:

    Depois da PEC241, os famosos 7 X 1, aplicados pela Alemanha no Brasil serão Finalmente esquecidos… Sim, pois com esta PEC, a Nossa Derrota será Avassaladora… Educação, Emprego, Moradia e Comida na Mesa serão Artigo de Luxo.

    Mas vou ser sincero. O que mais me entristece é saber que voltaremos a ver Criancinhas morrendo de desnutrição. Os Cemitérios de Anjinhos (eu já vi muitos pelo nosso sertão) deixarão de ser uma Mancha Vergonhosa do passado de nossa história, para tornarem a ser o Presente. A Realidade do nosso, novamente, Sofrido Povo Brasileiro…

    • Edson disse:

      Voltar a ver criancinhas morrendo de fome? Engraçado que muita gente fala mal do PT, mas eu nunca mais vi criança passando fome nos governos do PT.

  14. ANDRE disse:

    O que está acelerando o crescimento das despesas públicas é a alta taxa de juros que pagamos atualmente, o que faz com que as despesas com o serviço da dívida sejam muita altas ( nos últimos doze meses, foram 420 bilhões de reais), despesas com educação e saúde passam longe destes valores. O teto sem uma redução significativa dos juros, significará um diminuição dos recursos para que o estado cumpra com suas obrigações mais importantes. A pergunta que eu faço é: “Ficando os recursos escassos, o governo cortará em educação ou cortará nas bocas livres, como esta que foi oferecida aos parlamentares?” Outra pergunta “Quanto está custando ao país a obediência do congresso”? Gente hipócrita fala de reduzir despesas e faz um jantar deste.

  15. Luis disse:

    Pergunto ao presidente o que será feito do compromisso do Brasil de até 2024 utilizar 10% do PIB com educação, o que seria alto em termos de percentual, mais em valor per-capito estaria abaixo dos países desenvolvidos. Provavelmente algo que será esquecido no país sem compromisso. Quem sabe até está PEC seja jogada fora quando for conveniente aos políticos de Brasília, durante um novo banquete com dinheiro público.

  16. TETO DE GASTOS PÚBLICOS SIM - SEM INCLUIR EDUCAÇÃO E SAÚDE, "O ARROZ COM FEIJÃO DE UM PAÍS"! disse:

    QUE É NECESSÁRIO UM TETO PARA AS DESPESAS PÚBLICAS TODO MUNDO CONCORDA, PORQUE NINGUÉM É IMBECIL DE NÃO ENTENDER QUE ESTE É O SINAL QUE INVESTIDORES NACIONAIS E PRINCIPALMENTE INTERNACIONAIS PRECISAM, PARA CONFIAR NUM PAÍS PÓS UM TERRÍVEL PROJETO CRIMINOSO DE PODER, QUE NOS LEVOU AO CAOS ECONÔMICO, POLÍTICO E MORAL; ALÉM, É CLARO, DE SER UM SINAL À NAÇÃO INDIGNADA DE QUE O GOVERNO ESTÁ FALANDO SÉRIO EM DAR RUMO CERTO AO PAÍS!
    SÓ QUE, SAÚDE E EDUCAÇÃO, NÃO PODEM ENTRAR NO PLANO! DINHEIRO PARA SAÚDE E EDUCAÇÃO NÃO PODE SER CONGELADO EM HIPÓTESE ALGUMA: TEM QUE ACOMPANHAR O CRESCIMENTO ECONÔMICO!
    TEM MUITA MORDOMIA, PRIVILÉGIO, APOSENTADORIAS E PENSÕES INDECENTES, SALÁRIOS ESTRATOSFÉRICOS DIANTE DA REALIDADE DE UM PAÍS COMO O NOSSO!
    QUANDO SE CORTAM DESPESAS EM UMA FAMÍLIA, O ÚNICO LUGAR ONDE NÃO SE MEXE É NO ARROZ COM FEIJÃO – PORQUE O ARROZ COM FEIJÃO É O ESSENCIAL PARA A SOBREVIVÊNCIA!
    NUM PAÍS O ARROZ COM FEIJÃO É A SAÚDE E A EDUCAÇÃO!

  17. O BOM EXEMPLO DEVERIA VIR DE CIMA! disse:

    UM BOM EXEMPLO SERIA ESSE JANTAR SER SERVIDO COM 215 MARMITEX, TAMANHO PEQUENO, PARA A CAMBADA SENTIR O DRAMA DA MAIORIA DO POVO BRASILEIRO!
    E NA SAÍDA, CADA UM PAGAR POR SUA MARMITEX!
    CRIAR UM TETO PARA OS GASTOS PÚBLICOS É UMA BOA MEDIDA SIM, PORÉM NÃO PODEM SER INCLUÍDAS SAÚDE E EDUCAÇÃO!

  18. Alexandre disse:

    Essa PEC só irá atingir a saúde, a educação e a segurança, ou seja, o povo abestado que vê tudo isso e não faz nada para impedir. Cadê os panelaços? Cadê as pessoas com as camisas da CBF? Os políticos vão continuar com as suas mordomias, aumentando os seus salários a bel prazer deles e o judiciário irá pelo mesmo caminho. Isso sem falar nessa reforma da previdência que só será para o povo, para os políticos, militares e juízes vão continuar com as mamatas das aposentadorias diferenciadas e privilegiadas bancadas pelo povo abestado. Infelizmente.

  19. Pasquale disse:

    É necessário que o brasileiro aprenda a raciocinar.
    Cerveja ,futebol e carnaval.
    É uma fuga,não precisamos de fugir da realidade.
    Mais cedo ou mais tarde ela baterá na sua porta.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2020-02-18 12:30:46