aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
04-01-2014, 10h00

Menos, ministro. Menos

Ministro não cumpre meta de superávit primário, mas diz que cumpre
51

Não há desastre fiscal no Brasil. Mas existe abalo na credibilidade da política econômica como um todo e na capacidade do governo de controlar os gastos públicos em particular.

Isso é uma constatação. Questões superadas voltaram a emergir.

Do contrário, o governo não precisaria antecipar em três semanas a notícia sobre o superávit primário de 2013 a fim de tentar melhorar as expectativas econômicas para 2014.

Infelizmente, nas rodadas internacionais para vender o pacote de concessões, voltamos a dizer que o Brasil é um país que respeita contratos.

A inflação se acomodou num patamar muito próximo do teto da meta. Os juros caíram para voltar a subir. E o ministro da Fazenda, Guido Mantega, não cumpriu nenhuma das metas que prometeu.

Foi ele quem jurou em junho que haveria uma economia de 2,3% do PIB (Produto Interno Bruto) no ano de 2013 _algo equivalente a R$ 110 bilhões. Esse foi o superávit primário prometido depois de o governo ter maquiado os números para tornar ficção a meta oficial de 3,1%.

Deveria dar vergonha vir a público anunciar que não cumprirá a promessa de 2,3%, que a parte dos Estados e municípios não é mais problema da União e que o superávit de 1,5% é suficiente para acalmar analistas e alfinetar a imprensa.

“Nós antecipamos [a notícia do superávit de 2013] para baixar a ansiedade, já que havia analistas dizendo que não cumpriríamos a meta. Isso vai acalmar os que estavam nervosinhos”, afirmou Mantega.

Será que vai acalmar? Quem parece “nervosinho”?

O ministro não cumpriu a meta, mas correu para anunciar um número que ainda não está fechado. Fez ressalvas. Poderá haver ajustes.

Tomara que essa notícia não tenha o mesmo rigor da previsão que Mantega deu à presidente Dilma Rousseff sobre a revisão do PIB de 2012.

O debate fiscal precisa ser feito com equilíbrio, sem terrorismo. O problema não é entregar 1,5% do PIB, mas quebrar promessas e sempre dar declarações que influenciam negativamente as expectativas do mercado, do empresariado e da imprensa.

Um superávit de 3,1% não é mais necessário para manter a dívida pública sob controle. Talvez 2,3% seja um número alto demais, porque superávit primário equivale a corte de gastos. E corte de gastos atinge despesas sociais.

O Brasil tem maturidade para fazer suas escolhas. Mas deveria fazê-las diante de uma política econômica clara, sem titubeios e sem maquiagens.

Dos sete pecados capitais, a vaidade é dos mais vingativos. Mantega tornou ponto de honra bater o recorde de Pedro Malan, ministro da Fazenda durante os oitos anos do governo FHC. Mas, no atual ritmo, corre o risco de deixar como legado um duro contrato de ajuste para o próximo governo.

Comentários
51
  1. ari busanello disse:

    MAIS É SEMPRE ASSIM, ESSE GOVERNO QUER SE PERPETUAR NO PODER.COM MENTIRAS.

  2. Martins disse:

    È horrivel observar o tanto de sujeiras que este governo faz , para se conservar no poder. No mundo real, não no mundo da fantasia do PT/lula=Dilma, o Malan já virou uma grande piada.
    Este comportamento enganoso, é o legado do Lula, e tem o aval . Como disse um reporter : etá tudo contaminado”.

  3. david disse:

    O sr Mantega manipula e derrete, manipula e derrete.

    Mas que fique claro, ele com certeza recebe ordens, ordens não dificeis de serem identificadas.

    Aqui é assim, o governo coloca auxiliares, não olhando competencia e sim ao apelo de politicos canalhas, que pouco se lixam para o seu país.

    Logo logo eles acham os culpados e, nós já sabemos quem serão. Coitados dos trabalhadores…..

  4. Amelia disse:

    Se o Brasil perder a copa, mesmo que vá para a final, “era uma vez, um governo do PT”

    • Silvio Turban disse:

      Essa é a esperança dos tucano$: que tudo vá mal para os brasileiros para eles terem a chance de voltar a nos desgovernar. Por isso torcem para que a Copa seja um fracasso, que não se tenha desconto na conta de luz, para que o mais médicos não funcione, para que o superávit não seja alcançado, para a inflação voltar, para o desemprego explodir, para termos apagão. PSDB: um partido contra o Brasil.

    • Jaime disse:

      Não entendo as pessoas que afirmam issso. Estude a história! EM 2002 Brasil ganhou e FHC ñ elegeu Serra. Em 2006 Brasil perdeu e Lula se reelegeu. Em 2010 Brasil perdeu e Dilma se elegeu!

      Ganhar ou perder Copa não quer dizer nada. Pense nisso!

  5. marcos disse:

    quem acredita que é :
    Pura manipulação estes números
    para atender interesses políticos

    levante a mão!

  6. walter disse:

    kkkkkkkkkkkkkk vcs são tão invejosos que não colocam posições contrárias as de vcs

  7. fco costa disse:

    QUE ISSO COMPANHEIRO !!!
    Entrou para o PIG, foi ?
    Essa linguagem nao eh da sua trajetoria. Esqueceu que, mesmo sob crise no mundo, o Brasil segue gerando empregos e crescendo (mesmo que seja pouco). Essa exigencia de resultados impressionantes desconsidera o estorico socio economico do pais; nao acha ?

  8. Evaldo Sperancini disse:

    Eu acredito no ministro. Até você Kennedy,fazendo terrorismo com o governo Dilma.

  9. mario luis disse:

    Boa tarde, isto é bom, muito bom por que parte da IMPRENSA,
    é conivente com tudo que este governo anda FALANDO E NÃO FAZENDO
    por que a Imprensa séria não divulga a verdadeira informação sobre
    os números da ECONOMIA por exemplo o rombo do INSS, do FGTS, e
    principalmente SANGRIA FEITA NOS COFRES DA PETROBRAS???

  10. Vera disse:

    Ate quando a população vai aceita essas mentiras do PT,em 2015 não vai ter mais jeito
    a situação vai fica feia o barco vai naufragar.não adianta reclamar depois.

    • Renato Cunha disse:

      Temos que ir para as ruas e exigir nossos direitos antes do início da copa do mundo para que tenha uma maior repercussão. Isto tem que ser feito com cuidado, pois pouco conhecemos as armas do governo para coibir nosso movimento de manifestação. E não é só isso não. A reforma tributária não saiu do discurso e tampouco dos papéis. A inflação está retornando de forma camuflada. Para tapar os rombos dos ladrões da política, simplesmente aumentam as taxas de impostos na calada da noite, pegando todo mundo de surpresa. Aumento dos cigarros e bebidas alcoólicas. Tudo bem que não são produtos básicos e fuma e bebe quem quer. Mas não deixa de ser uma tremenda sacanagem desses bandidos de gravatas que se dizem governantes.

  11. Jorge Luiz disse:

    Acho errado as críticas dirigidas ao Ministro Guido Mantega afinal ele é apenas um auxiliar da Presidenta Dilma. Se o Ministro Guido utiliza maquiagem nas contas públicas a responsável é a sua chefe, a Presidenta Dilma.

  12. Delmo Oliveira disse:

    O aprendiz de feiticeiro da nossa economia, que faz tudo na base do chute e da criatividade contábil, pensa que nosso Brasil é habitado só por imbecis, claro inteligentes só os PETISTAS e sua base alugada. Precisamos mudar essa realidade em outubro. PT NUNCA MAIS!!!

    • Renato Cunha disse:

      Errado meu caro Delmo Oliveira. O que a população não sabe é que existe o voto nulo no Brasil. Toda a população brasileira votando nulo, a lei nos diz que a eleição é cancelada e é apontado novos candidatos e partidos para que seja organizada nova eleição. Ademais, me aponte 1 e apenas 1 político que seja honesto neste país. Desafio e provo a voces que estão redondamente enganados. Basta ser sincero e desejar profundo (Raul Seixas).

  13. AURIDIO DE ALMEIDA CUBAS disse:

    Essa gastança desenfreada começou com o lula e vai acabar quebrando o Brasil.se o cidadão comum gasta mais do que ganha o que acontece ( é executado e tudo vai pro pau),mas o governo do PT parece que tem uma maquininha de fazer dinheiro e não está nem aí para o que vai acontecer pois eles já encheram os bolsos .

  14. Alan kardeck disse:

    o governo pt governa so em cima da mentira, povo tem que perde o medo mudança…

  15. nei leite da silva disse:

    O governo cumpriu a meta, tanto relativamente à inflação quanto ao superávit primário. O jornalista confunde um palpite do ministro com uma meta: lamentável. Quanto à taxa Selic, os jornalistas deviam informar que o seu aumento é uma questão de opção, ou seja, entre várias alternativas para forçar a redução da inflação, o governo escolhe escolhe uma.

  16. Sávio Prado disse:

    O “manteiga” ops!! digo Mantega, continua se derretendo em previsões que não se confirmaram em 2013. Deveria passar óleo de peroba na cara logo ao acordar. Tá mentindo mais que o Pinochio e suas declarações foram o oposto das previsões dos maiores economistas do país. Num país sério seria SUMARIAMENTE DEMITIDO, por tentar enganar a população e mascarar os índices econômicos.

  17. Marcirio disse:

    Esse é um dos piores ministros da fazenda do Brasil nos últimos tempos, mentiroso, incompetente, enganador, cínico e prepotente. Igual ao seu ParTido. Nesse rítmo o país chegará logo, logo ao fundo do poço.

  18. Ruy Barbosa Netto disse:

    O Ministro poderia ser chamado de Manteguinha, devidos aos pífios resultados que apresenta na economia ou Pinoquio, devido às mentiras que conta ou ainda de vendedor de ilusões, pois só ele vê a economia do Brasil com boa performance. No meu ponto de vista o melhor apelido é aquele que damos aos técnicos de futebol por suas más intervenções em algumas partidas, “BURRO”.

  19. Papa do Diabo disse:

    Estamos todos ferrados. Politicos, ladroes, safados e mentirosos

  20. José Carlos Damaceno disse:

    com a palavra os imbecis que são contra tudo e contra todos

  21. antonio carlos pereira disse:

    Dados e números manipulados por este governo sem metas e métodos o povo, ora o povo, carnaval, copa e eleições, prato cheio para os descarados. A casa pode cair.

  22. Licinio Lopes de Resende disse:

    Infelizmente estamos sendo monitorados. Explico: Com meu comentário pronto,mas não interessante aos que manobram este país, estabeleceram um corte e tudo foi deletado.Sem comentários!!! É que simplesmente estava comentando a triste verdade que invade este pais em relação ao engodo desse ministro da governança. Terminei, julguem o meu ponto de vista, que não pude transmitir, talvez por ser imprudente com a realidade que por aqui acontece – infelizmente

  23. Pedro Lago disse:

    Será que o Ministro ainda tem alguma credibilidadezinha para acalmar os nervosinhos ? Alías, ogoverno da falsificadora de diploma ainda tem algum resquício de credibiidade ? A escola economica é a mesma que nos levou para o buraco na década de 80. Balança comercial negativa, contabilidade criativa, empréstimos para os grupos eleitos, privatizações fajutas (privatizar aeroporto onde o Infraero mantêm participação de 49% não é privatização). Uma pena, afundam o pais depois de apenas 16 anos (8 de FCH e 8 de LuLLa)

  24. Joao Lazaro disse:

    Os governos sempre tem essa mania de manipular, fingir que tá tudo é uma forma de demonstrar a insegurança e a incapacidade de governar. Esse ano eles tem uma boa desculpa: copa e eleições são mais contas para o povo pagar.

  25. edmar disse:

    O governo atual ja passou da hora de ser demitido pela população brasileira, precisamos de um novo governo que de preferencia não pertença a PT, PSDB, PCdoB, PMDB, PP, PSOL,PTB, ESTES JA RISQUEI DA MINHA LISTA DESDE DE A ELEIÇÃO PASSADA.NOSSO GOVERNO ATUAL VIVE A BASE DE MENTIRAS E MANOBRAS FISCAIS PARA TENTAR ENGANAR A TODOS.

  26. Norberto da Silva disse:

    O PT deverá enfrentar muistas verdades que estarão vindo à tona.

    A primeira e mais contundente é o povo constatar que o LULA é o chefe maior do MENSALÃO.

    A segunda é o povo constatar que os POSTES plantados DILMA, HADDADE e outros, irão cair sem nenhuma sustentação.

    A terceira é que o MANTEGA é incompetente e absurdamente comandado por DILMA que, por sua vêz, sabe nada.

    Os juros subirão mais, a inflação terá retornado aos dois dígitos, a comunidade internacional não terá confiança no Brasil e o empresariado nacional não investirá em droga nenhuma.

    O PT é tão distante da realidade que até inventou um novo nome para PRIVATIZAÇÃO, que agora é chamada de CONCESSÃO.

    Ai, o LULA virá a público dizer que os cumpados disso tudo são, A IMPRENSA, OS PESSIMISTAS DE PLANTÃO e os ADVERSÁRIOS POLÍTICOS.

  27. Cezar Antonio dos Santos disse:

    Pois é pessoal, nosso governo ainda nos vê como idiotas e ignorantes, acreditam que não enxergamos o que de fato está acontecendo com a economia do país, 2012 não foi lá estas coisas e 2013 a economia se mostrou uma “cáca” sem capacidade de reagir ou recuperar.
    O fato é que este governo deu muita sorte de pegar o vaco e depois disso, bons ventos e ainda baseados num otimismo excessivo conseguiu contagiar até as grandes economias mundias, graças também ao período de “vaca macra” lá fora…foi muito bom acreditarmos que o nosso Brasil passaria a ser de fato a bola da vez.Porém, nosso governo viu a banda passar e ficou embalado em “berço esplêndido” e não fez a lição de casa, como, os famosos cortes nos gastos e os investimentos tão necessários para o crescimento da economia.
    O que podemos ver é que continuam investindo em market próprio, baseado na política assistencialista do povão(bolsa escola, família, etc) e desta forma é claro se manter no poder, pois, o povo prefere se favorecer disso não trabalhando ou ainda se manter informalmente para não perder os benefícios que nós bancamos através de imposto de renda e outros…

  28. Barrkoso disse:

    Ouvi parte da fala do ministro e ele ressalvou que o superávit foi conseguido graças a receitas não previstas, mas que surgiram em boa hora. O momento atual não e de cortar investimentos, mas apenas despesas inúteis ou pouco úteis, como o custo da máquina estatal e desperdícios, melhorando a eficiência. No mais, a economia anda a passos lentos mas firmes e 2014 e o ano da virada, onde muitos investimentos serão consolidados , a balança comercial tende a se estabilizar e o juros ficarão na casa de 10 % ao ano.

  29. Cesar Guimarães disse:

    Lembram da Grécia pós olimpíadas? Aguardem o brasil, letra minúscula mesmo, após olimpíadas…

  30. Adauto alves disse:

    Toda essa história se o sr. Mantega está correto ou não, são questões relevante de um pais faz de conta , um ministro medíocre e uma presidenta medíocre, esse e o produto de uma sociedade medíocre que produz todos esses políticos e burocratas

  31. Se o poder emana do povo, conforme estabelece, de forma soberana, a Carta Magna, então, por que o povo aceita que o país seja administrado sem transparência, sem legitimidade e sem credibilidade?, em que o governo não admite a sua incompetência e acusa constantemente guerra psicológica, oposição da imprensa e da burguesia, quando teria simplesmente a obrigação de mostrar capacidade para adotar as medidas econômicas em consonância com as exigências da realidade nacional e internacional. Desde que esse governo comanda o país, até agora, não teve a condições de assumir seus erros e suas limitações, cujos resultados incompatíveis com as potencialidades e a grandeza do Brasil são sempre atribuídos a olhos gordos, como se eles fossem capazes de mudar completamente a fragilidade da equipe responsável de implementar as políticas fiscais e econômicas capazes de assegurar o desenvolvimento do país. Comete ao povo decidir pelas mudanças político-administrativas que o país precisa para assegurar estabilidade econômica e voltar a crescer, tendo em vista que esse governo já esgotou completamente se manancial pouco eficiente, que não consegue mais convencer as suas verdadeiras e exclusivas intenções de perenidade no poder, com políticas de mera proteção e conservação ao populismo, que não se coaduna com o sublime anseio da sociedade de desenvolvimento, que tem sido negado nos últimos anos, justamente em razão da ineficácia das medidas econômicas adotadas, que são ineficazes. A população precisa se despertar dessa eterna letargia de aceitar pacificamente o atraso socioeconômico e exigir que os governantes sejam capazes de vislumbrar alternativas suficientes para modificar o status quo, de modo que não mais seja necessário inventar desculpas para sucessivos injustificáveis insucessos prejudiciais aos interesses do país e da sociedade. Acorda, Brasil!

  32. Jose Maria disse:

    Isso quer dizer, em trocados e miúdos, que o Ministro mente para o povão. Pior, a maioria acredita e por isso mesmo vão reeleger a gerente mais uma vez. Infelizmente aqui é assim, ninguém tem aquilo roxo para admoestar com a veemência necessária ao ministro Mantega. Depois querem que o Brasil tenha credibilidade, principalmente, no exterior.

  33. Silvio Turban disse:

    O que Kennedy não diz: a dívida pública caiu em valor percentual. Se é assim, porque todo esse alarido? Mais uma: o governo não precisa se preocupar com as expectativas da imprensa pois na verdade ela só tem uma expectativa: derrubá-lo.

  34. Hélio Pinheiro disse:

    “Pode-se enganar certo povo durante certo tempo, mas jamais todo o povo durante todo o tempo”

  35. Observador disse:

    Parabéns ao escritor pelo artigo. Me pareceu bastante isento e imparcial algo de que me ressentia, respeitosamente, nas notícias do IG. Quanto à declaração do ministro de que queria acalmar os nervosinhos acho que ele ainda não viu “da missa a metade”. Quando os nervosinhos do mercado ficarem efetivamente nervosinhos aí é que a sociedade brasileira terá de “piar fino” pois a perspectiva é de rebaixamento de nota de crédito, aumento exponencial de juros, fuga do investidor estrangeiro (o que já está acontecendo) e por fim recessão. Cenário devastador que esperamos não ocorra mas para isso é preciso de mudança e responsabilidade do governo. Um abraço a todos.

  36. Victor disse:

    Impressionante que para alguns fazer crítica ao governo é terrorismo ou não enxergar os pontos positivos. Quer dizer que está tudo ótimo? São 12 anos no poder e vocês se contentam com isso? Nível de emprego e pequeno crescimento? A vida está boa para pessoal? Se sentem seguros? Vão tranquilamente em hospitais públicos? Se orgulham do nível de ensino? Tudo bem ser pró-governo mas não há senso crítico? E não me venham falar de nível de pobreza, avançamos mas mesmo para o pobre é pouco, muito pouco para 12 anos.
    Belo texto Kennedy.

  37. Jaime disse:

    Quem diz que resultado do time nacional na Copa tem relevância para as eleições está equivocado. Estude a história! Em 2002 Brasil ganhou e FHC ñ elegeu Serra. Em 2006 Brasil perdeu e Lula se reelegeu. Em 2010 Brasil perdeu e Dilma se elegeu!

    Ganhar ou perder Copa não quer dizer nada. Pense nisso!

  38. João Saraiva disse:

    É por isso que eu sigo o seu blog. No post em que você fala sobre a Comissão da Verdade, disseram que o blogueiro era comunista. Neste post de hoje, chamam você de terrorista, de estar do lado da oposição. É assim, com os leitores fanáticos jogando você da esquerda pra direita, que a gente sabe quem ao menos tenta escrever com imparcialidade. Manda bala, Kennedy. Tô contigo.

  39. Sidneyc disse:

    Cumprir um superávit fiscal maior não significa cortar gastos sociais necessariamente. Essa meta pode ser obtida com um estado mais eficiente, reduzindo despesas de custeio que nos últimos anos explodiram, sem melhorar em nada o serviço público.

  40. Voto nulo ou voto facultativo é coisa do interesse de petistas. O pessoal que foi empregado nas estatais, no próprio governo e os beneficiários das benesses votam e ganham as eleições para continuar a mamar nas gordas tetas. Mais inteligência ! Não entrem nessa.

  41. Reginaldo Lante disse:

    Sou bem realista, curto e grosso, a democracia brasileira é hitleriana, ou remove-se essa gente a bala do poder ou um dia tudo isso explodira como uma bomba de nêutrons … a hora que os classe média do PT acordarem para a dura realidade que são pobres iludidos e nada mais que isso …

  42. Marcelo Alencar disse:

    Eis a classe média recalcada. Reclama de “bucho” cheio. O que importa é o emprego, o salário mínimo e comida para o mês que vem. Ficar sentado no gabinete, à frente de um Notebook e idolatrando gente rica não vai dar votos a Aécio. Existe outro Brasil e ele está muito feliz!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-01 05:58:03