aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
14-10-2013, 16h11

Barbosa está errado

28

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, voltou a falar do caso de um jornalista que é casado com uma funcionária do gabinete do ministro Ricardo Lewandowski.

Ela tem um cargo em comissão. Traduzindo: uma função de confiança, que é uma posição de livre nomeação do ministro.

Seguem as palavras de Barbosa, dadas na 8@ Conferência Global de Jornalismo Investigativo, no Rio: “Cargo em comissão é um favor, vamos ser claros. E ali me parece um conflito insuperável”.

Barbosa também disse: Como [um repórter poderia] questionar um ministro se ele [ministro] deu emprego à sua mulher? Ano que vem teremos um presidente do STF com a mulher de um repórter em seu gabinete. Tenho certeza de que nos Estados Unidos seria inimaginável”.

Joaquim Barbosa está errado. E faz uma acusação grave contra três pessoas, o repórter, a funcionária e o ministro.

Cargo em comissão não é favor. É uma função de confiança, para a qual uma autoridade pode levar pessoas em quem deposita maior crédito, maior fé. Não é ilegal. Não é imoral. Não é ilegítimo.

A demonização de funções de confiança é um equívoco. Sem os comissionados, seria o paraíso da burocracia, sem qualquer filtro político. Já funções comissionadas em excesso se prestam a uso político. É salutar um equilíbrio.

Barbosa deve apontar um problema de conduta do jornalista, da funcionária ou do ministro. O ponto é esse. Houve conduta inadequada do jornalista, da funcionária ou do ministro? Houve promiscuidade profissional? Foi uma nomeação dada como favor? A funcionária tem qualificação profissional para a função? Barbosa sabe de algo que desabone o trabalho da funcionária?

Espera-se de um presidente do Supremo que acuse com mais objetividade. Do contrário, comete uma injustiça.

Foto: Ale silva/Estadão Conteúdo

Foto: Ale silva/Estadão Conteúdo

Comentários
28
  1. carlos alberto santos silva disse:

    Perfeito. Análise 100% lúcida em todo o contexto.
    Parabéns.

  2. Miguel Fontes disse:

    Excelente colocação Kennedy. O Ministro está totalmente errado.

  3. Leonardo Miranda disse:

    Tudo indica que isso é picuinha interna. Já tinha sido estranha a agressão proferida por ele, no caso “chafurdar no lixo”, algo no mínimo desprporcional ao quanto ele poderia se ofender pela pergunta feita. O tal jornalista agredido é casado com essa assessora de Lewandowski.
    Tal como o Papa, os ministros são falíveis, mas usam vestes e ocupam cadeiras infalíveis.

  4. PAULO ROBERTO disse:

    O Ministro Joaquim está certíssimo! O Ministro contratante a contratada e o repórter em questão esquecem-se da recomendação de Cesar à Servília,sua amante, a mulher de Cesar deve ser e parecer virtuosa! Precisamos de decoro, muito decoro neste nosso país!

  5. Eliel Miranda Tavares disse:

    Joaquim Barbosa, quer fazer política na trincheira do STF, se ele tem diferença com Ricardo Lewandowski na concepção jurídica, que o faça com argumentações teóricas jurisdicional e ganhe no voto no pleno, se quer fazer política partidária (partido do Joaquim), para atacar seus desafetos o STF não é o local adequado, se quer defenestrar publicamente seu desafeto “político”, filie-se a algum partido político ou crie um seu. O STF de veneráveis históricos membros, uma instituição de viva e respeitada, não é adequado este tipo de comportamento, muito menos de um Presidente.

  6. Pina disse:

    Análise correta.

  7. Rodrigo disse:

    Discordo da análise. Seria então preciso ocorrer algum tráfico de influência para só então a nomeação ser caracterizada como equivocada? Acredito que esse caso se assemelha em muito ao nepotismo, por isso considero correta a posição do ministro Joaquim Barbosa.

  8. souzaneto disse:

    Kennedy, concordo em parte, pois realmente não ha nada de ilegitimo e ilegal, mas convenhamos e sejamos sensatos, isso é IMORAL, pois os jornalistas são aqueles q formam a opinião publica sobre todos os segmentos do nosso pais. ter a mulher de um jornalista como funcionaria é tendencioso e imoral.

  9. Ubiratan José dos Santos disse:

    Desculpe-me Kennedy,a frase, ”Joaquim Barbosa está errado”não é nova…

  10. Gabriela Wolthers disse:

    Análise mais do que correta.

  11. silvio fernando de lima juraski disse:

    Sr. Kennedy, surpreende-me a arrogância contida no título do seu post: “Barbosa está errado”. Ele está errado e o Sr. está certo. Nunca tinha lido nada escrito por V. Sa. Decepcionei-me. Mas vou tentar novamente.

    • swamy disse:

      hahahahaha

      Você deve concordar com a grosseria do ministro, não é?

      O título foi até suave, em função da prepotência do ministro. Kennedy é muito polido mesmo.

    • Ramon Limeira Cavalcanti de Arruda disse:

      Não há nada de inadequado na escolha do título. Não caracteriza arrogância. Isto é um blog pessoal, trata-se de texto opinativo, e é muito salutar que se posicione clara e objetivamente, desde que, como faz Kennedy Alencar, fundamente seu parecer. Ninguém é obrigado a concordar, e o formato atual da Internet, interativo, permite que qualquer um contraponha outros argumentos ao texto.

  12. Sgt clemente disse:

    Respeito e defendo este pensamento do Kennedy na exata medida em que discordo. Penso que o “jornalismo” deve ser edificado (como se pensava ser) o quarto poder. Portanto, penso ser deprimente e lamentáveis as relações promíscuas das “empresas” jornalísticas (e alguns jornalistas) com o erário (eu disse somente o ¨erário”) que chegaram ao ponto de forçar lobby pela desregulamentação da atividade profissional. Assim, o teor semântico da afirmação do Ministro é muito mais extensa e evidencia o grau elevado de estima que ele possui pela independência deste segmento (até beirando a ingenuidade). “Como [um repórter poderia] questionar um ministro se ele [ministro] deu emprego à sua mulher?”. QUANDO o Ministro souber que a CONTAMINAÇÃO esta-se tornando regra . . .

    • swamy disse:

      Engraçado alguém se apresentar como sargento. Isso é o quê? Ao que sei no blog não prevalece qualquer hierarquia em função do posto. Eu não me apresento como 2º Tenente. Nem outro como Engenheiro, nem como médico, nem como motorista, nem como astronauta, etc.

      Tire esse Sgt é se apresente como Clemente, pois aqui não é quartel.

  13. Wagner Freitas disse:

    As perguntas que também poderiam ser feitas: Não pode haver conduta inadequada do jornalista, da funcionária ou do ministro? Não pode haver promiscuidade profissional? Não foi uma nomeação dada como favor? Nem tudo que é legal é moral. 14o e 15o salários de políticos são legais e profundamente imorais.A afirmação de que o Ministro Barbosa está errado também não é correta, essa é a opinião do jornalista, que deve ser respeitada, como a opinião do Ministro também deve. Pelo bem da lisura, certamente que essa relação reporter, esposa e STF não é propriamente indicada.

  14. Bosco disse:

    Esse Barbosa só comete injustiça. Só sabe acusar sem provas. Não é atoa que ele era promotor.

  15. louro disse:

    Quando ele, Barbosa, foi indicado e nomeado Ministro pelo Lula, em um processo de escolha, também houve um favor??

  16. Dimas Gregório disse:

    Errado está voce Kennedy. Não acho que se deve endossar tudo o que diz e pensa o Ministro Joaquim Barbosa. Mas nessa questão ele está certíssimo !!! No gabinete de um ministro do STF o decoro tem que ser absoluto !!!

  17. João José Martins Tavares disse:

    Clareza e lucidez exemplares. Por que razão apela ele para os eua como referência? Quem sabe, na próxima vez, ele convide os brasileiros a comprar imóveis e carros nos eua porque estão bem mais baratos do que aqui. Um absurdo estar nas mãos de pessoas volúveis o voto decisivo a marcar o destino do país.

  18. O ministro esta correto, ele faz levar ao conhecimento publico esse imoralidade ética. -tanto que o que o repórter rebate, é que o ministro denunciou a sociedade essa situação, ou era para ficar sorrateira e anônima. E mais, ele (o ministro)não faz acusações a ninguém, ele simplesmente revela uma anomalia. Ou denunciar ao publico situações estranhas, que envolvam, o poder publico constitui-se em crime.

  19. Alfredo Kleper disse:

    O fato da funcionária do Gabinete do Ministro Lewandowski ser esposa de um jornalista não tem nada a ver se ambos conseguirem separar as suas atividades – o que em uma sociedade civilizada é normal.

    Mas, o que está acontecendo é que, cada vez mais, verificamos que a “imprensa” está em transmutação para “mídia”, e isto sim, é deveras preocupante para nós, cidadãos.

  20. Eduardo Lima disse:

    Barbosa só sabe fazer isto. Acusar.

  21. Jose lucas disse:

    O ministro Joaquim Barbosa acha que a humanidade está errada e só ele está certo, ele se acha.

  22. David disse:

    Parabéns Kennedy. Apenas substituiria no título da matéria “está errado” por “está sendo leviano”.

  23. esse achasse o mais verdadeiro do mundo acima do bem ou do mal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-12-01 21:04:44