aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
27-04-2015, 9h23

Ministros defendem mais pragmatismo de Dilma ao privatizar

31

Postado por: Daniela Martins

Para que o governo possa concretizar um novo pacote de concessões à iniciativa privada há, pelo menos, dois obstáculos: chegar a um valor que cause um efeito significativo para estimular investimentos e convencer a presidente Dilma Rousseff a ser mais pragmática.

A presidente passou o sábado inteiro em reunião com treze ministros de Estado, no Palácio da Alvorada, discutindo a questão.

No primeiro mandato, regras mais duras dificultaram e atrasaram a concessão de bens públicos. Foi um erro econômico que a presidente cometeu devido ao estilo centralizador e à desconfiança em relação aos empresários.

Se tivesse sido mais pragmática, esse processo de concessões já estaria mais avançado. O país teria uma infraestrutura melhor. A presidente precisaria mudar em relação à privatização da mesma forma que mudou na política fiscal neste segundo mandato: da água para o vinho.

Não houve informação oficial à imprensa sobre a conclusão da reunião. Nos bastidores, ministros falam num pacote que poderia chegar a investimentos de até R$ 150 bilhões. No entanto, não há nenhuma informação concreta para justificar uma quantia dessa magnitude. Sem elencar quais serão os aeroportos, as estradas, as ferrovias e os portos que poderão ser privatizados em regime de concessão à iniciativa privada, parece número mágico e marqueteiro.

Na véspera da reunião, falava-se em privatizar os aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis e Salvador. Depois do encontro de sábado, os aeroportos de Recife e de Fortaleza foram incluídos na lista de possíveis bens públicos que poderiam entrar no pacote.

O aeroporto de Recife é o mesmo que, até pouco tempo atrás, estava fora da lista por já ser considerado suficientemente moderno e bem avaliado pelo consumidor, de acordo com a Infraero. Faz sentido privatizá-lo ou seria mais um ato para gerar caixa para o ajuste fiscal? Será preciso explicar bem essas escolhas.

Há também um debate, já avançado, de não exigir que a Infraero seja sócia dos aeroportos privatizados com o compromisso de ficar com 49% dos investimentos, como era regra no primeiro mandato de Dilma. Isso aconteceu com os aeroportos de Guarulhos e Galeão, por exemplo.

O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, tem dito que não faz sentido a Infraero arcar com o peso de uma participação de 49%. A ideia é reduzir esse percentual ao mínimo possível _por exemplo, usar a chamada “golden share”, uma participação acionária simbólica que tem poder de influência sobre o bem concedido.

Sem dinheiro para fazer o ajuste fiscal, o governo não teria como participar da privatização nesse formato. Manter 49% desses bens, exige a mesma porcentagem de participação no montante de dinheiro a ser investido. E o fato é que o governo e a Infraero estão sem recursos para isso.

Portanto, seria importante que a presidente Dilma tivesse uma visão mais pragmática, como têm defendido os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e o do Planejamento, Nelson Barbosa, para criar regras que atraiam investimentos.

Mais pragmatismo seria um passo correto neste momento.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
31
  1. César disse:

    As privatizações propostas pelo governo da Presidente Dilma Rousseff tem que ser bem observadas por todos os brasileiros. Lembram-se da concessão do estádio do Maracanã? O governo gastou $1,2 bilhões de reais na reforma e “deu” o estádio por 35 anos para ser explorado pela iniciativa privada (Odebrecht e o empresário Eike Batista), a preço de banana. Para um partido que sempre se posicionou contra privatizações e que acusa a oposição de promove-las, o PT tem muito a explicar aos eleitores. Cadê a coerência? É PT quem te viu, e quem te vê!

    • Antonio Celso Alencar disse:

      Esta “Concessão” e as privatizações que o PT critica, não tem nada a ver uma coisa com a outra.
      Nenhuma semelhança.
      A inesgotável capacidade de criticar sem conhecer ou procurar conhecer o tema.

    • FERNANDO disse:

      Concessão, ou até privatização, seria bom para o país, pois o governo é péssimo administrador. Sobrariam mais recursos para serem investidos naquelas áreas mais características ao controle público, como educação e saúde. Principalmente, essas empresas estariam fora do alcance das ingerencias do estado e, sobretudo, salvaguardadas da corrupção.

  2. Roberto disse:

    Privatização é uma coisa. Concessão é outra. Por que vcs insistem em não diferenciar isso para o público? Na manchete fala-se em privatização e no texto fala-se em privatização e concessão. São duas coisas completamente diferentes. O governos vai fazer concessões para a iniciativa privada. Custa acreditar que não seja má fé.

  3. César disse:

    Petrobrás fazendo desinvestimentos, o que é o mesmo que, privatização. Querem privatizar os aeroportos. O prefeito de São Paulo Fernando Haddad(PT-SP) quer privatizar o Parque Anhembi-SP. “Privatizar” virou a política do PT? Os empresários não são os exploradores do trabalhador? Que estranho? Não entendo o PT!

  4. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Pragmatismo para esse governo é “quanto vou ganhar com isso”.
    A ditadura sindical pelega e bolivariana não precisa de conselhos para ajudar Cuba, Venezuela e outros companheiros, desde de que tenha algum ganho real e concreto.

  5. Jr disse:

    Ser mais pragmática? Infelizmente ela não consegue. Simplesmente porque o ranço ideológico não deixa.
    Quem pensa usando as tripas no lugar do cérebro não consegue ser pragmático.

  6. César disse:

    Ah! Estou começando a entender o PT. Primeiro dão as concessões aos empresários e a iniciativa privada que vão explorar os trabalhadores. Depois, quando os trabalhadores estiverem sendo explorados, aparecem com as centrais sindicais como os defensores dos direitos dos trabalhadores e salvadores da pátria. Vendem o estado para a iniciativa privada, para terem trabalhadores, para serem salvos. Muito espertos!

  7. Marco Túlio Castro disse:

    Privataria ?????

    Tô aqui rindo sozinho !!!

    A Dilma está entre a cruz e a caldeirinha ! Ela deveria ser mais segura das coisas que faz e que diz.

    O PT está bipolar ! precisam todos de tratamento psiquiátrico. Lítio neles !!!!

    Estão colhendo os resultados dos anos nos quais repetiam o mantra “se hay gobierno soy contra”

  8. LUIZ disse:

    Pode começar pela própria P e T robrás para mostrar que vai mesmo mudar .

  9. César disse:

    Não seria isto, uma terceirização? O estado concedendo a um terceiro os serviços, que o estado não consegue fazer com competência.

    • Paulo Henrique disse:

      César, difícil acreditar que você desconhece as diferenças entre concessão, privatização e terceirização. Cuide-se para não cair em completo descrédito. E, na verdade, pra quem não se lembra, vou passar só uma diferença entre as CONCESSÕES de FHC e do PT: os valores dos pedágios. Na BR040, o trecho concedido no governo FHC tem valores de pedágio de R$9,00, aproximadamente. Já na mesma rodovia, em trecho de continuação, concedido no governo Dilma, o valor previsto é de R$3,20. Percebe a diferença? O modelo de concessão de hoje é pelo menor preço, enquanto antes era quem pagava melhor pela concessão. Por isso se tem a falsa sensação de que o governo deu a concessão a uma empresa. Antes, a empresa pagava ao governo a concessão e, no decorrer do contrato, nós, usuários, iríamos “ressarci-la” de seus custos com o pagamento de tarifas maiores pelo uso do bem ou serviço concedido.

      • César disse:

        Quem não sabe o que quer é o PT e quem não sabe o que fende são os petistas. Que uma hora defendem uma coisa e na outra fazem o contrario. E se você não percebeu ainda que a bondade do Partido dos Trabalhadores ao povo brasileiro, tem nos saído bem mais caro do que a propaganda enganosa do marketing petista tem nos mostrado. É nas linhas miúdas dos contratos que se colocam o que não querem que seja visto por todos. Não se iluda com as aparências. Todos nós, estamos pagando bem caro.

      • César disse:

        Desculpe por não ter colocado legenda explicativa. “Ironia”.

  10. Luis Carlos disse:

    É impressionante como o PT muda de lado. Primeiro foi o partido da ética e da honestidade, depois foi o partido que pretendia salvar o país da sana de privatização dos demais partidos. Agora tudo ao contrário…
    E o povo acreditando!

  11. César disse:

    A culpa é do FHC! Ele foi o melhor exemplo de como se coloca um país nos trilhos, que ela encontrou, e agora usa os seus bons exemplos.

  12. Eliana disse:

    Parabéns pelos comentários! Depois disso tudo só posso pedir:Deus, proteja o povo brasileiro de todas as falcatruas das quais estamos sendo as principais vítimas!!!!!!!!!

  13. Júlio. disse:

    Dilma não tem capacidade intelectual ou educação para tocar este País.

  14. Silvio Mauro disse:

    Me explica uma coisa, pois eu que sou bobo não estou entendendo. Não era o governo do PSDB e do FHC que “entregavam” os bens do Brasil aos empresários gananciosos e às multinacionais? Antes era ruim mas agora ficou bom?

  15. Celso disse:

    Privatização é a mesma coisa de dilapidação, esta é a linguagem do PT, concordo com este comentário……. “Pragmatismo para esse governo é “quanto vou ganhar com isso”.
    A ditadura sindical pelega e bolivariana não precisa de conselhos para ajudar Cuba, Venezuela e outros companheiros, desde de que tenha algum ganho real e concreto. de Maria Aparecida Ramos Tinhorão, pois veja um exemplo das estrada de rodagem, depois que privatizou as rodovias pagamos pelo menos duas vezes, na regularização do carro e nos pedágios….por ai a fora, a verdade é que estou cansado de ver tudo como está acontecendo e comentando, mas sem ver algum resultado concreto, está cada vez pior e vai ficar pior….conhecendo a raiz do PT da medo pensar o futuro, ja pensaram que a situação da Petrobras e o incendio da distribuidora, poderia ser um circo muito bem armado, impossivel, ah, não é não, fantasioso, não é não, ali no pedaço tem dinheiro para construir produções hollywoodianas e Bollywoodianas para fazer inveja…..TUDO PELO PODER…..O NOSSO GOVERNO DA UM BRINDE PARA O POVO…E UM CAMINHÃO DE PRESENTES ENTRE ELES……nao vou nem conferir o que escrevi cansei…então publique-se….

  16. Hudson disse:

    O nacionalismo estatista está destruindo o país há décadas. Simplesmente não era mais pro Brasil ter estatais desde os anos 90, contudo, insistimos nas mesmas ideias de Getúlio e dos Militares.

    O brasileiro comum não faz ideia de como seria beneficiado com um mercado aberto ao exterior, através de produtos bem mais baratos, e do ganho de produtividade que nossa mão de obra e nossas empresas obteriam se fossem obrigadas a enfrentar concorrência internacional.

    É uma pena que nossa elite intelectual e política seja impregnada de preconceitos ideológicos já há muito enterrados no século XX.

    • Pasquale disse:

      Hudson seria o normal,mas preferimos ser um “projeto de país”
      Ficamos sentados a beira do caminho,e o pior, ainda estamos.

      • Inides disse:

        Só o povo pode mudar
        Brasileiros, não podemos ficar trocando ofensas entre nós, se quem está se dando bem, com nosso dinheiro, não está nem ai para nós. Esqueça quem foi e quem é Governo. Vamos cuidar para que coisas desse tipo não aconteçam mais ou pelo menos sejam bem menores. Enquanto estivermos aqui trocando ideias atoa, ofendendo um e outro, eles estão lá idealizando outra mutreta e nós ficamos no esquecimento. Sejam ativos, Patriotas, defensores de sua, de nossa Pátria, pois é nela que vivemos é dela que tiramos nossos proventos. Deixem os políticos brigarem, enquanto nós vamos armar meios Legais de banir esses maus políticos do poder, por meio do voto consensual. Nós podemos berrar que não seremos ouvidos. Então, no momento oportuno damos o troco. Conforme reza a Constituição: Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição. Ou seja: Todo poder emana do povo, pelo povo, para o povo. Só nós podemos fazer isso, usando meios Legais, votando bem, fiscalizando e nos empenhando para mudar o sistema de Governo. Se continuar com esse sistema, veremos sempre o mesmo filme, mudando apenas os MOCINHOS E OS VILÕES. Entra Governo, sai Governo, mas história é sempre a mesma. Basta!
        Estou convicto de que o melhor sistema para acabar com essa bandalheira seria o Parlamentarismo. Porque se estivéssemos num parlamentarismo, se a Dilma fosse a 1ª Ministra, certamente já teríamos outra ou outro 1º Ministro no lugar, pois é muito mais fácil tirar um 1º Ministro. Mundialmente, nenhuma Nação presidencialista vai bem. Temos ai USA, mas lá o sistema é mais complexo e quando a popularidade está em baixa, arruma se uma briga com outra Nação para tirar o foco.
        Já tivemos a oportunidade de mudar, mas a população não foi bem informada e o Presidencialismo foi vencedor. Por falta de informação ou informações mais claras, falta de empenho dos que acenavam por outro sistema, nos obrigou a continuar com esse sistema viciado de poder, com o costumeiro molhar de mão. Será que as pessoas não tem essa visão, não veem como funciona o Sistema Parlamentarista? Um exemplo é a Alemanha. Eram separadas por muro, uma era Comunista outra não. Compreendia-se Oriental e Ocidental. Juntaram-se, derrubaram o muro, hoje é próspera, com sistema de Governo Parlamentarista. Será que só o Brasil não enxerga isso como maneira ou modelo, se desenvolver politicamente, se livrar desse sistema viciado em barganhas?
        Poderia ser Monarquia ou Presidencialismo Parlamentarista. Qualquer um desses seria a melhor saída, não só para o Brasil, mas toda América Latina seguiria o exemplo do Brasil. Ai sim, nosso Continente Sul Americano daria um salto para o futuro bem mais promissor. Não seria mais um Continente de pedintes, sem nenhum respeito por parte dos Países desenvolvido. O que é uma pena!
        Vamos lutar e torcer para essas ideias façam a cabeça dos bons políticos. Outros Países conseguem, por que nós não conseguimos?
        Se não estaremos conforme a frase dita por Victor Hugo: Entre um Governo que faz o mal e o Povo que o consente, há uma certa cumplicidade vergonhosa.
        Embora não me acho cúmplice, pois não voto nesse partido porqueira, mas se me calo, estou sendo.

        • Pasquale disse:

          Existem várias variáveis, para o brasileiro conseguir entender o que paralisa o país.
          Começa pelos impostos,pagamos para ter os direitos básicos,saúde e educação.
          Como não temos,os brasileiros pagam duas vezes,são as escolas particulares e os planos de saúde.
          Os que pagam, só pagam por que podem,porque?
          A resposta é simples, se não tivessem dinheiro não poderiam pagar.
          Passamos a ter duas classes de cidadãos,o de primeira classe com acesso a saúde e educação
          e o de segunda classe, sem acesso a nem uma coisa nem outra.
          Vem a reclamação dos de primeira classe:A violencia esta demais.
          Claro, estamos divididos entre os que moram nas cidades e os que moram nas favelas.
          O número de favelas aumentou assustadoramente,porque o cidadão não tem condições de morar na cidade e pagar as contas básicas.

          _____________________________________________________________________________________
          E isso vai longe,porque é uma questão cultural.
          O primeiro foco tem que ser esse,eu trocando de lugar com o outro e ver o que ele sofre.
          E ENTENDER O SEGUINTE:EU SÓ VOU FICAR BEM QUANDO TODOS ESTIVEREM BEM.

    • César disse:

      Elite intelectual? Não! Quem gritava sobre a privataria tucana durante a campanha eleitoral. As esquerdas ideológicas.

  17. Anonimous disse:

    É um caso de polícia esse negócio de privatizações, esses criminosos do setor público estão metendo a mão no que não é deles e pra mim não existe desculpa que me convença, primeiro endividam o país com o setor financeiro, depois ficam impedidos de investir os recursos dos impostos no que é obrigação do governo e ainda ficam passando à iniciativa privada as suas obrigações e extorquindo o povo que paga caro e dobrado por uma coisa que deveria ser feita pelos governos e com padrão de primeiro mundo pelo valor dos impostos que pagamos.
    Aquele delinqüente que iniciou isso aqui deveria era ser preso junto com a sua quadrilha, essa filosofia infame do NEOLIBERALISMO vai destruir este país, porque é uma filosofia econômica da destruição por si só e que é ainda mais letal quando posta em prática num país como este que é injusto por natureza e com metástase de corrupção no setor público.
    Essa filosofia da “besta” já provocou a maior guerra da história do planeta e não duvido que coisa pior virá por causa disso.
    Esse é um governo de trapaceiros e falsos socialistas, essa fachada de ser a favor do que é certo, não passa de maquiagem de campanha, a população não quer que o patrimônio do povo e da nação seja entregue à particulares, o que tem que acontecer é que esses bastardos apliquem o dinheiro público como deve ser e deixem de fazer orgias com os recursos que estão sendo entregues de pratinho à oligarquia financeira nacional e internacional, a população exige uma auditoria na dívida pública e o fim desses crimes de privatização, isso é uma afronta, a população não foi consultada sobre isto e não pode ficar passiva diante de crimes de lesa pátria desta natureza!

  18. paulo oliveira disse:

    Kennedy, manter esses bens não implicaria necessariamente em investimentos. A parte do govreno está assegurada, porque esses bens JÁ PERTENCEM À iNFRAERO OU À UNIÃO. Quem gtem que colocar dinheiro é a iniciativa privada, se quiser entrar no negócio. Além disso, eiste farto crédito para isso, o dinheiro não teria que enfiar amão no bolso para isso.

  19. Francisco Miranda disse:

    Boa tarde Kennedy.
    Agora só falta privatizar e Educação. Saúde e Forças armadas. Só assim teremos o que a Constituição reza que é obrigação do Governo. Assim não precisaremos mais deste (Des)-governo. Para mim este (e outros que não fazem dua parte), têm de ser banidos do quadro politico brasileiro. Alguém acha que fazem alguma coisa pensando no povo ??

  20. pedro luiz disse:

    Tem gente que passa a vida inteira travando a inútil luta contra os galhos,sem saber que é lá no tronco que está o coringa do baralho.
    (Raul seixas)
    É notório que grande parte da população não consegue entender as implicações de terceirizações sem os devidos cuidados, podem e acarretam problemas enormes para todos. Os pedágios nas estradas brasileiras são um exemplo a não ser seguido.
    Privatizações são em geral,espoliação do patrimônio pátrio ,vide Vale do rio Doce, Banestado do parana.
    Sim pragmatismo é…..,infelizmente poucos entendem a ideia do coringa.

Deixe uma resposta para César Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-22 23:09:17