aki

cadastre-se aqui
aki
Política
23-05-2016, 20h40

Jucá não retornará ao Planejamento, avaliam ministros

Para colegas de governo, tendência é situação de peemedebista se agravar
10

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Ministros do novo governo dizem que Romero Jucá não retornará ao Planejamento. Ele já é investigado na Lava Jato. A situação política dele ficou insustentável e tende a piorar, segundo avaliação do próprio governo. As explicações dada pelo ministro em entrevista coletiva por volta do meio-dia não foram consideradas convincentes.

No fim da tarde, o ministro anunciou que pediria licença. Na prática, perdeu a condição política de continuar ministro e ocorreu uma demissão a pedido, diz o governo. Jucá foi um dos principais articuladores do impeachment da presidente Dilma Rousseff e ajudou o presidente interino, Michel Temer, a se reaproximar do presidente do Senado, Renan Calheiros. Temer e Renan têm histórica de rivalidade no PMDB.

Além da conversa com Romero Jucá, há informação no governo de que o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado também fez gravações de encontros com Renan e com o ex-presidente José Sarney porque negocia uma delação premiada no âmbito da Lava Jato.

*

Reforço de caixa

Temer deverá anunciar amanhã de manhã medidas para reforçar o caixa do Tesouro. O governo prepara corte de gastos e fez estudos de recursos que podem ser usados para combater o deficit público, que está previsto para alcançar até R$ 170,5 bilhões neste ano.

Por ora, não haverá anúncio de aumento de impostos. O governo ainda estuda essa alternativa.

Assista os temas desta segunda no “SBT Brasil’:

Comentários
10
  1. A briga pelo poder dentro do PMDB continua a fazer vítimas. Enquanto eles brigam ente si, eu comemoro. A Lava Jato também tem que ser comemorada, os investigados começam a tentar salvar a própria pele entregando os seus comparsas. Continuem gravando as conversas! E sem a necessidade de verbas do MinC.
    A delação premiada tem que ser comemorada como a maior conquista da democracia brasileira.
    Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  2. Não podemos nos esquecer que o PMDB e o PP eram da base do governo do PT. Os PMDBistas eram parceiros do PT no projeto criminoso do Petrolão.
    Sergio Machado que gravou o Ministro Romero Jucá, era ex-Presidente da Transpetro. Comandava uma empresa estatal durante o governo do PT. Agora negocia uma delação premiada e promete entregar a cúpula do PMDB. OS cumplices do assalto a maior empresa brasileira.
    Que zika! Corrupção Mata mais que mosquita!

  3. Rubens disse:

    O problema não está no Jucá. Mas no que a fala dele revela: que houve uma movimentação na cúpula do PMDB para mudar o governo, por meio do impeachment, com o intuito de barrar a Lava-jato. Pouco importa se isso era possível ou não. O que é grave é que os citados agiam motivados por essa crença. O processo que levou o Temer à presidência ficou contaminado com essa fala. Exonerar ou não Jucá não altera isso.

  4. MARCO maft disse:

    O PMDB foi parceiro do PT nas propinas oriundas das licitações fraudulentas da Petrobrás. Agora, com as delações premiadas, muitas verdades virão a tona, inclusive com políticos de outros partidos, como os do PSDB. O Senador Áecio Neves, mas uma vez é citado. Até quando esse senhor será blindado pelo STF?

    • O STF blinda a todos e não apenas Aécio Neves. Lula queria o foro privilegiado não consegui ser ministro mas, conseguiu que o seu processo subisse para o STF. Ninguém fala mais de Lula, já esqueceram sitio, tríplex, palestras, cofre com presentes, trafico de influência, venda de MPs, tudo.
      O Senador Renan Calheiros tem 12 processos contra ele no STF. Tem processo com mais de 10 anos já prescrevendo e não julgam. O inquérito mãe da Lava Jato já não está com o Juiz Sergio Moro, por conter políticos com foro privilegiado, está com o STF.
      O Ministro Barroso disse ontem que “é preciso rever o foro privilegiado”, que foi criado para dar proteção para políticos na redemocratização do país e tornou-se uma distorção da Justiça. Um meio de escapar das garras da lei.

      • MARCO maft disse:

        Concordo com sua colocação. Ao citar o Senador Áecio Neves, dei um exemplo de que alguns nomes citados na Lava Jato, que podem estar sendo blindados, inclusive o Lula. A justiça não pode favorecer nem A, nem B. O foro privilegiado tem que acabar.

  5. Em uma semana o novo governo já se mostrou melhor que os 12 anos do outro.

  6. O POVO É SÁBIO, A LAVA JATO TAMBÉM: É PRECISO "SANEAMENTO BÁSICO" NOS GOVERNOS! disse:

    O povo é sábio: nas manifestações de rua sempre recusou a participação da classe política.
    Depois, como o ponto principal em benefício do país era desbancar a quadrilha do poder, deu um voto de confiança a Michel Temer, mesmo sabendo que ele era do grupo aliado que sempre apoiou a quadrilha no poder – mas no jogo para eliminar o mal maior, ele era o mais indicado.
    Quantos avisos: “Presidente, não nomeie ninguém sob suspeita ou, pior ainda, que esteja sendo investigado por suspeita de corrupção…”
    Outros, mais diretos: “Presidente, não nomeie lixo de partido algum, pois existe lixo em ‘todos’ os partidos….mas existe gente honesta também em ‘todos’ os partidos… e existe muita gente honesta no meio de 200 milhões de brasileiros!
    Mas, infelizmente, o presidente preferiu começar mal…preferiu nomear nomes excelentes mas, no meio também “o que de pior havia” e o resultado está aí: “UM GOLPE NO MEIO DA TESTA, COM MENOS DE 15 DIAS DE GOVERNO”, dado por um “lixo”!

  7. Alberto disse:

    Exonerado o cidadão Jucá volta ao Senado.Um novo ministro do Planejamento será escolhido.Tudo resolvido.Desculpem-me pela falha,está é a terra brasilis,rsrsrsrs.

    • p/Alberto. disse:

      Você acha que o cara ser exonerado do cargo de ministro (aliás deveriam ser “demitidos”!) deveria poder voltar para o Senado Federal… para uma Câmara Federal? Isso só demonstra como eles mesmos não têm nenhum apreço pelas duas Casas: se não serve para ser ministro, por que deveria servir para ser senador ou deputado?
      Na verdade o correto seria uma lei que impedisse que detentor de cargo eletivo ocupasse cargos no Executivo, pois o povo o elegeu para uma coisa e não para outra. Isso seria também muito bom para a administração, pois esses políticos, em sua grande maioria, ocupam cargos no Executivo sem capacidade alguma, apenas para conchavos políticos e, consequentemente, conchavos para roubalheiras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-05-29 12:41:09