aki

cadastre-se aqui
aki
Entrevistas
23-09-2014, 10h20

Marina é “boa opção” e Dilma está longe da “realidade”, diz Steinbruch

'Recuos do PSB mostram bom senso; empresas estão prestes a demitir'
45

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

Presidente da Fiesp e um dos maiores empresários do país, Benjamin Steinbruch diz que Marina Silva (PSB) “é uma boa opção para o Brasil andar para frente”. Ele avalia Dilma Rousseff (PT) como uma presidente que “se distancia da realidade”, mas que pode “sair vencedora” se corrigir “más experiências”.

Para Steinbruch, o desemprego será um tema importante da campanha presidencial no segundo turno. Ele afirma que já ocorrem demissões no interior paulista. Em entrevista ao SBT, o empresário diz:  “Se a gente não fizer algo, e rápido, o desemprego vai estar aí. A gente vai ter um segundo turno discutido em torno de demissões”.

O empresário, que é o principal acionista e executivo da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), teme que não haja mais tempo para o próximo presidente fazer um ajuste gradual na economia. “Já estou achando que vai ter que ser mais agressivo. (…) Quanto mais a gente retarda esses ajustes, mais drásticos eles têm que ser.”

Steinbruch não considera Marina “uma incógnita”. “Ninguém vai conseguir fazer nada sozinho. Então, depende muito de quem forem os escolhidos para ajudar a Marina ou a presidente Dilma no próximo governo. Eu acredito que vale muito mais o time do que a pessoa em si.”

Sobre o tucano Aécio Neves, do PSDB, que hoje estaria fora do segundo turno, de acordo com as pesquisas, Steinbruch afirma: “Tinha uma oportunidade boa. Estava construindo uma campanha forte. Foi atropelado, como todos, por uma onda. Ainda não terminou. Vamos ver qual é o final da história”.

Presidente em exercício da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Steinbruch diz que Dilma “trabalha duro, quer acertar”. No entanto, “centralizou bastante as decisões”. Segundo ele, Dilma “fez do jeito que achava certo, tentando acertar, mas, na verdade, faltou discussão, faltou entendimento, faltou convergência com o mercado”.

Na opinião de Steinbruch, Dilma governa fechada “em si mesma”. Acredita que, “talvez pela maneira dela ser dura com as pessoas, inibe aqueles que a cercam de falar a verdade ou de levar os problemas para ela”. E isso, resultaria, diz o empresário, num processo que a “distancia da realidade”.

“Hoje, por exemplo, eu digo que tem dois Brasis: tem o Brasil de Brasília e tem o Brasil do dia a dia, da produção e do emprego daqui de São Paulo. A gente está vivendo a iminência de ter que demitir. E empresário nenhum gosta de demitir. A última coisa que a gente quer fazer é demitir.”

Ao analisar as chances dos principais candidatos ao Palácio do Planalto, Steinbruch afirma que Dilma “é favorita por ser presidente e ter a máquina de governo à sua disposição”. Mas acha que Marina tem “substância” e “consistência”, porque resistiu a “12 minutos de bombardeio do PT mais 6 minutos de bombardeio do PSDB e se defendeu com 2 minutos do PSB”.

No horário eleitoral gratuito, Dilma tem 11 minutos e 24 segundos. Aécio, quatro minutos e 35 segundos. E Marina, dois minutos e três segundos.

Steinbruch critica o bombardeio de PT e PSDB contra Marina. “Não gosto muito quando todo mundo começa a bater, entendeu?” Avalia que os recuos de Marina são demonstrações de “bom senso”. “O ato de você corrigir, para mim, é positivo. (…) Se for mudar pra melhor, por que não?”.

Acredita que Marina é uma candidata “competitiva” e que será uma eleição na qual vai prevalecer “quem falar para o coração das pessoas”.

Na economia, diz que “estamos caminhando para uma recessão”. Questionado se faltaria confiança na política econômica, respondeu: “Falta política econômica”. Ele diz faltar também “previsibilidade em termos de governo”. “Se você perguntar qual é a política industrial do Brasil, ninguém sabe responder.”

Diz que o principal erro do governo “é gastar o dinheiro de forma desordenada”. Defende as reformas trabalhista e tributária. Nega que flexibilizar as leis trabalhistas signifique retirar direitos sociais.

PINGUE-PONGUE

Getúlio Vargas: Foi um homem que mudou o Brasil.

Juscelino Kubitschek: Foi outro homem que mudou o Brasil. Cada um da sua forma. Cada um no seu tempo.

Ditadura militar de 64: Foi uma coisa que muitos países passaram, principalmente os países emergentes. E que o Brasil passou. Acho que aprendeu com isso. Agora, temos na firmeza nas instituições e no regime democrático que vivemos.

José Sarney: Representa uma transição.

Fernando Collor de Mello: Representou uma oportunidade.

Itamar Franco: Foi uma surpresa.

Fernando Henrique Cardoso: Estabeleceu as condições para um novo Brasil.

Lula: Aproveitou essas condições e melhorou-as.

Dilma Rousseff: Teve o cenário internacional contra ela. Teve expostas fraquezas que já vinham de governos anteriores, principalmente nas instituições publicas. Pode se sair como vencedora se tomar as medidas certas com relação a essas más experiências que temos vivido.

Marina Silva: Marina Silva é uma boa opção para o Brasil andar pra frente.

Aécio Neves: Gosto do Aécio. Acho que ele tinha uma oportunidade boa. Estava construindo uma campanha forte. Foi atropelado, como todos, por uma onda. Ainda não terminou. Vamos ver qual é o final da história.

Veja a íntegra da “Entrevista da Semana” ao SBT:

Comentários
45
  1. Pasquale disse:

    Até que enfim alguem que fornece emprego aos brasileiros e ainda tem que competir com empresas multinacionais.
    Falou o óbvio,que muitos não querem enxergar.
    Pobre guerrilheira.

    • Chico disse:

      Sr. Pasquale,

      Pena q na sua obviedade, não não consiga enxergar o óbice, que os governos LULA E DILMA, tiveram que enfrentar para melhorar e muito vida dos brasileiros ESQUECIDOS por vcs.

      Na sua réplica fica pior ainda – demonstra o desejo do PSDB, de privatizar a Petrobras?

      • Pasquale disse:

        Ninguem vai se atrever a privatizar a galinha dos ovos de ouro.
        Afinal depois de privatizada,ela passaria a ter um dono.
        O brasileiro quer produzir e trabalhar como fazem os Paises normais,ou quer arrumar um emprego(não é um trabalho) e ficar deitado eternamente em berço esplendido.
        É só escolher, se quer ser eternamente roubado ou se quer dar dignidade aos seus filhos.
        Eu como cidadão brasileiro não quero ver pessoas enriquecendo as custas do povo.
        E sendo enganado,como fazem com a propaganda da PETROBRAS.
        Para a infelicidade do mais pobre a empresa é intocável,e digo isso porque conheço o ninho de cobras.

      • José Carlos disse:

        Há verdades no comentário do Pascale, o Lula teve o privilégio das comodities estarem alta e a própria Dilma viveu essa fase. Vivemos hoje outro panorama politico, moral, econômico e social. E estamos mal em todos os setores.

      • Fernando disse:

        Não concordo com a privatização mas, se for o melhor para o País, antes privatizar do que deixar o PT roubar até a última gota de petróleo não é?

    • Antonio Carlos disse:

      Prezados,
      Sinceramente eu tenho pena. Não estou brincando não, tenho pena mesmo.
      É muito triste um eleitor devoto, quase fanático, ver que o seu candidato não é NADA, NADA mesmo, aliás nunca foi NADA além de neto do Tancredo, aquele que quase foi Presidente. O tal NADA governou MG por oito anos e foi tão mal que seu candidato vai perder no 1º turno. Bom, mas o tal NADA é um cara fino, de família tradicional mineira, quase a mesma coisa que as famílias tradicionais de SP. Por falar nisso, acho muito bacana aquele pessoal rico de SP, tenho a maior inveja daquele tal de João Dória, êta cara elegante, faz cada entrevista espetacular na televisão, só gente bacana como ele, que com certeza vota no NADA, lógico.
      Esse pessoal fica muito triste vendo que pessoas pobres, com baixo nível de instrução, estão melhorando de vida. Que absurdo esse governo querer fazer essas pessoas melhorarem de vida!!! Também, um Partido cuja estrela maior é um ex-operário, só podia dar nisso.
      Falando sério, eu fico com pena deles, não estão acostumados a sofrer e por isso sentem muito mais, nós temos que compreender, de verdade. No fundo, bem lá no fundo, no fundo mesmo, são pessoas boas.
      Agora o que é pior, é ver uns caras que são de uma classe média melhorada, alguns nem tanto, que querem imitar a “casta” de SP. Sei lá, eu fico pensando, eles querem imitar para parecer com eles, só pode ser. No fundo isso é necessidade de autoafirmação. Eles pensam assim, se eu for contra o povo, me distancio dele, mostro que eu sou melhor, e aí passo a ser considerado um cara mais importante.
      Enquanto isso, aquele povinho pobre está feliz da vida, de barriga cheia, morando com dignidade, podendo sonhar com uma vida melhor, quem sabe um carrinho, mesmo que seja de 2ª mão.
      CONCLUSÃO: DILMA GANHA NO 1º TURNO E O NADA, QUEM É O NADA?????????

  2. Laurindo disse:

    Steinbruch. Me lembro dele ajudando a bater o martelo em privatizações ou doações de empresas do povo, durante o processo empreendido pelo PSDB/PFL. Foi a partir daí que se tornou forte empresário. Cresceu na sombra desse assalto contra o País. Claro que ele está do lado da Marina, na falta do Aécio. Marina é a loba da direita com pelagem de folhas/flores da floresta brasileira. Claro que ele é a favor da flexibilização das leis trabalhistas, da terrível terceirização do trabalho, do corte de benefícios do trabalhador, como a Marina também é. Por que ele não se posiciona contra bancos e financeiras, causadores de todo o mal vivido atualmente pelo Capitalismo. Mas como fazer isso, se ele faz parte dessa patota. Se não ganha com a atividade industrial, ganha no mercado financeiro. Quando vejo assalariados defendendo e prometendo votar em Marina/Aécio, percebo como a falta de informação pode levar milhões a uma vida pobre, sem expectativa, humilhante. Assalariados! Votem em Aécio e Marina e reencontrem-se com seu passado de desesperança.

    • Pasquale disse:

      Hoje a CSN só existe porque foi privatizada,caso contrário estaria falida.

      • JUVINO PEREIRA SANTOS DO VALE disse:

        Caro Pasquale, a empresa pública não da certo é por mal gestão, estão aí exemplos Bancos do Brasil e Petrobrás, pena que os bons gestores chegaram tarde.
        Um abraço

    • Eder Santana disse:

      Interessante que não importa se Marina ficou 20 anos no PT, basta ter saído que já é conceituada como “de direita”. Se não bastasse, essa “certeza” que a Marina “é a favor da flexibilização das leis trabalhistas, da terrível terceirização do trabalho, do corte de benefícios do trabalhador” é baseada apenas nas mentiras da propaganda eleitoral da Dilma, é tão absurda que afronta a inteligência de qualquer pessoa. Nem ela nem o PSB são! No mais, deixar no ar uma defesa aos bancos é ignorar todo o lucro – recorde, diga-se de passagem – das instituições financeiras nos últimos 12 anos, a ponto do Lula dizer que o Santander não ganha em lugar nenhum do mundo o que ganha aqui. Chega de dizer que os problemas do Brasil decorrem da crise mundial, está na hora de reconhecer que esse governo perdeu o rumo, apenas isso.

      • JUVINO PEREIRA SANTOS DO VALE disse:

        A Marina eu não entendi bem o que o Senhor quis dizer, mas esta com alguns banqueiros e a serviços de todos os banqueiros, pois esta pregando a autonomia do Banco Central, e fala como se fosse um grande avanço, com tal decisão beneficia todo o sistema bancário. Alias, não sei se o Senhor não errou as palavras “é a FALTA.

    • Laurindo, talvez você não saiba, mas é bom que fique sabendo. Esse mesmo empresário que você critica, sempre colaborou com às campanhas do PT, em São Paulo. Todos os petistas têm uma tendência em criticar os outros. Como se estivessem acima do bem e do mal.Não estão. Estamos vivendo uma grande crise MORAL, ECONÔMICA e POLÍTICA.

    • kleber Gauterio de Souza disse:

      Sr. Laurindo, não tenho nenhuma preferência por ninguém, mas quando vejo os números, que falam mais que as palavras não consigo votar na Dilma. Em 2013 o Brasil teve um prejuízo por desvios de 200 bilhões de reais – vou repetir 200 bilhões de reais. Muda Brasil ou o PT acaba contigo!

  3. luiz carlos disse:

    Se as mudanças fosse pra favorecer trabalhador, na certa ele não acharia o que seria bom senso. Nessa sociedade segmentada cada setor tem procurar pelo seu, e não adianta nada ficar chorando as magoas pelas derrotas.

  4. walter.nobre disse:

    Por isso Kennedy, a Dilma não convence mais ninguém, HJ em dia…ela sobrevive, com as ditas retóricas dos outros.
    O Benjamim,é um empresário experiente…e sabe muito bem, a falta de gestão do PT e da Dilma, neste longos anos.
    Falta sinceridade…os candidatos todos, são inexpressivos…ninguém de fato convence…mas a Dilma e o caso Petrobras; é a gota d água…se fosse sincera e prática, pedia para sair…
    O Brasil, precisa de gestores e justiça célere..não podemos mais errar, Marina ou Aécio, para 4 anos e troca”..

  5. Victor disse:

    Na verdade ele quer mais uma privatização à moda brasileira tipo daquelas da Vale, onde recebe de graça uma empresa saneada e que já dava lucro pro governo. É disso que ele sente falta. Só que agora quando tiver privatização terá que botar a mão no bolso.

  6. Valdir disse:

    Concordo com ele

  7. Marcio Leal disse:

    É a presidenta se distancia da realidade. Exatamente. Ela se distancia da realidade dos ricos e se aproxima da realidade dos pobres. Ao contrário da FIESP que sempre esteve ao lado de empresas que exploravam os trabalhadores, enquanto enriqueciam de forma desavergonhada, causando um abismo imenso (talvez um dos maiores do planeta) entre os mais pobres e os mais ricos. Fez isto inclusive durante a Ditadura. Tanto que a trata como uma coisa natural, “que muitos países passaram” e não faz nenhuma crítica a este período negro de nossa história. Não faz, porque a história da FIES é de compactuar com a ditadura. Infelizmente é este tipo de pensamento, que beira à canalhice, que ainda domina boa parte do empresariado brasileiro.

    • Moacir Yabiko disse:

      Sr. Márcio. Vc está completamente errado quanto a ditadura militar. Na época não havia desemprego, insegurança, assaltantes, podíamos sair a noite sem sermos abordados por assaltantes como agora. Quanto a emprego prestei concurso para a Union Carbide do Brasil e iniciei na Usina de Cubatão, prestei um exame de admissão a Rhodia em Santo André e fui admitido após prestei concurso para o polo petroquímico de Santo André e fui admitido contra mais de 2.000 candidatos. Sou a favor dos militares quer vc queira ou não. Moacir.

  8. willians disse:

    Comentários lúcidos, mas que refletem a opinião de apenas “um lado” do país. Faz a defesa dos interesses do seu grupo. Pq? Pq nem tudo que é bom para o mercado, é bom pro resto do país…Claro que não se constrói um país sem se considerar o mercado, mas por outro lado, a história (até recente) já mostrou que um mercado soberano pode conduzir um país e até o planeta toda à uma crise gigantesca…Detalhe nas citações do pingue-pong: entendo que no caso do Sarney, ele seja mais que uma transição;; ele sintetiza muito, ou tudo, do que há de pior na política brasileira).

  9. Acho que deveríamos avaliar a lei de recuperação judicial,que muitos empresários vem usando para se livrar de empresas com alto endividamento e não honrar direitos trabalhista.
    Voto na Dilma.

  10. Marcelo Santos disse:

    Infelizmente, o massacre do PT/PSDB está triturando a Marina, essa última pesquisa CNT/MDA mostra que a covardia desses dois partidos está dando resultado!!!

  11. Val Castro disse:

    Ouço a voz nas ruas, mães de jovens pedem empregos aos seus filhos. Futuro? Comer com qualidade fica caro e para poucos. O povo brasileiro está gordo não de boas comidas, mas de comida barata e ruim, gordura de doença, não robustez saudável. Dilma não conhece verdadeiramente o povo brasileiro e suas necessidades.

  12. Marcelo Fonseca disse:

    Este cidadão é um famoso morde e assopra! Sou morador de Volta Redonda cidade que está instalada a CSN. Posso dizer que depois que a companhia caiu no colo com a privatizações e ainda “ganhou” valiosos terrenos posso dizer que a cidade ACABOU!!! Hoje somos reféns desse homem que dez da cidade um lixo!!!!

  13. JOSUÉ disse:

    “Nega que flexibilizar as leis trabalhistas signifique retirar direitos sociais.”. Hipócrita! Acabou com todos os benefícios conquistados com muita luta pelos empregados da CSN, inclusive, com a morte de 3 operários, com a conivência do sindicato dos metalúrgicos do sul fluminense. Hoje, um novo metalúrgico ganha próximo a R$1.000,00 sem nem um tipo de benefício, a não ser os exigidos pela lei. Se flexibilizar mais, vira trabalho escravo! Se a Marina ganhasse, já sei onde seria a festa de comemoração…

  14. leandro disse:

    Quando as coisas estiveram bem para os empresários nos últimos 12 anos?os discursos são sempre apocalípticos,principalmente as vésperas de eleições onde o PT é favorito,se vencer o PT,o mundo acaba amanha,e vence o PT o mundo não acaba eles ficam mais ricos,mas são insaciáveis,pregam o estado mínimo mas recorrem a dinheiro publico para investimentos e depois falam em demissões.Verdadeiros vampiros,o meu voto vai sempre contra ao que eles pregam.Se falam que Dilma foi mal,é certeza que ela esta no caminho certo.

    • Laurindo disse:

      Leandro, eu também decido meu voto considerando os candidatos quem meus inimigos defendem. Inimigos: grandes corporações internacionais, grandes grupos empresariais nacionais, bancos/financeiras e grande “imprensa”. Candidatos deles: Marina e Aécio, logo…

    • Antonio Carlos disse:

      LEANDRO, MAIS UM POUCO DO RETRATO DA CRISE:
      A Receita Federal tem um Crédito de Dívida Ativa de 1,5 TRILHÃO, por ano a sonegação no Brasil chega a 500 BILHÕES. Isto somado pagaria o total da Dívida Pública que é de 2,17 TRILHÕES, ou seja, para quem entende, a nossa Dívida Pública é insignificante.
      Ainda assim, comparem o Percentual da DÍVIDA PÚBLICA em relação PIB em 2014 em alguns Países do Mundo.
      Vejam abaixo:
      Percentual da DÍVIDA PÚBLICA em relação PIB em 2014: (quanto maior, pior)
      Rússia= 13.41%;
      China= 22.40%;
      Brasil= 56.80%;
      Índia= 67.72%;
      Alemanha= 78.40%;
      Canadá= 89.10%;
      Reino Unido= 90.60%;
      França= 91.80%;
      Zona Euro= 92.60%;
      Espanha= 93.90%;
      USA= 101.53%
      Itália= 132.60%;
      Japão= 227.20 %;

      É por isso que o mundo nos vê como uma POTÊNCIA ECONÔMICA. Somente a MANADA conduzida pela Mídia Golpista se deixa levar e não quer enxergar isto.

    • Manuel Duarte disse:

      É verdade. A caminho de emparceirar com Venezuelas, Cubas, Argentinas, Bolívias, etc, etc.

  15. josiclei cruz disse:

    Olá Kennedy,

    Parabéns pela assertiva nos cometários na rádio CBN, com MILTON JUNG.

    Vou adentrar em três tópicos:

    A) Ninguém quer abrir mão, mas de fato o BRASIL precisa da reforma TRABALHISTA, já que o estado subsidia em boa parte, o que não gera riqueza, prejudica que trabalha para gerar riqueza;

    B) Sem estes dois pilares o BRASIL, não vai para frente independente do PRESIDENTE: REFORMA POLÍTICA e REFORMA TRIBUTÁRIA, nos moldes atual, gera mais corrupção e sonegação, devido ao faz de conta do GOVERNO;

    C) Apoio, acredito e vou voltar na CANDIDATA MARINA, ela consegue agregar valor para o BRASIL, e defendo o projeto político que a mesma apresenta para o seu mandado. Também sei que ela não irá gerir o país sozinha, se conseguir montar uma equipe que consiga quebrar as inercias, terá mais dividendo que insolvência em seu mandato; E afirmo para ministro na justiça, não tem, candidato mais qualificado que JOAQUIM BARBOSA;

    Kennedy,

    Não sou a favor de um assistencialismo onde as pessoas opte em ficar com ele, quando jovem, não tinha esta doença do dar sem limites, sou CONTRA o BOLSA FAMÍLIA e qualquer outro programa que fique de forma vitalícia para o beneficiário;

    Defendo que o BOLSA FAMÍLIA precisa ter um tempo de assistência para a família que precisa, a permanência só reafirma que o atual governo não consegue ou quer que as pessoas melhore o seu IDH ( RENDA, EDUCAÇÃO, SAÚDE );

    Um forte abraço,

    Continue assim, atuante, presente em sua carreira, contribuindo para o desenvolvimento do BRASIL e novos formadores de opinião.

    Cordialmente,
    Josiclei Cruz

  16. fabiano cristino disse:

    Se focemos confiar nos empresários estaríamos todos miserareis e com um prato em mãos como pedintes.Acorda Brasil eles são como as folhas de uma arvore frondosa vão para onde o vento sobra.E muito melhor para eles um politico fraco como a Marina zero de gestão….Pra ser sincero Incapaz de governo um Pais,depois e tarde….

  17. Franco disse:

    Benjamin é o sujeito dono da TLSA (grupo CSN) que, desde 2006 (sem contar mais 4 ANOS anteriores de projeto) SEQUER consegue TERMINAR a TRANS-NORDESTINA!
    E vai terminar com custo adicional de R$ 1.3 BILHÃO (25%) acima do estimado! Devia se olhar no espelho porque de realidade parece que ele não entende

  18. e muito comodo para situacao ( DILMA) e o arremedo de situacao no muro ( AECIO) criticar , mas a Marina esta sendo a unica ate aqui que mostrou seus planos de governo..; os outros dois so ficam tentando minar os planos… mas, nao lancam os deles sabe porque ? porque nao tem , I nfelizmente o povo Brsileiro vai muito no disse me disse, e murmura ” e melhor deixar como estar do que arriscar ” e esquecem que folha de cheque em branco que vai estar na mao de quem estiver no poder esta no seu nome..MARINA, MINHA UNICA TRISTEZA VAI SER SE ESSE PAIS REPETIR OS ERROS COM ESSE GOVERNO SENDO MANTIDO.. SE ARRISCARAM COM ADILMA PORQUE NAO ARRISCAR COM VOCE ? VAI QUE…

  19. ranulfo disse:

    Não entendo.Ao que parece, ninguém mais é capaz de conduzir o Brasil? Afinal não houve nenhuma conquista para o povo nestes últimos anos? Nada mudou? e agora?

  20. Julio Moreira disse:

    Esse Está Brucho, com certeza não estava desempregado no governo do FHC (PSDB/PFL/PPS), dizer que o Aécio é bom porque fez duas pistas de avião para sua família em Minas, gastando mais de 20milhões do dinheiro do povo mineiro, pois é seu Brucho, lamentar que o povo não quer o Aécio é erro de avaliação e ha que mudar conceitos e respeitar mais o Povo Brasileiro.

  21. MARCOS ROCHA disse:

    Os empresários nunca estão contentes………eles querem pagar menos impostos,diminuir os direitos trabalhistas e ainda querem a volta do PSDB……………..tirando isso são boas pessoas.

    Depois a Dilma que se distancia da realidade

  22. Danilo disse:

    Quando leio aqui os comentários, fico com a impressão de que nós ainda não abandonamos o velho discurso do rico contra o pobre, do empresário contra o trabalhador, nós precisamos de um governo que governe pra todos, que se preocupe com o social sem esquecer o desenvolvimento, não existe trabalhador sem empresário e vice versa. Acorda gente, não vai haver nenhuma política social com o ambiente de negócios se deteriorando todos os dias, os números estão aí pra quem quiser ver. Sobre as privatizações, se não tivesse feito, teríamos hoje na VALE um monte de sangue sugas, vide PETROBRÁS.

  23. Eliana Pina disse:

    Concordo Kennedy,precisamos de mudanças,e por que não mudarmos?Observo que a Marina tem esta visão creio eu que para os dois polos,ou seja criando uma ponte entre os trabalhadores e os empresários, pois para mudarmos o Brasil para melhor devemos sim termos essa visão, como caminharmos para melhor se continuarmos com esse velho discurso ¨abaixo aos patrões? Sendo que um não caminha sem o outro? Educação, esta palavra resumi muita coisa, um
    governante que tem amor pelo seu povo,procura colocar a educação como prioridade, para que esse mesmo povo saiba separar melhor o que são seus direitos e deveres.Pois todos nós os temos,não importa de que lado estamos,sejamos patrões ou empregados todos temos direitos e deveres.

  24. DF/Entorno disse:

    Caros….
    Me incomoda ver “debates maduros” discutindo propostas que sequer foram apresentadas. Pelo que me consta nem a Dilma, nem o Aécio, a poucos dias da eleição, publicaram as suas. Não sou marineiro, mas acho importante que ela, pelo menos tenha proposta. É sabido que os dois não apresentaram seus planos de governo por medo de críticas, mas criticam a existência dos de Marina. (talvez o coração de Dilma não seja “tão valente” e as “propostas de Aécio” não seja assim tão claras).
    Apesar disso, vocês perceberam que nenhum dos três atacam os problemas reais do Brasil/2015? Quem vai pagar a conta da luz, sabidamente represada e acumulada? Quem e como será destravada a economia? E a que custo? Quem e como vão destravar os transportes e a mobilidade ? Como a economia será aquecida com as famílias endividadas pela opção pela via da demanda (consumo das famílias)?
    É, talvez nosso debate careça mesmo de maturidade….

    • J K disse:

      Pensando bem, ainda bem que ela mostrou ao que veio, senão seríamos enganados TODOS, mais uma vez.
      Assim, uma parcela de atentos pudram se desiludir logo cedo

  25. Carlos Sá disse:

    Não creio que tal monte de pesquisas venha influenciar de forma negativa a vitória de Marina, seja no primeiro turno ou no segundo turno, ela irá ser a vencedora. Muitos ataques a ela, só vieram trazer-lhe benefícios, ou seja, a política do ferrão sempre derruba o serralheiro. O resultado sairá nas urnas, sem que os oponentes esperem, susto, justiça, merecimento e pleito atendido. Mesmo não sendo político ou algo parecido, herdei de meu avô, muito faro para política.

  26. douglas disse:

    Para destravar a economia é só baixar os lucros absurdos que a coisa anda, esse ´papo de empresarios que reclamam do custo Brasil tem muita culpa nisso, ninguem mostra planilha de custos e a de venda, isso é segredo que nem a conspiradora Veja consegue desvendar.

  27. Antonio Alves Cardoso disse:

    Boa Noite, Kennedy Alencar ! Obrigado mais uma vez, pela oportunidade seu gentil BLOG:
    Independente que vier Governar o BRASIL, eu acho que os Empresários Brasileiros, não pode ficar a mercê dos Políticos, aguardando cair do céu, suas chances de progresso? Antes de qualquer expectativa eleitoral, Eles deveriam ser mais criativos, inovando sempre, para concorrer com os importados. Por Exemplo: No caso das montadoras de carros? Porquê não fazer mini-carros, para enfrentar os congestionamentos, do tipo: Econômico, com as 4 rodas articuláveis 180º, para facilitar estacionar em pequenos espaços, (já existem em empilhadeiras industrias) é só copiar? Me lembro da ROMIZETA de 3 Rodas! Porquê não voltar a fabricação ???

  28. José Jaime Barbosa disse:

    Que tristeza! Queríamos tanto a chamada democracia, lutamos tanto contra a ditadura, fui aos comícios de “direta já”, e, vejam no que deu, estamos na mão de políticos e “poliqueiros” corrúpitos e corruptíveis, que buscam o poder pelo poder, e não querem largar o “osso”. Rombos e mais rombos, populismo barato às custas dos pobres, clientelismo, e em breve, caso haja esta reeleição, “chavismo”. Vejam o que já está acontecendo na Bolívia com os opositores, vejam o que está acontecendo na Argentina. Acorda BRASIL!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 07:05:22