aki

cadastre-se aqui
aki
Política
22-05-2018, 20h54

Lançamento de Meirelles pelo MDB é má notícia para Alckmin

Alberto Dines fez crítica necessária do trabalho da imprensa
11

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O acordo para zerar a cobrança da Cide sobre o preço do litro do diesel deve ter impacto baixo para o consumidor. A economia seria de apenas 5 centavos por litro.

Um entendimento só em torno da Cide ou um outro mais amplo, envolvendo mais impostos, resultariam em menor esforço fiscal do governo, contrariando a política de ajuste pregada até o momento pela administração Temer.

*

Ruim para Alckmin

O lançamento de Henrique Meirelles como pré-candidato único do MDB é notícia ruim para Alckmin. O presidente Michel Temer coloca um competidor no campo da centro-direita e direita. Ao deixar Meirelles na ribalta, Temer também sai da linha de tiro.

*

Será testado

Meirelles ainda terá de se entender com o PMDB até 15 de agosto. Se se viabilizar, ok. Se não subir nas pesquisas, poderá ser preterido por aliança com outro postulante ao Palácio do Planalto.

*

Comparação descabida

A ordem de prisão de Eduardo Azeredo mostra que não é impossível mandar um tucano para a cadeia, mas demora. É descabida a comparação com a prisão de Lula, que tem efeito político muito maior. O petista lidera as pesquisas e seria candidato favorito à Presidência.

No entanto, há efeito simbólico. Caso é do mensalão mineiro (1998). Tucanos continuam invictos na Lava Jato.

*

Fará falta

Culto e sofisticado, Alberto Dines foi um grande jornalista. Ele faleceu hoje de manhã. É uma ironia que esteja sendo idolatrado após a morte, pois ficou um pouco esquecido nos últimos anos, fora das grandes redações.

Teve passagem brilhante pela direção do “Jornal do Brasil” durante a ditadura militar. Foi um dos precursores da necessária crítica ao trabalho da própria imprensa.

Ouça abaixo a minha participação de hoje no “Jornal da CBN – 2º Edição”, na qual os assuntos das notas acima foram abordados:

Comentários
11
  1. walter disse:

    Caro Kennedy, Alberto Dines, era respeitado por sua postura firme, sempre reconhecendo talentos…estamos em outro momento caro, Azeredo estava enrolando sua prisão, na segunda instância, não por ser PSDB, mas por certos esquemas na justiça, para protelação…no caso do Lula, seus pecados são muitos, afrontou todos; desafiou a justiça, como se fosse um super herói, não entendeu que precisa agir diferente…Quanto ao Meirelles, esta muito velho, não tem carisma, não esta em situação positiva; frequentou todos os governos, é mais do mesmo; até o Sarney se animou, e pode mudar tudo no PMDB…quanto ao Alkimin, precisa se livrar das suspeitas; não haverá sucesso, com tanta pressão; diria que muita água vai rolar até a data final, para candidatos…A politica da Petrobras, é o maior absurdo, se ressarcindo, encima dos desempregados…estes ajustes constantes, não podem continuar, para o bem da produção…mostra o quanto este governo esta frágil, não tem apoio para nada…

  2. Breno disse:

    Kennedy, admiro muito seu trabalho acompanho muito seus comentários aqui no Blog e na CBN, mas neste caso da candidatura do Meireles não consigo enxergar prejuízo à campanha do Alckmin, na verdade vejo que a campanha do Meireles pode trazer beneficio para a campanha do Alckmin, visto que o Meireles mesmo quando foi colocado em pesquisas anteriores tem uma baixa intenção de votos e não afetou os índices do Alckmin. O benefício para campanha do Alckmin que eu citei viria em razão de que frente a este governo de alta impopularidade a campanha do Meireles serviria como “Boi de piranha”, ou seja, ele seria o candidato do governo levando toda carga negativa, o Alckmin, assim, teria condições de tentar se desvincular do governo, apresentando um discurso de “oposição”.

  3. Alberto Dines foi um patrimônio do meio jornalismo que se foi contrastando com o jornalismo chapa branca ou marrom que se observa com mais frequência na TV. Eduardo Azeredo é um Paulo Maluf preso, ou seja: fora de época, vão prendê-lo para justificar a prisão de Lula. Quanto a Henrique Meirelles o que penso é que vai arrebatar todos os recursos da mídia, dos banqueiros nacionais e internacionais e empresários de grande porte uma vez que é o grande representante do “mercado”. Geraldo Alckmin não decolou, nem vai decolar. Até os paulistas já o encaram como o grande responsável pelos cartéis que superfaturaram o Metro, Rodoanel, CDHU, DERSA e ainda por cima tem o problema da Merenda. Ele não tem crédito moral, inclusive pela propina que pegou da Odebrecht e agora da Concessionário de Rodovias. Acho que os tucanos vão usar a regra 3, ou seja: substituí-lo antes de começar o jogo pelo almofadinha.

  4. ENFIM: PT, PMDB, PSDB, JUNTOS! LULA, CUNHA, CABRAL, AZEREDO, FARINHA DO MESMO SACO: NA CADEIA! disse:

    A protelação de Azeredo não pode ser comparada à de Lula, pois o corrupto do PSDB fez o jogo de pular do vergonhoso foro privilegiado, para a 1ª instância – o corrupto Lula tentou isso, através da frustrada nomeação, pelo “poste” Dilma, ao cargo de ministro, que não deu certo. Se tivesse dado certo, sua embromação seria talvez maior que a de Azeredo – só que não conseguiu ser nomeado a ministro, não conseguiu o vergonhoso foro privilegiado e caiu nas mãos do grande inimigo da corrupção: SERGIO FERNANDO MORO – JUIZ MORO, PARA OS MILHÕES DE AGRADECIDOS ADMIRADORES, DO MUNDO INTEIRO!

    • F G disse:

      Corrupto do PSDB ou do PSDB corrupto? Quanto aos fãs do Moro, há muitos empresários internacionais que estão comprando o Brasil a preço de Banana e outros se beneficiando com a quebradeira de outras empresas brasileiras que traziam divisas e geravam empregos no Brasil … ia me esquecendo, tem os manifestoches também!

  5. Alberto disse:

    Discordo,caro sr Walter,de que a política de preços da Petrobrás seja um absurdo, que se reflete nos preços internacionais do petróleo.Absurdo sim é o sistema tributário do país e a escolha (?) pelo modal rodoviário.Sem mais detalhes meus cumprimentos.

    • walter disse:

      Caro Alberto e Kennedy; ficaríamos dias a discutir o que é pior nesta politica…ninguém desconsidera, que a carga tributária seja o maior vilão, num país tão engessado quanto o nosso, uma ratoeira de fato…afirmei, que a decisão da Petrobras, foi uma excelente notícia ao mercado; fizeram as ações se valorizar, apresentaram lucro, depois de tanto tempo…até aí caro, tudo certo…esqueceram porém, que o setor produtivo não suportaria, já estrangulado, não poderiam ignorar o tamanho do desaforo…o temer tem tantas preocupações com sua ficha, e por também ser um ano politico,não deu conta; aliás, parecem baratas tontas…vamos aguardar e torcer, para o bom senso…

      • Alberto disse:

        É,caro sr Walter,discussão longa mesmo.O que não pode é a Petrobrás ser a vilã do caso.Veja a composição de preços ao consumidor,mercado internacional do produto e outras mais informações a respeito e,quem sabe,concordará comigo. Agora o que é fato é que o país está nas mãos das empresas transportadoras e autônomos.Falta”dama de ferro” e sobra”cavalheiro de papel”,na minha opinião.

  6. teobaldo disse:

    VOTAR, HOJE, É UMA TAREFA MUUUUUIIIIIITTTTOOOOOOO DIFÍCIL, NO BRASIL. POR ISSO, POSSO NÃO SABER EM QUEM VOTAR MAS, SEI PERFEITAMENTE EM QUEM NÃO VOTAR.

  7. Marcia disse:

    Não é má notícia não. Eu já fechei meu voto no Alckmin e como ainda estamos em Maio, acredito que muita gente ainda pensará como eu. O Eleitor brasileiro ainda não começou a pensar nas eleições, visto que a quantidade de brancos, nulos e indecisos ainda atinge 50%. Quando começarem a analisar as competências e propostas de cada candidato, verão que a melhor opção é Geraldo Alckmin.

  8. João disse:

    Cide, combustível… petrobrás…. camioneiros…. etc. etc.. etc…. uai….. mas o governo tucano (temer capataz) não tinha organizado a economia….. ???? e o Meirelão (dos sonhos do deus mercado) já virou filipão 7 a 1 (para Alemanha nhã……).. enquanto isso a camisa amarela (aquela tão festejada pelos patos do $kaf) vai perdendo o brilho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 19:51:45