aki

cadastre-se aqui
aki
Geral
30-05-2020, 18h02

Morte brutal de Floyd é faísca que gerou protestos nos EUA

Racismo estrutural e pandemia que atinge mais os negros são pano de fundo
4

Kennedy Alencar
Washington

A morte brutal de George Floyd na segunda-feira em Minneapolis, no Estado de Minnesota, foi a faísca que acendeu protestos de rua nos Estados Unidos. O racismo estrutural da sociedade americana e a tensão da pandemia de coronavírus, que vitima mais afro-americanos, são o pano de fundo dos protestos que se espalharam por diversas cidades dos Estados Unidos nesta semana.

Floyd foi mais uma vítima da violência policial que ocorre com frequência contra os negros. Um policial branco o matou asfixiado ao se ajoelhar no seu pescoço por cerca de oito minutos.

Ouça os comentários feitos ontem na CBN a respeito da crise no país e os paralelos com o Brasil. Não é mera coincidência que EUA e Brasil sejam os países com mais casos de covil-19, pois têm os presidentes que subestimaram o vírus com despreparo e arrogância, negando a ciência e mentindo para a população. Trump e Bolsonaro também são racistas e genocidas. Agravaram a tragédia do coronavírus.

Comentários
4
  1. Miguel Ângelo disse:

    Kennedy. Quando a sociedade se dá ao direito de aceitar que amarelos, brancos, negros, vermelhos (índios) são raças diferentes. Na racionalidade. Ela aceita também que os humanos seriam espécies distintas a essas (cores) raças (Entendam. Pode aparecer mais uma cor/raça.). Essa é uma afirmativa dentro da racionalidade. Uma segunda verdade. Seria aceitar que ser humano. Não está contido nas cores (na raça). Pois, tanto amarelos, brancos, negros e vermelhos já mostraram desumanidade contra seus desiguais. E em algum momento todas as cores (ditas raças) praticaram a dita humanidade para seus iguais. Então há de se pensar. Há humanidade nas raças para ações de humanidade para seus desiguais. Esse é o equilíbrio. Pensamento fragilizado quando se observa que há desumanidade entre amarelos, brancos, negros e vermelhos e seus iguais. Então a humanidade vem do espírito. Dirão as bestas religiosas. E novamente as cores com tempero da fé ainda reforçarão a desumanidade pensando as raças.

  2. Miguel Ângelo disse:

    A humanidade não é condição das raças. E a história já mostrou também que não é condição da fé humana. A alegoria do dízimo a Deus, e a falta desse como pecado que lhe afasta de Deus. É uma condição para que a sociedade distribuísse igualmente sua renda. Já que a humanidade como conceito de cor ou fé. Exigiria de si direitos iguais. Então na sociedade humana ou espiritual. Ser desigual, ou se unir e criar a desigualdade lhe afasta da humanidade e a verdade que mereça você um lugar melhor perto do criador. Aos fatos. George Floyd e Pedro Henrique Gonzaga eram negros. E seus algozes um branco americano e um descendente de negro brasileiro. Nos EUA um branco contra um negro. No Brasil um negro contra um negro. E as vítimas pessoas humanas. Já dominadas pelos desumanos da sociedade. Que se julgam pela cor, pela fé, pelas posses melhores que seus iguais e desiguais. O Trumpismo e Bolsonarismo nos darão desumanos. Pois, lutam contra moinhos de vento. Fazendo desiguais na humanidade.

  3. O problema está nos olhos. Para quem vende o cavalo velho. disse:

    No Brasil falta hombridade a sociedade para ela se aceitar um país de maioria negra. E falta leitura ao bolsonarismo para a história, geografia no entendimento do racismo americano. Quando George Floyd morre. Não é só o negro americano a vítima. Pelo mundo, para o discurso de Trump a favor do muro e proteção aos americanos no mercado de trabalho. As vítimas são os amarelos, os negros, os vermelhos e brancos que não americanos. Bolsonaro não vê isso. O bolsonarismo é uma bolha de falta de cultura dentro das mentiras, provocações tendenciosas e crimes diversos com várias evidências da criação da desigualdade. Oras! Oras! A Lava jato era a certeza da justiça. Onde não se existia justos juízes. Uma mentira! Já existiam melhores até do que o próprio Moro. Não existiam políticos bons. Outra mentira. Não existia religiosidade humanada no Brasil. Outra mentira. Para criar desiguais. Haviam erros? Sim, haviam. Mas, já tínhamos coisas melhores do que nos dão agora. É só você olhar.

  4. KENNEDY, SOU PROFESSOR DE HISTÓRIA E SOU SEU ADMIRADOR.
    SOU JOÃO GOMES .
    NOS EUA ESTÃO PEGANDO FOGO E AQUI ESTAMOS À DERIVA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-07-14 16:35:36