aki

cadastre-se aqui
aki
Política
04-03-2016, 18h52

Lula decide confrontar Lava Jato

Governo e ex-presidente acham abusiva condução coercitiva
17

Kennedy Alencar
SÃO PAULO

Em seu pronunciamento de hoje, o ex-presidente Lula optou por uma linha de enfrentamento político e decidiu peitar a investigação da Operação Lava Jato. Na avaliação do governo e dos advogados do ex-presidente, a condução coercitiva teria sido um abuso, porque ele prestou depoimentos sempre que chamado pela Polícia Federal.

A condução coercitiva é um padrão da Lava Jato, já aconteceu com muita frequência. Mas, no caso de Lula, que já fez depoimentos em operações específicas, a avaliação é de que a ação seria desnecessária. Mais: seria frágil o argumento de que a detenção ocorreu por uma questão de segurança pública, para evitar confusão. Esta será a linha jurídica da defesa de Lula.

A linha política ficou muito clara no discurso de que vai viajar pelo país e de que considera que está havendo um abuso contra ele. A presidente Dilma Rousseff adotou um tom parecido com o de Lula, de indignação.

Os investigadores deram uma coletiva apresentando o que eles consideram evidências, provas e indícios de que o ex-presidente recebeu vantagens. Há todo um material apreendido que será analisado. O padrão da Lava Jato sempre tem sido o de fazer uma primeira incursão, ouvir os investigados e depois colocar na mesa outras cartas e evidências que ainda não haviam sido apresentadas de início. Isso pode acontecer também no caso de Lula.

É claro que estamos em uma democracia e que ninguém está acima da lei. O ex-presidente tem de dar explicações sobre as dúvidas que o Ministério Público Federal e os investigadores têm em relação às suspeitas em relação a ele. Mas também tem direito à ampla defesa e vai procurar ressaltar o argumento de que, sempre que chamado pela Polícia Federal, ele foi depor. E que seria desnecessário fazer uma condução coercitiva, o que na prática equivale quase a uma prisão temporária. O governo caminhou nessa linha também, quando Dilma se manifestou sobre a delação de Delcídio do Amaral.

A delação premiada do senador Delcídio do Amaral causou muita contrariedade ontem no governo. O bastidor é que o senador teria assinado um termo de delação premiada e pedido sigilo de seis meses. Mas o ministro do Supremo Teori Zavascki não teria concordado com esse pedido de sigilo, o que atrapalharia os planos de Delcídio de manter o mandato no Senado. Delcídio teria ameaçado recuar e alguém da investigação teria, então, vazado a delação para criar um fato consumado. Essa é a tese que circula hoje no Palácio do Planalto.

A presidente Dilma está mobilizada, pois os destinos dela e do ex-presidente Lula estão muito ligados. Por mais que eles tenham divergências graves em relação à política econômica e em relação à própria estratégia política de defesa na Lava Jato, os dois vão sobreviver ou morrer juntos.

Hoje, na entrevista dos integrantes do Ministério Público, ficou muito claro que eles consideram que Lula é suspeito de chefiar uma organização criminosa, um esquema na Petrobras que teria beneficiado o governo dele por meio de compra de votos. E foi dito que a presidente Dilma também teria sido beneficiária.

Os investigadores em Curitiba não têm a prerrogativa de investigar a presidente porque ela possui foro privilegiado e só pode ser processada no âmbito do Supremo Tribunal Federal e da Procuradoria Geral da República. Mas, ao citá-la como beneficiária do esquema, os investigadores a colocam no mesmo barco político que o ex-presidente. Se ficar provado que Lula tinha conhecimento e organizava o esquema, isso atingirá também Dilma.

*

A oposição adotou, desde o final da campanha de 2014, uma atitude mais agressiva. A campanha eleitoral violenta acabou ocasionando a ruptura de relações pessoais. O senador Aécio Neves era um político de trajetória mais moderada e tinha até boa relação com Lula, por exemplo.

A oposição está vendo agora, com o enfraquecimento do governo, uma chance muito grande de tentar emplacar um impeachment na Câmara dos Deputados, onde já há um pedido em tramitação.

Isso ainda depende de o Supremo terminar a análise dos recursos de Eduardo Cunha que questionam os ritos definidos para o impeachment. Mas há, da parte da oposição, uma articulação para tentar atrair setores do PMDB a fim de colocar em andamento uma votação para chegar ao impedimento.

É preciso ver qual será a resposta da oposição à essa disposição de Lula de partir para a luta política. Mas a briga tende a esquentar. Aumenta o clima de acirramento político no Brasil.

O ingrediente de venezuelização do país também não pode ser descartado. É claro que o Brasil é uma democracia muito mais consolidada. O Judiciário é livre, a imprensa é livre, o Legislativo e o Executivo cumprem seus papeis. Há uma normalidade democrática no país. Mas houve confronto hoje nas ruas de São Bernardo do Campo. E há manifestações sendo marcadas. Todos os líderes que estão convocando as pessoas, tanto do governo quanto da oposição, devem ter a preocupação de indicar os limites desses protestos.

Manifestações são muito legítimas em uma democracia. Mas a questão da intolerância, do confronto físico e da destruição de quem pensa diferente não pode ser introduzida na política brasileira como um padrão daqui para a frente.

A Lava Jato está seguindo seu curso. Os investigadores dizem que será uma investigação longa. Isso pode descortinar um modus operandi da política brasileira, um modelo de negócios em que grandes fornecedores atuam da forma que a operação vem mostrando. A oposição deve ter cautela e responsabilidade política. Não é preciso carregar mais nas tintas, elas já são suficientemente fortes.

*

O vice-presidente, Michel Temer, está quieto. No fim do ano passado, Temer fez uma movimentação que não foi bem vista e acabou criando problemas para ele dentro do PMDB.

Temer está concentrado na batalha do dia 12 de março, que é tentar se reeleger como presidente do partido. Ele tem a missão árdua de tentar unir o PMDB.

E é preciso acompanhar o desenrolar dos processos. Se prosperar o processo no TSE, contra a chapa eleitoral, o vice-presidente também será atingido. Se prosperar um processo mais político do impeachment, no Congresso, há uma possibilidade maior de preservação de Temer.

Ouça o comentário na rádio CBN:

Comentários
17
  1. Lula falou para uma plateia de amigos amestrados.
    Quero ver ele sair às ruas para falar ao povo brasileiro que não segue a cartilha do PT. Será que tem coragem? Venha discursar na Av. Paulista no dia 13 de Março. A recepção será bem calorosa!

    • Stanislaw p/ A Zika do Brasil: A COBRA É COBRA JARARACA/CAMALEÃO! disse:

      FALOU TAMBÉM: “SE TENTARAM MATAR A (COBRA) JARARACA, NÃO BATERAM NA CABEÇA, BATERAM NO RABO”.
      NA VERDADE, MAIS UMA VEZ ELE MENTE, POIS SABE QUE “BATERAM NA CABEÇA”, SIM! SÓ NÃO CONTOU QUE BATIDA NORMAL NA CABEÇA SÓ MATA JARARACA COMUM E, NO CASO, TRATA-SE DE UMA COBRA JARARACA ESPECIAL, A COBRA JARARACA/CAMALEÃO – A ESPÉCIE MAIS NOCIVA E PERIGOSA DO PLANETA!
      NO MENSALÃO BATERAM NA CABEÇA DA COBRA JARARACA E ELA, USANDO SEUS ATRIBUTOS DE JARARACA/CAMALEÃO, MUDOU DE COR ATÉ QUE FICASSE “BLINDADA” E ESCAPOU.
      NOVAMENTE ESTÁ MUDANDO DE COR… SE OS BATEDORES APRENDERAM A LIÇÃO DE QUE “ERRAR É HUMANO MAS PERSISTIR NO ERRO É BURRICE”, DESTA VEZ NÃO VÃO ENTRAR NOVAMENTE NA MANHA DA COBRA JARARACA/CAMALEÃO… CONTINUARÃO BATENDO FORTE, NA CABEÇA!

  2. Lucas disse:

    Ainda vai ter muita sujeira para ser revelada, aquele Delcídio do Amaral é a bomba relógio, imagina a quantidade de informação que tem para revelar.

    • ralph carvalho disse:

      Constituição Federal

      Capítulo I
      I – DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS (ART. 5º)
      Art. 5º – Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade..
      I – homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
      Artigo 2.do brasileiro::A casa caiu bode velho.chupa sua manga.moró.

  3. Falar pros convertidos é fácil! O capital político dele está igual o PIB. Encolheu muito. Ele pensa que pode continuar enganando o Brasil eternamente. Delírios do seu ego supervalorizado.

  4. Padovan disse:

    O PT adotou como estratégia de defesa fingir-se escandalizado, desrespeitado. É tudo teatro. Mas convencerá àqueles que são ignorantes, ainda mais os que forem politicamente ignorantes e enxergam partidos políticos como se fossem times de futebol. Já há quem diga que este vazamento ocorreu para impedir que o novo ministro da justiça tivesse tempo de montar barricadas protetoras ocupantes de cargos públicos. Homologada ou não, a denúncia é fato realizado, e ao que parece, difícil de provar mas absolutamente coerente. Tanto que o PT reage prontamente como alguém que está acometido de uma diarreia e precisa encontrar um reservado com máxima urgência. Foi-se o ar superior, era uma vez o discurso da pureza. Baseado em tudo que aprendi sobre as reações de um ser humano hoje afirmo que certamente Dilma está envolvida, falta descobrir como. E a refinaria será a pena que puxada trará a galinha.

  5. Paula Ferreira disse:

    Hoje, grande parte do brasileiros, estão comemorando as ações da polícia federal, mas para que o Brasil seja um país melhor, é preciso que as leis, direitos e deveres sejam respeitados, por todos, mas principalmente pelos que estão na condução das leis. Excessos, abusos e desrespeito não vão ajudar em nada, a melhorar o precisa ser melhorado nesse país. Agora mesmo, muitos que estão condenando o Lula e demais políticos envolvidos nos diversos casos de corrupção, estão pensando numa maneira de fraudar o imposto de renda, é dessa forma que queremos um país melhor? Seja você mesmo a diferença, sendo honesto e íntegro, dando exemplo de respeito, dignidade, honestidade a nossos filhos. Só assim, construiremos um país melhor. Pense nisso!

  6. J K disse:

    Esses confrontos de hoje vão servir para esvaziar o protesto do domingo.
    Vale pensar se vale a pena ir pra rua.

  7. FRANCISCO DAS CHAGAS AGUIAR DE ARAGAO disse:

    SINTO MUITO, LULINHA, PELO QUE O SENHOR FEZ, FOI TÃO BOM, QUE DEU ATÉ O GÁS BUTANO PARA ALGUNS BRASILEIROS. DEVERIA TER ENSINADO A PESCAR E NÃO DAR O PEIXE, COMO ESTÁ NA BÍBLIA, DEIXADO POR DEUS. MAS ENFISLEMENTE O SENHOR DEU ATÉ O GAS. MAS A BONDADE NÃO JUSTIFICA O ERRO. POIS EU SEI O QUE PASSA EM MINHA CASA. COMO SER HUMANO, CATÓLICO, TENHO PENA. MAS, AGENTE COLHE O QUE PLANTA. ARAGÃO.’.

  8. Claudio disse:

    Se a investigação fosse isenta, procurasse mesmo desbaratar as engrenagens corruptas do poder, eu até apoiaria. Mas é evidente que se trata apenas de punir um dos braços da engrenagem, deixando ela funcionar sem ele. Ou seja, Moro, Janot e a PF estão se lixando para a corrupção, querem apenas tirar o PT do poder. A dúvida é: a troco de quê?

  9. Perfeito Kennedy! O dia hoje na política foi quente e definitivamente, penso ficará marcado coo o dia em que a lavajato expôs a cara do LULA e escancarou as janelas por onde o ex-presidente entrou nessa lama toda de corrupção, propinas… e que utiliza-se da LILS e IL para lavar tudo isso… acho que está a caminho o gran finale da era PT!
    neste País!

  10. NORBERTO FRIAS disse:

    … E o mais “honesto” dos mortais quer virar mártir. PaTife.

  11. Eduardo Oliveira disse:

    Cada vez fico mais impressionado com o seu poder de análise fria da situação, sem se render à tentação de tomar partido ou ficar na torcida. Parabéns!
    Por sinal, essa palavra “torcida” é uma boa maneira para as autoridades encararem as manifestações do dia 13/03, como torcidas organizadas de futebol, necessitando de efetivo policial adequado, para manter as duas “torcidas apaixonadas” bem distantes uma da outra.

  12. Jucapirama disse:

    Agora a tempo é de máxima cautela.

    Lula e seus asseclas falam em enfrentamento vamos deixa-los levar a linha do anzol depois a fente puxa a carretilha.

    A estrela do PT explodiu virou uma ana branca e vai virar um buraco negro

  13. Alberto disse:

    O de sempre, a vitimização.Desespero dos lesa pátria.Elogio em boca própria é vitupério.

  14. azevedo disse:

    Esse negócio de enfrentamento político é muito perigoso para o povo, e principalmente para o PAIS ,tem que ter muito cuidado com as consequências ,serão graves para todos.
    Se foi abuso ou não cabe a JUSTIÇA JULGAR .
    Por isso que não gosto de política ,ainda mais Brasileira.
    Grato

  15. Maria da Consolação disse:

    Foi abusiva e midiática a condução coercitiva do LULA. O Código de Processo Penal prevê expressamente que: “Art. 260. Se o acusado não atender à intimação para o interrogatório, reconhecimento ou qualquer outro ato que, sem ele, não possa ser realizado, a autoridade poderá mandar conduzi-lo à sua presença.” Ora, em momento algum o LULA ou seus advogados foram intimados. Tudo estava planejado: o LULA seria conduzido para a Polícia Federal do aeroporto de Congonhas e de lá seguiria preso para o Paraná, por ordem, é claro, do juiz Sergio Moro. Algo deu errado neste interím. Tudo foi feito para que o LULA não postulasse nenhuma medida judicial que impedisse a sua condução. Também acho que ele deveria ter ido desde a primeira intimação que foi feita em SP, assim, teriam nos poupado do palco que foi feito ontem pelo juiz Sergio Moro com a colaboração da Polícia Federal.

Deixe uma resposta para Padovan Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-29 07:49:12