aki

cadastre-se aqui
aki
Entrevistas
04-11-2013, 6h00

‘Julgamento do mensalão não melhorou Justiça’

Almeida Castro diz que daqui a "2, 3 anos, talvez menos" Supremo voltará a ter "postura garantista"
5

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, um dos poucos criminalistas que absolveram clientes no processo do mensalão, diz ser uma “falácia” considerar que a Justiça melhorou após a apreciação desse caso. Segundo ele, “processos midiáticos” podem fazer mal ao STF e à jurisprudência. Reconhece que o “excesso de recursos” é um dos problemas da Justiça. Mas afirma: “O advogado que usa um recurso indevido pode ser punido por isso. Que o juiz puna, então”.

Pergunta 8 – “É falácia dizer que Justiça melhorou após julgamento do mensalão”

Pergunta 9 – ‘Dois ou três ministros julgaram no mensalão contra votos anteriores”

Pergunta 10 – Pressão popular e processo criminal

Clique aqui e assista ao bloco 1

Comentários
5
  1. antonio de souza gomes disse:

    eu, gostaria que os ministros fossem independente, desses políticos corruptos é
    ladroes, safados covardes não tem nada, haver um ministro ser indicado,
    por um ministro ladrão, é depois e depois coloca-lo no xadrez, por quer lugar de ladrão
    é no xadrez mesmo, e por muito tempo, ele não é diferente de outro ladrão,

  2. marcus leite disse:

    A melhor justiça, para todo o Judiciário Brasileiro, no caso do Mensalão, seria, com certeza, a condenação dos Bandidos Mensaleiros a penas equivalentes às do “Office Boy” de luxo, Marcos Valério.
    Condenar o operador do esquema da Quadrilha a penas somando 40 anos e os Mandantes da Quadrilha a penas inferiores a 10 anos é ridículo e demonstra claramente os privilégios e o poder injustos que Bandidos do Legislativo e do Executivo Federal possuem em relação à sociedade civil.

    A grande conclusão do Mensalão é: Vale a Pena roubar? Sim, se você for do Legislativo ou do Executivo. Ademais, se decidir roubar, roube bastante, para poder ter o dinheiro suficiente para pagar a esses “Advogados” especializados em manipular a Opinião e Decisão de Juízes e Ministros, às vezes, até mesmo, e surpreendentemente, sem precisarem gastar muito com isso!!!

  3. Este espetaculo televisionado revelou que lá no andar de cima, na cobertura, o clima é igual ao daqui de baixo, no porão. Mentiras, intrigas, ciume, desaforo, grosseria, falta de educação e conhecimento, vingança, raiva e xingamentos sempre procedidos da palavra “excelentissimo”. Uma palhaçada propria para Big Brother.

  4. É VERDADE GRITANTE DECEPCIONANTE, INFELIZMENTE:
    A JUSTIÇA NÃO MELHOROU APÓS O JULGAMENTO DO MENSALÃO.
    E, MUITO MENOS, A POLITICA.
    E NADINHA,NADINHA, A POLITICALHA, A POLITIQUICE, A ROUBALHEIRA.
    E A GASTANÇA ESTABANADA, DESPRIORIZADA, DESFISCALIZA E DESUMANIZADA… NEM A SOMBRA NEM O GESTO DE MELHORA.
    O BRASIL DOS GOVERNOS E DOS POLÍTICANHALAS CONTINUA NA LAMA, CHEIO DE RATOS E DE RAPINHEIROS DESUMANOS, INSENSÍVEIS, DESPREPARADOS, INRESPONSÁVEIS… INSENSATOS… INDIGNOS…

  5. Maurício disse:

    Mais uma vez um episódio envolvendo políticos colabora para aumentar a sensação de impunidade em nosso país.
    Embora eu entenda que o voto do Ministro, que possibilitou a alguns mensaleiros o direito a novo julgamento, tenha sido amparado em lei, o fato é que isso não ajudou em nada ao país, reforçando apenas a sensação de impunidade e contribuindo enormemente para a proliferação da ideia de que o crime compensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-27 04:42:08