aki

cadastre-se aqui
aki
Política
14-09-2016, 19h22

Ministério Público adota linha política em denúncia contra Lula

Dallagnol fala em "propinocracia" e acusa petista de chefiar esquema de corrupção
61

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

A análise da denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-presidente Lula exige uma separação entre o que foi um discurso político e as acusações técnicas.

Nesse contexto, há uma parte da denúncia que tem uma linha política muito clara, um discurso político muito claro feito pelo procurador da República Deltan Dallagnol. Ele falou em “propinocracia” no Brasil e em “perpetuação criminosa no poder”.

Noutra parte da denúncia, houve uma exposição de detalhes das investigações sobre um apartamento no Guarujá, sobre uma reforma do sítio e sobre o armazenamento do acervo do ex-presidente Lula.

Num primeiro momento, Dallagnol fez um discurso político. A corrupção sempre existiu no Brasil, mas a explanação do procurador dá a entender que ela teria começado com o PT. O procurador fala da descoberta do maior escândalo de corrupção no Brasil.

No início de seu discurso, o próprio Dallagnol agiu de uma maneira defensiva. Quase pediu desculpas para poder fazer a denúncia. Disse que não estava julgando o partido A ou B, que não estava julgando o governo A ou B, que não estava julgando o que o Lula havia feito no governo nem a pessoa do ex-presidente. Dallagnol disse que estava ali para falar de uma conduta que o presidente havia adotado e que seria criminosa no entender dele. Em resumo, ele fez um preâmbulo político para falar que Lula era o “comandante máximo” do esquema de corrupção na Lava Jato.

A respeito disso, a denúncia não traz evidências. Fica na teoria do domínio do fato ao usar expressões na seguinte linha: “não existe outra conclusão possível”, “a corrupção no Brasil foi a maior que já se teve” e “não dá para o Lula dizer de novo que não sabia”. Essa é uma linha muito política.

Depois disso, os investigadores falaram de detalhes que necessitam de explicações do ex-presidente e que demonstram que eles obtiveram evidências e provas de que teria havido uma ocultação de patrimônio tanto em relação ao apartamento quanto em relação ao sítio.

Lula sempre negou isso. A defesa do ex-presidente divulgou nota dele e da mulher, Marisa Letícia.

Na parte em que trouxe detalhes técnicos, os investigadores apresentaram fotografias de caixas da mudança em que está escrito “praia” e “sítio”. O armazenamento de uma parte do acervo presidencial de Lula foi paga pela OAS para ficar sob a guarda da Granero. Essa parcela do acervo foi levada posteriormente para o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo. Em relação a isso, a denúncia traz detalhes, muitos dos quais já sabidos.

Numa outra parte, Dallagnol tem um discurso que evoca o mensalão. Foi apresentada uma peça de PowerPoint com Lula no centro de um sistema solar da corrupção. Claramente, há uma linha mais política nesse momento. A Lava Jato avança por esse caminho.

Já existe um duelo muito claro entre o Lula e os advogados dele e o juiz Sérgio Moro e os investigadores. É muito alta a chance de o petista ser condenado. É o ataque mais forte já feito a Lula em toda a carreira política dele.

Lula nunca sofreu uma acusação tão contundente. Na época do mensalão, por exemplo, não foi imputado a ele o comando do esquema criminoso que foi julgado pelo Supremo tribunal Federal. Agora, Dallagnol imputa a ele o comando máximo de um esquema de corrupção na Petrobras. E faz isso de uma maneira mais política. Ele não trouxe as evidências.

O procurador disse que o ex-deputado Pedro Correia afirmou, que os delatores disseram. Na parte em que se fala do apartamento, do sítio e do armazenamento do acervo, os investigadores mencionaram detalhes.

É preciso ver como serão os desdobramentos. Propinocracia é quase um conceito de filosofia política. É uma avaliação política. Quando um procurador da República faz isso, ele parece estar discursando da tribuna da Câmara ou do Senado. Ele entra numa linha política que o fragiliza.

É importante apurar uma conduta, apresentar a prova e imputar um crime. Isso seria mais inteligente para a Lava Jato, porque o que ocorreu hoje renderá um debate político no Brasil. Certamente inflamará o país.

Ouça o comentário feito no “Jornal da CBN – 2ª Edição” às 17h50:

Comentários
61
  1. Josué Brito disse:

    Avaliação muito sóbria do que ocorreu hoje. O espetáculo político organizado pelo MP – infelizmente, uma tendência – foi temerário. Quando uma acusação contra qualquer que seja o cidadão brasileiro é objeto de tanta manipulação midiática por parte da justiça se usurpa toda a credibilidade do processo. Depois que não venham reclamar da palavra golpe. Quero ver se o mesmo vai se repetir para integrantes de outros partidos (Renan e alinhados), além de descompensado, espero que o MP não seja tendencioso.

    • Joaquim José da Silva Xavier disse:

      me lembra o caso do Juscelino,maior líder popular do pais naquele momento, perseguido como um cão pela elite, imprensa e setores do judiciário, que aceitou denuncia ridícula e condenou, tornando impossibilitado de candidatar-se e teve a carreira politica encerrada antecipadamente para só depois da ditadura militar instalada, ser absolvido pelo STF….
      detalhe, td por causa de um suposto apartamento que recebeu de empreiteiros que construiram Brasília . . . rsrsr
      nosso país é bem previsível né não?!?

    • walter disse:

      Caro Josué, você acha mesmo, que um procurador no nype do Dallagnol, viria a público com ambições políticas, sem qualquer pano de fundo”, ou seja, provas cabais; sem considerar, um belo cerco, por ação, devidamente milimetrada, com mais “cartas na manga”.
      Tratando se, de quem é, o Dr Sergio Moro, se assegurou, de programar a denuncia, ´pós a queda da dilma, e Cunha, com horário marcado, para a delação do Marcelo Odebrescht…
      Nesta altura do Campeonato Kennedy, ala FBI, a “teia de arranha, já esta tecida”…
      Pelo tamanho da obra, o Lula, já esta condenado, a pelo menos 30 anos luz…vai ter que fazer, o que o cunha fará; terá que fazer delação, ou apelar para um asilo qualquer; sua famiglia esta toda cercada; esta demora, foi propositada; talvez nem imagine, que até o convite ao supremo, tenha sido preparado discretamente…tudo caros, para controlar suas ações…podem ter certeza, tratando se do lula; já esta amarrado, o seu desfecho final; admiro seu “advogadozinho”,perder tempo HJ.

      • Israel disse:

        sempre foi o que esperamos, mas até agora, na hora do pife contra lula, moro, nosso juiz-promotor e dalagnol, não tinham nada na manga. sempre esperamos esse algo mais aparecer, mas até agora, só foram pedalinhos e pedaladas

    • Andre disse:

      Síntese jurídica da acusação de hoje: “não existe outra conclusão possível”, “a corrupção no Brasil foi a maior que já se teve” e “não dá para o Lula dizer de novo que não sabia”.

    • margarida Alves de souza disse:

      Tenho certeza que toda essa conversa do MP. é espetáculo do poder para barrar o PT no poder. Os poderosos não aguentam ver a sabedoria popular, e um homem ou mulher de origem pobre chegar o poder e se perpetuar, se sentem humilhados, e fazem de tudo para retomar este nas mãos de seus iguais . Os que durante quinhentos anos o povo morria de fome. para muitos isto é maravilhoso. Se LULA deve prendam-o, e mostrem as provas contundentes à população,e não conspirem como fizeram com Dilma, ficarei satisfeita.

  2. Francisco Bedê disse:

    Só o que tenho a dizer é que se prenderem o Lula e a dona Marisa a partir de um PowerPoint estapafúrdio daqueles o país vai implodir de vez. Vai terminar em gente morta nas ruas…

    • Joaquim José da Silva Xavier disse:

      a) condução coercitiva desnecessária;
      b) grampo ilegal divulgado na imprensa;
      c) um inquérito, que a própria globo, em editorial admitiu frágil;
      d) uma denúncia midiática cheia de argumentos políticos;

      e) Moro condena, recurso em liberdade, com inelegibilidade para 2018;
      f)TRF confirma;
      g) lá pra 2020 STJ absolve…

  3. Joaquim José da Silva Xavier disse:

    A Denúncia consiste na peça procrssual aonde o MP expõe por escrito os fatos que, em tese, constituem o ilícito penal.

    “não existe outra conclusão possível”, “a corrupção no Brasil foi a maior que já se teve” e “não dá para o Lula dizer de novo que não sabia”.

    gostando ou não, sendo verdadeiras ou não, essas não são expressões dignas de uma denúncia!!!

    Lula alegará tratar-se de perseguição política e, com esse inquérito frágil e essa denúncia tendenciosa, ficará difícil contradize-lo!!!

    • Thiago Souza disse:

      Uma coisa é uma denúncia feita pela imprensa, por um rival político ou por um popular.. Outra coisa é uma denúncia feita por um procurador da Republica, que nesse caso náo valeu o salário milionário que recebe. Achar tudo mundo acha. Provar são outros 500.

  4. marcelo de lima oliveira disse:

    Kennedy, ou Dalanhol foi inexperiente, pq de fato por tudo que ele falou se esperaria que o ministério público oferecesse denúncia por formação de quadrilha ou isso é uma prévia do que virá… eu acho que essa turma do mpf não seria tão inexperiente a ponto de fazer algo somente midiático. Acredito que coisa pior contra Lula virá em breve. Aguardemos os fatos!

    • Sandra Dias da Costa disse:

      Esta é a forma que estão encontrando para os maiores criminosos passarem despercebidos.Enquanto os piores bandidos da lava jato estão por ai as soutas enchendo os bolsos,procuram pelo em ovos, onde pode até existir algum deslize,mas que é minimo diante do que fazem os ratos da corrupção.Eles roubam dinheiro público,com esse dinheiro pagam a mídia para fazer a cabeça da população menos esclarecida,que não acompanha a política Brasileira e não vê que tudo não passa de esperteza do grupo dos piores ladrões. É como a história do ladrão que grita pega ladão para confundir quem está por perto e assim ganha tempo.

  5. PAULO VIEIRA disse:

    ATÉ QUE ENFIM ALGUÈM FOI JUSTO COM AS PALAVRAS. PARABÉNS!!

    • José Fernandes dos Santos neto disse:

      Nunca gostei dos textos do Kennedy. Mas neste episódio da lava jato, desde o seu início, ele tem sido bastante inteligente. Faz análises e não avaliações simplórias…

    • Ricardo Borges Lourenço disse:

      Também acredito que essa exposição é apenas a ponta do iceberg. Quando chegar ao Moro, se somará à delação do Léo Pinheiro. Aí…..

  6. Ramiro C Queiroz Jr disse:

    Me desculpe Kennedy, mas o seu posicionamento tambem e politico, pois o numero de fatos e evidencias que estao reunidas em todos os acontecimentos apontam sim o comando do nosso ex presidente Lula em todo o esquema de corrupção que foi montado em nosso país.

  7. Celio João Pires disse:

    Fiquei estupefato com a declaração do procurador: não temos como provar mas temos certeza! Num estado de Direito, provar é básico, se não é apenas calúnia e difamação, e isso é crime! Quando fui membro do corpo de jurados, apresentar provas e provar vinculo direto do acusado com o crime é básico! Não existe “eu acredito” e isso ser considerado prova do crime!

  8. Jonas Negrette disse:

    Com todo respeito Kennedy, mas acredito que você não entenda de Teoria Geral do Estado, casos controversos, visão crítica do Direito e produção de provas. veja bem: todos fazem parte de uma estrutura política. Não se exige independência dos procuradores. A ideia da imparcialidade inexiste em ciência. Muito menos no jornalismo: basta realizar uma análise de conteúdo dos comentaristas. Assim, não é de se esperar que o procurador não diga algo de forma política e subjetiva. Ele é político, sim. E deve ser. Você deve esperar, isto sim, um julgamento objetivo. É preciso que para fazer seu comentário você conhecesse a Teoria da Argumentação Jurídica, as hipóteses de Hércules de Ronald Dworkin e entender o direito como linguagem. Gosto de seus comentários. Mas é preciso conhecimento para entrar fundo onde não se conhece. Confesso que fiquei assutado quando uso a expressão “Filosofia Política”. Quase achei que você perceberia do que se tratava.

  9. Jovino Costa disse:

    Lamentável essa postura do MPF, usando um aparelho de Estado para forjar provas e fazer política. Imagine o que pode acontecer com um cidadão comum, sem condições de contratar um bom advogado. Só podemos concluir que esse golpe que ocorreu no Brasil também teve a participação do sistema de justiça. Está chegando a hora do pau comer.

  10. silverio disse:

    Esta ficando difícil confiar na justiça brasileira. Já tiraram a presidenta da república sem comprovar crime, e agora querem prender o ex-presidente sem prova.

    Sr. Kennedy, imagine o cidadão comum depender da justiça. O Brasil esta indo para qual rumo?

  11. Jorge Panazio disse:

    Sensato Kennedy Alencar,
    Ao explicitar trechos da denúncia do Procurador(?) da República(?) Deltan Dallagnol, você transgrediu suas próprias normas para os “comentários” de seus leitores, que certamente o perdoarão.

  12. Glauber disse:

    Acredito que o seu comentário sim, foi politico, caro Kennedy.São muitas as evidencias contra o ex presidente Lula.

  13. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Propinocracia é uma palavra forte ?… Que tal “Cleptocracia “?

  14. Maria da Consolação disse:

    É claro que ocorreu corrupção dentro da Petrobrás, desde 1953, quando foi criada. Agora, dizer que um Presidente do Brasil é o chefe destes esquemas, é a primeira vez. A ligação que esses procuradores estão fazendo é muito temerária. No Direito Penal, não se pode “supor que ele sabia”, tem que ser provado. Dizer que esse esquema permitiu ao Lula a aprovar projetos no Congresso é outro absurdo. Imaginem quantos interesses estão por trás da aprovação de projetos no Congresso. A análise é muito simplista. E tudo isso pautado em um suposto benefício pessoal que seria um apartamento (horroroso, diga-se de passagem) que nunca foi do Lula. Como ele mesmo disse, não dormiu uma noite sequer no lugar. É uma pena. A Lava Jato poderia ser mais séria, mas o caminho que decidiu trilhar só coloca ela em descrédito.

  15. Aloísio disse:

    Armaram um cenário com direito à presença da imprensa e uma parafernália tecnológica, para quê? Dizer o óbvio. Jogar para a plateia. Com um pouco mais de imaginação, teriam ali o trio elétrico da Ivete. Triste sina essa de ser brasileiro! Pior ainda, eu como uma besta, perdendo minha tarde assistindo ao lamentável espetáculo.

  16. ELIZABETE OLIVEIRA GOMES disse:

    Já que os meninos do MPF mostram que sabem fazer um gráfico direitinho, poderiam explorar mais as suas habilidades no Excel e fazer um gráfico com os delatores de Aecio, que tal? Quem sabe um com as contas secretas de Cunha? Talvez um gráfico detalhando a gastanca da sra Cunha no exterior? mas o gráfico que não pode faltar, mesmo que desagrade o Moro, e um gráfico com o listão da Odebrecht. ..esse é pra acabar, hein molecada do MPF? Ia render umas boas horas sob os holofotes

  17. milton alvarez disse:

    vão dar campo espaço para que ele se declare perseguido politico e se mande daqui (ASILO). para algum lugar que não tenha extradição. ele e a família os perseguidos politicos. Não é de bom alvitre que ele seja preso aqui. Tenho dito

  18. Philos Brasil disse:

    Não se pode esperar de uma entrevista coletiva os pormenores de um julgamento. Calma, tudo a seu tempo esse episódio de hoje deve ser visto como uma apresentação em linhas gerais, as declarações da defesa também foram tão insipientes quanto poderia se esperar de quem responde de forma genérica.

  19. Julio Cesar Adiala disse:

    As manchetes de hoje falavam da queda de Cunha e de sua ameaça de vendavais. Não poderiam permitir que as manchetes de amanhã continuassem no mesmo assunto, que inevitavelmente chegaria a Temer. Dallagnol recebeu a missão de criar uma manchete com Lula (missão dada é missão cumprida, deve ter dito) mas como o tempo era curto fez um Power Point medíocre pra sustentar sua frágil acusação. A propinocracia envolve os três poderes.

  20. Daniel disse:

    Já deram o Golpe na Dilma MAS SABEM E TEM CERTEZA QUE O LULA VENCERÁ NAS URNAS, estão requentando as notícias para DAR O GOLPE FINAL NO lula para tornar o LULA INELEGÍVEL só assim os golpistas teriam alguma chance nas urnas. porque não investigam o Senador golpista Romero jucá que falou em parar a sangria na lava jato tirando a Dilma.

  21. carlos alberto couto da cunha disse:

    A encenação dos procuradores é uma bandalhice, mistura de bandalheira com canalhice.

  22. Rafael disse:

    Parabéns, Kennedy. Nesse momento tão passional e irracional, ler palavras sensatas como as tuas é um tênue alento. O fato, lamentável, é que a condenação do Lula com base nesse tipo de argumento seria, sim, uma condenação política sem provas. Mas, desgraçadamente, alguns grandes meios de comunicação parecem transmitir um processo como se fosse um jogo de futebol mal narrado.

  23. Francisco Lopes disse:

    Concordo em tese com algumas afirmações nos cometários anteriores. Contudo, é bom procurar entender as premissas, em momento oportuno, que levaram ao MPF realizar essa denúncia, pra mim tão tão desafinado quanto o Neymar Jr. Analisemos: a) surge, enfimm o novo governo que já teria planos para barrar o poder investigatório do MPF, é conveniente mostrar um “serviço amigo” contra o “inimigo” – a candidatura Lula 2018; e b) ao mesmo tempo deixar “alerta” o novo governo a possibilidade de quem fere com ferro poderá sai ferido – uma sútil ameaça, sabendo-se que os outros, sempre outros – sem nome na mídia, pertencem ao PMDB, já que o projeto é oriundo do PSDB, ou seja, “estamos aqui amigo”, sinaliza o MPF, que deseja manter o seu poder, nada melhor do que surgir na mídia por cima da carne seca, ou cuspindo no prato que comeu. Só uma ideia…

  24. Fabiano disse:

    Caro Kennedy, sua análise é muito lúcida. Vai ficando cada vez mais claro que os meninos da lava jato sempre visaram Lula a qualquer custo, é o seu grande prêmio!

  25. Felipe disse:

    Mesma coisa se falava da Dilma, que precisava de provas etc… é a mesma coisa.
    Cheio de não me toques.

  26. AVANEIDE DOS SANTOS ARAUJO BATISTA disse:

    Parabéns. Uma das poucas análises que busca a imparcialidade.

  27. maria antonia Gurgel disse:

    O Brasil e o Pais da parcialidade.Quantos políticos já foram citados na lava jato e se quer foram chamados para depor.Eu concordo tem que investigar , mas investigar todos;

  28. Fabrício Santos Leite disse:

    Gostaria muito de acreditar nestes órgãos em suas independências partidárias, mas o que se viu hoje está mais para uma peça publicitária. O que temos hoje com raras exceções são juízes vestidos de toga com uma camisa partidária por debaixo. Não existem inserção, imparcialidade sim muita visibilidade, publicidade sem fatos ou denuncias concretas…

  29. jacinto cheiro disse:

    Muito obrigado aos procuradores, agora serão 200 mil pessoas na paulista domingo, eu vou e levo mais 4 comigo.

  30. getulio carlos amador disse:

    maior e melhor presidente do brasil, imagine se fosse doutor.

  31. paulo disse:

    ótimo texto. Lúcido e honesto…

  32. Joatas disse:

    Aí quando o MP entra em detalhes começa a choradeira de vazamento seletivo … sei.

  33. mara rosane disse:

    nao gosto de mortadela porem confesso que fiquei sem entender nada. Se o cara criou uma proprinocracia e chefiou o maior esquema de corrupçao do Brasil. Fica uma pergunta no ar. Por que entao nao pediu sua prisao.

  34. É PRECISO PASSAR O PAÍS A LIMPO, DOA A QUEM DOER! disse:

    É triste ver alguém ainda defendendo tanta vergonha, tanta mentira, tanta desfaçatez dessas quadrilhas de bandidos que tomaram conta do poder – o mais grave, pelo voto!
    É preciso reforma política, penal, urgentemente!
    É impressionante tanto crime, tanta roubalheira aos cofres públicos, tudo acobertado por governantes corruptos, e ainda há quem defenda esses bandidos.
    É claro que a corrupção perseguida pela Lava Jato não nasceu agora. Corrupção existe desde que o mundo existe. Mas é preciso reconhecer que, institucionalizada oficiosamente, só após Lula!
    Esquemas criminosos como os do Mensalão e Petrolão, nunca foram vistos!
    Quanto à expressão “projeto criminoso de poder”, ou “perpetuação criminosa no poder”, não é expressão criada por Deltan Dallagnol e sim por Celso de Melo, no julgamento do Mensalão!
    É preciso passar o país a limpo, doa a quem doer, não importa o partido político atingido!

  35. Jaime disse:

    Isso é um absurdo!! O medo do Lula ganhar em 2018 é tão grande que esse povo perdeu a noção. Onde já se viu isso!? Execrar publicamente o Lula e sua família com base em um apresentação de Power point. Por mais petista que eu seja, não faria uma estupidez dessa nem como o Eduardo Cunha. É preciso respeitar a presunção de inocência e apresentar as provas de que o presidente ensinou corrupção a Pedro Álvares Cabral e seus descendentes.

  36. JR disse:

    Para quem não sabe o que fala, diz que não há provas, INTÃO LEIAM A ÍNTEGRA DA DENUNCIA FEITA PELO MPF que à partir daí não falará mais besteiras encobrindo toda essa PROPINOCROCIA, LULAMANIA, ou que quer que sejam.

    • VIVA A LAVA JATO, SERGIO MORO, NOVO STF, MPF, PF, RF, TCU... PATRIMÔNIOS DO PAÍS! disse:

      Há uma incoerência na opinião de muitos: enquanto acham absurdo o tempo em que investigações contra Renan Calheiros são “blindadas” no STF – criticam quando o MPF toma a atitude de denunciar um dos maiores corruptos do país, sem dúvida alguma o Lula.
      É preciso que se entenda que ninguém considera que só o PT, Lula, cometeram gravíssimos crimes de corrupção, pois há ladrão em todos os partidos políticos, principalmente no PMDB. Há também no PSDB e em praticamente todos os outros partidos políticos. O problema é que se investigou atualmente, a partir do Mensalão e, sem dúvida alguma, Lula é o chefe e o PT o partido protagonista. Mas, com certeza, ladrões de outros partidos vão ser alcançados pela Lava Jato, pois seus executores sabem perfeitamente que têm o apoio da nação, exatamente porque se espera que não haja proteção a nenhum ladrão de cofre público, doa a quem doer, seja lá de que partido for o ladrão!

  37. irimar disse:

    Se não confiamos nem no ministério publico, se são tendenciosos, a situação do povo brasileiro vai de mal a pior. So tem um geito pintar de verde amarelo e irmos todos para a rua. Em tempo, temos que investigar também o pessoal do ministerio publico de onde vem o dinheiro de suas decisões.

  38. KENEDY, EU VOU FAZER UMA PERGUNTA PRA VOCÊ E TODOS OS BRASILEIROS, SEI QUE VC COMO REPORTE NÃO PODE OPINAR, APENAS ESPLANAR OS FATOS PUBLICADOS, PERGUNTA? VC NÃO ACHA DIANTE DAS EXPOSIÇÕES E EXPLICAÇÕES DOS PROCURADORES, À RESPEITO DO LULA E COMPANHIA, ISSO TUDO, E DA MANEIRA COMO ESTÁ ACONTECENDO, NÃO ESTÁ PERDENDO O SENTIDO ORIGINAL, QUE É DE FATO CONSEGUIR PROVAS PARA ACUSA-LO? ISSO NÃO É UMA APELAÇÃO?

  39. ANDRE disse:

    Sinceramente, a palhaçada que o ministério público e o juiz Sergio Mora estão fazendo para tentar incriminar o Lula é lamentável. É impressionante que com todo o aparato que estão colocando para investigar o Lula, até hoje tudo se resume a uma reforma em um apartamento de classe média alta no Guarujá e um sítio em Altibaia. Se o ministério público tivesse esta mesma determinação com outros políticos, teriam que incriminar quase toda a classe política do Brasil. Das investigações que envolvem políticos , a única que parece andar é a do Lula. Estamos vendo uma politização das instituições brasileiras, só vista no período de Costa e Silva a Geisel. Se Lula é o “comandante máximo do esquema”, O Aécio é o comandante máximo de “uma organização criminosa” chamada PSDB e O Michel Temer é um dos comandantes de outra o PMDB.

  40. O Profeta disse:

    Lula vai se vitimizar ainda mais! Qual é o próximo passo, senhores???? Quem adivinha???? Óbvio que vai alegar que é um perseguido político e procurar asilo numa dessas republiquetas ideológicas que apoiou por anos (Bolívia, Equador, Cuba, Uruguai, Venezuela) para se livrar da condenação que se anuncia…

  41. grima grimaldi disse:

    o MP de Curitiba agiu de forma irresponsável e jogou gasolina no país. a responsabilidade pelo que pode acontecer é sim do pastor evangélico e promotor Dallagnol . quando se acusa alguém só por convicção dá margem para qualquer brasileiro ser acusado e preso só por convicção do acusador. a justiça brasileira se partidarizou de forma preocupante.

  42. Jose disse:

    Realmente basicamente provas requentadas e um discurso politico desnecessário sabe-se lá pra agradar a quem. Faça a denuncia e julguem mas parem com esse circo.

  43. Alberto disse:

    Quando não tem defesa,ataca.Simples assim.

  44. Wellington Alves disse:

    Por isso que não acredito mais na Lava-Jato. Vi parte do discurso desse procurador. Como você pode alegar que o comandante máximo se beneficiou apenas por um apartamento e locais alugados? Ficou estranho. Dá impressão de perseguição pessoal. Acusaram de líder desde o mensalão, mas apenas apresentaram explicações para o tal triplex. Que ainda acho que não é motivo. O dinheiro era das empresas e elas fazem o que quiserem. Precisa provar o envolvimento direto do Lula para conseguir contratos públicos. Isso não vi ainda.

  45. Renato disse:

    A vaidade está tomando conta desses meninos, essa é a verdade. Quando a vaidade fica acima dos fatos, assistimos declarações cheias de pirotecnia como as de ontem. Vamos lá força tarefa, façam o seu trabalho e menos soberba, pois isso pode prejudicar a maior oportunidade desse país ter alguma melhora nessa área. Não existe “Comandante Supremo” de um sistema que funciona desde sempre. Não queremos um ícone, mas todos os envolvidos.

  46. A LEI É IGUAL TAMBÉM PARA RENAN, LULA, JUCÁ, PAULO BERNARDO, GLEISI HOFFMAN! disse:

    A Lava Jato chegou no ponto em que deve mostrar a todos os brasileiros que a lei é para todos!
    É urgente colocar logo na cadeia todos os ladrões de cofres públicos, sejam eles do PT, PMDB, PSDB etc;
    Todos sabem que há ladrão infiltrado na maioria dos partidos políticos, verdadeiros covis de ladrões. Essa conversa de perseguição a partido A, ou patido B, tem que ser descartada – através das das autoridades, investigando, denunciando, processando e condenando, ou absolvendo, todo suspeito!
    A sociedade não aceita mais ver um José Dirceu, Marcos Valério, Vacari etc, presos (justamente, dentro do processo legal) mas ao mesmo tempo continuar vendo, livres e soltos, seus “COMANDANTES”!
    O exemplo tem que vir do STF, dando andamento às investigações sob as asas do vergonhoso, porém, infelizmente legal, “foro privilegiado”, que beneficia figuras abomináveis do quadro político, corruptos contumazes que manipulam a corrupção, principalmente nos vergonhosos Legislativo e Executivo!

    • Israel disse:

      mas o MP falhou em todas as oportunidades que teve para provar que é imparcial: não levou à frente a lista da Odebrecht que envolvia todos os partidos e têm sistematicamente ignorado as menções a políticos de outros partidos nas delações.

      Eu espero que eu esteja errado, mas ao contrário do que o Kennedy pensa, eu acho que o MP não vai fazer a delação do cunha pra não comprometer os políticos do atual governo

  47. Jose Alcides Porto Rossi disse:

    Quanto mais o Lula fala e”se defende” mais complica sua situação.Uma coisa é a defesa política via entrevista na TV outra é nos autos e nas provas já expostas contra ele.

  48. Cássio Duarte disse:

    Lembram-se da cena do filme “Monty Python e a busca do cálice sagrado”, em que a turba vem com uma mulher vestida de bruxa e um pretenso cavaleiro sábio nas “ciências” discorre toda uma argumentação acerca de como provar se ela era ou não uma feiticeira? Então, no Brasil de 2016 A.D., estou só aguardando virem com uma balança grande e colocarem o Lula em um prato e um pato no outro. Não tenho dúvidas que comprovarão que ambos tem o mesmo peso e que, pela lógica, tudo ficará esclarecido que ele é o maior ladrão da galáxia.

  49. Marcos Ribeiro disse:

    Prezado Kennedy: Como você mesmo escreveu, “Já existe um duelo muito claro entre o Lula e os advogados dele e o juiz Sérgio Moro e os investigadores.” Lula e o PT também já vinham abertamente acusando a atuação da ‘República de Curitiba’ de motivação política. (E nem lhes resta outra alternativa, porque as denúncias técnicas estão fartamente comprovadas e são irrespondíveis neste campo.) Ou seja, ficou a impressão de que, na sua opinião, o Ministério Público deve ficar tomando “bordoadas políticas” calado, ou só se defendendo delas, sem devolver. É isso mesmo? Neste caso, ao menos o direito de defender-se com transparência (“pirotecnicamente”, na linguagem de alguns) você lhe reconhece? Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 18:53:11