aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
28-10-2013, 21h57

Mercado estranha anúncio da Petrobras

Anúncio com Bolsas abertas seria inusual
8

Causou estranheza entre operadores experientes o anúncio, com o mercado ainda aberto, da perspectiva de mudança da política de reajuste de preço dos combustíveis da Petrobras.

Em teleconferência com analistas, o diretor financeiro da empresa, Almir Barbassa, revelou que a estatal analisava passar a fazer reajustes automáticos, em sintonia com o valor internacional do petróleo. Mais: disse que a nova regra seria ou não confirmada em reunião do Conselho de Administração da Petrobras em 22 de novembro. Uma bomba!

Para analistas, é esquisito o anúncio de uma eventual nova regra, ainda mais de uma que estaria sob estudo no Ministério da Fazenda para ser autorizada. Esse tipo de aviso deveria ser dado com o mercado fechado, para evitar eventuais ganhos e perdas nas compras e vendas de ações. É o que seria mais adequado, segundo normas de boa governança e de um mercado de capitais mais maduro, sem sobressaltos. Ou seja, a leitura foi de uma medida inusual.

Se for confirmada a mudança, será uma boa decisão do governo. Leia o texto ao lado: “‘Nova Petrobras’ seria inflexão de Dilma’.

Comentários
8
  1. Erhos disse:

    Boa decisão do Governo? Aumentar o “custo Brasil”, o preço do trasporte público de péssima qualidade que temos, consequentemente o aumento da inflação (que já está alta),logo as vésperas da eleição?

  2. Giovani disse:

    Kennedy: Na última sexta-feira à noite, tão logo divulgou o balanço do terceiro trimestre, a Petrobrás também divulgou um Fato Relevante onde anunciava a entrega de proposta de reajuste automático dos combustíveis para análise do Conselho de Administração, sendo que também informou a necessidade de simulações, pedidas pelo Conselho na sexta-feira, para nova avaliação em 22 de novembro. Portanto, nada disso constituiu novidade, na segunda-feira, quando a empresa fez teleconferência com analistas. O Fato Relevante pode ser pesquisado no site da Bovespa e foi divulgado na noite de sexta-feira.

    • Em meio a um resultado ruim no terceiro trimestre, divulgar um Fato Relevante genérico de uma proposta que ainda vai ser analisada e que muda toda uma política de controle de preços nos últimos anos me parece errado. Na teleconferência, houve estímulo a uma decisão que ainda não está tomada. Esse tipo de medida não pode ser comunicado ou analisado assim em teleconferência. E se não for aprovada a nova? Simulações que ainda precisam ser feitas? Muita poeira, pouca clareza. Ruim. Permite especulação. Grato pelo comentário, Kennedy

      • Giovani disse:

        Sim, concordo com todo o teor do comentário. Apenas ressaltei que o Fato Relevante (ainda que genérico) já havia sido divulgado na sexta à noite. A pergunta que cabe é: pra que serve a CVM, o regulador de mercado?

      • Giovani disse:

        Cabe a vocês (jornalistas), Kennedy, questionar o Ministro da Fazenda, que é presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, sobre tal metodologia e sua real condição de entrada em vigor, bem como sobre o efeito que ela pode produzir (a volta do fantasma da indexação de preços).

        Está claro e bem óbvio que o assunto foi trazido à tona para mascarar o péssimo resultado do balanço da Petrobrás, sem dizer que a metodologia, se adotada, demorará a produzir efetiva melhora financeira em futuros balanços da estatal.

  3. É absurdo a valorização ontem da ação o demonstra a atuação de espculadores profissionais pois o simples fato de anunciar uma forma de reajuste não vai diminuir a alavancagem da empresa no curto prazo e não resolve a situação atual em que o rating da empresa pode ser rebaixado e uma nova queda dos preços das ações.

  4. Giovani disse:

    O que deve ser discutido a respeito deste mecanismo de reajuste automático proposto pela Petrobrás (e que ainda não vi análise mais consistente na mídia) é o efeito psicológico que isso terá na economia. Pode vir a ser desastroso, pois emite, a meu ver, um sinal de indexação de preços. Esse fantasma vai voltar a nos assolar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 12:06:26