aki

cadastre-se aqui
aki
Política
14-09-2016, 9h08

Ministério Público quer delação de Eduardo Cunha

Negativas são de jogo cena; colaboração é de interesse público
11

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Com a cassação do mandato de Eduardo Cunha, há movimentos em curso do ex-deputado federal e do Ministério Público Federal.

Cunha está seguindo um caminho lógico e que faz parte do histórico da Lava Jato. Sem saída, discute com a sua defesa uma colaboração premiada. Também como manda o figurino, por enquanto, nega publicamente a intenção de delatar.

Integrantes do Ministério Público fazem o habitual jogo de pressão, dizendo, num primeiro momento, que não estão muito interessados porque as investigações estão avançadas, que Cunha seria um símbolo da corrupção que mereceria ficar muitos anos na prisão e que pegaria mal negociar com ele.

No mundo e no submundo da política, Cunha é um dos principais personagens do país. Não há dúvida de que tenha participado de grandes transações nos bastidores. O peemedebista era procurado por empresários. Muitas vezes, assuntos que o Executivo não resolvia eram solucionados em conversas com Cunha no Legislativo.

É óbvio que o Ministério Público tem interesse numa delação dele. Como também é cristalino o interesse de Cunha em delatar para proteger a família. Seguir esse caminho, aliás, é um direito de defesa dele.

O interesse público reside no que ele sabe e no que ele poderia provar. Há atualmente um mercado de delações no país. A “Folha de S.Paulo” publica hoje uma reportagem em que a defesa do ex-ministro Paulo Bernardo acusa o ex-senador Delcídio do Amaral de mentir numa delação. Segundo a defesa, Delcídio teria feito lobby justamente para empresa beneficiada num esquema de corrupção que o ex-senador disse numa delação ter ligação com Bernardo. Bernardo nega.

Delações por si não são prova suficiente para condenar alguém. É preciso cuidado com seu conteúdo, para não beneficiar mentirosos, o que seria injusto.

No entanto, seria muita ingenuidade achar que Eduardo Cunha não fará uso dessa carta, mesmo ciente de que a prisão em regime fechado seria provável. Também seria ingênuo acreditar que o Ministério Público não tenha interesse no que ele poderia dizer, pois poderia trazer fatos novos e assombrosos a público. Uma delação de Cunha é de interesse público.

*

Reação do Palácio do Planalto

Por ora, a reação do Palácio do Planalto aos rumores sobre uma eventual delação de Eduardo Cunha é a seguinte: esperar a eventual bomba e mostrar serviço administrativo, votando projetos no Congresso e pondo fé no plano de privatização para 2017 e 2018 apresentado ontem.

Para o presidente Michel Temer, a cassação de Cunha foi ruim, mas poderia ter sido pior se não tivesse acontecido. Ruim porque abre esse espaço de retaliação para um ex-aliado, mas seria pior ficar refém da imagem pública de que Cunha tem segredos que abalariam o governo.

Em conversas reservadas, Temer diz que Cunha não tem nada que possa incriminá-lo. Admite que o peemedebista marcou conversas com empresários. Restaria, então, esperar os próximos passos do ex-presidente da Câmara.

Enquanto isso, buscaria se fortalecer na economia. Dilma caiu porque conviveu com duas crises, uma política e outra econômica. Temer avalia que precisa resolver a crise econômica para atravessar tempestades políticas. Não há outra rota para chegar a um porto seguro.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
11
  1. Joaquim José da Silva Xavier disse:

    me perdoe Kennedy, mas crise política só terminará em 2018!!! e olhe lá . . .

    • walter disse:

      Tens razão, caro Joaquim, enquanto dependermos do provisório, teremos questionamentos; isso vai infelizmente, até 2018 sim.
      Quero abrir um parêntese sobre o Cunha, ( o cidadão em questão, com relação ao impeachment, foi impecável; não fosse suas orientações, as coisas emperravam)…não fez isso pelo Brasil…Fez por vários motivos,um deles pressionar a dilma…
      Quanto a delação, como diz o Kennedy, é clara e cristalina, vai usar destes meios, para se salvar; gastou todos os seus cartuchos; ninguém de fato, dará ouvidos, se não for através das delações, isso se forem homologadas, neste instante, o dito cujo, pode ser preso; a pressão de sua família, é imensa, todos podem ser encarcerado; terá que fazer acordo, e entregar todos os “usufrutuários” de suas manobras, e se bem sei de sua compentência administrativa; deve ter comprovantes, em tudo…

      • Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

        Walter tens razão… e me ocorreu mais um bom motivo para a delação de Cunha: não existe uniforme de presidiária Chanel para a mulher dele.

  2. Alberto disse:

    Muita água vai passar embaixo dessa ponte.Muita “gente boa” vai pro “xilindró”.Será o “golpe da Papuda”,kkkkkkkkkkkkkk.

  3. Sônia Maria Ribeiro disse:

    Este Sr. Cunha é enigmático e com traços de psicopatia….Acredito mais que o mesmo já tenha procurado seus párias, com tantos rabos presos quanto ele e negociado altas boladas pelo silêncio e continuará vivendo como marajá, depois de tudo o que fez…., enquanto o povo permanecerá passando por sufocos, já que esta crise está longe do fim. Renan Calheiros deverá ser a bola da vez – e o cálice não ficará tão distante dele….como pretende! Só esperamos, que, ao final, se houver final, a limpeza seja suficientemente grande para estremecer esta corja nojenta de políticos!

  4. Marconi disse:

    Até que enfim o delinquente e investidor suíço Eduardo Cunha foi cassado num processo mais longo da história. Cunha caiu, que caiam agora, com ele, a política suja, a roubalheira de dinheiro público, o oportunismo, a canalhice, o fundamentalismo religioso, o fascismo, o ataque às liberdades individuais e aos direitos humanos, o preconceito, a discriminação, a criminalização da pobreza, o lobby das grandes empresas pautando as leis da República, os ataques contra os direitos dos trabalhadores, a mentira, a traição, a hipocrisia. Que caia o governo golpista que ele ajudou a empossar, cassando 54 milhões de votos! Resta agora o Moro, se for macho mesmo, empurrá-lo na cadeia junto com sua mulher esnobadora e debochada.

  5. Joaquim disse:

    Podiam reabrir a prisão na ilha de Trindade, para a colocação desta turma, bem, mais muito bem longe do Brasil e dos Brasileiros.

  6. Korzen disse:

    Não é prerrogativa apenas dos países do Oriente Médio produzir “Homens Bomba”.

    O Brasil está prestes a presenciar a atuação de um “Homem Nuclear”.

    Não estou falando de nenhuma improvável visita do Kim Jong-un, mas sim do Eduardo Cunha que na minha opinião jamais permitira que ele e integrantes de sua família sejam presos sem praticar delação premiada.

    O que assusta é uma sombra de dúvida sobre seus conhecimentos de corrupção até mesmo no poder judiciário o que observaremos em suposta morosidade da justiça agora que ele não tem o criminoso “Foro privilegiado”.

    A inabalável postura arrogante de Cunha nos faz lembrar de outro personagem, o Paulo Cesar Farias e com agravante porque nosso atual homem calamidade sabedor do ocorrido com o PC certamente tem esquema mais sofisticado por ser grande estrategista.

    O Golpe não visava a simples derrocada de Dilma mas principalmente sufocar o poder politico de Lula destruindo o PT e não digo isso isentando as irresponsabilidades praticadas.

  7. Giovanny disse:

    Esta será a melhor parte da cassação do Cunha. Ele abrirá a boca e ai sim, “não restará pedra sobre pedra” na politica brasileira. Finalmente vamos ter candidatos “aparentemente limpos” em 2018. Quem escapar do Cunha será salvo nas próximas eleições.

  8. Hylace Façanha disse:

    Agora é esperar pra ver a DELAÇÃO PREMIADA do CUnha. Se ele derrubar o Lula, FHC, Serra, Aécio do Pó, Jucá, Renan, metade dos governadores, uns 350 deputados federais, uns 70 senadores e uns 50 juízes , ja estará de bom tamanho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-24 05:39:03