aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
24-02-2016, 21h45

Moody’s reflete desconfiança internacional

Decisão indica desaprovação à política econômica de Dilma e Barbosa
5

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

A decisão da Moody’s de rebaixar a nota de crédito do Brasil significa que a desconfiança internacional em relação à política econômica do governo Dilma é consenso. Junto com a Fitch e a Standard & Poor’s, a Moody’s forma o trio principal de agências internacionais de avaliação de risco.

Tomada dias depois de o governo anunciar medidas de combate à crise, a perda do grau de investimento na Moody’s é também uma crítica ao trabalho do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.

Para piorar, a Câmara voltou a flertar com a irresponsabilidade fiscal. Isso só piora a visão internacional sobre o Brasil e dificulta ainda mais uma saída para a crise econômica.

*

O Senado aprovou nesta noite o projeto que tira da Petrobras a exclusividade de operadora única do pré-sal e o compromisso de participar com 30% do capital necessário para a extração do petróleo.

Houve um debate intenso hoje. E ontem foi apertado o placar que definiu votação do projeto em regime de urgência. O Senado estava dividido.

O governo estava fazendo jogo duplo. Publicamente, dizia que era contra a mudança. Mas, nos bastidores, admitia a alteração porque a Petrobras está endividada e tinha dificuldade para assumir as obrigações previstas na lei.

Agora à noite, quando viu que a alteração seria feita, assumiu publicamente um acordo. Daí o placar mais dilatado a favor da mudança.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
5
  1. Alladin disse:

    Standard & Poors, Fitch e Moodys tem algo certissimo em comum, ou seja não acreditar em quadrilhas de ladroes, estelionatários, lavadores de dinheiro sujo e principalmente,em gente sem competência.
    Acho ótimo que o rating dessas agências esteja muito desfavoravel ao pais, pois mostra ao mundo o quanto o pais está sem rumo e o quanto está sendo espoliado pelos ladroes de plantão no poder e quem sabe isso contribua para que a sangria de recursos estrangeiros de saida do pais, sufoque e estrangule o governo e ajude a concretizar o que o povo inteligente E HONESTO do Brasil deseja: PT FORA! DILMA FORA!

    • Romanelli disse:

      A bem da verdade
      .
      Nível por nível, hoje o país ainda esta MUITO melhor do que qdo a tucanalha deixou o comando.
      .
      Ademais, torcer contra o BR, pra mim ainda é sinal de falta de PUDOR e de vergonha na cara q, penso, poucos brasileiros despudorados ainda deveriam se permitir
      .
      O rating positivo só foi conseguido UMA VEZ, em 2008, graças a LULA
      .
      Tenho certeza que não fossem as pautas bomba da OPOSIÇÃO, o terrorismo do dito MERCADO, a traição da Base, PMDB e PT a mama Vana, Lava Jato, fora o barulho histriônico da mídia, tenho certeza que os ratings não teriam caído tanto, mas..
      .
      Em 2015 o comercio eletrônico cresceu 26,5%, a safra passou de 200 mm/ton, de 2003-2015 o país gerou 16 mm de empregos (contra ZERO de 94/02), qual seja, acho que ainda temos gás

    • SIGPHRIED disse:

      Bom dia amigo Alladin. Concordo em número, gênero e grau, porém algo mais assustado ainda é que, mesmo com a saída do PT, não teríamos nenhum entre todos os partidos e candidatos alguém digno e honesto de ocupar as cadeiras das câmaras e presidência. A previsão para o futuro de nosso país é incerto. Abçs.

  2. O Partido dos Trabalhadores e o ex-Presidente Lula viviam a propagar que já estávamos no primeiro mundo e que o Brasil seria a Arábia Saudita do Hemisfério Sul. Elegeram e reelegeram a mulher sapiens com muito marketing, pura propaganda enganosa. O carnaval do dinheiro público acabou e caíram as mascaras. A luz da verdade, a economia do Brasil foi destruída. A nota de crédito é a consequência e não a causa do mal.
    Que zika! Corrupção mata mais que a mosquita.

  3. Alberto disse:

    Nada muda,ou melhor,muda sim,para muito pior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 18:11:51