aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
16-05-2016, 21h23

Moraes e Geddel criam ruídos ruins para Temer

Nova equipe parece orquestra desafinada e contraria novo presidente
9

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Os ministros Alexandre de Moraes (Justiça) e Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) criaram ruídos ruins e desnecessários para o governo Michel Temer. Nova equipe parece orquestra desafinada.

Temer não gostou de Alexandre de Moraes ter dito que ele mudaria a forma de indicar o procurador-geral da República. Em resumo, que poderia não levar em conta a lista tríplice feita pela categoria. Nos governos de Lula e Dilma, houve um avanço institucional que pôs fim à figura do engavetador-geral da República que existia na gestão FHC: passou a ser escolhido o mais votado na lista dos procuradores.

Temer decidiu desautorizar publicamente Moraes para dar um recado a todos os ministros. Na sexta, pediu que cada auxiliar comentasse somente os assuntos da sua pasta e evitasse trombada. Mas Alexandre de Moraes falou demais. Manifestou-se a respeito de uma atribuição do presidente.

Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) também desobedeceu a essa orientação de Temer. Como ministro da Secretaria de Governo, caberia a ele defender o novo imposto. Agora, se Meirelles e Temer quiserem recriar a CPMF, os críticos dirão que o articulador político é contra. Foi um erro, mesmo que o ministro tenha feito a ressalva depois de que dera opinião pessoal. Nessa hora, isso não existe, porque enfraquece o governo.

*

Tema delicado

Temer fez reunião com Meirelles e sindicalistas para tentar chegar a um acordo em torno da reforma da Previdência. Deverá apresentar projeto em um mês. O presidente interino avalia que venceu resistências.

A ideia em discussão é combinar uma fórmula que estabeleça a idade mínima de 65 anos para homens e mulheres com um tempo mínimo de contribuição. Os mais pobres começam a trabalhar mais cedo. É preciso encontrar uma fórmula que promova justiça social e garanta o recebimento do benefício no futuro.

Assista aos temas do “SBT Brasil’:

Comentários
9
  1. Querem criar tempestade em copo d’agua, para parecer que o novo governo não funciona.
    A sintonia fina virá com o tempo. E o Presidente Temer mostra que a palavra final é dele. Isto demostra que o chefe do governo é sempre o Presidente e desmente quem dizia que a Dilma não tinha culpa nas pedaladas. O chefe do governo é sempre o Presidente!
    Para o bem ou para o mal.

  2. DIRETO AO ASSUNTO: É PRECISO PASSAR O BRASIL A LIMPO! disse:

    REFORMA ECONÔMICA “SEM AUMENTO DE IMPOSTOS”!
    REFORMA POLÍTICA QUE DIFICULTE QUADRILHAS ORGANIZADAS PARA ROUBAR OS COFRES PÚBLICOS!
    REFORMA DA PREVIDÊNCIA SEM PREJUÍZO AOS APOSENTADOS!
    APOIO IRRESTRITO À LAVA JATO, SERGIO MORO, MPF, PF, TCU, RF E A TODOS OS BRASILEIROS INDIGNADOS COM A ROUBALHEIRA INSTITUCIONALIZADA PELA LADRÃOZADA DOS COFRES PÚBLICOS!
    CADEIA PARA LULA E RENAN IMEDIATAMENTE!

  3. DIRETO AO ASSUNTO: ISSO É UMA VERGONHA! disse:

    Por que não votam uma lei que proíba que alguém em quem o eleitor votou para representá-lo como vereador, deputado estadual, deputado federal, senador, fique “proibido” de deixar o cargo para o qual foi eleito para ocupar cargo no Executivo?
    Isso é um absurdo, uma falta de respeito com o eleitor!
    O safado promete um monte de coisas para o eleitor durante a campanha, gasta milhões de reais em campanha (geralmente nada sai do próprio bolso) e depois vai ocupar cargo no executivo..
    O eleitor deveria ser mais responsável consigo próprio, com sua família, com sua cidade, com seu estado, com seu país, “riscando” um crápula desse do meio político.
    Além do desrespeito com o eleitor, na maioria das vezes esses crápulas que deixam seus cargos eletivos para ocupar cargo no Executivo causam males ao país, pois ocupam vagas de brasileiros muito mais competentes, especializados nas áreas que vão ocupar, geralmente por objetivos pessoais vergonhosos!

  4. MARIO GAMDRA disse:

    A ESCOLHA DE MINISTROS É FEITA COMO NUM JOGO DE PELADA, O DONO DA BOLA (TEMER) VAI COLOCAR OS SEUS AMIGOS PREFERIDOS E NÃO OS QUE MELHOR SABEM JOGAR.
    HOJE NO GOVERNO TEMER, TEMOS OS HOMENS ERRADOS, PARA O LUGAR CERTO

  5. Ricardo disse:

    Eu sou contra a fixação de idade mínima para se aposentar. Suponha que um “pobre” comece a contribuir com 14 anos (Jovem Aprendiz) e que um mais “favorecido” comece a contribuir com 24 anos (após concluir a faculdade, MBA, mestrado, sei lá). Ambos só vão poder se aposentar aos 65. Ou seja, o pobre vai ter que trabalhar 10 anos a mais. Sou contra isso. Mas sou a favor que fixem então um tempo de contribuição enorme (40, 45 anos, sei lá) e que varie periodicamente, de acordo com a expectativa de vida da população. Mas tudo bem, já sei que a idade mínima vai acabar passando. Afinal, alguém tem que pagar pelo Fundo Partidário, pelas verbas de gabinete, pelo tamanho do nosso Congresso Federal, pela quantidade de Deputados Federais que temos, etc.

  6. Paulo disse:

    Kennedy, esta negócio de que “pobre começa a trabalhar mais cedo” e por isso precisa se aposentar mais cedo é um mantra absolutamente equivocado. Em primeiro lugar, é falso que o pobre na atual situação se aposenta mais cedo. Quem se aposenta mais cedo são funcionários públicos e privados mais graduados, porque tem mais estabilidade e contribuições contínuas à previdência, diferente dos mais pobres. Em segundo lugar, basta estabelecer uma regra: se começou a trabalhar mais cedo, ganhará mais quando se aposentar. Mas SEMPRE com idade mínima, regra que existe em 100% dos países do mundo. Esta questão deve ser tratada, a meu ver, de forma mais pragmática, ou seja, com base em dados efetivos.

  7. PARECE QUE NÃO ENTENDERAM O POVO NAS RUAS! disse:

    MAIS UMA VEZ QUEREM QUE O POVO PAGUE AS VERBAS MORDÔMICAS DOS POLÍTICOS E GOVERNANTES (A MAIORIA CORRUPTOS), OS MILHÕES DESTINADOS AOS PARTIDOS POLÍTICOS FORMADORES DE QUADRILHAS QUE IRÃO ROUBAR OS COFRES PÚBLICOS, AS MANSÕES SUNTUOSAS MANTIDAS PELO ESTADO EM BRASÍLIA, OS CARRÕES LUXUOSOS COM MOTORISTAS E SEGURANÇAS, OS JATINHOS PARA TODO TIPO DE VIAGEM (DE VISITA À AMANTE AO IMPLANTE DE CABELO)!
    PELO JEITO O POVO VAI TER QUE VOLTAR ÀS RUAS! PARECE QUE OS POLÍTICOS E GOVERNANTES NÃO ENTENDERAM O RECADO: NÃO À ROUBALHEIRA, MORDOMIAS, SUPERFATURAMENTOS, COPAS E OLIMPÍADAS ENQUANTO O POVO SOFRE NOS HOSPITAIS E SUPERMERCADOS!

  8. Maria da Consolação disse:

    Comecei a trabalhar com 15 anos e nunca parei. Também era pobre. Se fosse nas regras atuais, me aposentaria daqui 3 anos. Pelas regras que Temer quer mudar, ainda terei que trabalhar por mais 20 anos! Não que eu não me considere, hoje, capaz de trabalhar mais 20 anos. Mas será que o mercado de trabalho vai continuar me aceitando depois que completar 50 anos? Essa reforma da Previdência não pode ser dissociada da regulamentação da dispensa arbitrária. Essa regulamentação está prevista na CF e, mesmo tendo quase 30 anos, não foi regulamentada até hoje! Se a empresa também for obrigada a manter o empregado até que este complete os 65 anos de idade, então pode fazer a tal da reforma. Pode ser? Ou é só o pobre que vai se dar mal com isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2021-05-07 07:36:47